~redbulI

redbulI
AND&END
Nome: .holocaust❊
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Jardim de Piranhas, Rio Grande do Norte, Brasil
Aniversário: 2 de Novembro
Idade: 16
Cadastro:

Ponto e vírgula; pausa mais forte que a da vírgula e menos que a do ponto.


Postado

Ponto e vírgula;



ぃぅぇぉっぇ


Querida, oi.
Para começar esse jornal, antes de mais nada, eu gostaria de te dar um cartão de desculpas. Ultimamente você tem estranhado o fato de eu dizer que deveria ter te dado mais valor, mas não é como se eu sentisse que te perdi. Eu ainda te sinto aqui. Do meu lado. Aqui dentro.
A questão dessas palavras se resume ao infeliz acontecimento de termos nos afastado nos últimos… dois meses? Eu sinto muito por isso, e sei que sente também. Porém, eu entendo as circunstâncias e principalmente o seu lado nisso. É foda ter uma vida cheia, né? Mesmo não estando tão presente aqui, e nem entrando em contato comigo, eu fico feliz por estar levando uma vida que pode não ser perfeita agora, mas vai te ajudar a ter uma completa no futuro. Eu te desejo toda a felicidade do mundo, e eu estou lutando para que essa frase não fique parecendo clichê ou “automática”, visto que a maioria das pessoas que dizem isso para nós são pessoas aleatórias em aniversários, ou qualquer situação também aleatória. Eu realmente desejo toda a felicidade do mundo para você, e para isso, desejo também que seu coração se recomponha e largue esse sentimento que só tá te afetando. O babaca que te machucou é só mais uma das diversas crianças que abandonaram o parquinho cedo demais. Você merece gente melhor, tipo eu. <3
Mas, falando sério, Bruna, já te disse antes que te admiro bastante, né? Eu vejo sempre você lutando por alguma coisa que quer e só desiste quando consegue. Te vejo estudando, estudando, e se tornando uma pessoa cada vez mais sábia e interessante. Sempre que fala comigo, não importa o assunto, um sorrisinho bobo aparece na minha cara. É tão bom saber que tenho você comigo.
Sem contar, também, que você é linda. Deus, como eu queria que fosse minha modelo um dia. Eu te fotografaria de todos os ângulos, o tempo todo. Eu amo o seu cabelo, suas mãos, suas clavículas, e todo o resto. Todo mesmo.

No começo desse ano, ou no final do ano passado, eu vivia por reparar em ti na timeline. Naquela época, você entrava bem mais, conversava mais com a sua rodinha, era presente. Passava reto por todos na tl, mas se tinha atualização sua, mesmo para alguém, eu parava pra ler. Eu lembro de quando você mandava coisas românticas para a outra Ana e eu dava rt, zoando o fato de eu me passar por essa Ana. Você entrava na zoeira também, e essas eram as únicas vezes que nos falávamos. Infelizmente, não consigo lembrar como ficamos amigas de fato, mas eu lembro de quase todas as nossas conversas, as vezes em que brigava com a Ana, quando rolou o tal término, quando houve, e ainda há, problemas com seus pais, com o melhor amigo, que atualmente é o babaca que te machuca e que o detesto por isso, seus chushhhhhs, e tudo mais.
Falamos bastante de você, mas nem um terço do falamos de mim. Querida, não sei como me aguenta, realmente. Principalmente quando eu falo de garotos. Dada tá aí pra provar isso, se não fosse por você, nem teria rolado.


AH, sabe do que eu lembrei agora? As MPs! Aquele poema que fez pra mim, e minha tentativa de resposta KKKKKKK, foi aí que surgiu as Mocinhas. Seus áudios em francês, as primeiras vezes em que escutei a sua voz. Todas vieram de surpresa. Você sempre me pegava desprevenida.
Queria ressaltar também um fato importante, e que nunca te contei. Escolhi Baby Steps (TTS) para ser a minha música com uma outra pessoa, mas eu tive de trocar depois disso, pois toda vez que a ouvia, consequentemente, lembrava de você. Se me permite oficializar, essa é a nossa música.



Eu chego a achar fofo quando fica com ciúmes. E sem noção também. Você deve saber que como você não há ninguém.


Je t’aime, Mocinha da estrada. Queria deixar algumas palavras para você em francês, mas você saberia que eu corri pro famoso translate. #SantoTioGoogle.
Obrigada por ser tão espetacular na minha vida. A pessoa que eu sempre penso em primeiro lugar. Ninguém é perfeito, Bruna, mas de qualquer forma, você é @extraordinaria.

Escutando: baby steps
Lendo: P.S: me perdoe por ter demorado tanto p fazer um jornal p ti </3 estive juntando, ou pelo menos tentando, palavras cabíveis para um sentimento tão grande.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...