~Deb_019

Deb_019
B!tches Better Beware
Nome: Debbie_
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Fichas para fanfics interativas


Postado


Gangsta: The Suicide Squad X INTERATIVA


Kim Hyuna as Lisa Germain Winston

Suicide Squad

Nome:
Lisa Germain Winston.

Nome que usa quando é Vilão:
Miatriss.

Idade:
19.

Sexualidade:
Heterossexual.

Onde nasceu:
França, Lyon.



Aparência:
~ Kim Hyuna ~

~ Antes de se tornar vilã ~




~ Vilã ~






Personalidade:
Louca, não consegue diferenciar o real do imaginário, só de vez em quando. Fria e tem um senso de humor nada engraçado. Ela é muito rude e odeia todos que sejam acima de quarenta. Se finge de sonsa toda hora, mas no fundo ela entende palavra por palavra do que a pessoa falou. É sincera até demais, e ainda assim consegue ser mais falsa que uma nota de três reais.

Impaciente.
Ela não tem paciência com pessoas lerdas e burras. Costuma ignorar este tipo de gente para não se estressar.

Ela também odeia esperar, e cada minuto que passa esperando fica com mais raiva.

Sem contar que ela se estressa por tudo, pode ser o barulho que o ventilador faz, ela vai se estressar e continuará assim se o barulho não parar.

Manipuladora.
Se eu dissesse que essa menina com rosto de criança é uma manipuladora nível Alison DiLaurentis (Pretty Little Liars), bem, é impossível de acreditar.

Ela nasceu com esse dom, sua voz fofa consegue manipular qualquer um, e seus olhos então, quando resolve apelar para o rosto fofo, insiste em fazer a famosa cara de cachorrinho abandonado. Impossível não resistir.

Irônica e cínica.
Herdou da mãe, sempre que escuta algo que não quer ouvir, (geralmente ofensas) ela revira os olhos e repete tudo que a pessoa está falando numa voz de criança e com um sorriso cínico no rosto.

Sempre que ouve alguma pergunta banal, onde a resposta está bem na cara da pessoa. Ela responde ironicamente, e se a pessoa não ouve, ela sussurra um "Ainda por cima surda.". E faz questão de sorrir.

Um pouco desequilibrada.
Sofre com desequilíbrio emocional, existem dias que ela se irrita com o barulho da música que ela está escutando. Ela chegou a tomar remédios para insônia porque não conseguiu dormir.

Isso geralmente acontece quando ela faz exercício e dieta, ela fica desesperada para se encaixar nos padrões, e quando pesa um kg a mais do que o normal, ela acha que está obesa.

Também fica pouco concentrada em tudo que está ao seu redor graças ao desequilíbrio. Ela nunca percebe que estão falando com ela, sempre está pensando em algo, e depois em outra coisa, depois em mais outra, enfim, a mente de Lisa é bagunçada, digamos assim. Ela não consegue pensar em algo por dez minutos, sempre está pensando em várias coisas e não para.

Estrategista.
Ela nunca em sua vida realizou uma vingança sem antes pensar em tudo que pode acontecer. Sempre pensa em todas as possibilidades possíveis para finalmente colocar o plano em ação. Ela sabe que se agir por impulso tudo pode dar errado.

Fria e insana.
Quando a menina fica fria e não esboça nada em seu rosto, seus olhos perdem o brilho que tinham e ficam mais escuros. Por mais que sua expressão não demonstre, ela está insana, na sua mente está pensando numa vingança e se imagina quebrando a mansão e matando todos que moram ali.

Alguns traços como, impaciência e independência, continuam iguais, mesmo depois de morta. Lisaa é impaciente e odeia esperar para executar um plano, e continua independente, já que quando trama algo nunca quer ajuda de alguém ou conselho. Ela prefere fazer só e de acordo com ela muitas pessoas trabalhando num mesmo plano acabam estragando tudo.

Mas quando se trata de vingança contra mais de duas pessoas, ela trabalha em grupo, mesmo que por dentro esteja queimando de ódio por querer trabalhar sozinha.



História:
Sua vida não foi muito fácil aos treze, Lisa entrou em depressão por problemas na escola (notas baixas e ela era excluída de tudo). Seu pai e mãe ficaram preocupados com a saúde mental da menina e resolveram colocá-la numa psicóloga, o que não adiantou muito já que a menina não falava com a mulher. Mas antes era tudo diferente, Lisa era uma garota animada e fazia piadas.

Ela tinha uma amiga, sua melhor amiga, mas que veio a óbito meses depois de se conhecerem.

Elas se conheceram quando Maggie, sua melhor amiga, foi estudar na escola onde Lisa estudava. Eram tímidas e só começaram a se falar num trabalho de ciências, cujo tiveram que formar dupla pois a professora quem escolheu.

Lisa não tinha muitos amigos na época e ficou surpresa quando a novata resolveu ser amiga dela.

O colégio tinha organizado um passeio de dormir uma noite, as duas foram, estavam felizes e com raiva por dividirem o quarto com mais quatro garotas. Que por culpa do destino, eram as garotas mais irritantes e antipáticas da turma.

Já era noite, e quando estavam se preparando para dormir, as meninas fizeram uma pegadinha de muito mau gosto com a dupla, colocaram manteiga na banheira do banheiro para uma delas escorregar e cair.

Mas um imprevisto aconteceu, Maggie foi a primeira a tomar banho e acabou escorregando, batendo o pescoço na torneira. Isso causou a morte na menina, que foi encontrada com o pescoço torto e imóvel.

Ainda no mesmo dia, a escola ligou para a emergência, o que não adiantou, pois a menina tinha morrido. O colégio foi processado, o que causou a falência dele, e a família das quatro meninas também.

Lisa, já deprimida, tentou suicídio cinco vezes, três dessas cinco ela tentou colocar veneno na própria comida, o que não deu certo pois sua mãe não tirava os olhos da menina enquanto a mesma comia. As outras duas ela tentou se jogar da janela da casa onde morava, mas não conseguiu pelo fato de seus pais entrarem no seu quarto na primeira vez e na segunda colocarem grades de ferro.



Aos quinze, ela começou a trabalhar como garçonete numa cafeteria famosa do bairro.

Trabalhar na cafeteria não foi fácil, Lisa era lerda e sempre atrasava nos pedidos, e isso levou à demissão da garota. O que a deixou contente, algumas das vezes sempre era assediada, e por pouco não era estuprada por um dos clientes. Isso foi evitado graças à um amigo que ela tinha, que sempre ficava perto dela caso algo acontecesse.

Ele foi o único amigo que ela teve após a morte de Maggie.



Com dezessete anos, Lisa começou a treinar seus poderes, algumas vezes ela congelava um suco ou até mesmo uma poça de água sem querer e então sua mãe resolveu ensiná-la.
Não demorou muito para ela aprender, já sabia criar armas de gelo e criar brisas frias, com direito a neve.
Também treinou luta com o seu pai, aliás, foi ele quem ensinou Lisa a usar uma katana e revólver.

Com dezoito, ela pintou seu cabelo, resolveu pintar de azul com alguns fios roxo, rosa e verde.

Sua vida ficou de ponta cabeça nessa idade, ela tinha medo dos poderes que tinha, achava que poderia congelar alguém e não poderia reverter o feitiço. Várias e várias paranoias na cabeça da azulada.

Seus pais não sabiam o que fazer, ela vivia trancada no quarto e só saía se não tivesse ninguém em casa. Se recusava a ficar perto deles e nunca ouvia sua mãe, que pedia para ela ficar calma.



Aos dezenove, ela ainda vivia nesse trauma, sua mãe resolveu criar uma pulseira que canalizaria todo o poder de Lisa e manteria preso no objeto. E a menina não poderia tirá-lo, nem usar sua magia.

O casal conversou, e decidiu interná-la por um ano já que os psicólogos não adiantam. Eles resolveram enganar a menina, falaram que ela iria para um acampamento para treinar sua habilidades, mas na verdade estavam enviando a menina para um asilo.

Ela se despediu de sua mãe e de seu pai, entrou numa limusine preta e observou a paisagem na janela do automóvel. Dormiu a maior parte do passeio. E quando acordou, percebeu que era um asilo, mas não qualquer asilo, e sim o Asilo Arkham.

Ela planejou vingança contra os pais por colocarem-na lá, mas antes precisaria sair dali, e quando entra no Asilo Arkham, é pouco provável sair tão cedo.



Família:
Pai ~ DeadPool ~




Mãe ~ Nevasca ~




Porque é um Vilão?
Nesse pouco tempo que esteve no Asilo, Lisa foi influenciada por muitos loucos que moravam lá. Os mesmos diziam que ela tinha um dom... para o mal. Enchiam a cabeça da menina com frases do tipo: “Um dia, você irá dominar o mundo com seus poderes, só me deixe tirar a pulseira pra você.”
Ela pegou a loucura dos outros internados, e um deles ajudou a azulada a tirar a pulseira. Esse mesmo homem aprimorou os poderes da garota, e com ele, ela aprendeu a congelar tudo que estivesse a sua volta por mais tempo.



Porque foi preso?
Como citei anteriormente na história, Lisa foi internada porque os pais acharam que seria melhor para ela, já que psicólogos não adiantavam. A garota tinha delírios constantemente e falava em ver sua amiga morta em todo lugar que ia.

Sem contar que muitas vezes tinha pesadelos de que matava os pais com seus poderes.



Armas que usa:






http://www.stephenking.com.br/projeto19/images/armas03.jpg
Não quis ir como imagem. ;-;





Habilidades:
•Sabe distrair muito bem as pessoas, podendo "desaparecer" e "reaparecer" em lugares diferentes. É assim que ela consegue fugir de seus crimes.
•Manipuladora. Consegue manipular qualquer pessoa para ter o que quer.
•Fez clube de teatro. Portanto, tudo que ela contar pode ser tanto mentira quanto uma outra mentira com mais detalhes.
•É uma ótima nadadora e consegue afogar as pessoas em menos de um minuto.
•Ela é boa com espadas, facas, adagas e cutelos. Mas prefere usar a katana, por ser mais fácil, já que treinou tanto.



Algum Poder? Qual?
Lisa pode criar armas de gelo e criar brisas fortes, com direito a neve.
Sabe congelar tudo que estiver ao seu redor num limite de trinta quilômetros, mas apenas por cinco minutos.
Congela tudo que for líquido e consegue criar pontes de gelo.



Par Romântico? Ou é comprometida?
Você escolhe o par.



Roupa que usa:


Uma blusa cinza de algodão e um casaco preto. Um laço preto para evitar que o cabelo caia no rosto, - o que não adianta muito - uma calça legging preta e um par de salto alto preto com detalhes dourados.


Nível de insanidade 0% a 100%:
90%



Algo mais?
O animal preferido de Lisa é o urso polar. Ela tinha um bicho de pelúcia do animal.




Janel Parrish as Mona Lauren Rollins

🃏Suicide Squad🃏

Nome: Mona Lauren Rollins.

Nome que usa quando é Vilão: Viúva negra.

Idade: 20.

Sexualidade: Heterossexual.

Onde nasceu: Inglaterra, Manchester.

Aparência: Janel Parrish.

Personalidade:
Mona tem um forte problema de não demonstrar seus sentimentos quando está triste. Ela prefere ficar calada, acha que ninguém pode saber sua fraqueza. Então ela evita chorar em locais públicos. Nunca, na vida, conseguiu desabafar seus problemas. Nem mesmo com um diário, ela não sabe escrever um diário, acabou jogando o objeto fora no mesmo instante em que comprou.
Mona, por mais que não pareça, é pavio curto. Por trás de toda essa garota louca, divertida e depressiva, ela é bem esquentada.
Mas é claro que ela também tem seu lado energético e fofo, sempre conta alguma piada ou então faz uma voz manhosa. Quando está animada ela não para de falar, até quando não tem assunto Mona fala algo, por mais que ela pareça introvertida na maioria das vezes, ela é uma garota totalmente louca. Sua risada é bem macabra, uma mistura de risada maligna com uma voz fina.

História:
Mona sempre tinha do bom e do melhor, toda vez que queria algo, seus pais lhe davam. Até os dez anos, Mona era uma garota mimada. No colégio sempre foi popular, mas não era aquele tipo de garota mesquinha e irritante. Era super gentil e fofa, e amava todos ao seu redor. Super atenciosa e não deixava ninguém de lado.
Ela cresceu, já com quinze anos, mas sua personalidade mudou um pouco, de fofa e atenciosa virou chata e arrogante, sem contar que ficava muito na dela. Virou antissocial na escola, sempre irritava as patricinhas mimadas. Ganhando um pouco de popularidade por isso. A vida de Mona no colégio sempre foi uma bagunça, uma hora era a popular, cheia de amigos e super fofa, depois era chata, arrogante e antissocial. Ela nunca entendeu isso. Devia ser porque nesses dias ela estava depressiva ou triste.
Acontece que nem a própria menina sabia porque era assim. Era por quê ela não tinha ninguém para desabafar? Ou por quê tinha medo do que pensassem dela? E pior. Ela era bipolar?
Ela é uma mistura disso tudo, não gostava de desabafar, tinha medo do que falassem dela, ou que dissessem "Meu pêsames." sem ao menos saber o que estava acontecendo, e uma coisa que ela não sabia, é um pouco bipolar.
Começou a se dedicar mais as matérias, já que suas notas estavam apenas razoáveis. Mas sempre pensava na vida enquanto o professor falava sobre alguma coisa que ela já sabia.

Família:

Ravena - Mãe. Mutano - Pai.

Relação de Ravena com Mona - As duas são grandes amigas. Ravena, apesar de ser pavio curto. Sempre aturou as tolices da filha. E ensinar os poderes para a filha foi bem difícil, mais difícil do que quando Mutano ensinou. A filha sempre se perdia no meio da explicação ou se transformava em um animal.

Relação de Mutano com Mona - Foi um trabalho ensinar a filha a se transformar. Mas finalmente conseguiu. Os dois sempre andavam nas ruas em forma de cachorro e pediam comida as pessoas.

Porque é um Vilão?
Três anos depois, Mona estava no último ano do ensino médio. Tudo corria perfeitamente, até as populares daquele colégio a irritarem novamente, ela estava cheia daquilo, sempre uma fofoca sobre ela. Resolveu se vingar das três meninas, Hanna, Charlotte e Beatrice. Depois de duas semanas seguindo o trio. Ela finalmente descobriu vários podres das meninas, pegou todas as gravações que tinha feito e colocou num CD.
Começou a ameaçar o trio enviando cartas assinadas com um "-A". Afirmando que se elas não fizessem o que ela mandar todos veriam o vídeo.

Porque foi preso?
Mona se descontrolou, para ela as meninas eram bonecas, suas bonecas.
Sua mãe e seu pai estavam preocupados com a filha, afinal, ela não estava mais animada e alegre como antes, estava fria e sarcástica. Ravena resolveu tomar providências, usou a própria magia para ver o que a filha fazia e resolveu a internar.
Mona já não sabia o que era real e o que era imaginário, estava insana, para ela tudo era um jogo e era ela quem comandava.

Armas que usa:



Habilidades:
⚜Mona muito boa em mentir.
⚜É uma perfeita manipuladora, ela consegue fazer com que a pessoa conte tudo que sabe sem ao menos perceber.
⚜Fez qualquer tipo de luta, de autodefesa até boxe.
⚜Ótima estrategista.

Algum Poder? Qual?:
Mona aprendeu com a mãe alguns feitiços e sempre está com o livro que Ravena tinha por perto. E sabe se transformar em animais como Mutano. Alguns feitiços que Mona aprendeu são: Transformar pessoas em animais ou objetos, queimar as pessoas, congelar todos ao redor(mas por pouco tempo), convocar demônios e sabe se transformar em um também.

Par Romântico? Ou é comprometido(a)?
A autora escolhe o par.

Roupa que usa:
http://angela-bailey.polyvore.com/jenna_marshall/set?.svc=copypaste&embedder=7859514&id=96422058
---Não quis ir como imagem, então deixei só o link---

---A segunda imagem é só o véu, é a roupa do 1º link mais o véu do 2º.---

Nível de insanidade: 83%.

Algo mais?
Mona é obcecada com bonecas, apelidou todas que tem com o nome das pessoas que mais ama nessa vida.




Suicide Squad - Interativa


Te achei rigorosa, mas te entendo, fichas com abreviações são cansativas de ler. E sobre demorar a postar também, nas minhas fanfics eu posto de mês em mês.


🌬Sasha Pieterse como Fawcett Drake❄️
⭐️Minha 3° Ficha⭐️

💥 1° Ficha – Antes de se tornar vilão 💥


╋ Nome Completo: *Fawcett Drake.
*Caso tenha dúvida de como se pronuncia, é só colocar o nome no Google Tradutor e ouvir em inglês.

╋ Significado dos nomes: Fawcett - Não existe. Drake - Dragão.


╋ Apelido(s): 🚫


╋ Nacionalidade: Americana, nasceu em Hollywood.


╋ Idade: 20.

╋ Sexo: Feminino.


╋ Sexualidade: Heterossexual.


╋ Dia do nascimento: 17/02/2000.


╋ Signo: Aquário.


╋ Aparência: Fawcett tem cabelos loiros longos e com cachos nas pontas. Seus olhos são azuis e chegam a ser um pouco puchados, possui uma pele bronzeada. Não é muito alta, nem muito baixa, possui 1,65m.

Gente ela é tão fofa (=^u^=). Aqui, Fawcett tinha sete anos.

Nessa imagem ela tinha treze.



Nessas duas ela tinha dezesseis e dezoito respectivamente.


Os GIFs eu coloquei depois.

╋ Personalidade: Fawcett sempre foi uma menina arrogante. Todos deviam fazer o que ela queria e na hora que ela queria. Aprendeu com cinco anos a prender a respiração por muito tempo. E foi assim que ela manipulou a mãe para ter tudo que queria. Uma menina que não liga para ninguém além de si mesma. Não importa se for melhor amiga(o), ela pode ferrar com a vida dessa pessoa num piscar de olhos.
Mentirosa. Uma palavra que a define é essa. A sua vida inteira ela mentiu para mãe, pai, amigos, irmão. Nunca, nunca alguém sabe se o que ela conta é verdade ou uma história que ela inventou. Uma fria e sarcástica. É bem clichê, eu sei, mas ela nasceu com esse dom, não suporta perguntas idiotas. Ela sempre odiou os perdedores, se eles a tocassem ela teria um infarto na hora. Fawcett também é uma menina carente. Por mais que ela não consiga demonstrar, ela é muito carente.


╋ História: Fawcett aos sete anos ganhou um vestido de natal. Era rosa e brilhante. Amou tanto que não conseguia parar de usar. Mas aí, seu irmão velho manchou o vestido com ketchup. Ela ficou tão furiosa que não quis sair do quarto. Nunca perdoou o irmão, seu vestido ficou com uma mancha tão enorme que ela resolveu queimá-lo. Umas semanas depois sua mãe resolveu fazer um dia de mãe e filha. As duas foram ao shopping e lá, a menina viu um lindo vestido azul. Mas era tão caro, Mary, sua mãe, não quis comprar, o vestido era uma nota, a menina não saiu da loja um minuto sequer. Ficou lá até a mãe querer pagar, se conseguiu o que queria? Lógico, ela sempre conseguiu o que quer. Uma vez resolveu adotar um cachorro, mas seu irmão odiava animais, e sua mãe era alérgica. Ela insistiu tanto, e depois de tanto fazer cena, a mãe ainda assim não adotou o animal. Fawcett no mesmo dia falou com sua amiga, uma de suas melhores amigas, para ela convencer a mãe a adotar o animal. Deu a descrição, o nome pelo qual chamavam e a raça do animal. A amiga conseguiu, no mesmo dia ela trouxe o cachorro para casa e Fawcett brincou com o animal o dia inteiro.
Treze anos, uma idade marcante para qualquer um, início da adolescência, ninguém esquece. Fawcett resolveu comemorar seu aniversário numa casa de festas caríssima. Todos da família insistiram para ela fazer isso quando tivesse quinze anos. Mas a menina não aceitou a ideia. Iria fazer a festa custe o que custar. Já sabia até o tema. Faria sobre suspense e mistério. Uma festa que se encaixa no Halloween bem no início do ano. Fawcett era - ainda é - uma garota com ideias mirabolantes.
Mas ago terrível aconteceu, ninguém, repito, ninguém apareceu na sua festa. Fawcett percebeu que não tinha ninguém. Suas amigas nem foram. No dia seguinte disseram que estavam ocupadas com dever de casa. Fawcett queria mais que tudo sair da escola, faltou durante uma semana. Estava arrasada, a menina mais popular não tinha ninguém. Como assim? Algo estava errado. Mas não estava, Fawcett não conseguia aceitar isso, e ela não ia aceitar.
Dois anos se passaram, a menina descobriu que as quatro garotas não se falavam mais. Cada uma no seu canto, no colégio ela mal conseguia atenção. Ela não podia deixar isso assim. Tinha que ter algo que a valorizasse. Podia ser atriz ou cantora. Qualquer coisa, só queria um pouco de atenção.
Tentou entrar no clube de música, lotado. Clube de teatro, lotado. Clube de cozinha, lotado. Todos estavam lotados, ela desistiu, resolveu se mudar e ir morar em outra cidade e estudar em outro lugar.
Um semana depois a família inteira foi morar em Londres, a menina finalmente começou uma nova vida. Sua personalidade mudou radicalmente, dava atenção à todos na nova escola e evitava ao máximo ser sarcástica.
Resolveu fazer uma festa para se enturmar, e dessa vez todos foram. Ela tinha tudo, amigos, fama e talento.
Fez aula de canto, de desenho, teatro. - gastou dinheiro a toa, ela sempre foi uma boa atriz, só nunca percebeu isso. - Era tudo perfeito. Até que percebeu que algo estava errado. E era sobre sua vida nova.


⛄️ Família ☃


▶ Nome: Michelle Drake.

▶ Idade: 40.

▶ Relacionamento com o personagem: Uma mãe que nunca ligou para a filha. Elas não se amavam, mas não se odiavam. Era uma troca de favores, uma fazia o que a outra queria e as duas saiam ganhando.

▶ Aparência:


▶ Vivo ou morto: Está viva e atualmente trabalha como Chef de cozinha.


▶ Nome: Josh Drake.

▶ Idade: 44.

▶ Relacionamento com o personagem: Pai de Fawcett. Eles mal se falavam, mas se amavam mais que tudo. Sempre que podia levava a filha para passeios.

▶ Aparência:


▶ Vivo ou morto: Morto.


▶️Nome: Jason Drake.

▶️Idade: 22.

▶️Relacionamento com o personagem: Irmãos. Se odeiam mais que tudo na vida. Ela roubou os pais dele. Sempre dão atenção a ela, logo quando nasceu, Jason ficou totalmente de lado. E isso fez com que ele tivesse um ódio mortal da menina.

▶️Aparência:


▶️Vivo ou morto: Vivo, mora num apartamento com a mãe. Ele e Fawcett se odeiam. Sempre brigam quando estão no mesmo cômodo.


▶️Nome: Todd Cavanaugh.

▶️Idade: 47.

▶️Relacionamento com o personagem: Pai adotivo de Fawcett. Um bêbado e maníaco. Toda noite tentava abusar Fawcett.

▶️Aparência:


▶️Vivo ou morto: Morto. Fawcett o matou. (Não posso dar muitos detalhes. Está tudo na história do vilão.)


▶️Nome: Mary Cavanaugh.

▶️Idade: 40.

▶️Relacionamento com o personagem: Mãe adotiva de Fawcett. Não é muito de conversas. Ignorava Fawcett toda vez que a menina ia falar com ela.

▶️Aparência:


▶️Vivo ou morto: Morreu também. Fawcett a matou. (Não posso contar muito.)


🌬 2° Ficha – Vilão 💨

╋ Identidade falsa: A Bela Dama. Ela pôs esse nome graças a seus seguidores na escola. Todos a chamavam de bela ou dama. Ela apenas juntou ou dois nomes.


╋ Aparência de vilão:


Nessas duas imagens, Fawcett tinha os cabelos lisos, e usava roupas formais. Ela ainda estava um pouco sã.






Nesses GIFs e imagens, seus cabelos voltaram a ser cacheados nas pontas. E aqui ela já não é mais sã.


Esse gif eu coloquei pra mostrar como ela fica com peruca.

╋ Habilidades:
⚜Fawcett é muito boa em mentir.
⚜É uma perfeita manipuladora, ela consegue fazer com que a pessoa conte tudo que sabe sem ao menos perceber.
⚜Fez qualquer tipo de luta, de autodefesa até boxe.
⚜Ótima estrategista.
⚜Se passa por várias pessoas, sabe disfarçar sua identidade.


╋ Poderes: 🚫

╋ Como conseguiu os poderes: 🚫


╋ História de vilão: Fawcett ficou bem calada durante uma semana. Pensando o que tinha de errado. Até que finalmente descobriu, seus pais não se mudaram porque ela quis. E sim porque ela seria adotada por um casal! Mas não era porque eles a odiavam, e sim porque estavam numa crise financeira. Seu irmão, Jason, moraria com a mãe, e a mesma arrumaria um emprego. Já Fawcett seria adotada. Seu pai iria à falência em pouco tempo. Ela odiou a ideia, queria morar com o pai. Mas ele não podia sustentar nem a ele mesmo. Estavam falidos. Fawcett implorou morar com a mãe e o irmão. Mas, seu irmão a odiava, e o que a mãe ganharia com isso? Elas só se falam quando as duas ganham, e se fosse para ter mais prejuízo, Michelle preferiu ficar apenas com Jason.
Malas prontas, as papeladas já tinham sido assinadas. A mãe e o irmão já tinham se mudado. O pai estava endividado. E a pobre menina ia morar com estranhos.
Mary Cavanaugh e Todd Cavanaugh, um casal rico e de respeito. Fawcett se despediu do pai e entrou no carro junto com o casal. Já pela sua cara podia perceber que não estava contente com a ideia. A viagem inteira eles tentavam puxar assunto, mas a menina apenas ignorava.
Após chegar na casa - e que casa - Fawcett pegou sua mala e entrou, várias pessoas estavam ali. Concluiu que eram funcionários do casal. Subiu as escadas e achou uma porta escrito Alison Cavanaugh. Entrou sem pensar, se sentou na cama e olhou o quarto, totalmente rosa. Mary entrou logo após, e explicou tudo a menina. Seu nome a partir daquele dia seria Alison Cavanaugh, e se ela reclamasse iria morar com o pai na rua.
Apenas um dia ali já fez com que a menina odiasse sua nova vida. Os empregados não faziam nada do que ela pedia. Mary mal falava com ela, e Todd era um maníaco. A noite ele batia em Mary, e por pouco Alison não foi abusada pelo pai adotivo. Toda vez que ele entrava no seu quarto bêbado, ela se escondia no baú que ficava na frente de sua cama.
Até que, enquanto Ali fazia seu dever de casa. Escuta alguém batendo em sua porta fortemente. Não sabia onde se esconder, colocou a cômoda na porta e colocou a maioria de suas roupas numa mochila. Pular a janela seria difícil, era muito alto, e se ela não pulasse, Todd entraria no seu quarto, não pensou duas vezes e se jogou da janela. Seus joelhos e cotovelos arranhados, estava tremendo muito, correu o mais rápido que pode, mas quando chegou no portão foi cercada por alguns funcionários da casa. Sua vida ali era um inferno, ela não ia morar nessa casa mais um dia. Tentou empurrar todos que estavam na sua frente mas não conseguiu. Nessa hora, um pano foi colocado em sua boca e Ali desmaiou.
Acordou num porão, acorrentada e suja. Todd e Mary entraram no cômodo e pegaram alguns objetos. Aquele seria seu castigo, ser torturada. "Casal rico e de respeito. Percebi." Ela pensou. Mary pegou sal e jogou em todos os seus cortes. Seu grito foi alto e agudo. Todd pegou uma faca, saiu da sala e voltou. Encostou a faca na coxa de Ali, perto da parte íntima, outro grito. A faca estava quente, Fawcett não aguentava mais. Todd pegou um cinto e bateu na menina. Ficou cheia de marcas. O casal saiu e deixaram a menina ali. Logo no dia seguinte, quando foram deixar seu café, a menina não estava ali. Olharam em todos os cômodos da casa. Ela estava no seu quarto, cabelos na frente de seu rosto, um sorriso malicioso, segurava uma faca, e alisava a mesma. Pegou uma caixa de fósforos que tinha achado no porão, acendeu um palito e deixou cair. O fogo se espalhou pelo chão até chegar em Mary e Todd, uma caixa de álcool estava bem atrás de Alison. Ela jogou o líquido ali enquanto todos a procuravam. Pegou a mochila e pulou a janela de novo. Mas dessa vez não fugiu, foi morar no celeiro da casa. Bem, ela passaria a noite ali.
Acordou e viu um corpo de bombeiros em volta da casa. Foi até eles e explicou sua versão da história. Foi levada até a delegacia, cujo ligou para sua mãe. E se Michelle não cuidasse da menina seria presa. Três anos depois, descobriu que o pai morreu após tentar roubar um banco. Ficou deprimida. Não saiu do quarto por um mês. Culpou a mãe e ao irmão. Acabou sendo internada em um sanatório pois estava tendo vários surtos e seu humor mudava constantemente. Seu doutor, Bumby, fazia seções de hipnose. E em todas essas seções seu objetivo era mudar as memórias de Fawcett. Mas para isso ela não precisava de ajuda, ela sempre teve esse dom. Tudo de ruim na vida dela, ela transformava para melhor. E se todos soubessem disso um pouco antes. Ela não estaria no sanatório, pelo contrário, estaria em Hollywood no seu antigo colégio.


╋ Personalidade de Vilão: Sua personalidade não mudou muito. O que acrescentou foi sua constante mudança de humor em menos de minutos. E toda vez que quer algo, seduz a pessoa com sua voz doce. Fala o que pensa na hora. E de vez em quando fala o que lhe vem à cabeça, mesmo que não tenha a ver com o assunto. Às vezes até quando todos estão em silêncio.

╋ Roupa de vilão:


É a da direita.


Fawcett usa mais a primeira roupa. As outras duas é raro. Mas usa.

╋ Armas:

O machado ela roubou de uma loja de colecionadores. Quando tinha dezessete anos passeou pelas ruas de Londres e viu o machado. Não pensou duas vezes, foi correndo para casa e colocou uma peruca e passou maquiagem. Voltou na loja, seduziu o vendedor, pegou o machado e foi embora. E só depois que o vendendo percebeu.

Outro item de colecionador. Fawcett ainda tinha dezessete. Namorou um garoto rico, Brandon, mas não era popular. Usava óculos e era gordo. Namoraram por um mês e Fawcett logo separou. Mas lógico que quis levar um presente com ela.
A arma ela comprou, mas estava insatisfeita com a aparência, então ela enfeitou e ficou assim.

〽️Ela também sabe mexer com bombas relógio e qualquer objeto cortante.

Informações


╋ Gostos:
⚜As cores rosa e preta.
⚜Animais.
⚜Chocolate.
⚜Filmes de suspense e/ou terror.
⚜Livros, de preferência suspense e/ou terror.
⚜Salto alto.

╋ Desgostos:
⚜Odeia crianças.
⚜Filmes de final feliz, isso é vida real, nem sempre temos finais felizes.
⚜Seu irmão.
⚜Toda comida que é gordurosa.
⚜Quem é leal.

╋ Manias:
🔱Ela mexe no cabelo quando está tensa.
🔱Bate as unhas na parede, mesa, ou qualquer outro lugar. Toda vez que ela está pensativa faz isso.

╋ Medos:
🔱Medo do sal. Depois daquela experiência na mansão dos Cavanaugh, ela ficou pavor de sal. Principalmente quando está machucada, só de ouvir o nome sal já fica paralisada.
🔱Tem medo do irmão. Ela sabe que ele não é muito confiável. O garoto se envolveu com drogas aos dezesseis anos.


╋ Objeto valioso: 🚫


╋ Extras da aparência: 🚫

╋ Alguma meta de vida: Ter sua vida de volta. Ela quer voltar para Hollywood, onde tudo começou. Se ela não tivesse saído de lá seu pai ainda estaria vivo. E ela teria uma nova chance de se reconciliar com todos da escola.

╋ Par:


( ) Escolherei eu mesmo
( ) Criarei o par do meu personagem (Depois de um tempo pensando, eu poderia ter feito um par para uma personagem minha. Mas preferi fazer três meninas e uma não é par da outra, vai entender.)
(❌) Quero que a autora escolha por mim
Seu par perfeito seria um que faria de tudo por ela. Daria sua alma só para tê-la.

╋ Música do personagem: Secret - The Pierces, This Little Girl - Cady Groves e No One's Here - Naughty Boy ft. Bastille.

╋ Frase que seu personagem sempre diz ou interpreta em sua vida:
"Se você não acredita na sua própria mentira, como quer que os outros acreditem?"



╋ Algo a mais:
🔺Eu não sei se disse isso antes, mas ela é um poço sem fundo de segredos. (Se eu já escrevi isso antes me perdoa, eu estou com muito sono.)

╋ Sabe que posso matar seu personagem se preciso, não sabe: ✅

╋ Seu personagem será de minha autoria a partir dai, tem noção disso: ✅


✨Katherine McNamara como Áurea Fontaine✨
❌Minha 2º ficha❌


1° Ficha – Antes de se tornar vilão


╋ Nome Completo: Áurea Fontaine.


╋ Significado dos nomes: Áurea - de ouro. Fontaine - fonte de água.


╋ Apelido(s): Aurora.


╋ Nacionalidade: Francesa. Nasceu em Lyon.


╋ Idade: 21.

╋ Sexo: Feminino.


╋ Sexualidade: Bissexual.


╋ Dia do nascimento: 20/04/1999.


╋ Signo: Áries.


╋ Aparência:







╋ Personalidade: Áurea é uma menina gentil e de bom coração. Pensa nos outros em 1º lugar e raras as vezes em que grita com alguém. Sempre foi amada pelos pais por ser organizada e no colégio. Mas ela era tímida e sua voz era tão baixa. Sem contar que tinha medo até do barulho de quando a água do chuveiro batia no chão.


╋ História: Áurea nasceu de uma família podre de rica. Era amada pelos pais e tinha poucos amigos no colégio. Sempre mudava de escola pois sofria bullying e às vezes arrumava problemas. Aos quatorze anos, foi a um baile a fantasia. Ela foi com um vestido preto e longo. No baile, ela viu um lindo rapaz vestido de Drácula. Tentou chamar a atenção do garoto e acabou conseguindo. Eles dançaram, comemoraram e se beijaram. Mas foi aí o erro, Áurea saiu correndo e se esbarrou em uma menina de olhos azuis e cabelos pretos. Elas começaram a conversar sobre os problemas que tinham até Belle, a menina que acabara de conhecer, dar a ideia delas dançarem. Curtiram a festa e no final do baile foram embora juntas, a menina morava perto de Áurea e acabou pegando carona com a mesma. Elas continuaram conversando e viraram melhores amigas.
Com quinze teve sua maravilhosa festa de aniversário, a maioria das pessoas presentes eram parentes. Belle também foi na festa, com mais um garoto. O mesmo garoto que Áurea beijou há um ano atrás.
Ela descobriu que eles eram namorados então resolveu não tocar no assunto. Até que aos dezessete, Pierre, o garoto que a beijou, a chamou para sair. Disse que gostava muito dela e que iria terminar o namoro com Belle no dia seguinte.
A menina quando chegou em casa chamou a amiga para conversar, tentar explicar que ela não queria nada com o rapaz. Belle nem deu tanta atenção, disse que nunca gostou de verdade do garoto, e que na verdade nunca teve interesse em garotos. Apenas estava com ele por causa da mãe, disse também que tinha interesse em uma menina, e queria que Aurora ajudasse dando conselhos.
Dois anos se passaram, as duas continuaram amigas, Aurora nunca mais viu Pierre e se mudou para Paris. Ela perdeu sua timidez e fez curso de balé. Conheceu uma menina chamada Charlotte e as duas viraram amigas também. Mas Áurea percebeu que Charlotte queria algo a mais. Porém, ela percebeu isso tarde demais.
Estavam as duas no quarto jogando, até que Lotte fala que queria contar uma coisa para Aurora.
"E-eu... Eu gosto de você Áurea." A menina desabafou, Áurea não sabia o que falar, estava em choque. Ela nunca gostou de uma menina antes, só de meninos, e de repente uma garota fala que gosta dela. "Vamos pelo menos tentar." Lotte implorou, as duas se conheciam fazia meses. Aurora deu uma chance a garota, as duas se beijaram e voltaram a jogar.
Não havia se passado uma semana que começaram a ficar e Aurora dormiu com Lotte.
As duas resolveram namorar e tudo corria bem, bem até demais.
Áurea, depois de seguir a namorada o dia inteiro, descobriu que Charlotte seduzia garotas e no final as dopava e mandava para casas de prostituição.
A menina então resolveu fazer um agrado a Lotte. Quando a mesma chegou em casa viu Aurora deitada na cama, ela se aproximou, e após dar um beijo em Áurea, a mesma enfia uma faca em suas costas.
Aurora matou Charlotte esfaqueando-a cinco vezes. A menina esquartejou o corpo e escondeu numas sacolas de lixo da cor preta. No dia seguinte ela ia jogar aquilo fora.
Tentou dormir mas não conseguiu, acordava toda hora e acabou tomando calmante para dormir.
Acordou, jogou o corpo fora e arrumou as malas, foi até o aeroporto e comprou uma passagem para Lyon.
Aos vinte anos trabalhou como psicóloga, mas percebeu que esse trabalho não foi para ela. Odiava escutar os problemas de outras pessoas. Porém, depois de tanto tempo trabalhando como psicóloga, alguns dos problemas que eles lhe contavam viraram seus problemas. Aurora misturou sua vida com a vida dos seus pacientes. Ela ficou louca.


❌Família❌


▶ Nome: Annie-Marríe Fontaine.

▶ Idade: 42.

▶ Relacionamento com o personagem: Mãe de Áurea. As duas sempre brincavam e era Annie quem dava as aulas particulares para a filha. Sempre e até hoje é uma mãe atenciosa e carinhosa com a filha. Mesmo que ela já tinha vinte e um anos, e seja louca.

▶ Aparência:


▶ Vivo ou morto: Está viva e atualmente mora em San Francisco com seu marido John. Trabalhava como professora mas hoje em dia vive com o salário do marido.

▶️ Nome: John Fontaine.

▶️ Idade: 57.

▶️ Relacionamento com o personagem: Pai de Áurea. Um pai severo é o que Áurea diz. Mas no fundo ele só quer o bem dela, sempre que tinha folga do trabalho ia brincar com a filha e quando não precisava acordar cedo no dia seguinte contava histórias de dormir a filha.

▶️ Aparência:


▶️ Vivo ou morto: Está vivo também e mora em San Francisco com a mulher. Ele trabalha como detetive por isso sempre acordava cedo e raras as vezes que tinha folga.


2° Ficha – Vilão 

╋ Identidade falsa: Cisne Negro. Deu esse nome a si mesma pois numa apresentação de balé ela foi escolhida para fazer a Cisne.


╋Aparência de vilão:


O que mudou foi o cabelo ter ficado liso e o couro cabeludo escureceu.

╋ Habilidades:
•Sabe manusear um cutelo, facão e adaga perfeitamente.
•Consegue desviar ataques facilmente graças a sua agilidade e elasticidade.
•Consegue pegar algo de alguém sem que a pessoa perceba.
•É forte, praticou um pouco de luta, mas não é invencível.

╋ Poderes: ❌

╋ Como conseguiu os poderes: ❌


╋ História de vilão: Como já citei antes, Aurora misturou a história de seus pacientes com a sua história. Não sabe mais o que aconteceu e o que é falso. Sempre tem pesadelos e vive tomando calmantes pra dormir. Em uma das sessões com seus pacientes, ela o espancou. De acordo com Aurora o garoto falava demais e era muito irritante. Foi presa mas em menos de um ano foi solta. Ninguém tinha provas de que ela era louca e de que ela bateu no menino. Acabou se divertindo com esse "engano" e resolveu continuar como psicóloga. Deu vários "conselhos" para seus pacientes, como: "Ah, mate-o e depois esconda o corpo dentro de uma sacola junto com pedras e jogue no fundo do mar." e "Quer saber o que eu penso dos adultos? Querem que nós façamos o trabalho sujo deles.". Ela acabou sendo internada em um sanatório. E até hoje está lá.(Mudei para não ficar muito confuso caso ela seja aceita.)

╋ Personalidade de Vilão: Louca, não consegue diferenciar o real do imaginário, só de vez em quando. Fria e tem um senso de humor nada engraçado. Ela é muito rude e odeia todos que sejam acima de quarenta. Se finge de sonsa toda hora, mas no fundo ela entende palavra por palavra do que a pessoa falou. É sincera até demais, e ainda assim consegue ser mais falsa que uma nota de três reais.

╋ Roupa de vilão:


╋ Armas:

O chicote ela achou na bolsa de Charlotte no dia que a mesma morreu.



A arma ela roubou do pai.



O cutelo ela tinha em casa.

Informações


╋ Gostos: Chocolate, livros, tiaras com penas e a cor roxa.

╋ Desgostos: Revistas de fofocas, salto muito alto, roupas curtas e pessoas que mentem mal.

╋ Manias: Quando está nervosa sente que precisa roubar uma roupa.

╋ Medos: Cobras.


╋ Objeto valioso: ❌


╋ Extras da aparência: ❌

╋ Alguma meta de vida: Voltar a ser psicóloga, por mais estranho que seja, ela gosta de ver a cara de aterrorizado de seus pacientes.

╋ Par: 


( ) Escolherei eu mesmo 
( ) Criarei o par do meu personagem
(✖️) Quero que a autora escolha por mim
O tipo de par perfeito para Aurora seria aquele um que fosse louco igual a ela. E que nunca, jamais, mentiria para ela.

╋ Música do personagem: The Devil Whitin - Digital Daggers e Where's my mind - Pixies.

╋ Frase que seu personagem sempre diz ou interpreta em sua vida: Pessoas podem te surpreender quando você menos espera.


╋ Algo a mais: Aurora odeia quem mente para ela. Uma mentira e pode acabar como Charlotte.


╋ Sabe que posso matar seu personagem se preciso, não sabe: ✅

╋ Seu personagem será de minha autoria a partir dai, tem noção disso: Tenho noção disso.

Me avise se eu esqueci de alguma coisa, terminei agora e ficava toda hora mudando a história e personalidade, não sei se ficou alguma coisa sem sentido.



☆Zoey Deutch como Anabella Campbell☆
❌Ficha❌


1° Ficha – Antes de se tornar vilão


╋ Nome Completo: Anabella Campbell.


╋ Significado dos nomes: Anabella - Graciosa e bela. Campbell - Campo belo.


╋ Apelido(s): Ana, Annie, Bella e Belle.


╋ Nacionalidade: Inglesa.


╋ Idade: 22.

╋ Sexo: Feminino.


╋ Sexualidade: Heterossexual.


╋ Dia do nascimento: 19/05/1998.


╋ Signo: Touro.


╋ Aparência:








╋ Personalidade: Nos seus cinco anos, Ana era uma garota gentil, confiável, carinhosa e ingênua, se não fosse os pais, que nessa idade ainda estavam presentes, ela teria sido sequestrada. Ajudava todos ao seu redor. No colégio era amiga de todos e não deixava ninguém de fora. Fazia de tudo para não magoar seus amigos e familiares. Mas aos poucos virou uma pessoa totalmente amarga, fria e violenta. Ela era o tipo de garota popular e mimada, com o corpo e rosto perfeitos. Todas as meninas queriam ser como ela, e todos os meninos queriam lhe ter como namorada. Mas a gota d'Água foi no seu aniversário de quinze anos. Belle virou uma menina que de longe você sabia que ela não era normal.


╋ História: Ana tinha tudo que queria, seus pais sempre viajavam e ela vivia com a babá. Para compensar a ausência os pais sempre mandavam um presente do país de onde estavam, ou, na maioria das vezes, o que Belle pedia. Tirava notas boas e era amiga de todos do colégio, os professores a amavam, já que a menina mal falava nas aulas e sempre tirava dúvidas. Ela cresceu, e nos seus treze anos virou totalmente o oposto do que era, agora uma menina amarga, fria e violenta. Seus pais quase não apareciam nas suas festas de aniversário o que fez com que a menina tivesse mais ódio dos mesmos e ficasse mais mimada. No colégio, só não repetia pois os pais pagavam uma quantia alta para a filha passar de ano, irritava todos e nos intervalos, além de desprezar os excluídos, ela fazia questão de derramar algum suco neles. Fazia piadas sem graça e as poucas pessoas que continuavam com ela apenas estavam lá para ter a fama de ser popular. No seu aniversário de quinze, a data mais importante de qualquer menina, os pais não puderam comparecer devido ao aeroporto ter fechado graças a neve. E não foi só esse problema, Rebeca, uma de suas "amigas" contou o que achava de Ana na frente de todos, e falou todos os segredos sujos da mesma. Ana perdeu o resto de sua sanidade ali mesmo, puxou os cabelos de Rebeca, e a empurrou na piscina, Ana pulou junto e afundou Rebeca até chegar no ralo, que sugou os cabelos da menina. A menina lutou com todas as forças para sair da piscina mas não conseguiu, os cabelos estavam presos, depois de cinco minutos, Rebeca foi dada como morta.


❌Família❌


▶ Nome: Chloé Campbell.

▶ Idade: 33.

▶ Relacionamento com o personagem: Mãe de Ana, as duas não falavam muito por conta das viagens de Chloé, o que fez com que ela perdesse o contato com a filha.

▶ Aparência:


▶ Vivo ou morto: Está viva, mas arrasada ao saber que a filha foi capaz de matar alguém.

▶️ Nome: Edmond Campbell.

▶️ Idade: 42.

▶️ Relacionamento com o personagem: Pai de Ana, mas o mesmo que aconteceu com Chloé, aconteceu com Ed. Ele e a filha perderam contato. A única diferença é que quem dá os presentes que a filha pede é ele.

▶️ Aparência:


▶️ Vivo ou morto: Está vivo, mas em choque. Para ele a filha é uma vergonha na família.

2° Ficha – Vilão 

╋ Identidade falsa: Hybris, na mitologia grega, era a daemon* que personifica a insolência, violência, orgulho imprudente, arrogância e qualquer comportamento ultrajante no geral.
*Daemon: São deuses de determinadas entidades da natureza humana, como a Loucura, a Ira, a Tristeza, etc.
Nem preciso explicar muito sobre o nome Hybris, pois a personalidade é a mesma que Ana recebeu após perder a sanidade.


╋ Aparência de vilão:


╋ Habilidades: 
•Sabe distrair muito bem as pessoas, podendo "desaparecer" e "reaparecer" em lugares diferentes. É assim que ela consegue fugir de seus crimes.
•Manipuladora, graças a ausência dos pais. Ana consegue manipular qualquer pessoa para ter o que quer.
•Fez clube de teatro. Portanto, tudo que Bella contar pode ser tanto mentira quanto uma outra mentira com mais detalhes.
•É uma ótima nadadora e consegue afogar as pessoas em menos de minutos.


╋ Poderes: ❌

╋ Como conseguiu os poderes: ❌


╋ História de vilão: Como citei antes, nas festa de quinze anos Hybris matou sua "amiga" Rebeca na frente de todos. Foi levada para um sanatório em busca de melhoras mas de nada adiantou. Ela apenas perdia ainda mais sua sanidade. Apenas recebeu a tão esperada alta depois de convencer seu psicólogo de que estava melhor. Hybris prefere sua nova versão, ela sabe que pode ter muito mais do que tinha antes. Mas quem acha que ela está no rumo de vilã apenas para roubar bancos, está enganado. Hybris entrou nesse rumo para se vingar de todos do seu colégio, um por um, depois daquele fiasco da festa muitos chegaram a rir dela.

╋ Personalidade de Vilão: São raras as vezes que ela pensa, e nessa raras vezes, é sempre para bolar um plano para matar ou roubar alguém. Nem um pouco sã. Quando dorme ouve vozes e vê pessoas em seu quarto. Uma fria e sarcástica, os remédios que lhe deram a deixaram com uma incapacidade de amar. Então, se um dia estiver apaixonada, é para valer. Voltando, quando sua paciência chega ao extremo a violência assume. Ela virou uma mulher invejosa, mas não de itens ou beleza, e sim de relacionamentos e a felicidade alheia. Ela não aguenta ver casais felizes. É bem orgulhosa, portanto, se um dia achar seu "felizes para sempre", ela não vai gastar seus sapatos para correr atrás.

╋ Roupa de vilão:


╋ Armas:


A adaga, Hybris conseguiu na sua antiga casa. Seu pai era um colecionador de adagas e Hybris resolveu pegar uma, já que ele mal fica em casa não sentiria falta.



A arma também foi fácil de conseguir, ela comprou numa loja on-line.

Informações


╋ Gostos: Brigadeiro, bonecas, vermelho e uma coroa grande, dourada e brilhante.

╋ Desgostos: Morango, rosa e felicidade alheia.

╋ Manias: Sempre roe as unhas quando está ansiosa.

╋ Medos: Seu medo é sem noção, que suas bonecas ganhem vida.


╋ Objeto valioso: Os laços que ela usa para prender o cabelo, ela os conseguiu após matar sua primeira vítima. Quando puxou os cabelos de Rebeca duas fitas caíram, então as pegou como um prêmio.

╋ Extras da aparência: ❌

╋ Alguma meta de vida: Já expliquei antes mas vou falar de novo, com mais detalhes, Hybris entrou nesse rumo para se vingar de todos do seu colégio, um por um, depois daquele fiasco da festa muitos chegaram a rir dela. E quando terminasse trabalharia como assassina de aluguel.

╋ Par: 


( ) Escolherei eu mesmo 
( ) Criarei o par do meu personagem
(✖️) Quero que a autora escolha por mim
O par perfeito seria aquele que arriscaria tudo por ela, não sua vida, pois Hybris odeia pessoas que colocam a vida das outras em 1°. Também não gosta daquela pessoa melosa demais nem grossa demais, uma mistura de 50% dos dois está ótimo.

╋ Música do personagem: Castle - Halsey, Gangsta - Kehlani e Problem - Natalia Kills.

╋ Frase que seu personagem sempre diz ou interpreta em sua vida: Sempre existe uma segunda intenção nas pessoas quando fazem o bem. Por exemplo: Eu estou aqui porque não quero morrer!


╋ Algo a mais: 1º: Os segredos sujos de Bella quando tinha quinze anos eram: Ela perdeu sua virgindade com seu primeiro namorado semanas antes do aniversário e aos doze se envolveu com drogas.
2º: Depois que conheceu Marina, uma amiga mais velha, tinha dezoito anos. As duas resolveram marcar para ir ao shopping, mas Marina mudou os planos e levou Bella, uma semana antes de completar treze anos, até uma rua pouco movimentada onde pessoas se drogavam. Por isso sua personalidade mudou radicalmente.


╋ Sabe que posso matar seu personagem se preciso, não sabe: Estou totalmente ciente.

╋ Seu personagem será de minha autoria a partir dai, tem noção disso: 💯%.
‼️Se estiver alguma coisa faltando me avise, eu fiquei ontem e hoje trabalhando na ficha, e toda vez parava e ia jogar, ou pensar em alguma coisa para colocar, então não sei se eu pulei algo‼️


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...