~Deb_019

Deb_019
Bad or Bed?
Nome: Debbie_
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

✿ Fichas para fanfics interativas - Parte 2 (Diabolik Lovers) ✿


Postado


Save The world or Save My Life? - Interativa


"I finally found you, Ayato Sakamaki."

Mostrar Spoiler: Hatsune Miku as Alice Charlotte G. Müller

ᘉ〇ᗰᕮ:
Alice Charlotte Germain Müller.

ᗩᒪƗᑕᕮ Significa “de qualidade nobre”, “de linhagem nobre”.
O nome Alice tem origem nas versões francesas Adaliz, Alesia, Aliz, utilizadas como diminutivo de Adelaide, nome originado no germânico Adelheid, composto pelos elementos adal, que quer dizer “nobre” e haidu, que significa “espécie", "tipo", "qualidade”.
Trata-se de um bonito nome predominantemente feminino que reflete atributos de excelência, cujas meninas com ele registradas podem ser afetivamente chamadas de "Licinha".
O nome foi popularizado por volta do século XII na França e na Inglaterra, principalmente por influência dos romances da época, através das variantes latinizadas Alesia e Alicia.
Perdeu sua popularidade por volta do século XVII, por ter sido associado a uma vida rústica, passando a ser considerado um nome antiquado. Foi reavivado no século XIX pela personagem do livro “Alice no País das Maravilhas”, do romancista britânico Charles Lutwidge Dodgson, mais conhecido pelo pseudônimo Lewis Carrol.
A obra foi publicada em 1865 e conta a história de uma menina que é transportada para um mundo lúdico e repleto de enigmas. Lewis Carrol também era matemático e as charadas presentes no enredo do livro contribuíram para sua popularidade.

A origem do nome Alice pode ser vista associada erroneamente ao termo grego alethia, que quer dizer “a verdadeira”, mas deve ser desconsiderado. Algumas fontes ainda afirmam que tenha surgido como um anagrama de Célia, outra sugestão que também deve ser descartada.
São suas variantes Alicia e Alizia, em espanhol e em italiano.

Origem: Germânica.

Nomes relacionados:
Alícia; Alison; Maria Alice; Célia; Elis; Alisson; Ana Alice; Allyson; Doralice; Alyson; Ellis e Lyssa.

A grafia deste nome é Alice mas existem variações do mesmo, escritas de diferentes formas mas com sonoridades iguais, como:
Alice, Allice, Alici, Hálice e Alisse.

ᑕᕼᗩᖇᒪ〇ƬƬᕮ Significa “mulher” ou “mulher do povo”.
É a versão francesa de Carlota, diminutivo de Carla, variante feminina de Carlos, que tem origem no germânico Karl, derivado de karal, kerl, que significa literalmente “homem”.

Alguns estudiosos atribuem também o significado de “homem do povo”, o que no caso da variante feminina, adota-se o significado oposto de “mulher” ou “mulher do povo”.

Origem: Francesa, Germânica

No Brasil e em alguns países a fora, Charlotte é usado como nome e também como sobrenome.
A grafia mais comum deste nome é Charlotte, mas pode ser encontradas outras variações modernas, como Charlote, Charlotty, Charllotte.

Nomes similares com Charlotte:

Meninas: Charlotta, Charlotina, Charlotia, Charleyde, Charline, Charlise, Charla, Charlene.

Meninos: Charles, Charliston, Charliton, Charlton, Charly.

Locais com o Nome Charlotte:
Charlotte (Estados Unidos), Port Charlotte (Estados Unidos), Charlotte Amalie (Ilhas Virgens Americanas).

ǤᕮᖇᗰᗩƗᘉ Variante de Germano.

Ǥᕮᖇᗰᗩᘉ〇 Significa “irmão” ou “da Germânia”, “germano”.
É um nome com dois possíveis étimos, um a partir do latim germanu, que quer dizer literalmente “irmão”, e outro através da palavra germanus, que significa “da Germânia, germano”, derivado do germânico wehrmann, que significa “homem de lança, homem de guerra”, que se refere à região natal ou onde habitavam tais homens.

Origem:
Germânica.

Do grego: germanu.

Curiosidades:
Também pode ter origem germânica: wehrmann. Homem da guerra, referência aos povos da Germânia.

Variações:
Germano (espanhol, italiano, polonês), Germán (espanhol), Germano (francês, inglês), German (inglês), Dutsche (alemão), Germaan (holandês), Gérman (russo).

Nomes relacionados:
grego, grega, irmão, germânico, germânica, guerreiro, Germain.

ᗰüᒪᒪᕮᖇ O sobrenome alemão Müller tem sua origem como um nome ocupacional, que denota um empregado ou um proprietário de um moinho, onde os grãos eram moídos até se converterem em farinha. Este sobrenome, em suas variantes, Miller, Möller e Millner, foi um dos nomes mais populares em toda a Europa desde os tempos medievais. Este fato não é surpreendente, já que estes nomes indicam uma das profissões mais antigas. Na Idade Média o dono do moinho tornou-se a figura central em sua comunidade, onde o pão era o alimento principal. Os agricultores levavam suas colheitas de grãos ao moinho para serem, posteriormente, comercializadas. As primeiras formas do nome Müller foram baseadas no equivalente latino “Molinarius”. Referências históricas fazem menção a um “Heinrich in molendino”, quem viveu em 1292 em Oberried, perto de Freiburg. Em todos os casos, nas formas inglesas e alemãs deste sobrenome, têm antigos registros. Em lendas medievais de Robin Hood, aparece um personagem chamado Much, filho de Miller. Existem registros de que em 1282 um cavaleiro chamado Conrad von Husen, também chamado Miller, viveu em Swabia.
Na Alemanha, a forma mais antiga deste sobrenome é Mullner. Em 1222 registros fazem menção de um Conrad Mulnere, que morou em Öhringen. Em 1290, um pescador de Konstana era conhecido como Ruodolf dictus an der Müli e, em 1357, um Walther in der Müli foi mencionado em documentos de Tiengen, por Waldshut.

Origem: Alemã.



ᗩᑭᕮᒪƗÐ〇ᔕ:
ᗩᒪƗ Sua mãe quem lhe deu. É um clássico apelido para seu nome. Esse é o segundo que ela mais usa, gosta e prefere que amigos a chamem assim. Quando ela fala de si mesma na terceira pessoa, costuma se chamar de Ali.

ᒪƗᑕᕮ Ela até acha fofo, mas prefere que não chamem-na de Lice. Acha um pouco estranho pelo fato de não ter um "A" no início. Enfim, ela prefere que não chamem por "Lice", mas não se irrita caso usem este apelido.

ᒪƗ É fofinho, mas não gosta. "Li" para ela é um nome próprio, ela não consegue enxergar como apelido e acha estranho quando usam este apelido para chamá-la. Quem criou foi seu pai, ele pensou que Alice fosse gostar, mas pode-se ver claramente que ele pensou errado.

ᑕᕼᗩᖇᒪƗᕮ Seu apelido preferido. Ela mesma quem inventou. Baseou-se no seu segundo nome "Charlotte". Apenas quem ela considera próximos e confiáveis podem chamá-la de Charlie. Ela se irrita algumas vezes quando pessoas não autorizadas a chamam por este apelido, mas logo se recompõe.

ᒪ〇ƬƬᕮ Odeia! Se chamá-la de Lotte, você está assinando seu atestado de óbito. Por algum motivo inexplicável, ela se lembra de uma vaca numa fazenda do interior. Quem mais chama Alice assim e quem criou o apelido foi Ayato, justamente para deixar a garota irritada.



ƗÐᗩÐᕮ:
12 anos.
Nasceu no dia 19.02.2004

O signo de Alice é Aquário, mas algumas pessoas confundem com Peixes, porque atualmente quem nasce dia 19 é pisciano. Porém, quando ela nasceu, esse dia ainda era considerado Aquário. Portanto, seu signo permanece esse.



ᗩᑭᗩᖇêᘉᑕƗᗩ: [̲̅~̲̅ ̲̅н̲̅α̲̅т̲̅ร̲̅υ̲̅и̲̅є̲̅ ̲̅м̲̅i̲̅k̲̅υ̲̅ ̲̅(̲̅V̲̅σ̲̅c̲̅α̲̅l̲̅σ̲̅i̲̅d̲̅)̲̅ ̲̅~̲̅]





















Uma menina com traços fofos e uma beleza angelical incomparável.

Seu cabelo é da cor verde-água e possui um aroma de morango, que não é enjoativo. Ela sempre procura deixá-los macios e sedosos. Dependendo da iluminação, eles podem ficar tanto como num tom de verde esmeralda, como num azul claro, deixando-a mais fofa do que já é.

Quando soltos, eles batem um pouco abaixo de seu bumbum. Alice toma um cuidado extremo com eles. Apesar de ter doze anos, não gosta que poupem dinheiro quando o assunto é seu cabelo.

Sua franja é repicada, e quando cresce e começa a ficar na frente dos olhos de Alice, ela pede para ir ao salão e corta os fios que atrapalham sua visão.

Ainda nos cabelos, os mesmo estão, na maioria das vezes, presos em laços rosas. Geralmente ela prende em duas Marias Chiquinhas. Raramente ela usa um rabo de cavalo, já que é complicado formar o penteado graças ao volume do cabelo.

Seus olhos, grandes e redondos. Demonstram a inocência e pureza da menina. Eles começam no verde-água e vão até o azul claro, formando um degradê fofo e juvenil. Seus cílios são grandes e totalmente alinhados, dando um ar maior de pureza a Alice.

Suas bochechas estão sempre rosadas, dando a impressão de estar corada sempre. São um pouco rechonchudas e quando sorri dá uma leve impressão de se parecer um esquilo.

Seus dentes estão sempre brancos e alinhados. Ela gosta de ir ao dentista para ter certeza de que não tem nada de errado.

Sua pele é clarinha, alva. E por isso ela evita ficar em contato com o sol durante trinta minutos. Sempre que fica muito tempo em contato com o sol, seu corpo fica tão vermelhinho, que ela parece até um tomate.

Não é tão alta, possui um metro e quarenta e cinco centímetros, de vez em quando ela se acha nanica porque algumas garotas de doze anos são mais altas. É magrinha por genética, porque ela come muito e raramente faz exercícios físicos. Mas sempre procura fazer uma dieta ou até se exercitar já que não quer ficar com problemas de saúde quando for mais velha.



ᑭᕮᖇᔕ〇ᘉᗩᒪƗÐᗩÐᕮ:
Planeta Netuno: Representa a sublimação e o preparo ao retorno da espiritualidade incorporal, pois sua força age através do mais puro amor, levado ao idealismo que transcende em beleza.

Ela é muito ligada a força, espiritualidade e crença. Ela deve agir sempre a partir do amor e da leveza. Ela deve ser calma e tranquila, sempre paciente e não ansiosa. Apesar disso ela deve ser bem realista.


Podemos considerar Alice uma menina carismática. Ela exala alegria em muitos lugares onde passa. Sempre carrega um sorriso meigo no rosto e procura fazer o bem sempre que pode.

Uma das suas qualidades de ser carismática, é que ela ouve atentamente as pessoas ao seu redor. Sempre sabe a hora de falar e a hora de ouvir. Muitos acham que é porque ela é educada, mas na verdade é só um dos hábitos de pessoas carismáticas, como Ali.

Alice também é gentil. Ela está disposta a ajudar todos ao seu redor, principalmente quando se trata de alegrar pessoas. Ela se importa com todos ao seu redor e sempre cumprimenta os outros. Posso dizer que Alice é alegre graças às boas ações que pratica.

Alice é um tanto realista, ela sabe o que quer e tem a consciência de que sempre existe um lado bom e ruim. Não é de criar expectativas para o que pode acontecer e também nunca espera o pior, ela é um meio termo. Geralmente ela pensa que pode dar certo, já que deu seu melhor, mas que pode dar errado porque não foi o suficiente. Apenas uma frase básica só para ela não ficar tão otimista ou pessimista.

Não gosta de criar muitas expectativas porque tem bastante medo de acabar se magoando depois. Ela evita pensar em coisas surreais e que ela mesma tem dúvida de que irá acontecer. Mas não fica pensando em que tudo dará errado! Ela acredita que quanto mais pessimista a pessoa for, tudo sempre dará errado. Então evita pensar negativo justamente por isso.

Alice provavelmente será uma das pessoas mais pacientes que você verá. Acredite, raramente ela se estressa. Ali, desde pequena, soube controlar suas emoções perfeitamente, a ponto de conseguir ser muito paciente. Ela pode estar fazendo um trabalho difícil e sozinha, que consegue manter a calma.

Ela tolera alguns atos de pessoas que não gosta tanto assim. Mas quando percebe que passou dos limites, insiste em falar algo para a pessoa parar, e mesmo assim, nunca é gritando ou berrando, sempre com sua voz calma e tranquila, sem um pingo de irritação.

Ela não tem pressa, é como diz o ditado “A pressa é a inimiga da perfeição”. Ela segue este ditado mais que tudo, pode estar numa fila para comprar um vestido e ter um compromisso em pouco tempo, que não irá se estressar. Continuará com a calma de sempre e não terá pressa.

Ela é uma menina educada, sempre fala “Por favor” e “Obrigada”. Teve aulas de etiqueta com a avó e se sente agradecida por isso. Mesmo com doze anos ela possui uma postura de “princesa”, digamos assim.

Alice é tranquila. Desde bebê, ela nunca deu tanto trabalho, não chorava como os recém-nascidos de sua idade e nem fazia pirraça quando tinha cinco anos.

Ela se acostuma rápido ao ambiente que vive e por isso, na escola, sempre foi de ter várias amizades.

Não é e nunca foi de reclamar, algumas vezes sim, mas nunca faz pirraça. Sempre que reclama, ela fala num tom de voz calmo, apenas um pouco alterado. Ela não vê um porquê para reclamar de coisas inúteis e evita ter esta atitude por acabar sendo mal-educada.



Ǥ〇ᔕƬᗩ:
۝Música. Ela sempre leva seu celular para qualquer lugar que for e nunca esqueceu seus fones de ouvido. Ela ama escutar música. Suas categorias preferidas são: K-pop e pop.

۝Cachorro. É seu animal de estimação preferido! Ela ama a fofura deles e é impossível ela não fazer carinho em um quando vê.

۝Livros. Entrar num mundo onde tudo pode acontecer é uma das experiências mais gratificantes que Alice poderia experimentar. Seu livro preferido é: Alice no País das Maravilhas. Ela ama justamente o livro cujo a protagonista tem seu nome. Mas voltando, sempre que faz aniversário, ela costuma pedir livros, não consegue ficar muito tempo sem ler um.

۝Video-games. Se eu contasse quantos jogos a pequena Alice zerou, não iria acreditar. Ela passa uma grande parte de seu tempo livre jogando. De acordo com a sua avó, ela puxou isso da mãe, ambas são totalmente viciadas em video-games.

۝Desenho. É a segunda atividade favorita de Alice, logo após ler. Ela adora quando os desenhos que ela imagina viram realidade, melhor ainda quando são feitos com as suas próprias mãos. É um pouco experiente, procura tutoriais de desenho na internet para aprender mais e quem sabe um dia virar uma artista famosa.

۝Filmes de romance. Ali acredita em amor verdadeiro mais que tudo na vida. Acredita que todos foram destinados para alguém e não pode esperar para encontrar sua outra metade.

۝Palhaços. Sua fantasia de quando tinha oito anos foi de um. Ela gosta dos palhaços porque eles transmitem alegria para as pessoas, e isso a deixa muito, mas muito feliz.

۝Vestidos. Ela ama usar um vestido, ela não sabe o porquê, talvez seja graças a praticidade de colocar um. Os que ela mais usa são os de estampa florida.

۝Frio. Inverno é sua estação predileta. As roupas dessa estação são lindas! Sem contar que no inverno não tem insetos e suor, e ela fica contente por isso.

۝Chocolate-quente. Ela ama tomar essa bebida nos dias de chuva, é como se estivesse num filme. Geralmente ela coloca alguns marshmallows para ficar mais parecido com o do filme.

۝Doces. Toda criança adora doces, e Alice não é uma exceção. Seus doces prediletos são: Jujubas, marshmallows, pirulitos e o melhor de todos... Suspiro (ou como outras pessoas chamam, merengue).

۝Piano. É um de seus instrumentos favoritos, ela gosta por causa da avó. Ela quem ensinou a azulada a tocar.

۝Violão. É exatamente o mesmo motivo do piano.

۝Flores. Alice consegue determinar o estado emocional da pessoa se a mesma tiver flores em casa, quanto mais alegres e vivas, mais feliz é a pessoa. Porém, quanto mais escuras e mortas, mais triste é. Alice toma bastante cuidado com a planta por a mesma ser frágil. E sua flor favorita é a Tulipa.

۝Café. Para Alice tanto faz como for o café, pode ser puro, com açúcar, ou com leite e açúcar. Ela gosta de café de qualquer maneira. Até hoje não sabe porque gosta tanto dessa bebida, mas acredita que ela tenha uma enorme queda por bebidas quentes.

۝Matemática. Ela acha essa matéria fácil até demais. Ama mais que tudo, e acha engraçado quando ouve que alguém acha essa matéria super difícil.

۝Bichos de pelúcia. Não importa qual, ela ama um bichinho de pelúcia, seja urso, cachorro, ou até jacaré. Ela tem um gatinho de pelúcia, e cuida como se fosse um gato de verdade. O nome do brinquedo é Bonnie.


۝Por falar em gatos, ele é seu segundo animal favorito. Por mais que os bichanos sejam isolados e queiram seu próprio espaço, ela não consegue deixar de amar o animal. Ela ama os olhos dos bichanos e acha que é por isso que se fascina tanto por esse animal.



ÐᕮᔕǤ〇ᔕƬ〇ᔕ:
۝Verduras. É um sacrifício Alice comer algo verde. Apenas consegue comer frutas, verduras são nojentas. Nas vezes que come, possui uma enorme vontade de vomitar.

۝Barulho. Ali é uma menina calma, e odeia ficar em lugares barulhentos, isso atrapalha seus pensamentos.

۝Fofoqueiros. Ali não tem paciência com pessoas deste tipo. Ela odeia quem comenta da vida de pessoas que não tem nada a ver com a vida da outra. Ela evita bastante conversar e ficar no mesmo local com pessoas assim.

۝Preconceituosos. Odeia, odeia e odeia. Para Ali, a pessoa tem que conhecer a outra antes, e se não gostar dela, tudo bem. Mas agora, nem saber o nome e já querer falar mal é demais. Existem vários tipos de preconceito, e ela odeia todos. Para Alice, cada um é do jeito que é e todos devem respeitar as escolhas das outras pessoas.

۝Insetos. Ugh. Só de pensar nessa palavra, o corpo de Ali estremece por completo. Ela odeia insetos, o único que gosta é a borboleta.

۝Escandalosos. Ela ODEIA, odeia e odeia pessoas escandalosas. Ela acha desnecessário alguém gritar por algo que não faz tanta diferença.

۝Por mais que o cabelo de Alice seja hidratado e liso. Ela sempre acorda com ele bagunçado. E é um sacrifício deixá-lo liso novamente. Ela odeia quando isto acontece e tenta o máximo para evitar que se repita.

۝Desorganização. Ela não consegue ficar calma enquanto vê algo desarrumado. Também odeia quem é desorganizado, Alice é impecável quando o assunto se trata de seu quarto e objetos que possui, e quando se depara com alguém que é o oposto, falta ela matar essa pessoa. Não tem como, ela odeia pessoas desorganizadas.

۝Mimados. Se Alice conhecer alguém mimado, desfaz a amizade rapidamente. Ela não suporta porque, bem, a pessoa acha que todos têm que fazer o que ela quer, e isso é irritante para Ali.

۝Criancinhas. Não é as crianças pequenas, e sim pessoas da idade de Ali que ainda agem como bebês. Ela não gosta e prefere ficar longe de pessoas assim.

۝Tagarelas. Ela não suporta, Alice pode ser calma e paciente, mas odeia quando alguém não para de tagarelar em seu ouvido.

۝Mentirosos. Para Alice, precisa ser a verdade nua e crua. Uma mentira simples já corta a amizade.

۝Calor. Alice odeia verão, pessoas suadas, oleosidade. Isso tudo é um horror. Ela odeia e com razão.

۝Se estressar. Alice é calma e não gosta nem um pouco de ficar estressada. Mas às vezes é necessário quando algo irrita bastante a garota.

۝Manipuladores. Alice é uma menina um pouco inocente, e odeia quando percebe que alguém quer abusar de sua boa vontade.

۝Remédios. Alice odeia o gosto dos remédios, é um tanto amargo. Mas os piores são aqueles doces demais.

۝Tatuagem. Alice gosta de tatuagem, mas as de adesivos. Essas permanentes e de agulha são exageradas, tudo bem que algumas pessoas gostam. Mas ela desgosta, e só de pensar na agulha perfurando a pele, ela chega a tremer.

۝Avançados demais. Na sua antiga escola, muitas meninas de apenas onze anos já falavam de beijar e namoro. Alice não gosta de pessoas precoces, acha que é um mal na vida de gente assim. Evita com todas as suas forças ficar perto de pessoas assim, ela pode até ser um pouco esperta, mas prefere não arriscar e ser influenciada.



₣ᗩᗰƗᒪƗᗩᖇᕮᔕ:

~Avó~

_Nome: Regina Müller.

A avó de Alice é uma mulher exemplar e conhecida por ser gentil e educada. A avó de Ali e a azulada são parecidas em alguns aspectos, mas bem diferentes em outros. Regina, não acredita em amor verdadeiro e não é nem um pouco paciente.

Mas apesar disso, ambas se adoram e têm orgulho de serem da mesma família.

_Idade: 63 anos.

_Viva.



~Mãe~

_Nome: Cerise Charlotte Müller.

Alice nunca teve muito contato com a mãe. Já que mais nova fora enviada à terra e foi morar com a avó.

Mas de acordo com Regina, Cerise era uma mulher de bom coração, assim como Alice. E sempre desejava o bem para todos ao seu redor.

_Idade: 35.

_Viva.


~Pai~
_Nome: Robert Germain.

Alice viu seu pai algumas vezes, ele já estava morando na terra antes da menina ser enviada para lá, e por isso ele foi visitar a menina.

Alice amava o pai, ele era super engraçado e fazia várias piadas que deixava a menina alegre. Foi por causa dele que Alice decidiu espalhar alegria por onde passasse.

_Idade: 40.

_Vivo.



ᗰᕮÐ〇ᔕ:
۝Alice tem pavor de escuro. Ela acha que alguém irá aparecer e matá-la. Desde que é pequena, sempre teve medo. Quando precisa ir em algum cômodo da casa e já está escuro, faz questão de acender todas as luzes da casa, ou então ela continuará no seu quarto e só irá no local onde quer ir quando amanhecer.

۝Ela tem muito, muito medo de bonecas. Principalmente aquelas que têm um olho parecido com o humano. Ela tem imenso pavor desse tipo de boneca, sempre acha que elas ganharão vida e matarão ela.

۝Altura. Alice não consegue ficar em lugares com mais de dois metros de altura. Ela tem pavor de lugares muito altos. Ela é bem atrapalhada, e tem medo de acabar escorregando ou tropeçando no próprio pé, cair e ter um grave machucado.

۝Agulha. Alice, como toda criança, teve que fazer exames de sangue no decorrer de sua vida, e desde então tem extremo medo da agulha.



ᑭᗩᖇ: Ayato Sakamaki.



Relação Com o Par:
De início, Ayato se irritou com Alice. Ela era uma réplica feminina perfeita do irmão mais velho do Sakamaki. Na primeira fez que Ali viu Ayato, odiou o fato dele ser egocêntrico, e de achar que tudo é dele.

Posso dizer que um não gostou do outro no início.

Mas ainda assim, Alice sentia-se intrigada quando o assunto era Ayato. Eles não se falavam, e ela mal sabia como ele era. Então, ela tentou conversar com ele.

Péssima ideia, porque ela percebeu que ele era exatamente o que ela pensava. Egoísta e egocêntrico. Tentou mudar os hábitos do ruivo, mas era impossível!

Ela tentou fazer o que sempre faz, manter a calma e mostrar-se normal diante do ruivo, mas era impossível! Ele conseguia tirar a azulada do sério como ninguém jamais conseguiu!

A relação dos dois se baseia em um irritar o outro para ter atenção. Ayato odeia o fato da menina ser calma, e por isso insiste em irritá-la. Ele sabe que a azulada odeia se estressar e adora quando consegue deixar a menina fora de si.

Alice irrita Ayato por vingança, quando ele está perto e procura conversar com ela. A mesma finge de desinteressada e deixa ele falando sozinho.

Mas aos poucos eles começaram a ter conversas mais civilizadas, quando Shu não está com Alice. Ayato e a azulada conversam bastante.



Relação Com as Amigas:

“— É como se você fosse um rato e estivesse numa academia de gatos.”

Alice se sentiu um pouco desconfortável no início. Como citei na personalidade, ela se acostuma rápido e faz amizades facilmente. Mas sempre na primeira vez que vê gente nova ela se incomoda um pouco.

Suas amigas se irritam com o jeito calmo e educado de Ali. Elas não conseguem acreditar que alguém consegue ser tão calmo como a azulada. É algo inacreditável para elas.

Mas todas amam o jeito de Alice. Pode-se dizer que ela é uma menina que ouve bem, e ajudou muitas vezes suas amigas com vários conselhos. Ali é uma boa ouvinte e ama ajudar as meninas.

Também gosta de dar aulas de etiqueta para elas quando percebe que fazem algo com a postura incorreta.

As meninas amam Alice por causa de suas piadas também, são simplesmente hilárias.



Relação Com:

Shu Sakamaki:
Ela gosta muito se Shu. Principalmente a maneira de como ambos são iguais. Sempre calmos e quietos.

Ela costuma tratá-lo como um grande irmão mais velho e muitas das vezes ele é sua companhia na casa.

Shu é o protetor de Alice, sempre está por perto quando a menina precisa de ajuda, menos quando ela está com Ayato ou com Reiji, já que ele sabe que ela fala bastante com eles e que não teria mal em deixá-la sozinha com os dois.

O mais velho não admite que nada aconteça a azulada. Esse é um dos motivos paa Ali chamá-lo ele de "Onii-chan".



Reiji Sakamaki:
Ela gosta quando Reiji ensina algo que ela ainda não sabe. O fato dele ser intelectual deixa Alice admirada.

Uma coisa que ela ama é apostar quem está errado e quem está certo. Muitas vezes Reiji ganha, mas Alice também acerta várias coisas e ganha por isso. Mas sempre fica com dúvida se foi o mais velho que deixou ela ganhar ou se ela ganhou por mérito.



Laito Sakamaki:
Não consegue aturar muito este Sakamaki. Ela acha o ruivo pervertido demais.

É raro eles conversarem, geralmente Laito ajuda a azulada a escolher uma roupa decente e que combine com a personalidade da garota. Ela pode até gostar da ajuda, mas se sente envergonhada quando ele “sem querer” abre sua gaveta de roupas íntimas.

Nessas horas, ela chama Shu para tirar Laito do quarto. E posso dizer que o mais velho sempre vai lá para expulsar o mais novo.



Kanato Sakamaki:
Ela não consegue saber porque todos acham Kanato aterrorizante! Muitas vezes ela brinca com seu gato de pelúcia, Kanato e Teddy.

Mas Alice sente um arrepio quando Kanato conversa muitas vezes com Teddy, como se o objeto fosse mesmo um ser vivo.



Subaru Sakamaki:
Não consegue aturar Subaru. Tudo bem que ele tem seus motivos para viver estressado. Mas quebrar uma parede é exagerado.

Alice não entende o porquê dele ser assim e prefere não entender. Ela não gosta de conversar muito com ele por ter medo dele gritar com ela sem motivo

Ela chegou a tentar conversar com o garoto algumas vezes, mas sempre levava um fora nessas vezes em que tentava. Então ela desistiu de falar com Subaru. Mas ainda assim tenta de vez em quando conversar com ele.



Algo Mais?
۝Alice ama cantar. Ela aprendeu sozinha e tem um dom para isso. Geralmente ela canta algumas canções de ninar que sua vó cantava para suas amigas.
۝Ela gosta de escrever poemas no seu caderninho, é um de seus passatempos prediletos.
۝Alice nasceu com um dom para escrever. Ela atualmente pensa em escrever uma história sobre uma garota que vive uma maldição cujo não pode se apaixonar. E caso isso acontecesse morreria logo no primeiro beijo. O final está pronto, a protagonista daria o direito de se apaixonar e morre nos braços do amado, ambos num ambiente frio e com neve.

۝O caderno que ela usa para escrever poemas e sua história:




Hide and Seek - Interativa


"Você me levou para um caminho escuro
Mas, você culpa a mim pelas consequências
Você, gritando está
Você me rompeu e eu fui deixada aqui para chorar"

"Pronto ou não aí vou eu,
Ayato Sakamaki."

Mostrar Spoiler: Minha personagem – Aurora P. Germain


Nome e sobrenome:
Aurora Parrish Germain.

Aurora:

Significa "o nascer do sol", "o raiar do dia", “a que nasce do oriente” ou “aquela que brilha como o ouro”.

Aurora é um nome do latim aurora, com um significado bem evidente: "aquela que é como o nascer do sol".

A palavra "aurora" está intimamente relacionada com a palavra também do latim aurum, que significa "ouro". O nascer do sol tem um brilho que se parece com o brilho reluzente do ouro. Aurora também pode significar então "a que brilha como o ouro".

Aurora era a deusa romana da manhã, que na mitologia grega era a equivalente à deusa Eos.

De acordo com a mitologia romana, a deusa Aurora era responsável em sobrevoar os céus anunciando o começo de um novo dia.

Parrish:

Originado da cultura francesa. Significa localidade eclesiástica.

Germain:

Variante de Germano. Origem: Latim.

Germano:

Significa “irmão” ou “da Germânia”, “germano”.
É um nome com dois possíveis étimos, um a partir do latim germanu, que quer dizer literalmente “irmão”, e outro através da palavra germanus, que significa “da Germânia, germano”, derivado do germânico wehrmann, que significa “homem de lança, homem de guerra”, que se refere à região natal ou onde habitavam tais homens.




Apelidos:
ÁureaÉ o mais usado. Ela mesma quem inventou, após ler um livro cujo a personagem tinha esse nome, ela resolveu usar como apelido. Tem orgulho de usá-lo pois ela se lembra da época em que morava com os pais.

Floco de NeveFoi dado por sua mãe. Quando bebê a pele dela era bem branca. Ela considera este apelido fofo e apenas pessoas próximas podem chamá-la assim.

RoséSeu pai quem teve a ideia, ele ficou com um pouco de inveja pela mãe e a própria menina terem inventado apelidos e ele não. Então inventou esse, pois a menina gosta muito de rosa e seus olhos e cabelo são dessa cor.

Chichinashi (Panqueca)Ayato quem lhe deu este "maravilhoso" apelido. Aurora ODEIA esse apelido, isso é um insulto para ela porque, bem, ele significa nada mais nada menos que uma menina t-á-b-u-a. E ela não é tábua, pelo menos não muito. Quando o ruivo a chama assim, a primeira coisa que Aurora pensa é em espancar a cara dele por tamanha audácia de chamá-la de sem peitos.



Idade:
17 Anos.

Mas pela sua altura e aparência, na maioria das vezes confundem-na com uma menina de quinze anos. Tem vezes que gaba-se de se parecer mais nova, mas tem horas que tem raiva de ser tão baixa.

Data de nascimento:
19.02.1999

Signo:
Atualmente, quem nasce no dia 19 é pisciano, mas quando ela nasceu, dia 19 ainda era considerado Aquário. Portanto, seu signo permanece Aquário, possui ascendência em Sagitário e sua Lua é em Escorpião.

Ela acredita em astrologia e muito. Tem vezes que antes de iniciar uma amizade ela pergunta o signo da pessoa.

Uma ironia é que ela descobriu seu signo quando tinha dez anos. Seus amigos conversavam sobre astrologia, não que eles entendessem, apenas para o ambiente não ficar silencioso. E enquanto conversavam perguntaram a Aurora seu signo, ela não sabia, e acabou dizendo que não tinha signo, apenas descobriu quando perguntou a sua mãe.

Toda semana ela procura em sites sobre seu signo para ver o que a espera. E muitas das vezes sempre estão certos. Esse é o motivo dela acreditar tanto.

Sol em Aquário: Sua missão é socializar.
Sua principais características são: Busca da liberdade, inventividade, independência, imprevisibilidade, rebeldia e impessoalidade.

Ascendente em Sagitário: Otimismo, expansividade, ligação com viagens, generosidade, arrogância, moralismo, inquietação.

Lua em Escorpião: Emocionalmente intenso. Necessidade de controle e transformação. Sugiro que ao conhecer alguém com a Lua em Escorpião pegue leve, não cometa nenhum erro grave, não a deixe com raiva, você pode despertar o lado vingativo dessa Lua.



Nacionalidade:


Francesa, mais especificamente parisiense. Aurora nasceu em Paris. A capital mais populosa da França.

Possui um fofo sotaque francês. No qual ela sempre puxa o "R" em muitas palavras.



Aparência:
Itsuka Kotori ~ Date A Live



































Uma mulher com traços joviais e uma beleza incomparável.

Seu cabelos são vermelhos rosados e com um forte cheiro de morango, que não é enjoativo. Ela sempre procura deixá-los macios e sedosos. Dependendo da iluminação, eles podem ficar tanto como na cor vermelho intenso, como num rosa claro, deixando-a mais jovem do que é.

Quando soltos, eles batem um pouco abaixo de seu bumbum. Ela toma um cuidado extremo com eles, e sempre procura fórmulas que se apliquem aos mesmos, até agora, 85% de seu condicionador está pronto. Já o shampoo está completo, e devo dizer que apenas ele já hidratou seu cabelo como nenhum outro conseguiu! Graças a sua fórmula, seu cabelo possui menos pontas duplas do que antes e suas raízes não são mais danificadas como eram antes.

Sua franja é repicada, e quando cresce e começa a ficar na frente dos olhos de Aurora, ela vai no salão e corta os fios que atrapalham sua visão.

Ainda nos cabelos, os mesmo estão, na maioria das vezes, presos em laços que podem variar de cor. Pretos quando está com raiva, ou quando quer demonstrar seu lado independente. Brancos quando ela quer demonstrar fofura e inocência.

Seus olhos, grandes e redondos. Demonstram a inocência e pureza da menina. Mas quando está com raiva ou triste, demonstram frieza e seriedade. Algumas vezes, quando ela gosta de provocar alguém, eles demonstram malícia, e seu sorriso perverso ajuda quando quer deixar um garoto louco.

Ainda nos seus olhos, eles começam no vermelho rosado e vão até o laranja claro, formando um degradê fofo e juvenil. Mas quando seu humor muda, eles escurecem e vão do cinza até o vermelho rosado.

Suas bochechas estão sempre vermelhas, dando a impressão de estar corada sempre. São um pouco rechonchudas e quando sorri dá uma leve impressão de se parecer um esquilo.

Seus dentes estão sempre brancos e alinhados. A cada mês ela vai ao dentista para ter certeza de que não tem nada. Seu hálito é de menta, dando um frescor sempre que fala ou até mesmo boceja.

Seus lábios são finos e rosados, ela sempre usa um gloss claro para dar um pouco mais de brilho aos mesmos.

Ela sempre procura estar em boa forma, fazendo dietas e exercícios físicos. Seu esporte favorito é tênis, que é o que mais pratica, graças a ele, possui força nos braços, que mesmo finos e magricelos, conseguem aguentar uma pessoa de 30kg.

Seu corpo não é curvilíneo se compararmos com alguém de sua idade. Mas ainda assim possui seios medianos, que chamam atenção quando usa biquíni. Também digo o mesmo de seu bumbum, que é empinado e redondinho, sempre que está de biquíni ou até mesmo de short, os olhares sempre são voltados a ela.

Digamos que sua altura, magreza e juventude ajudem no charme que ela tem sobre o corpo.

Depois de sua morte, foi possível ver chamas em seus olhos quando estivesse com raiva. Certas vezes, quando ela vê Ayato ou um flashback de seu passado passa pela sua cabeça, é possível ver o dia de sua morte e o desespero da menina. Isso tudo apenas nos seus olhos rosados.



Personalidade 1:
Impaciente.
Ela não tem paciência com pessoas lerdas e burras. Costuma ignorar este tipo de gente para não se estressar.

Ela também odeia esperar, e cada minuto que passa esperando fica com mais raiva.

Sem contar que ela se estressa por tudo, pode ser o barulho que o ventilador faz, ela vai se estressar e continuará assim se o barulho não parar.

Aurora é sonolenta e carinhosa.
Por algum motivo, Áurea dorme durante muito tempo, já foi ao psicólogo para saber se era algum sintoma de depressão.

Mas é apenas cansaço. Ela pratica muitos exercícios para ficar em forma e acaba por dormir pouco, por isso as tardes fica cinco a sete horas dormindo feito a princesa Aurora.

Ela é super carinhosa com conhecidos. Quem a vê de longe, pensa que é mimada e irritante, mas ela não gosta de que saibam de seu lado meigo, ela tem vergonha de demonstrá-los, acha que quem é carinhoso em público é fraco e dependente, por isso que é rude a maior parte do tempo.

Honesta.
Aurora odeia quem mente pra ela, não que ela não minta algumas vezes, mas existem situações que contar a verdade é sempre melhor.

Ela é aquela pessoa que mesmo que faça algo de errado, conta a verdade, porque ela não consegue mentir por muito tempo.

Independente.
Ela odeia depender de alguém, e desde os nove anos aprendeu a dar seu jeito. Em qualquer situação ela tenta dar o seu máximo, mesmo que seja complicado para ela.

Na escola, ela implorava para fazer os trabalhos sozinha, se já não gostava de fazer em dupla, imagine em grupos, ela praticamente odiava e até hoje odeia.

Aqui uma dica, se você vê-la suando frio e repetindo várias e várias vezes "Estou ocupada." quando alguém fala com ela. É melhor não se oferecer, ela odeia ajudas.

Coração mole por dentro e fria por fora.
Ela é uma tsundere, isso está claro.
Aurora prefere mostrar-se durona e agressiva, o que não dá muito certo a maioria das vezes. Suas bochechas sempre vermelhas estragam sua performance de fria, e isso a irrita muito.

Rancorosa.
Ela guarda rancor por tudo, ela acha que deve ser graças a Lua em Escorpião. É impossível ela brigar com alguém e fazer as pazes rapidamente. Sempre está pensando em alguma vingança contra a pessoa.

Um pouco desequilibrada.
Sofre com desequilíbrio emocional, existem dias que ela se irrita com o barulho da música que ela está escutando. Ela chegou a tomar remédios para insônia porque não conseguiu dormir.

Isso geralmente acontece quando ela faz exercício e dieta, ela fica desesperada para se encaixar nos padrões, e quando pesa um kg a mais do que o normal, ela acha que está obesa.

Também fica pouco concentrada em tudo que está ao seu redor graças ao desequilíbrio. Ela nunca percebe que estão falando com ela, sempre está pensando em algo, e depois em outra coisa, depois em mais outra, enfim, a mente de Áurea é bagunçada, digamos assim. Ela não consegue pensar em algo por dez minutos, sempre está pensando em várias coisas e não para.

Antissocial e tímida.
Ela é tímida, e muitas vezes, quando não conhece a pessoa, ela fala num sussurro e bem rápido, quase impossível de escutar. E ela não gosta de barulho e muitas pessoas juntas, o que resulta dela ficar só em um canto, lendo, desenhando, cantando, ou qualquer outra coisa que ela goste de fazer para passar o tempo.

Escandalosa.
Uma ironia é que ela odeia pessoas assim, mas com ela sempre tem uma exceção. Por exemplo: Se alguém usa sua maquiagem, ou come algo na geladeira que ela queria.



Personalidade 2:
Manipuladora.
Se eu dissesse que essa menina com rosto de criança é uma manipuladora nível Alison DiLaurentis, bem, é impossível de acreditar.

Ela nasceu com esse dom, sua voz fofa consegue manipular qualquer um, e seus olhos então, quando resolve apelar para o rosto fofo, insiste em fazer a famosa cara de cachorrinho abandonado. Impossível não resistir.

Irônica e cínica.
Herdou da mãe, sempre que escuta algo que não quer ouvir, (geralmente ofensas) ela revira os olhos e repete tudo que a pessoa está falando numa voz de criança e com um sorriso cínico no rosto.

Sempre que ouve alguma pergunta banal, onde a resposta está bem na cara da pessoa. Ela responde ironicamente, e se a pessoa não ouve, ela sussurra um "Ainda por cima surda.". E faz questão de sorrir.

Louca.
Geralmente ela ouve vozes quando está com raiva. E ri de si mesma, até pensou que fosse esquizofrênica, mas ela ainda não havia chegado na etapa que começa a imaginar coisas.

Vingativa.
Se Áurea já era uma menina rancorosa, que planejava vingança em sua mente. Depois de sua morte, a situação mudou, agora ela se vinga. E insiste em sorrir como se ela não estivesse envolvida em nada.

Mentirosa.
Agora ela sabe mentir, e nunca sabem se ela está mesmo contando a verdade para alguém. Após sua morte, ela começou a pensar que todas as pessoas honestas são na verdade as mais fracas e burras.

Estrategista.
Ela nunca em sua vida realizou uma vingança sem antes pensar em tudo que pode acontecer. Sempre pensa em todas as possibilidades possíveis para finalmente colocar o plano em ação. Ela sabe que se agir por impulso tudo pode dar errado.

Desequilíbrio emocional.
Não mudou muito de quando ela era viva. Mas isso só fez com que ela ficasse um pouco mais psicopata. Se não está com raiva, está insana. Se ela se magoar fica insana e isso é um grave problema para ela, pois sabe que pode agir sem pensar e odeia isso. Mas algumas vezes ajuda quando não há ninguém como testemunha.

Fria e insana.
Quando usa sua arma e a mesma utiliza toda sua sanidade, a menina fica fria e não esboça nada em seu rosto, seus olhos perdem o brilho que tinham e ficam mais escuros. Por mais que sua expressão não demonstre, ela está insana, na sua mente está pensando numa vingança e se imagina quebrando a mansão e matando todos que moram ali.

Alguns traços como, impaciência e independência, continuam iguais, mesmo depois de morta. Aurora é impaciente e odeia esperar para executar um plano, e continua independente, já que quando trama algo nunca quer ajuda de alguém ou conselho. Ela prefere fazer só e de acordo com ela muitas pessoas trabalhando num mesmo plano acabam estragando tudo.

Mas quando se trata de vingança contra mais de duas pessoas, ela trabalha em grupo, mesmo que por dentro esteja queimando de ódio por querer trabalhar sozinha.



História:

Dia 19 de Fevereiro de 1999, 11:51 a.m. Paris, França. Um céu livre de nuvens, uma mãe havia acabado de dar à luz a um bebê, mais especificamente, dado luz a Aurora Parrish Germain.

A menina nasceu berrando, os médicos reclamavam de tanto barulho que a menina fazia. E só se acalmava quando estava ao lado de sua mãe ou de seu pai.

Logo após receber alta, a menina começou a se acalmar e raramente chorava. O que preocupava os pais a noite, toda hora eles iam ver se a menina estava viva.



Aos sete anos, ela ganhou um colar de seu pai, antes do mesmo viajar para a Europa por uma promoção do trabalho.

O colar tinha um formato de machado, (que virou uma arma depois que morreu) mas Aurora achava o objeto lindo e a forma como ele combinava com todas as suas roupas deixava-a contente.

Sua vida com sua mãe foi divertida, elas sempre brincavam e faziam piadas de vários assuntos. Aurora sempre amou sua mãe e seu humor.



Depois de três anos seu pai voltou, e propôs a menina um acordo. Se ela fosse uma garota comportada e fizesse tudo que ele e a esposa mandassem, ela iria para um lugar onde conheceria muitas pessoas.

Aurora aceitou o acordo e de acordo com seu pai, ela iria para esse lugar quando completasse dezessete anos. A menina, ainda aos dez, esperava ansiosa por esse dia.



Aos treze sua vida não foi muito fácil, Aurora entrou em depressão por problemas na escola (notas baixas e ela era excluída de tudo). Seu pai e mãe ficaram preocupados com a saúde mental da menina e resolveram colocá-la numa psicóloga, o que não adiantou muito já que a menina não falava com a mulher. Mas antes era tudo diferente, Aurora era uma garota animada e fazia piadas.

Ela tinha uma amiga, sua melhor amiga, mas que veio a óbito meses depois de se conhecerem.

Elas se conheceram quando Maggie, sua melhor amiga, foi estudar na escola onde Aurora estudava. Eram tímidas e só começaram a se falar num trabalho de ciências, cujo tiveram que formar dupla pois a professora quem escolheu.

Áurea não tinha muitos amigos na época e ficou surpresa quando a novata resolveu ser amiga dela.

O colégio tinha organizado um passeio de dormir uma noite, as duas foram, estavam felizes e com raiva por dividirem o quarto com mais quatro garotas. Que por culpa do destino, eram as garotas mais irritantes e antipáticas da turma.

Já era noite, e quando estavam se preparando para dormir, as meninas fizeram uma pegadinha de muito mau gosto com a dupla, colocaram manteiga na banheira do banheiro para uma delas escorregar e cair.

Mas um imprevisto aconteceu, Maggie foi a primeira a tomar banho e acabou escorregando, batendo o pescoço na torneira. Isso causou a morte na menina, que foi encontrada com o pescoço torto e imóvel.

Ainda no mesmo dia, a escola ligou para a emergência, o que não adiantou, pois a menina tinha morrido. O colégio foi processado, o que causou a falência dele, e as famílias das quatro meninas também foram processadas.

Aurora, já deprimida, tentou suicídio cinco vezes. Três dessas cinco ela tentou colocar veneno na própria comida, o que não deu certo pois sua mãe não tirava os olhos da menina enquanto a mesma comia. As outras duas ela tentou se jogar da janela da casa onde morava, mas não conseguiu pelo fato de seus pais entrarem no seu quarto na primeira vez e na segunda colocarem grades de ferro.



Aos quinze, ela começou a trabalhar como garçonete numa cafeteria famosa do bairro. Faltava apenas dois anos para o tal esperado lugar que ela iria e não parava de pensar nisso.

Trabalhar na cafeteria não foi fácil, Aurora era lerda e sempre atrasava nos pedidos, e isso levou à demissão da garota. O que a deixou contente, algumas das vezes sempre era assediada, e por pouco não era estuprada por um dos clientes. Isso foi evitado graças à um amigo que ela tinha, Jason, sempre ficava perto dela caso algo acontecesse.

Ele foi o único amigo que ela teve após a morte de Maggie.



Dezessete anos, finalmente. Seu pai, um dia antes do aniversário da menina, pediu para que a mesma arrumasse as malas já que passaria um tempo nesse lugar.

Ela se despediu de sua mãe e de seu pai, entrou numa limusine preta e observou a paisagem na janela do automóvel.

Depois de uma hora de viagem ela chegou no tal lugar, era uma mansão enorme. Ela entrou no local e viu um menino ruivo de olhos verdes, (Ayato) que a olhava com malícia.

Nesse mesmo dia ela descobriu que era uma noiva de sacrifício, e teve ódio de seu pai mentir para ela. Na viagem dele, ela descobriu que ele encontrou o pai dos meninos e o mesmo sugeriu que se Aurora virasse uma noiva ele teria uma promoção de emprego.

Mas ela entendia, afinal, seu pai era cheio de dívidas e a mãe não trabalhava.

Ela então resolveu conversar com as pessoas que moravam lá, e por mais estranho que pareça, ela gostou muito de Ayato, eles sempre conversavam.

Mas Ayato era possessivo demais em relação a menina, e muito grudento, ele sempre queria abraçá-la e beijar sua bochecha, antes era normal para Aurora, mas depois virou loucura, ele fazia isso a maior parte de tempo e a garota ficou preocupada.

Ela começou a se distanciar dele, ignorava muitas vezes, Ayato começou a ter ódio da menina e planejou vingança.

Sua vida na mansão era tranquila, menos quando Ayato se aproximava. Por mais que ela quisesse, não podia falar com ele simplesmente porque ele começou a ignorá-la.

Depois de cinco meses na mansão, era Outubro, Halloween, viu Ayato andando pela casa, estranhou, já que ela sempre andou pela casa à noite e nunca tinha o visto.

As luzes se apagaram misteriosamente, Aurora pensou em correr, mas foi pega por uma mão em sua boca, a menina se debateu mas não conseguiu se soltar, e logo desmaiou.

Acordou em um quarto escuro e a primeira coisa, ou melhor, pessoa, que avistou foi Ayato Sakamaki. Um ódio percorreu nas veias da menina, que suava frio naquele momento.

Não preciso entrar em muitos detalhes para aquela noite, apenas que Ayato se divertiu com a sua noiva. Aurora ficou traumatizada e a partir de então começou a ter medo de lugares escuros e vazios graças a sua experiência com Ayato. (Em outras palavras, ele 3$tupr0u a menina.)

A menina começou a ficar alerta em todos os momentos, ela não conseguia ficar perto dele se estivesse sozinha. Toda vezes que eles se cruzavam pelos corredores da casa, ele sempre fazia questão de comentar sobre aquele dia.

Aurora tem nojo do garoto eternamente.

Dois meses depois, Dezembro, véspera de Natal, quase meia noite. Ela ainda não havia superado o trauma, estava andando pelos jardins da mansão conversando com Reiji, cujo ela admirava pela inteligência do garoto. Ayato viu os dois conversando e interagindo como se fossem um casal. O ruivo estava cansado da rosada evitá-lo, ela sempre era carinhosa com seus irmãos, mas e ele? Desde esse dia, ele jurou vingança com a menina por tê-lo traído.

Aurora estava na cozinha preparando os biscoitos de natal, era quase meia noite. Até que escuta passos atrás dela e vê Ayato com uma caixa de fósforos na mão e sorrindo malignamente para a menina. Que até aquele momento não entendia o que estava acontecendo.

"– Isso é para aprender que quando falo que você é minha, é apenas minha e de mais ninguém."

Ele acendeu e jogou o fósforo no chão, e uma trilha de fogo surgiu. Ayato colocou álcool na cozinha e o fogo se espalhou por todos os lugares onde o líquido foi derramado, incluindo onde a rosada estava.

A menina tentou jogar água em si mesma para apagar o fogo mas não conseguiu, a torneira estava sem água e não tinha nada que líquido na geladeira. A garota gritava por ajuda, e o ruivo ria diante da cena.

Quando a menina morreu já era dia vinte e cinco, Natal. Ayato ligou para os bombeiros apagarem o fogo, porque ele sabia que uma hora ele se espalharia pela casa e a culpa seria do ruivo.

O ruivo teve prejuízos, mas só de ver a cena da menina que o traiu morrendo, ele percebeu que aquilo compensou.

Mas mal sabia ele que ela voltaria por vingança por tudo que fez com ela.



Família:

~Mãe~

_Nome: Amanda Parrish.

_Idade: Possui 47 anos.

_Aparência:


_Sua relação com Aurora:
Amanda amava contar sobre suas inspirações para suas criações. Ela e a filha mais nova eram bem próximas.

Havia vezes que elas saiam para o parque, ou praia, e discutiam sobre ideias de roupas. Desde pequena Aurora foi influenciada por moda, estava em seu sangue.

Além do temperamento, ambas são irônicas e cínicas na maior parte do tempo. Aurora era um pouco bipolar e sua filha herdou um pouco disso dela.

_Estado: Viva.

~Pai~

_Nome: Richard Germain.

_Idade: Possui 49 anos atualmente.

_Aparência:


_Sua relação com Aurora:
Eram super próximos, Richard sempre tinha alguma piada para contar. Ele era um homem piadista, mas suas piadas não eram muito engraçadas. O que Áurea não fazia para ver o pai feliz. (Caso tenha ficado um pouco confuso, ela ria das piadas sem graças dele.)

Tênis ela praticava com o pai, e é profissional nisso, foram muitas e muitas aulas de aprendizado.

_Estado: Vivo.



Gostos:



Ela praticamente AMA o estilo coreano. É fascinada pelas roupas e pela moda de lá.


Música, sempre que escuta alguma pensa num clipe, ou memórias que combinem com a letra. A categoria que mais ama é K-pop, e a banda se chama BLΛƆKPIИK. Ela também ama Pop, mas não se compara a atração que sente por K-pop.


Desenhar e criar roupas! Ela é boa em desenhar, e puxou a genética da mãe. Depois de anos conversando sobre moda. Aurora acabou pegando o costume da mãe de desenhar roupas.



Quem não ama um brigadeiro? Aurora adora, principalmente o de panela. Ela se considera chocólatra, mas sempre que faz questão de comer muito chocolate, não consegue comer tudo.



Ela gosta de ir a praia. Mas gosta de ficar em lugares com pouca gente. Ela gosta de molhar seus pés na água do mar, e isso sempre a acalma quando está estressada.



Ela gosta de dançar e muito. Geralmente, quando não tem nada para fazer, ela procura alguma coreografia de suas bandas favoritas e mesmo que já saiba de cor, ela gosta de ver os tutoriais.



Matemática é uma de suas matérias preferidas. Ela acha super fácil e nem precisa estudar para entender a matéria.



Cachorro é o seu animal favorito. Ela os acha fofos e companheiros. Infelizmente nunca pode ter um, sua mãe era alérgica.



Duas coisas que ela gosta nesse gif. A primeira é ler. Pode ter certeza de que ela sempre estará com um livro na bolsa quando for sair, ou a qualquer momento. Ler é sua atividade favorita e ela não abre mão por nada.

A segunda é gatos, é o seu segundo animal favorito. Ela se fascina pelos olhos de qualquer bichano.



Ela adora mexer no seu computador. Mas não fica fissurada nele o dia inteiro.

Sempre que mexe no notebook pode ter certeza de que está olhando o perfil de alguma pessoa.



Ela ama cabelos com cachos nas pontas, sempre fica emocionada quando faz esse penteado. E grita consigo mesma por não ter nascido com um cabelo assim.



Seu urso de pelúcia favorito. Sua mãe quem costurou e ela o guarda com muito cuidado.



Ela é vidrada no seu celular. Sempre está escutando alguma música ou tirando fotos.



Sua bebida favorita é o frapuccino de chocolate do Starbucks. Toda vez que vai ao shopping e vê que tem Starbucks corre para comprar o frapuccino.

Ela ama bebidas geladas, não tem como explicar o porquê dela adorar tanto a bebida, ela simplesmente ama desde a primeira vez que experimentou.


Seu passatempo preferido era andar pela sua casa à noite, enquanto seus pais dormiam. Ela fazia o mesmo na mansão, não tinha medo algum, era normal para ela, tudo tão calmo.

Mas então, em uma noite, Ayato apareceu e... Isso estragou tudo, a menina só dormia antes do sol se pôr, depois disso, era impossível dela dormir. A não ser que tomasse remédios de insônia, que na maioria das vezes é o que ela faz.


Ela dedica muita parte de seu tempo lendo mangás. Ela ama ler e entrar num mundo onde tudo é possível.


Tênis é seu esporte favorito, ela ama muito. Sempre está praticando.



Desgostos:

Ela simplesmente ODEIA pessoas escandalosas, principalmente aquelas que gritam por tudo. Isso irrita muito Áurea e ela evita estar perto de pessoas assim, seus ouvidos não foram feitos para suportar tanto barulho.


Calor, gente suada, mosquitos... Quando Áurea ouve isso, sua pele chega a arrepiar. Ela odeia suar e pessoas suadas, elas ficam gosmentas e é muito nojento.


Sabe aquele tipo de pessoa que adora falar mal de alguém pelas costas? E ainda abusa da inocência dessa pessoa? Então, Aurora odeia quem é assim, e sempre arruma brigas por causa disso.


Chorar com maquiagem é um pecado de acordo com Aurora. Você gasta caro para comprar um rímel, e quando vê, ele está escorrendo e pingando no chão. Ela odeia quando isso acontece com ela. Às vezes nem precisa chorar para que isso aconteça, a chuva faz o trabalho.


Acordar com o cabelo bagunçado é a pior coisa de todas, é horrível para desembaraçar.


Pessoas que agem como crianças, quando na verdade são mais velhas até que Aurora. Ela odeia isso, seu pavio é curto, ela não tem paciência pra pessoas assim.


Sapatos bonitos, mas apertados.
Maitê antes de comprar algum sapato, sempre experimenta na loja, fica perfeito, mas quando chega em casa a experimenta de novo. Ele fica apertado e é bem difícil de tirar, ela odeia quando isso acontece, principalmente quando ele foi caro.


Ela não suporta quem fala muito, isso irrita e muitas vezes atrapalha Áurea. Ela não consegue ter paz enquanto não ficar longe de alguém tagarela.


Remédios, ela odeia o gosto deles.
E quando são pílulas, é pior ainda. Ela não consegue engolir e demora para tomar graças a essa dificuldade.

Ela odeia quem maltrata crianças e animais. Isso gera um ódio em Aurora, toda vez que vê alguém cometendo tais atos, ela faz questão de impedir.



Manias:

Costuma olhar para uma janela quando está pensando em algo sério. Para ela isso tranquiliza sua mente e a deixa menos estressada.


Roer unhas quando está nervosa. Por mais que sua expressão continue a mesma, por dentro está com medo, pode acreditar.


Revirar os olhos quando ouve algo banal.

Ela sempre coça os pulsos quando mente. Tem ódio disso porque não consegue deixar de coçar. Mas para disfarçar, ela sempre coloca as mãos atrás de si, para que ninguém que esteja na sua frente veja.



Medos:


Ela morre de pavores do escuro. Mais especificamente do que tem nele. Ela não consegue ver nada além de escuridão, e isso a deixa angustiada.


Morte. Não é exatamente da morte que ela tem medo, e sim de morrer e não ser lembrada. Seria como se sua existência não tivesse valido a pena. Que ela foi apenas um enfeite no mundo.



Traumas:


Aurora tem trauma de Refrigerante. Última vez que viu uma foi quando colocou uma bala Mentos dentro da garrafa para uma pegadinha de 1º de Abril. Mas infelizmente não deu certo. Ela ficou ensopada de Refrigerante.

Ficar sozinha em lugares grandes. Aurora desenvolveu esse trauma após sofrer com Ayato na casa dos Sakamaki.



Fobias:

Aracnofobia. Aurora tem um pavor inexplicável de aranhas.


Acluofobia. Medo irracional da escuridão. Áurea prefere dormir quando o sol ainda está se pondo, ela não consegue dormir quando já está escuro pois tem medo daquela noite se repetir.



Hobbies:

Dançar. Ela aprendeu vendo tutoriais de dança, e quando não sabe o passo de alguma, ela improvisa.


Cantar. Quando está numa sala sozinha, ela canta, bem baixinho, mas canta, ouvir a própria voz acalma Matie.


Escrever. Ela tinha pensando em fazer faculdade de letras. Porque ela é boa na escrita, mas ela prefere deixar como um passatempo, assim não perde a graça.



Talentos:

Cantoria, piano e violino.
Mas apenas as pessoas próximas já ouviram ela cantar e tocar violino e piano. A sua turma da escola também já ouviu, ela tinha aula de música e teve que cantar e depois tocar um instrumento que preferisse. E devo dizer que ela foi super bem. Sua voz é suave, mas consegue ser grave quando ela quer.


Desenhar. Quando está entediada pega uma folha de papel e desenha, pode ser uma pessoa, animal, ou qualquer coisa que venha a sua mente.

Depois de muito tempo desenhando, ela aprendeu e a maioria dos desenhos sempre saem como planeja.



Arma:








Quem vê pensa que são duas armas totalmente diferentes, mas não são. Sua arma é uma lança que se transforma em um canhão de fogo, que dependendo da ira de Aurora, pode causar um estrago imenso.

Sua lança e o canhão têm uma conexão forte com o fogo. E toda vez que Áurea usa sempre fica cercada com o fogo que é emitido pelas armas.

Sua lança é enorme e para a menina não pesa. Mas quem tentar segurar o objeto é capaz de perder o braço. Aurora tem uma forte ligação com o objeto, já que seu pai quem lhe deu e estava usando o colar no dia de seu assassinato, e após sua morte essa conexão evoluiu, e ninguém além dela pode usar a lança. O canhão é a mesma coisa, já que ambos são um só.

Alguns detalhes sobre o canhão de fogo, que quando ativado é maior até mesmo que Aurora, indo até 3 metros, é que ele utiliza a sanidade da menina, e toda vez que ela o ativa, sua insanidade aumenta.



Par:
Ayato Sakamaki




Relação com:



As outras noivas:
Aurora não é de conversar, mas com as meninas ela é totalmente o oposto. Conversa, faz piada, até canta na frente delas sem ter vergonha.

Mas nem sempre foi assim, no início, na primeira vez que ela viu as meninas, ficou desconfortável, ela não gosta de muitas pessoas num mesmo lugar, é como se todos estivessem numa caixa apertada.

Ela ficou bem incomodada, e nunca falava, era apenas um "Bom dia" ou "Boa noite", só para não ter fama de mal-educada.

Aos poucos ela foi se abrindo para as meninas, contou sobre seus planos para o futuro e seus gostos. Deve ter sido a terceira vez que ela se abriu com alguém, ou melhor, a primeira vez que ela fez amizade com várias pessoas ao mesmo tempo.

Quando finalmente sentiu que podia confiar nas meninas, ela perdeu a timidez e conversava ainda mais. Fazia bobagens, pegadinhas, como se todas fossem irmãs.

Mas nem tudo é um conto de fadas, quando Aurora passa dos limites as meninas insistem em dar sermão. E ela odeia sermão, sempre revira os olhos e finge que está escutando tudo que elas falam.



Par:
Ayato Sakamaki

Ela odeia o fato dele achar que tudo é dele. Áurea acha que Ayato é muito possessivo, na verdade, ela tem certeza disso.

Odeia também o egocentrismo dele. Isso irrita muito Aurora, ela não suporta pessoas egocêntricas e muito menos aquelas que acham que tudo que vêem pela frente são delas.

Sempre que eles brigam, (o que não é raro de acontecer) ela imita o jeito de Ayato para irritar ainda mais o garoto.

A primeira vez que eles se viram, Aurora se sentiu desconfortável, ele olhava para a menina como se ela fosse um objeto... dele. A menina sempre tentou manter distância do garoto apenas pelo modo de como ele a olhava.

Mas Aurora decidiu se arriscar, começou a conversar com o garoto, queria saber se ele era o que ela pensava. Não era tanto assim, mas ele era grudento e possessivo, ela começou a ter raiva disso porque ela pedia para ele parar, mas ele não escutava.

Sempre que algum menino se aproximava. O ruivo segurava a mão da rosada ou abraçava-a para deixar claro que ela era sua.

Depois de um tempo, Aurora começou a evitar o menino. Ele tentava falar com ela, mas a rosada sempre corria, e isso o deixava com ódio.

Aurora sempre conversava com os irmãos do garoto, e ele sentia ciúmes por ela nunca falar com ele. Então, no quinto mês da menina naquela mansão, ele armou para a rosada.

Ayato é um tanto obsessivo pela garota, um psicopata, tudo que ele faz, acha que a garota gosta, como naquela noite.

Após o acontecimento, Aurora resolveu ficar mais longe dele e evitava andar sozinha para não acontecer nada com ela.

Ela se sentia insegura e indefesa perto dele, o garoto era um vampiro e tinha mais força que ela.

A mesma resolveu se aproximar um pouco mais dos outros meninos, para nunca ficar sozinha, e quando ela não os encontrava, ficava com as noivas.

Ela começou a trancar a porta e antes de dormir colocava alguns móveis na frente da mesma para ninguém abri-la.

Mas ela sabia que não podia ficar assim por muito tempo, então jurou vingança, ele pagaria por ter feito a menina sofrer.

E pagaria do jeito mais doloroso.

Aurora se sentiu mais confiante e algumas vezes rebatia o que Ayato falava, ela tentava se mostrar forte diante dele para o mesmo não perceber que ela estava com medo.


Ela tem nojo dele, algumas vezes quando eles se encontram, o garoto insiste em dizer: "Você é minha." para a garota, ela já odiava o fato dele dizer que tudo é dele, agora então, sempre que isso acontecia ela arregalava os olhos e suava frio. Mas depois rebatia, dizendo: "Será mesmo?" na voz mais suave e segura.



Os Sakamaki’s:

Shuu Sakamaki:

A primeira impressão que Aurora teve de Shuu foi que ele estava morto. Nem ela sabe o porquê de ter pensado nisso, ele estava deitado no sofá da sala de estar, com fones de ouvido e calado, sem mexer um músculo. E quando ela ouviu ele falar tomou um susto, porque até aquele momento achou que ele era só um enfeite.

Áurea é uma menina tímida e que gosta de pouco barulho como citei anteriormente, e Shuu a agradece por isso.

Não é sempre que eles conversam, Aurora gosta de estilos musicais diferentes de Shuu, eles não têm muito assunto em comum a não ser gostarem de locais com pouco barulho e o silêncio.

Reiji Sakamaki:

De cara Áurea percebeu que Reiji era nerd, ela não sabe se era por causa dos óculos que ele usava ou por causa do seu vocabulário formal.

Uma coisa que ela admira em Reiji é o comprometimento que ele tem com os estudos. Sempre sério e rígido.

Mas ela odeia quando ele está sério demais, ela não pode falar um "Olá" que ele grita. Estudos, estudos e mais estudos, isso irrita a menina, ela acha que ele não vive por ser tão intelectual.

Kanato Sakamaki:

Ela achou que Kanato fosse uma criança, o mais novo de todos. Por incrível que pareça ela não sente tanto medo dele, mas sempre morre de calafrios quando o vê conversar com seu ursinho de pelúcia. Algumas noites ela chegou a pensar que uma alma estava aprisionada no bicho para ele conversar tanto com o objeto.

Para Áurea, Kanato é o mais sombrio de todos, ela não sabe se é pelo fato dele conversar com um urso que não irá responder, ou pelo fato de seu olhar ser o mais gélido e mais vazio.

Laito Sakamaki:

Sua primeira impressão foi que Laito não era um santo. E ela estava certa.

O Sakamaki pode ser conhecido por ser muito pervertido, mas Aurora consegue aguentar, (exceto quando ele abusa disso.) ela também é um pouco, mas não tanto quando ele.

O que Aurora mais gosta em Laito é quando ele a protege do Ayato. Tudo bem que as vezes o Laito passa dos limites falando besteiras para a garota, mas sempre que Ayato se aproxima ele insiste em abraçar a garota como se fossem namorados.

Subaru Sakamaki:

O que imaginar quando dois tsunderes são amigos? Bem confuso.
No início, Áurea pensou que Subaru fosse mimado e gritasse por tudo. Logo depois que ela descobriu que ele era um tsundere também.

Os dois conversaram por um tempo e ficaram próximos, ele foi o primeiro menino que Aurora confiou. Ela o entende perfeitamente e o ajuda a evitar descarregar a raiva em objetos. Exceto quando está com raiva também, os dois juntos são capazes de destruir a mansão em instantes.



Curiosidades:



Antes de morrer, ela era melhor amiga da noiva do Laito, Reiji e Subaru.



Música que define a vingança de Aurora:

【Vocaloid Original】Karma【Kagamine Rin English】
"You lead me down a dark path
But I’m who you blame for the aftermath
You’re screaming out
You’ve broken me down and I
Am left alone here to cry
Someone
Can someone
Please someone
Save me now

You’ve charred my heart into ash
I’ve become numb to the pain
You’ve driven us both to crash
And escape without a scratch

Now you’ve used up all your luck
It’s time to get what you deserve
I’m holding out for KARMA
I’m holding out to watch you burn"


Mostrar Spoiler: Tradução

Eu perdi minha mente
Os céus caem ao meu redor
Fui deixada para trás
A fumaça oculta minha visão

Você me levou para um caminho escuro
Mas, você culpa a mim pelas consequências
Você, gritando está
Você me rompeu e eu
Fui deixada aqui para chorar

Alguém! Alguém poderia! Por favor, alguém
Me salve agora!

Você carbonizou meu coração até virar cinzas
Eu me tornei insensível a dor
Você levou nós dois à ruína
E escapou sem um arranhão

Agora você já usou toda a sua sorte
É hora de você ter o que merece
Eu ainda espero o carma
Estou esperando para te ver queimar




Uma música que define a relação dos dois após o acontecimento:

4MINUTE(포미닛) - 싫어(Hate) MV

"Eu não quero saber
Suas mesmas desculpas todo dia
Eu não quero ter
Lutas intermináveis todo dia
É sem sentido. Estou cansada disso

Não há respostas para nós agora
Eu não gosto mais de você, odeio você
Eu te odeio agora"




Algumas das roupas que ela usa depois que morreu:










Aurora é descendente de coreano. Geralmente quando está com raiva, triste ou feliz, ela grita nesse idioma. Mas na maioria das vezes, ela grita em francês.



O pingente do seu colar:

É o do meio, procurei o mais parecido com a arma.



~Ei!!! Caso eu seja aceita, queria ficar com a frase: "Meus parabéns, vocês são imortais, mas quem disse que não vão pagar pelo que fizeram?"

Sayonara autora-chan!





Pride, Prejudice and Unexpected Love

''Ƭσ∂σs σs cαяαs мє σłнαм Ƭσ∂σs σs ∂ıαs
Ƭσ∂σs єłєs ρєηsαм qυє ρσ∂єм мє Ƭєя
єυ ηãσ qυєяσ υм мσηƬє ∂є cσısαs
єυ qυєяσ σ Ƭєυ cσяαçãσ''



Somente por você renuncio ao meu orgulho,
Laito Sakamaki.


❥ Nome completo:
Maitê Parrish Germain.

Maitê:

Significa “amável”, “amada”, “senhora do verão” ou “soberana que colhe o que cultiva.
Maitê é um nome feminino que teria se originado a partir do idioma basco. Este idioma é comum em algumas regiões da Espanha e França, nomeadamente na
Vasconia, e significa “amada”, “adorada”, “cativante” ou “encantadora”.

Parrish:

Originado da cultura francesa. Significa localidade eclesiástica.

Germain:

Variante de Germano. Origem: Latim.



❥ Apelidos:
MatieÉ o mais usado. Sua irmã quem deu. Tem orgulho de usá-lo pois ela se lembra da época em que os pais estavam vivos.

Floco de NeveFoi dado por sua mãe. Quando bebê a pele de Maitê era bem branca. Ela considera este apelido fofo e apenas pessoas próximas podem chamá-la assim.

NebraskaSeu pai quem teve a ideia, ele ficou com um pouco de inveja pela mãe e irmã terem dado apelidos a filha e ele não. Então inventou esse, pois a menina gosta muito de neve e sempre sonhou em visitar o estado.

MaggieUm dos mais usados, se for comparar com seu nome, perceberá que não tem nada a ver. Quem lhe deu este apelido foi sua melhor amiga do colégio que estudou em Nova York quando morava com o tio.

Infelizmente sua amiga sofria de esquizofrenia e tinha um problema no canal auditivo, que a impedia de ouvir muito bem, porque não importasse quantas vezes Maitê repetisse o nome, Laila, sua amiga, sempre falava Maggie.

Mas para a infelicidade de Maitê, Laila morreu caindo da janela enquanto brincava com seus amigos imaginários, de acordo com a mãe da menina, ela pensou que tinha asas e podia voar.

Maitê ficou em casa por um mês e se recusou a sair não importasse a circunstância.



❥ Idade:
18 Anos.

Mas pela sua altura e aparência, na maioria das vezes confundem-na com uma menina de quinze anos. Tem vezes que gaba-se de se parecer mais nova, mas tem horas que tem raiva de ser tão baixa.

❥ Nascimento:
19.02.1998.

❥ Signo:
Atualmente, quem nasce no dia 19 é pisciano, mas quando ela nasceu, dia 19 ainda era considerado Aquário. Portanto, seu signo permanece Aquário, possui ascendência em Sagitário e sua Lua é em Escorpião.

Ela acredita em astrologia e muito. Tem vezes que antes de iniciar uma amizade ela pergunta o signo da pessoa, se a pessoa for de Capricórnio, é praticamente impossível ela se dar bem com essa pessoa. Capricornianos são seu inferno astral e ela procura evitá-los.

Uma ironia é que ela descobriu seu signo quando tinha dez anos. Seus amigos conversavam sobre astrologia, não que eles entendessem, apenas para o ambiente não ficar silencioso. E enquanto conversavam perguntaram a Maitê seu signo, ela não sabia, e acabou dizendo que não tinha signo, apenas descobriu quando perguntou a sua mãe.

Toda semana ela procura em sites sobre seu signo para ver o que a espera. E muitas das vezes sempre estão certos. Esse é o motivo dela acreditar tanto.

Sol em Aquário: Sua missão é socializar.
Sua principais características são: Busca da liberdade, inventividade, independência, imprevisibilidade, rebeldia e impessoalidade.

Ascendente em Sagitário: Otimismo, expansividade, ligação com viagens, generosidade, arrogância, moralismo, inquietação.

Lua em Escorpião: Emocionalmente intenso. Necessidade de controle e transformação.



❥ Nacionalidade:

Não poderia faltar o famoso Sinal de Hollywood.

Americana. Mais especificamente hollywoodiana com ascendência francesa.

Ela se sente sortuda por nascer na Capital do Cinema. Um lugar famoso, conhecido, além pelo letreiro, pela enorme concentração de pessoas ricas e famosas que moram no distrito.



❥ Aparência:
Itsuka Kotori ~ Date A Live



































Uma mulher com traços joviais e uma beleza incomparável.

Seu cabelos são vermelhos rosados e com um forte cheiro de morango, que não é enjoativo. Ela sempre procura deixá-los macios e sedosos. Dependendo da iluminação, eles podem ficar tanto como na cor vermelho intenso, como num rosa claro, deixando-a mais jovem do que é.

Quando soltos, eles batem um pouco abaixo de seu bumbum. Maitê toma um cuidado extremo com eles, e sempre procura fórmulas que se apliquem aos mesmos, até agora, 85% de seu condicionador está pronto. Já o shampoo está completo, e devo dizer que apenas ele já hidratou seu cabelo como nenhum outro conseguiu! Graças a sua fórmula, seu cabelo possui menos pontas duplas do que antes e suas raízes não são mais danificadas como eram antes.

Sua franja é repicada, e quando cresce e começa a ficar na frente dos olhos de Maitê, ela vai no salão e corta os fios que atrapalham sua visão.

Ainda nos cabelos, os mesmo estão, na maioria das vezes, presos em laços que podem variar de cor. Pretos quando está com raiva, ou quando quer demonstrar seu lado independente. Brancos quando ela quer demonstrar fofura e inocência.

Seus olhos, grandes e redondos. Demonstram a inocência e pureza da menina. Mas quando está com raiva ou triste, demonstram frieza e seriedade. Algumas vezes, quando ela gosta de provocar alguém, eles demonstram malícia, e seu sorriso perverso ajuda quando quer deixar um garoto louco.

Ainda nos seus olhos, eles começam no vermelho rosado e vão até o laranja claro, formando um degradê fofo e juvenil. Mas quando seu humor muda, eles escurecem e vão do cinza até o vermelho rosado.

Suas bochechas estão sempre vermelhas, dando a impressão de estar corada sempre. São um pouco rechonchudas e quando sorri dá uma leve impressão de se parecer um esquilo.

Seus dentes estão sempre brancos e alinhados. A cada mês ela vai ao dentista para ter certeza de que não tem nada. Seu hálito é de menta, dando um frescor sempre que fala ou até mesmo boceja.

Seus lábios são finos e rosados, ela sempre usa um gloss claro para dar um pouco mais de brilho aos mesmos.

Ela sempre procura estar em boa forma, fazendo dietas e exercícios físicos. Seu esporte favorito é tênis, que é o que mais pratica, graças a ele, possui força nos braços, que mesmo finos e magricelos, conseguem aguentar uma pessoa de 30kg.

Seu corpo não é curvilíneo se compararmos com alguém de sua idade. Mas ainda assim possui seios medianos, que chamam atenção quando usa biquíni. Também digo o mesmo de seu bumbum, que é empinado e redondinho, sempre que está de biquíni ou até mesmo de short, os olhares sempre são voltados a ela.

Digamos que sua altura, magreza e juventude ajudem no charme que ela tem sobre o corpo.

❥ Aparência das asas:


Era possível ver o reflexo reluzente nas asas, que mais pareciam espadas afiadas a cada comprimento. Não para jorrar seu sangue e levar seu corpo à algum túmulo, mas sim para quebrar as correntes do mal e trazer sua redenção.

Elas são bem diferentes das demais, são parecidas com adagas, metálicas e pontudas. Ela sempre toma cuidado para não arranhar alguém com a ponta delas. Ao contrário do que parece elas não pesam, são leves e bem práticas.

Maitê consegue dobrar sua asas como ninguém jamais conseguiu, elas podem ficar tanto esticadas, como na direita, como dobradinhas, igual a esquerda.

As partes mais longas possuem detalhes nas pontas. As partes mais curtas têm pérolas azuis e brancas com os mesmos desenhos das longas.

Elas também possuem uma espécie de armadura roxa na parte superior com um pouco de dourado, junto com um detalhe das mesmas cores com formato de anzol.

Um pouco antes de se transformar em anjo, Maitê ficou com muita febre e mal conseguia ficar em pé.

Quando acordou, sentiu algo gélido nas suas costas, e quando se olhou no espelho viu suas asas. Primeiro ficou tristonha, porque achou que seriam asas com penas e macias, não gélidas e duras.

Outro ponto importante: Suas asas cresceram bem desproporcionais ao tamanho de Matie. Por isso, com dezoito, ela são bem maiores que ela e conseguem cobri-la por completo, sem contar que os ventos que produzem são uma brisa fresca, quem vê, pensa que são capazes de derrubar uma casa, mas estão enganados.

Elas não fazem barulho, toda vez que Matie voa, é impossível escutar um ruído delas ou o som provocado quando bate contra o vento.

Elas se parecem com asas robóticas, como se alguém tivesse construído e implantado em Matie. Mas não, essas são suas asas, e elas tem orgulho de ser diferente dos outros anjos.



❥ História:
Aurora Parrish, designer de moda, com apenas vinte e três anos. Estava sentada no banco de um parque observando a paisagem, procurando inspiração para mais uma roupa. Um rapaz logo se sentou ao seu lado, Richard Germain, um anjo que desceu à terra para aproveitar um pouco a vida ali.

Eles conversaram e se conheceram melhor. Cada dia ficavam mais próximos. E dois anos depois o pedido de casamento veio, junto com um segredo que Richard nunca ousou contar a algum humano.

Ela estava observando o pôr do sol da praia, até que alguém cobre seus olhos.



– Adivinha quem é? – Richard perguntou enquadro a ruiva esboçava um sorriso em seu rosto.

– Sério que preciso responder? – Ele tirou as mãos de seus olhos e ficou na sua frente, com uma caixa e um buquê de rosas brancas, as flores preferidas de Aurora.

Lágrimas de felicidade escorriam dos olhos de Aurora, suas mãos cobriam sua boca, que naquele momento formava um "O" perfeito.

– Quer casar comigo? – Ele perguntou, se ajoelhando e ficando na altura da mulher.

– Sim!! – Ela pulou nos braços dele. O apertando bem forte contra si.



O casamento aconteceu um mês após, e ele também contou sobre sua origem, a lua de mel foi perfeita, eles resolveram viajar para Hollywood e decidiram morar por lá.

Logo, Aurora descobriu que estava grávida de Miranda, fizeram uma festa em comemoração. E junto disso, Richard contou que abandonou suas asas para viver com Aurora, lógico que ela se emocionou e ficou feliz que ele fez esse sacrifício.

Alguns anos depois, eles tiveram Maitê, perceberam que Miranda era mais calada que qualquer outra criança na sua idade, então resolveram concebê-la uma irmã mais nova para brincar.



Maitê sempre foi uma menina bondosa e de muito bom humor. Era feliz com sua vida e seus amigos e família.

Mas seus pais morreram quando ela tinha apenas doze anos, eles estavam voltando do hospital. Depois de uma semana se recuperando da perda do bebê, sua mãe recebeu alta, eles iam para casa numa noite nublada e chuvosa.

Um silêncio amedrontador, todos estavam abalados, seria um menino dessa vez, mas infelizmente, o bebê não resistiu e morreu uma hora após nascer.

A chuva que batia na janela onde Maitê estava recostada a fazia pensar sobre sua vida, o quão sortuda era de ter pais bondosos e sempre felizes. Uma irmã mais velha, que mesmo marrenta a protegia de qualquer mal.

Ela já estava pegando no sono, quando ouve todos gritarem. Seu pai estava numa velocidade alta e a pista era escorregadia, eles desciam uma montanha e não estavam perto do fim. O carro pegou uma velocidade tão alta que eles saíram da estrada, o carro girava e girava, a menina chorava e gritava.

Depois que os giros cessaram e ela percebeu que o carro chegou a terra firme. Chamou seus pais, que infelizmente não responderam, sua irmã já estava fora do carro e tentava de tudo para tirar Matie, como ela chamava-a, do carro, antes que ele explodisse, isso se ele fosse explodir.

Seus pais morreram bem na sua frente, ela e sua irmã estavam machucadas, e não faziam a mínima ideia de onde estavam, e se tinha algum lugar para passarem à noite ali perto.

Foram horas de caminhada, Maitê já estava cansada e soluçava muito, sua irmã estava preocupada e desesperada, mas não demonstrava, não queria aumentar a preocupação da mais nova.

Elas finalmente viram uma luz naquela floresta, e quando chegaram lá, um casal de velhinhos comemorava algo. Que logo mais tarde Maitê descobriu que eles celebravam o décimo sexto ano de casamento, coincidentemente a idade de sua irmã.

O casal ajudou as meninas, deram comida, limparam os ferimentos e logo depois ligaram para alguém. Que quando chegou, era o tio das meninas.

O casal eram dois anjos, que abandonaram o cargo por quererem ter uma vida normal. Mas não foi por isso que deixaram de ter contato com quem ainda era anjo.

O pai das irmãs era muito conhecido no mundo dos anjos, e quando a mais velha, Miranda, contou o que houve mais cedo, enquanto Maitê "dormia", eles logo ligaram para seu tio, que também era muito bem falado e conhecido.

O motivo deles terem o telefone é desconhecido até hoje, mas de acordo com o tio delas, eles eram amigos e sempre que podia, Viktor visitava-os.

Viktor recebeu a guarda das meninas, e cuidou de ambas com muito carinho. Ensinou Miranda a voar, que naquela época já tinha conseguido suas asas, e ensinou a arte do violino e piano para Maitê.

Lógico que a menina sentia falta dos pais e queria muito vê-los novamente. Sentia saudade das histórias que sua mãe contava enquanto costurava algum modelo de roupa.

Ela sentia falta do seu pai, que todas as noites contava uma história de luta entre anjos e demônios. A história que Maitê até hoje adora.

Mas ela sabe que não poderá vê-los, e isso a assombra até hoje. Não que ela não esteja grata pelo tio cuidar dela e da irmã, ele era, ainda é, um homem de honra. Todas as noites ela sonha com o acidente que mudou sua vida por completo.

Ela abandonou seus amigos em Hollywood e teve que se enturmar, o que é difícil para ela, novamente, e pior, em outro lugar, que no caso é Nova York.

Seu primeiro dia de aula foi um fracasso. Seu professor pediu pra que ela se apresentasse, e a única palavra que conseguiu pronunciar foi "Maitê.". Que foi num tom baixo e ela ainda gaguejou.

Mas o que ela achou que seria um desafio na verdade foi bem fácil, se enturmou em menos de uma semana. E conseguiu algo que nunca imaginou, uma melhor amiga. Infelizmente, Laila, possuía esquizofrenia, levando-a a cometer suicídio logo no final do ano. Detalhe, as duas se conheceram no início de Maio.

Maitê ficou depressiva e arrasada quando descobriu a morte de sua amiga. E se sentiu pior quando a mãe da mesma a acusou de má influência. Ela nunca apoiou a amizade da dupla e deixava isso bem claro, mas acusar Maitê de uma coisa dessas foi algo terrível.

Ela pensou em suicídio, perdeu um irmão, os pais em uma semana depois. E sua única e melhor amiga em alguns meses.

Mas felizmente sua tentativa de se matar não deu certo. Sua irmã viu seu plano escrito num papel que ficava colado na parte de trás de seu caderno de Matemática e a impediu de tal ato. Maitê nunca foi cuidadosa e deixou o caderno aberto em cima de seu criado-mudo, a irmã, que achou que a mais nova precisava de ajuda em algum dever, porque viu vários pontos de interrogação na folha, resolveu olhar o caderno. Até achar o papel amarelo colado na última folha do caderno.

Levou muito sermão após o tio descobrir, e ele pediu para que se ela se sentisse desconfortável com algo, que contasse imediatamente a ele, o mesmo entendia a situação em que a menina se deparava e sabia que brigar só pioria as coisas. Naquela época, ela achava que tudo aquilo aconteceu por sua culpa. Ela carregava um peso enorme na consciência por pensar nisso.

Dois anos depois, ela já ia fazer quinze anos! Estava ansiosa, e desesperada, a maior data na vida de Maitê estava prestes a acontecer. Mas ela resolveu apenas viajar, não teria dança com pai, sua mãe não desenharia seu vestido, que foi algo que prometeu desde que a menina tinha sete anos. Não teria dança com príncipe, porque nem namorado tinha, e nem queria ter naquela época. Não teria sua melhor amiga, ela não se divertiria, então preferiu se poupar.

Mas acabou que não pode viajar, ela ficou com febre o dia inteiro. Seu tio suspeito de ser algum verme. Mas era o aparecimento de suas asas, tanto que a menina reclamava de dores nas costas a cada minuto.

Ela dormiu durante cinco horas, e quando acordou viu dois objetos metálicos atrás de si. De primeira ela chorou um pouco, achou que suas asas fossem cheias de plumas e macias. Mas na verdade foram metálicas e duras.



❥ Família:

~Mãe~

_Nome: Aurora Parrish.

_Idade: Teria 47 anos.

_Aparência:


_Sua relação com Maitê:
Aurora amava contar sobre suas inspirações para suas criações. Ela e a filha mais nova eram bem próximas.

Havia vezes que elas saiam para o parque, ou praia, e discutiam sobre ideias de roupas. Desde pequena Maitê foi influenciada por moda, estava em seu sangue.

Além do temperamento, ambas são irônicas e cínicas na maior parte do tempo. Aurora era um pouco bipolar e sua filha herdou um pouco disso dela.

_Estado: Morta.


~Irmã~

_Nome: Miranda Parrish Germain.

_Idade: 22 anos atualmente.

_Aparência:


_Sua relação com Maitê:
Ambas eram unidas e inseparáveis. Quatro anos de diferença não é muito na opinião delas. Viviam conversando sobre assuntos que ambas entendiam.

Miranda sempre se fez de marrenta e durona, igual quando o acidente aconteceu. Ela quer que Maitê se sinta segura, e tenta ao máximo transmitir isso.

Ambas saíam para ir ao shopping e comprar roupas, Miranda ajudava Matie quando ela queria costurar algo.

_Estado: Viva.

~Pai~

_Nome: Richard Germain.

_Idade: Teria 49 anos atualmente.

_Aparência:


_Sua relação com Maitê:
Eram super próximos, Richard sempre tinha alguma piada para contar. Ele era um homem piadista, mas suas piadas não eram muito engraçadas. O que Matie não fazia para ver o pai feliz.

Ele ensinou esgrima para a mais nova, Miranda nunca se interessou por esportes. Mas a caçula sim, e muito. Tênis ela praticava com o pai, e é profissional nisso. Em esgrima também, foram muitas e muitas aulas de aprendizado.

_Estado: Morto.

~Tio~

_Nome: Viktor Germain.

_Idade: Tem 48 anos atualmente. Apenas 1 ano mais novo que o pai de Maitê.

_Aparência:


_Sua relação com Maitê:
De início Maitê estranhou o tio, deve tê-lo visto quando era bebê e não se recorda, porque ele sempre fala "Você cresceu muito!" e ela não lembra de se encontrar com ele.

Depois de um tempo, quando finalmente "superou" a morte dos pais, e percebeu que moraria com ele. Ela começou a conversar com o tio mais alegremente e pediu ajuda em várias tarefas. O que é raro.

Dois meses depois ele já estava ensinando violino e piano para a menina. Ela contou que amava esses dois instrumentos e ele insistiu em ajudá-la a aperfeiçoar suas habilidades.

_Estado: Vivo.



❥ Personalidade:

Pouco paciente.
Ela não tem paciência com pessoas lerdas e burras. Costuma ignorar este tipo de gente para não se estressar.

Ela também odeia esperar, e cada minuto que passa esperando fica com mais raiva.

Sem contar que ela se estressa por tudo, pode ser o barulho que o ventilador faz, ela vai se estressar e continuará assim se o barulho não parar.

Maitê é sonolenta e carinhosa.
Por algum motivo, Matie dorme durante muito tempo, já foi ao psicólogo para saber se era algum sintoma de depressão.

Mas é apenas cansaço. Ela pratica muitos exercícios para ficar em forma e acaba por dormir pouco, por isso as tardes fica cinco a sete horas dormindo feito a princesa Aurora.

Ela é super carinhosa com conhecidos. Quem a vê de longe, pensa que é mimada e irritante, mas ela não gosta de que saibam de seu lado meigo, ela tem vergonha de demonstrá-los, acha que quem é carinhoso em público é fraco e dependente, por isso que é rude a maior parte do tempo.

Manipuladora.
Se eu dissesse que essa menina com rosto de criança é uma manipuladora nível Alison DiLaurentis, bem, é impossível de acreditar.

Maitê nasceu com esse dom, sua voz fofa consegue manipular qualquer um, e seus olhos então, quando resolve apelar para o rosto fofo, insiste em fazer a famosa cara de cachorrinho abandonado. Impossível não resistir.

Honesta.
Por mais manipuladora que seja, Maitê é uma menina honesta. E odeia quem mente pra ela, não que ela não minta algumas vezes, mas existem situações que contar a verdade é sempre melhor.

Ela é aquela pessoa que mesmo que faça algo de errado, conta a verdade, porque ela não consegue mentir por muito tempo.

Independente.
Ela odeia depender de alguém, e desde os nove anos aprendeu a dar seu jeito. Em qualquer situação ela tenta dar o seu máximo, mesmo que seja complicado para ela.

Na escola, ela implorava para fazer os trabalhos sozinha, se já não gostava de fazer em dupla, imagine em grupos, ela praticamente odiava e até hoje odeia.

Aqui uma dica, se você ver Maitê suando frio e repetindo várias e várias vezes "Estou ocupada." quando alguém fala com ela. É melhor não se oferecer, ela odeia ajudas.

Coração mole por dentro e fria por fora.
Ela é uma tsundere, isso está claro.
Por algum motivo inexplicável, Maitê prefere mostrar-se durona e agressiva, o que não dá muito certo a maioria das vezes. Suas bochechas sempre vermelhas estragam sua performance de fria, e isso a irrita muito.

Rancorosa.
Maitê guarda rancor por tudo, ela acha que deve ser graças a Lua em Escorpião. É impossível ela brigar com alguém e fazer as pazes rapidamente. Sempre está pensando em alguma vingança contra a pessoa.

Um pouco desequilibrada.
Maitê sofre com desequilíbrio emocional, existem dias que ela se irrita com o barulho da música que ela está escutando. Ela chegou a tomar remédios para insônia porque não consegui dormir.

Isso geralmente acontece quando ela faz exercício e dieta, ela fica desesperada para se encaixar nos padrões, e quando pesa um kg a mais do que o normal, ela acha que está obesa.

Também fica pouco concentrada em tudo que está ao seu redor graças ao desequilíbrio. Ela nunca percebe que estão falando com ela, sempre está pensando em algo, e depois em outra coisa, depois em mais outra, enfim, a mente de Matie é bagunçada, digamos assim. Ela não consegue pensar em algo por dez minutos, sempre está pensando em várias coisas e não para.

Antissocial e tímida.
Ela é tímida, e muitas vezes, quando não conhece a pessoa, ela fala num sussurro e bem rápido, quase impossível de escutar. E ela não gosta de barulho e muitas pessoas juntas, o que resulta dela ficar só em um canto, lendo, desenhando, cantando, ou qualquer outra coisa que ela goste de fazer para passar o tempo.

Escandalosa.
Uma ironia é que ela odeia pessoas assim, mas com ela sempre tem uma exceção. Por exemplo: Se alguém usa sua maquiagem, ou come algo na geladeira que ela queria.

Irônica e cínica.
Herdou da mãe, sempre que escuta algo que não quer ouvir, (geralmente ofensas) ela revira os olhos e repete tudo que a pessoa está falando numa voz de criança e com um sorriso cínico no rosto.

Sempre que ouve alguma pergunta banal, onde a resposta está bem na cara da pessoa. Ela responde ironicamente, e se a pessoa não ouve, ela sussurra um "Ainda por cima surda.". E faz questão de sorrir.



❥ Gosta:



Ela praticamente AMA o estilo coreano. É fascinada pelas roupas e pela moda de lá. Ela planeja abrir uma butique no país depois que cursar design de moda.



Quem não ama um brigadeiro? Maitê adora, principalmente o de panela. Ela se considera chocólatra, mas sempre que faz questão de comer muito chocolate, não consegue comer tudo.



Ela gosta de ir a praia. Mas gosta de ficar em lugares com pouca gente. Ela gosta de molhar seus pés na água do mar, e isso sempre a acalma quando está estressada.



Ela gosta de dançar e muito. Geralmente, quando não tem nada para fazer, ela procura alguma coreografia de suas bandas favoritas e mesmo que já saiba de cor, ela gosta de ver os tutoriais.



Matemática é uma de suas matérias preferidas. Ela acha super fácil e nem precisa estudar para entender a matéria.



Cachorro é o seu animal favorito. Ela os acha fofos e companheiros. Infelizmente nunca pode ter um. Sua mãe era alérgica e quando foi morar com o tio, ele não deixou, pois o cachorro, mesmo que fosse pequeno, iria causar muitos estragos no apartamento.



Duas coisas que ela gosta nesse gif. A primeira é ler. Pode ter certeza de que ela sempre estará com um livro na bolsa quando for sair, ou a qualquer momento. Ler é sua atividade favorita e ela não abre mão por nada.

A segunda é gatos, é o seu segundo animal favorito. Ela se fascina pelos olhos de qualquer bichano.



Ela adora mexer no seu computador. Mas não fica fissurada nele o dia inteiro.

Sempre que mexe no notebook pode ter certeza de que está olhando o perfil de alguma pessoa.



Ela ama cabelos com cachos nas pontas, sempre fica emocionada quando faz esse penteado. E grita consigo mesma por não ter nascido com um cabelo assim.



Seu urso de pelúcia favorito. Sua irmã quem costurou e ela o guarda com muito cuidado.



Ela é vidrada no seu celular. Sempre está escutando alguma música ou tirando fotos. Ela até pensou em fazer curso de fotografia mas rejeitou a ideia e escolheu design de moda.



Sua bebida favorita é o frapuccino de chocolate do Starbucks. Toda vez que vai ao shopping e vê que tem Starbucks corre para comprar o frapuccino.

Ela ama bebidas geladas, não tem como explicar o porquê dela adorar tanto a bebida, ela simplesmente ama desde a primeira vez que experimentou.


Ela dedica muita parte de seu tempo lendo mangás. Ela ama ler e entrar num mundo onde tudo é possível.


Desenhar e criar roupas!
Isso é um vício para ela, sempre que está quieta e olhando para o horizonte, 75% de chance de estar pensando em um novo look para o verão do próximo ano.


Tênis é seu esporte favorito, ela ama muito. Sempre está praticando.


Esgrima, seu segundo esporte favorito. Ela puxou a experiência em esgrima do pai. E tem orgulho, porque ela ama muito.


Música, sempre que escuta alguma pensa num clipe, ou memórias que combinem com a letra. A categoria que mais ama é K-pop, e a banda se chama BLΛƆKPIИK. Ela também ama Pop, mas não se compara a atração que sente por K-pop.



❥ Desgosta:

Ela simplesmente ODEIA pessoas escandalosas, principalmente aquelas que gritam por tudo. Isso irrita muito Matie e ela evita estar perto de pessoas assim, seus ouvidos não foram feitos para suportar tanto barulho.


Calor, gente suada, mosquitos... Quando Matie ouve isso, sua pele chega a arrepiar. Ela odeia suar e pessoas suadas, elas ficam gosmentas e é muito nojento.


Sabe aquele tipo de pessoa que adora falar mal de alguém pelas costas? E ainda abusa da inocência dessa pessoa? Então, Maitê odeia quem é assim, e sempre arruma brigas por causa disso.


Chorar com maquiagem é um pecado de acordo com Maitê. Você gasta caro para comprar um rímel, e quando vê, ele está escorrendo e pingando no chão. Maitê odeia quando isso acontece com ela. Às vezes nem precisa chorar para que isso aconteça, a chuva faz o trabalho.


Acordar com o cabelo bagunçado é a pior coisa de todas, é horrível para desembaraçar.


Pessoas que agem como crianças, quando na verdade são mais velhas até que Maitê. Ela odeia isso, seu pavio é curto, ela não tem paciência pra pessoas assim.


Sapatos bonitos, mas apertados.
Maitê antes de comprar algum sapato, sempre experimenta na loja, fica perfeito, mas quando chega em casa a experimenta de novo. Ele fica apertado e é bem difícil de tirar, ela odeia quando isso acontece, principalmente quando ele foi caro.


Ela não suporta quem fala muito, isso irrita e muitas vezes atrapalha Matie. Ela não consegue ter paz enquanto não ficar longe de alguém tagarela.


Remédios, ela odeia o gosto deles.
E quando são pílulas, é pior ainda. Ela não consegue engolir e demora para tomar graças a essa dificuldade.



❥ Vícios:
Maitê não possui vícios.



❥ Doenças:

Maitê é alérgica a poeira. Ela não pode ficar em lugares empoeirados por muito tempo, ou seu rosto fica todo vermelho e ela não irá parar de coçar o nariz. O único jeito da coceira parar é ela lavando o rosto, ou então apenas piorará.

Ataques de pânico

Ela é uma menina muito estressada no dia a dia. Nunca quer ajuda para um trabalho e sempre quer fazer tudo sozinha. Isso faz com que ela tenha ataques de pânico sempre que está fazendo algo com dedicação e começa a se preocupar. Sempre que tem um ataque de pânico, ela vai para um canto afastado, senta no chão e cobre sua cabeça com os braços.
Sempre que isto acontece ela fica com os batimentos cardíacos altos e falta de ar.

Sobre o Ataque de pânico:
"O Pânico é Ansiedade máxima em situações inexplicáveis."

Um estado de Pânico é um fenómeno físico resultante do processo de Ansiedade. Falamos em Pânico quando se sente um nível extremo de Ansiedade.

A Ansiedade é um fenómeno físico de reação à emoção Medo, provocado pela libertação de várias hormonas no sangue pelas glândulas supra-renais, nomeadamente adrenalina.

Em momentos de Ansiedade, é libertada adrenalina em quantidades abundantes, preparando o organismo para grandes esforços físicos, através de estímulos ao coração, elevação da tensão arterial e do relaxamento de certos músculos e da contração de outros.




❥ Hobbies:

Dançar. Ela aprendeu vendo tutoriais de dança, e quando não sabe o passo de alguma, ela improvisa.


Cantar. Quando está numa sala sozinha, ela canta, bem baixinho, mas canta, ouvir a própria voz acalma Matie.


Escrever. Ela tinha pensando em fazer faculdade de letras. Porque ela é boa na escrita, mas ela prefere deixar como um passatempo, assim não perde a graça.



❥ Talentos:

Tênis. (Explicado em "Gostos".)


Esgrima. (Explicado em "Gostos".)


Cantoria, piano e violino.
Mas apenas as pessoas próximas já ouviram ela cantar e tocar violino e piano. A sua turma também já ouviu, ela tinha aula de música e teve que cantar e depois tocar um instrumento que preferisse. E devo dizer que ela foi super bem. Sua voz é suave, mas consegue ser grave quando ela quer.


~Ela fala coreano. Se ela quer ir viajar para a Coreia do Sul, precisa aprender coreano. Ela é fluente, e geralmente, quando está com raiva, ela grita nessa idioma.

~Também fala francês, como disse anteriormente, sua mãe era francesa, ela ensinou a língua para a filha, que aprendeu rapidamente.



❥ Manias:

Costuma olhar para uma janela quando está pensando em algo sério. Para ela isso tranquiliza sua mente e a deixa menos estressada.


Roer unhas quando está nervosa. Por mais que sua expressão continue a mesma, por dentro está com medo, pode acreditar.


Revirar os olhos quando ouve algo banal.


~Ela sempre coça os pulsos quando mente. Tem ódio disso porque não consegue deixar de coçar. Mas para disfarçar, ela sempre coloca as mãos atrás de si, para que ninguém que esteja na sua frente veja.



❥ Medos:

Ela morre de pavores do escuro. Mais especificamente do que tem nele. Ela não consegue ver nada além de escuridão, e isso a deixa angustiada.


Que seu sonho não se torne realidade. Ela trabalhou muito duro, e não conseguir chegar nos pés da mãe seria uma vergonha para ela.


~Morte. Não é exatamente da morte que ela tem medo, e sim de morrer e não ser lembrada. Seria como se sua existência não tivesse valido a pena. Que ela foi apenas um enfeite no mundo.



❥ Fobias:


Aracnofobia. Maitê tem um pavor inexplicável de aranhas.


Acluofobia. Medo irracional da escuridão. Maitê prefere dormir quando o sol ainda está se pondo, ela não consegue dormir quando já está escuro.



❥ Traumas:

Maitê tem trauma de Refrigerante. Última vez que viu uma foi quando colocou uma bala Mentos dentro da garrafa para uma pegadinha de 1º de Abril. Mas infelizmente não deu certo. Ela ficou ensopada de Refri.


~Depois do acidente que houve com seus pais. Maitê tem trauma de carros, ela não consegue ficar por muito tempo em um. Ela não quer passar por tudo aquilo de novo, mas com outras pessoas.



❥ Segredos:

A morte de seus pais é um segredo. A única pessoa que sabia era sua amiga Laila. Ela odeia quando as pessoas falam "Meus pêsames" sem ao menos saber a dor que ela sente.

Para ela, isso é uma atitude falsa, só para demonstrar compaixão, quando na verdade a pessoa só faz por educação e é costume. Então ela evita contar e passar por isso, não quer ninguém consolando-a.



❥ Sonhos:
Ver seus pais uma última vez. Pode ser por um minuto, é só isso que ela quer. Poder abraçá-los, sentir o perfume de sua mãe e o cheiro de paletó novo do pai. Ela tem saudade dos dois e até hoje não consegue superar totalmente a perda.


~Ela é fascinada por livros e mangás. Escreve muitas histórias e pretende publicar um livro com as ideias que tem.


~Ser violinista e cantora. Após tanto treino, ela quer tentar cantar e tocar em público, se a ideia der certo, seguirá carreira.


~Ser uma estilista famosa, com butiques em vários países do mundo. Primeiro quer abrir em Hollywood, onde nasceu. E se sua ideia der certo, ela abrirá na Coreia do Sul, seu segundo país favorito.
Quando fizer mais sucesso abrirá em outro países: França, Rússia, Itália, entre outros.



❥ Que curso estuda na faculdade?

Design de moda. Ela é fascinada por moda e pretende abrir boutiques em vários lugares do mundo, mas primeiro na Coreia do Sul.

Sua mãe era conhecida por criar as melhores roupas em Paris, França.

Ela se encantava com as ideias que a mulher tinha para cada roupa, cada detalhe, o modo que sua mãe explicava, a deixou fascinada e desde então resolveu seguir os passos de sua mãe. Sem contar que ela sempre amou desenhar roupas enquanto o professor ensinava alguma matéria que ela já sabia.

❥ Como conduz os estudos:
Matie é aquela que fica horas em casa estudando a matéria. Nunca deixou de fazer uma tarefa e sempre faz com esforço e carinho.

Faz questão de acordar cedo para não se atrasar na escola e é a primeira a chegar. Aluna número um, mas não perfeita, de tanto estudar ela fica com olheiras e tem dias que fica agressiva demais a ponto de gritar com o professor.

Ela presta bastante atenção na aula, certifica-se de que não perdeu nada e nunca falta. Então se um dia ela faltar a aula, pode estar passando por um momento depressivo em sua vida.



Par:
~ Laito Sakamaki ~


❥ Relação com o par:
Sua primeira impressão foi que Laito não era um santo. E ela estava certa.

A primeira vez que eles se viram foi quando era intervalo na faculdade e Maitê estava perdida, era seu primeiro dia de aula. Ele foi a primeira pessoa que ela avistou e correu para pedir ajuda.

Ele negou sem motivos. Foi curto e grosso, a partir desse dia Maitê ficou com tremendo ódio do ruivo. Isso é algo de pouca importância, mas Maitê se preocupa com cada detalhe, e isso explica essa raiva.

Logo no dia seguinte, a professora resolveu que a sala trabalharia em duplas, e que todos poderiam escolher. O trabalho seria nada mais nada menos do que criar uma roupa para um baile de formatura.

Bem, nem preciso dizer com quem Maitê ficou como dupla, Laito Sakamaki. Nenhuma menina queria fazer dupla com ele, por simplesmente ser o único homem naquela sala, havia rumores de que ele era muito pervertido e tirava sarro de todas as meninas que se aproximavam.

Graças a esse trabalho, eles tiveram que conversar para resolverem o que iam fazer para que tirassem a nota máxima. (Para Laito, razoável estava perfeito, mas Maitê queria a maior nota.)

Se ela ficou com raiva de formar dupla? Sim, lógico, ela não consegue trabalhar em dupla, decide tudo por ela mesma. E isso deixou o ruivo frustado.

Conclusão, optaram por fazer estilos diferentes. Maggie resolveu fazer um vestido mais alegre, Laito, por um mais escuro.





Dias se passaram, eles não se falaram, e quando chegou o dia da apresentação, ambos tiraram zero. Os vestidos eram impecáveis, a professora concordou, mas pelo fato de ser uma dupla e eles trabalharem individualmente, foi zero e ponto final.

Maitê é rancorosa, mas deicidiu pedir perdão ao ruivo, mesmo que ela não tenha intenção de pedir perdão, e sim reclamar de que ele não seguiu o que ela mandou.

Após uma mês sem se falarem ou ao menos saberem se ainda estudavam na faculdade. Maitê finalmente avistou o ruivo paquerando uma menina que pela cara morria de amores por ele. Por um ato de vingança, se aproximou e deu um tapa no ruivo, o xingou e disse que era isso que significava "Dar um tempo.".

Por dentro Maitê ria da expressão dos dois, a menina estava indginada, e Laito com uma expressão de ódio. Ele a puxou para um canto bem afastado e gritou com Maitê.

"– O que diabos pensa que está fazendo? Eu nem sei o seu nome!"

Ela não se controlou e riu da cara do ruivo, que apertava cada vez mais o pulso da menina. Que começou a sentir uma dor na região, mas mesmo assim evitou demonstrar.

"– Eu nunca tirei zero. Isso foi culpa sua!"
Ela se soltou e saiu do local, ainda rindo com a cara de ódio do Sakamaki.

No dia seguinte, enquanto Maitê conversava com alguns meninos que cursavam outra matéria. Laito se aproximou e fez quase a mesma coisa que Maitê. Acusou a menina de traíra e os meninos que estavam ali foram embora com raiva de Maitê.

Ódio era o que ela mais sentia naquele momento. Na verdade, é impossível explicar o que ela sentia naquele momento, uma raiva tremenda do ruivo, que olhava para ela com um sorriso cínico no rosto.

Por um momento, uma fração de segundos, Maitê se viu nele. Uma versão dela como homem. Ambos cínicos, vingativos, independentes. E suas bochechas ficaram mais vermelhas do que o normal.

Maitê começou a falar mais com o Sakamaki, e ele sempre falava com ela. Eram inseparáveis, muitos achavam que estavam namorando, mas eram apenas amigos, corrigindo, melhores amigos.


O Sakamaki pode ser conhecido por ser muito pervertido, mas Maitê consegue aguentar, (exceto quando ele abusa disso.) ela também é um pouco, mas não tanto quando ele.

Eles brigam sempre, e já evitaram se falar por quase um mês! Geralmente é porque o ruivo nunca tira os olhos da garota e raramente a deixa conversar com as poucas amigas que tem.

O assunto que mais falam é sobre moda. Sim, Laito pode estar seguindo este ramo porque tem mulheres e pouco homens, mas se ele cursa a mesma matéria que Maggie, por que não conversar sobre?

Debatem sobre estilos de algumas pessoas que vêem na televisão e Maggie dá conselhos para Laito, dizendo o que pode e não ser usado com cada roupa.

É uma relação com altos e baixos, sempre brigando, e sempre se amando. Eles não se desgrudam, e Maitê agradece por ele se preocupar com ela, mas às vezes isso sai do controle.

O que acontecerá depois deixo nas mãos das autoras.

❥ Relação com os meninos:

❥ Shuu Sakamaki

A primeira impressão que Maggie teve de Shuu foi que ele estava morto. Nem ela sabe o porquê de ter pensado nisso, ele estava deitado no sofá da sala de música, com fones de ouvido e calado, sem mexer um músculo. E quando ela ouviu ele falar tomou um susto, porque até aquele momento achou que ele era só um enfeite.

Maitê é uma menina tímida e que gosta de pouco barulho como citei anteriormente, e Shuu a agradece por isso.

Não é sempre que eles conversam, Maggie gosta de estilos musicais diferentes de Shuu, eles não têm muito assunto em comum a não ser gostarem de locais com pouco barulho e o silêncio.

❥ Reiji Sakamaki

De cara Maggie percebeu que Reiji era nerd, ela não sabe se era por causa dos óculos que ele usava ou por causa do seu vocabulário formal.

Uma coisa que ela admira em Reiji é o comprometimento que ele tem com os estudos. Sempre sério e rígido.

Mas ela odeia quando ele está sério demais, ela não pode falar um "Olá" que ele grita. Estudos, estudos e mais estudos, isso irrita Matie, ela acha que ele não vive por ser tão intelectual.

❥ Ayato Sakamaki

Ela odeia o fato dele achar que tudo é dele. Maggie acha que Ayato é muito possessivo, na verdade, ela tem certeza disso.

Odeia também o egocentrismo dele. Isso irrita muito Maggie, ela não suporta pessoas egocêntricas e muito menos aquelas que acham que tudo que vêem pela frente são delas.

Sempre que eles brigam, (o que não é raro de acontecer) Maggie imita o jeito de Ayato para irritar ainda mais o garoto.

❥ Kanato Sakamaki

Ela achou que Kanato fosse uma criança, o mais novo de todos. Por incrível que pareça ela não sente tanto medo dele, mas sempre morre de calafrios quando o vê conversar com seu ursinho de pelúcia. Algumas noites ela chegou a pensar que uma alma estava aprisionada no bicho para ele conversar tanto com o objeto.

Para Maggie, Kanato é o mais sombrio de todos, ela não sabe se é pelo fato dele conversar com um urso que não irá responder, ou pelo fato de seu olhar ser o mais gélido e mais vazio.

❥ Subaru Sakamaki

O que imaginar quando dois tsunderes são amigos? Bem confuso.
No início, Maggie pensou que Subaru fosse mimado e gritasse por tudo. Logo depois que ela descobriu que ele era um tsundere também.

Os dois conversaram por um tempo e ficaram próximos, ele foi o primeiro menino que Maitê confiou. Ela o entende perfeitamente e o ajuda a evitar descarregar a raiva em objetos. Exceto quando está com raiva também, os dois juntos são capazes de destruir a faculdade em instantes.

❥ Relação com as outras meninas:
Maitê não é de conversar, mas com as meninas ela é totalmente o oposto. Conversa, faz piada, até canta na frente delas sem ter vergonha.

Mas nem sempre foi assim, no início, na primeira vez que ela viu as meninas, ficou desconfortável, ela não gosta de muitas pessoas num mesmo lugar, é como se todos estivessem numa caixa apertada.

Ela ficou bem incomodada, e nunca falava, era apenas um "Bom dia" ou "Boa noite", só para não ter fama de mal-educada.

Aos poucos ela foi se abrindo para as meninas, contou sobre seus planos para o futuro e seus gostos. Deve ter sido a terceira vez que ela se abriu com alguém, ou melhor, a primeira vez que ela fez amizade com várias pessoas ao mesmo tempo.

Quando finalmente sentiu que podia confiar nas meninas, ela perdeu a timidez e conversava ainda mais. Fazia bobagens, pegadinhas, como se todas fossem irmãs.

Mas nem tudo é um conto de fadas, quando Maitê passa dos limites as meninas insistem em dar sermão. E ela odeia sermão, sempre revira os olhos e finge que está escutando tudo que elas falam.

❥ Melhor amiga:
Melhor amiga do par de Ayato e Kanato.



❥ Músicas:

❥ Dela:
"Meditando através de memórias
Me perdendo no cinza
Entorpecendo os sentidos
Eu sinto que você está escorregando
Lutando para segurar
Apegando-se a apenas mais um dia
O amor se transforma em cinzas
Com tudo o que eu desejo poder dizer

Eu morreria para estar onde você está
Eu tentei estar no lugar onde você está
"

Still Here - Digital Daggers

❥ Com o par:
"A minha mãe me diz todos os dias
Para ter cuidado com os homens
Porque o amor é como brincar com fogo
Minha mãe pode estar certa
Porque quando vejo você, meu coração fica quente
Por que ao invés de medo, minha atração fica maior?"

BLACKPINK - '불장난 (Playing with Fire)'

❥ Frases que a definem:
"Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor inesquecível." - Diego Marchi.

"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura." - Friedrich Nietzsche.



❥ Reação ao descobrir que é um anjo:
Primeiro ela achou que era uma pegadinha, checou até o calendário para saber se não era 1º de Abril. Ela não conseguia processar a frase direito, ela é um anjo? Como assim, até se beliscou, achou que estava dormindo, porque isso foi uma bomba na sua vida.

Aos poucos ela entendeu, engoliu o fato de que anjos existem e que seu pai, sua irmã e seu tio eram um.

Mas quando ela finalmente percebeu que não era mentira, ficou surpresa e alegre ao mesmo tempo. Anjos protegem pessoas e ela seria parte dessa raça celestial. Além do mais, voar era um de seus sonhos, alcançar as nuvens e ver a paisagem de lá do cima. Ela estava feliz de saber que não era mesmo um sonho.

❥ Reação ao descobrir que os meninos são vampiros:
Ficaria surpresa, como ela não notou antes? Mas não tão chocada quando descobriu que era um anjo. Se seres celestiais existiam, por que não seres do submundo? Ela ficaria com medo, vampiros não são como nos filmes, sabe-se lá o que eles vão fazer com você.

Mas ela, por impulso, jogaria-os no sol, só para ver se brilham. Depois de ver Crepúsculo várias e várias vezes, ela acredita mesmo que eles brilham no sol.

❥ Reação ao se apaixonar por seu inimigo:
Decepção é a palavra que a definiu naquele momento. Depois de tanto tempo juntos, ela achou que podia confiar nele, e de repente vem a notícia de que ele é seu inimigo. Ficaria em choque e o evitaria por muito tempo.

Mas algo em seu interior gritava que ela o amava. E não conseguiu resistir, ela não deixava de amá-lo não importasse a circunstância. Porém as coisas não continuaram as mesmas, ela não conseguia mais confiar nele e evitava contar coisas do dia a dia.

❥ Reação se suas irmãs de fraternidade se virassem contra ela:
Ela ficaria em depressão por um longo tempo. As únicas pessoas que ela confiou nesse mundo, além de sua família, deram as costas.

O mundo de Maitê desabaria em cima dela. Ficaria arrasada, ela se trancaria no seu quarto e se recusaria a sair de lá. Ela é uma menina sensível, se alguém grita com ela, já fica triste, isso então, seria o fim do mundo.




❥ Você aceita que sua personagem está em nossas mãos?
Claro, deixo Maitê com vocês, cuidem bem dela. <3


❥ Sabe que se não comentar por três capítulos ela some?
Vou me esforçar para comentar cada capítulo.







My Precious Gift - Interativa.


🌬 "Seus olhos me deixam sem ar, seria medo ou paixão, Shuu Sakamaki?" 💨


💟 Nome Completo: Alison Parrish Campbell.

🌺 Significado do nome:
Alison - Nobre de nascimento; Filho de Alice.
Parrish - Variante de Paris.
Campbell - Campo belo.

💟 Apelidos: Apelidos: Ali e Alice. O Ali é desde criança. Um diminutivo de Alison. Já o Alice é porque a menina sempre imagina tantas aventuras que comparam ela a personagem de Alice no País das Maravilhas.

💟 Idade: 17. Data de nascimento:
20/07/1999. Signo: Virgem.

Aparência:








💟 Descrição:
De longe já se pode perceber que Alison é bem energética. Sempre está praticando um esporte, mas não tem aquele tanquinho ou braços musculosos que algumas mulheres têm. Parece uma menina de quatorze ou quinze por ser um pouco baixa e sobre seu corpo, bem, Alison é bem magra, e por causa disso muitos rapazes que a olham, acham que a mesma tem o corpo perfeito. Com seios fartos e bunda grande, mas ela não tem isso tudo. Não estou falando que ela não tem nada, simplesmente que não é como os garotos pensam, e de vez em quando garotas também.
Possuiu longos cabelos loiros pintados de rosa nas pontas. Seus cabelos passam da sua cintura e falta pouco para chegar a coxa. Ela não gosta de cortar o cabelo, deixou crescer tanto. Sua meta é ter um cabelo que chegue até calcanhar, mas isso ainda vai demorar muito tempo. Só para ter o cabelo que ela já tem, demorou cerca de um a dois anos. Também vive usando um laço rosa na cabeça, nas sombras ela parece um coelho gigante graças ao formato do laço.
Seus olhos são um azul claro, mas no sol parecem azul turquesa. Seus cílios são longos e o tom deles é um marrom escuro, que muitas vezes é confundido com preto. Suas sombra celhas são alinhadas e possuem a mesma cor do cabelo.

---Acho que tive mais trabalho para descrever a aparência do que para fazer a história.---

💟 História:
Alison sempre morou com a avó, religiosa e membro de uma igreja importantíssima.
Sempre tinha do bom e do melhor, toda vez que queria algo, sua vó lhe dava. Até os dez anos Alison era uma garota mimada. No colégio sempre foi popular, mas não era aquele tipo de garota mesquinha e irritante. Era super gentil e fofa, e amava todos ao seu redor. Super atenciosa e não deixava ninguém de lado.

Aos treze começou suas aulas de canto. Depois de implorar a sua avó, finalmente conseguiu. Logo no primeiro dia seu professor lhe disse que a menina tinha uma voz calma e bela. Amava cantar, todas as suas músicas favoritas ela cantava com muita alegria.

Ela cresceu, já com quinze anos, mas sua personalidade mudou um pouco, de fofa e atenciosa virou chata e arrogante, sem contar que ficava muito na dela. Virou antissocial na escola, sempre irritava as patricinhas mimadas. Ganhando um pouco de popularidade por isso. A vida de Alison no colégio sempre foi uma bagunça, uma hora era a popular, cheia de amigos e super fofa, depois era chata, arrogante e antissocial. Ela nunca entendeu isso. Devia ser porque nesses dias ela estava depressiva ou triste.
Acontece que nem a própria menina sabia porque era assim. Era por quê ela não tinha ninguém para desabafar? Ou por quê tinha medo do que pensassem dela? E pior. Ela era bipolar?
Ela é uma mistura disso tudo, não gostava de desabafar, tinha medo do que falassem dela, ou que dissessem "Meu pêsames." sem ao menos saber o que estava acontecendo, e uma coisa que ela não sabia, é um pouco bipolar.
Seu primeiro namorado. Popular e atraente, fazia várias piadas e levava a namorada para todos os lugares que ele fosse. Sem contar, que foi ele quem deu o apelido Alice, Alison sempre viajava no meio das conversas que ele tinha, surgindo o apelido. Mas algo nele mudou, ficou super preconceituoso e arrogante, Ali por mais que tudo, tentou trazer seu verdadeiro namorado de volta. Aturou tantas coisas vindas dele. Até que aquele dia finalmente chegou. Ele estava beijando uma de suas arquei-inimigas bem na sua frente, a humilhou na frente de todos, foi horrível. Faltou a escola por uma semana, chorava toda hora, tentou mais que tudo esquecê-lo, fez vários cursos para ocupar a mente e pensar menos nele. Aula de dança, de defesa pessoal, até participou do clube na escola de Educação Física. Fez aulas de teatro. Mas nada, insistia em ficar preso na sua mente.
Sua avó, triste pela menina, a deu um conselho, que Ali segue até hoje. "Nunca deixe ninguém ver a sua fraqueza, chorar é para os fracos." Até um certo tempo Ali seguiu esse conselho. Logo na semana seguinte voltou a estudar. Estava diferente, pintou a ponta do cabelo de rosa e começou a usar o laço rosa, decidiu que seria fofa e engraçada com quem merecesse e fria e arrogante com quem merecesse. Enquanto seu namorado? Saiu da escola, depois de ser esculachado pela ex na frente de todos, contando seus segredos. Teve vergonha de dar as caras novamente. Começou a se dedicar mais as matérias, já que suas notas estavam apenas razoáveis. Mas sempre pensava na vida enquanto o professor falava sobre alguma coisa que ela já sabia. Por isso não abandonou o apelido Alice. Pelo contrário, pediu para todos a chamarem assim, Ali é muito ultrapassado.

Depois de dois anos, com sua vida totalmente perfeita, rodeada de amigos que se importavam com ela e com seu jeito super aleatório - Está explicado na personalidade. - Alice viveu como a menina mais feliz do mundo.
No Natal, sua avó lhe disse que um homem conhecido por ser empresário de vários famosos. A levaria para jantar e teria uma conversa, para saber se a menina estava pronta para ter seu nome no tapete vermelho.
Acontece que esse homem era Tougo, e depois do jantar no restaurante, Alice foi dopada e levada até a mansão.
O motivo de sua avó ter vendido Alison a Tougo, é que não aguentava gastar tanta despesa com a menina. Por mais que amasse Alison mais que tudo na vida, que fosse a única lembrança de sua filha. Marion estava falindo, e não ia conseguir sustentar as duas.

💟 Personalidade: Ali é bastante... Aleatória. Ela pode estar no meio da aula que vai contar algum assunto aleatório. Todos acham ela bem maluca e divertida, mas ela é bem, bem lerda e irritante. Quando alguém fala com sarcasmo ou ironia perto dela, ela não entende. Acha que a pessoa está falando sério, e que seu tom de voz que é engraçado. E ela é muito irritante, sempre quer falar, não para por um minuto. Sempre inventando um assunto para conversar. Mas não é sua culpa, Ali é muito energética, sempre corre de um lado para o outro. Principalmente quando está ansiosa. Faz de tudo para o tempo passar cada vez mais rápido. E é bem raro, bem raro mesmo, ela ficar calada. Acredite, se ela estiver calada por cinco minutos seguidos. Está tramando algo, ou está depressiva e não quer demonstrar muito.
Acontece que Alison tem um forte problema de não demonstrar seus sentimentos quando está triste. Ela prefere ficar calada, acha que ninguém pode saber sua fraqueza. Então ela evita chorar em locais públicos. Nunca, na vida, conseguiu desabafar seus problemas. Nem mesmo com um diário, ela não sabe escrever um diário, acabou jogando o objeto fora no mesmo instante em que comprou.
Ali, por mais que não pareça, é pavio curto. Por trás de toda essa garota louca, divertida e depressiva, ela é bem esquentada. A única pessoa que testou sua paciência na vida, está em casa com um gesso na perna e outro no braço. Ela não se controla, vai logo pro ataque quando está furiosa. Então, não testem sua raiva. Ela vai se descontrolar. E ela liga para o que as pessoas pensam ou falam sobre ela. Sempre tenta melhorar, mudar a aparência. Mas nunca está satisfeita consigo mesma.

💟 Qualidades: Sempre guarda um segredo, nunca conta a ninguém, é um poço sem fundo de segredos. Todos desabafam com ela. É bem rápida e forte e sabe dançar, bem, um dia ela consegue acertar todos os passos da coreografia.

💟 Defeitos: Não sabe cozinhar, não consegue fazer um brigadeiro na panela. Não sabe mentir, por mais que ela tente com toda a sua força, não consegue, sempre gagueja. Então para não contar a verdade, ela prefere mudar de assunto. Sem contar, que ela é muito barraqueira quando está com raiva.

💟 Gosta:
❤️Brigadeiro feito na panela - Quem não? Ela simplesmente ama, mesmo que o dela seja queimado e duro.
💛Salto alto - Sempre quando está no shopping, e vê um salto alto na vitrine, ela compra. É uma obsessão louca por saltos.
💚Animais, de preferência: cachorro, gato, cavalo, coelho e tartaruga. Gosta de outros animais também, mas esses são seus favoritos. - Quando ela precisa desabafar, o que é raro, sempre conta a um de seus bichos de estimação. Ou qualquer outro animal que encontrar na rua que não seja raivoso.
💙Sempre quer estar atualizada no quesito roupas. - Se ela ver algo do verão passado em seu guarda roupa. Ou ela queima, ou doa para a caridade.
💜A cor rosa claro. - Não é à toa que ela pintou as pontas do cabelo de rosa.
❤️Alison ama ler. – Parece que ela está dentro do livro, como se fosse a personagem principal.
💛Ama a natureza. – Sempre gostou de respirar ar puro.

💟 Desgosta:
❤️Toda pessoa que maltratar animais. - Ela persegue até seja lá onde a pessoa for, para tirar satisfações.
💛Todos que testarem seus limites. - Sua paciência é pouca e a raiva é muita. Não teste, sério.
💚Calor, é suor, é fedor, é oleosidade no rosto. - Ela odeia o calor, principalmente quando tem que fazer alguma atividade física e está num calor de 40 graus. As pessoas ficam nojentas quando estão suadas.
💙Bebidas quentes. O café é uma exceção. - Ela não gosta de nada quente, sempre que bebe um chocolate quente ou até capuccino, queima a língua. E isso a fez com que não tomasse muita bebida assim.
💜Ela pode fazer exercício físico, ter uma dieta balanceada, comer muitas coisas saudáveis. Mas ela odeia verdura. - Toda vez que come tem vontade de vomitar. Ela não consegue engolir uma verdura sequer.

💟 Habilidades físicas: Alice é bem veloz, em todas as competições de corrida que participou, ficou entres as três primeiras. É forte, praticou boxe e karatê. E um pouco ágil, às vezes numa luta, ela não consegue desviar e acaba levando uma pancada no olho. Mas isso é raro.

💟 Manias: Quando se sente sem nada para fazer, ou quando não presta atenção no assunto da aula. Ela pega uma lapiseira e uma borracha e faz vários furos.
Outra mania é sempre achar que o celular está vibrando, não adianta, seu celular pode estar do outro lado do mundo, que ela vai senti-lo vibrar.

*💟 Vícios: É bastante viciada no seu celular. E se alguém quebrar, ela vai ficar depressiva por uma semana. Já quebraram seu celular uma vez e a mesma teve que tomar remédios por causa disso.
Um outro vício é o brigadeiro da panela, todo dia quer comer.

*💟 Doenças: Alérgica a poeira, desde quando pequena ela sempre foi alérgica. Toda vez que precisa varrer ou passar pano em algum móvel, seu nariz fica vermelho e sempre coça.

💟 Hobbies: Sabe cantar, ela ama cantar. ---Esqueci de ajeitar essa parte, não encaixava com a história.---
Não é uma dançarina profissional, mas consegue dançar.
Uma ótima conselheira, ela é o tipo de pessoa que não sabe cuidar da própria vida, mas quando alguém lhe pede conselho, fez pós-graduação.

💟 Talentos: Canto, dança e sabe tocar piano.

💟 Segredos: Muitos acreditam que ela é um livro aberto. Mas seu único segredo é que ela tem um psicólogo. Não gosta de contar pra ninguém do psicólogo, acha que irão chamá-la de louca ou algo do tipo.

💟 Medos/Fobias:
❤️Não gosta de bonecas. Nem preciso dizer muito sobre, ela acha que elas têm vida.
💛Pavor de qualquer inseto, menos formigas e borboletas.

💟 Traumas:
💚Uma vez, ela caiu sentada no meio de muita gente junto.

💟 Par: Shuu Sakamaki.

💟 Como age com: 💟

💟 Par:
Perto de Shuu, Alice tem três personalidades. Uma é sonsa e meiga, a outra é violenta e fria, e a ultima é a mais sã. Sua parte sonsa e meiga faz com que ela não entenda o que ele está falando. Sempre repara na sua aparência, e não fala um "Oi.", é muito sincera e frágil, então, se ele não falar muito ou der uma bronca nela. Chora no mesmo instante.
A outra parte, faz com que ela seja bem violenta e nem um pouco carinhosa, tudo que ele falar, ela vai fingir que não está ouvindo. Perde a paciência em pouco tempo e tem vontade de bater nele, às vezes sem motivo.


💟 Os outros 💟


💟 Reiji Sakamaki - Os dois se falam um pouco. Mas só quando o assunto se trata de livros.


💟 Ayato Sakamaki - Sempre brigam, muito raro terem uma conversa civilizada. Ela odeia o jeito pervertido dele.


💟 Laito Sakamaki - Por mais estranho que pareça, Laito e Alison conversam bastante e são amigos. Seus gostos podem ser diferentes, mas ela sente que pode contar tudo à ele.


💟 Kanato Sakamaki - Alison acha que Kanato é super estranho. Sempre conversando com o Teddy. É muito raro eles conversarem, já que ela sempre evita falar muito com ele porque sente medo.


💟 Subaru Sakamaki - Não se falam muito. Apenas um "Oi." e "Tchau.".


💟 Kou Mukami - Alison sempre fala com sarcasmo ou ironia perto dele. De acordo com ela, ele se acha muito e por isso não gosta de conversar com o mesmo.


💟 Azusa Mukami - Alison acha que Azusa é bem... Estranho. Pelo fato dele querer ver os outros sangrarem. Ela não gosta de ficar perto dele. Mas conversam, só que não tanto.


💟 Ruki Mukami - Odeia o fato de ser tratada como um animal. Evita estar no mesmo cômodo que ele, ela é pavio curto, vai que tenta jogar algum vaso nele. Mesmo sabendo que isso não o mata.


💟 Yuma Mukami - Alison odeia quando ele faz discussão por algo.

💟 As outras noivas: Alison ama ser amiga de todos, então creio que ela não brigaram ou discutirá - muito - com elas.

💟 Tem alguma melhor amiga?
Como eu ainda não sei muito sobre as outras noivas, acho que vou esperar até o dia que vocês escolherem - Caso eu passe, lógico. - Tem algum problema? Se tiver eu coloco uma melhor amiga. Mas tenha certeza de que uma delas é a sua personagem. Não, eu não estou puxando saco, é que por mim, a minha personagem é amiga de todo mundo. Lógico que sempre tem uma briga ou outra.

💟 Uma frase que a define:
"Às vezes é melhor ficar calado do que receber 'Sinto muito' de pessoas que nem ao menos sabem o que você está passando."

💟 Músicas:

💟 Dela:
🎼Lost in Paradise - Evanescence.
🎼Mad Hatter - Melanie Martinez.
🎼My Immortal - Evanescence.
---Gente estou escutando essa música agora e de repente bateu uma depressão, cruzes.---

💟 Par:
🎼Try - Colbie Caillat (Max & Kurt Schneider Cover)
🎼Just a Dream - Sam Tsui & Christina Grimmie. ---Só agora que percebi que conhecia ela. ;-; ---
🎼Heart by Heart - Demi Lovato.

💟 Roupas 💟

💟 Casual:






💟 Formal:



💟 Dormir:



💟 Banho:



💟 Agora, sua personagem estará em nossas mãos, você aceita isto?
Lógico. <3

💟 Irá acompanhar a fanfic? Saiba que se não comentar por três capítulos seguidos (sem avisos) sua personagem morrerá, tem consciência disto?
Claro. ^^

Escutando: 불장난 - BLΛƆKPIИK

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...