~_Lilium_

_Lilium_
A sweet agony
Nome: 21st Century Girl
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Julho
Idade: 13
Cadastro:

Between Gods and Humans: Ficha


Postado



|Helena Chandlar|
|17 anos|
|Semideusa
|Filha de Afrodite|

𝑀𝑒𝓊 𝓈𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒 𝓅𝑒𝓇𝓉𝑒𝓃𝒸𝑒 𝒶́ 𝒜𝒻𝓇𝑜𝒹𝒾𝓉𝑒, 𝓂𝒶𝓈 𝓂𝑒𝓊 𝒸𝑜𝓇𝒶ç𝒶̃𝑜 𝓅𝑒𝓇𝓉𝑒𝓃𝒸𝑒 𝒶́ 𝓋𝑜𝒸𝑒 𝑅𝓊𝓀𝒾 𝑀𝓊𝓀𝒶𝓂𝒾...


Quando você foi embora
Pensei que nunca mais seria a mesma
Você é o ᴘᴇsᴀᴅᴇʟᴏ que 𝓷̶𝓾̶𝓷̶𝓬̶𝓪̶ termina?
𝒮𝑒 𝑒𝓊 𝓅𝓊𝒹𝑒𝓈𝓈𝑒 𝒻𝒶𝓏𝑒-𝓁𝑜 𝓃𝑜𝓋𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒...
Eu não mudaria nada
𝙿𝚘𝚛𝚚𝚞𝚎 𝚖𝚎 𝚏𝚎𝚣 𝚜𝚎𝚛 𝚚𝚞𝚎𝚖 𝚎𝚞 𝚜𝚘𝚞
E agora eu estou quebrando



Ɲσмє:
Helena Chandlar:

Helena:
Helena: Significa “a reluzente”, “a resplandecente”.

Helena é um nome feminino que teve origem com o grego Heléne, a partir de heláne, que significa “tocha”. O termo hélê quer dizer “raio de Sol”, fazendo com que o significado de Helena seja “a reluzente” ou “a resplandecente”.
Estamos diante de um bonito nome predominantemente feminino que reflete esperança em virtude do seu étimo.
Este nome foi difundido a partir de Helena, que ficou conhecida pela sua beleza. Filha de Zeus e Leda - esposa do rei de Esparta Menelau -, segundo a mitologia grega, foi raptada por Páris, rei de Tróia, e o seu resgate, sob a ordem de Menelau, deu origem à famosa Guerra de Tróia.
Outra portadora deste nome que influenciou na sua popularidade foi Santa Helena, mãe do imperador romano.

Constantino, falecida em 338. Esta personagem histórica foi homenageada pelos ingleses com 135 igrejas dedicadas exclusivamente a ela.
Foi um nome adotado inicialmente pelos primeiros cristãos para homenagear a santa, se tornando muito popular no País de Gales, mas só chegou à Inglaterra após a conquista normanda, sob a forma Elena.
Foi também muito comum neste país como Ellen durante a Idade Média e a variante Helen só passou a ser utilizada após o Renascimento.

Chandlar:
Originado da cultura francesa. Chandlar significa fabricante de velas.
Sobrenome originado da parte paterna de sua família.


AρєƖιɗσs:
Lena:
É um apelido bem comum na vida de Helena. Qualquer pessoa que tenha intimidade com a garota, tem o direito de chama-la assim, entretanto, caso seja algum desconhecido, Helena ficará meio desconfortável, porém, não irá reclamar.

Hellen:
Sua mãe, quando Afrodite se comunica com ela pela mente, costumava chama-la por esse apelido. Tal apelido é bem pessoal para Helena, por isso, apenas seu pai tem permissão para chama-la desse jeito.

Leny:
Sua melhor amiga, que por acaso deveria ter uma mini quedinha pela azulada, á chamava por esse apelido. Ninguém nunca teve muita criatividade para chama-la por este apelido, entretanto, ela realmente não liga para esse apelido, se tornando bem indiferente com quem á chama tal coisa.

Petit Rêve:
Petit Rêve, significa: Pequeno sonho, em francês. Quem á chama por esse apelido, é Ruki, que fala que ela é tão bonita, mas tão irreal como um sonho. Ela acha o apelido meio irritante, já que o mesmo, por mais que não pareça, criou esse apelido com o objetivo de irrita-la


ǀɗαɗє:
Helena nasceu dia 26 de setembro de 1999, tendo 17 anos de idade. A azulada possuí o signo regente em Libra, Lua em aries e ascendência em Aquário.
Helena acredita em astrologia, entretanto, apenas uma vez ou outra lê seu horóscopo do dia.
A maioria das pessoa ficam desacreditadas quando ela diz sua idade, isso, por conta de sua aparência angelical e por conta de seus traços, dizendo que ela parece ter 15 anos, no máximo.



ƝαcισηαƖιɗαɗє:



Helena é francesa, nascida na cidade do amor ou se preferir, na cidades das Luzes: Páris.
Por ser francesa, Helena possuí um sotaque forte na maioria dos idiomas em que a mesma é fluente.


Aραяє̂ηcια:

































Helena, com certeza, foi abençoada por Afrodite no quesito beleza.

Com longos e incomuns, cabelos esverdeados que batem, exatamente, em sua panturrilha. Na maioria das vezes, é possível vê-los presos em duas marias chiquinhas -presos, eles chegam em sua coxa- ou em um rabo de cavalo. Por conta de sua vaidade, a Chandlar possuí um enorme cuidado com seus cabelos, sendo que apenas pessoas que tem sua permissão podem toca-lo ou afaga-los. Os mesmos são sedosos e perfumados, sendo seu perfume, um inebriante Shampoo de rosas.

Seus olhos são semelhantes á água cristalina de um lago, são verdes em uma tonalidade meio azuladas. Seu contorno é belo, destacando-os ainda mais. Seus cílios são longos e volumosos, principalmente os da parte superior. Suas sobrancelhas são claras e de estrutura mediana. Os que olham para seus olhos, dizem ficar completamente hipnotizados pela imensidão verde água que enxergam.

Seus traços são finos e delicados. Seu nariz é pequeno e delicado, sendo ele, um tanto quanto arrebitado. Sua pele é clara e alva, além de bem macia, com um cheiro inebriante de rosas. Lábios carnudos e viciantes, em um tom rosa-avermelhados, com um gosto viciante de morango, faz com que seus ficante sintam ainda mais vontade beija-los. Bochechas naturalmente coradas e bem macias.

Seu corpo é desenvolvido e esguios, típicos das garotas de sua idade. Seus seios possuem uma estrutura mediana, sendo que a garota usa o tamanho 42 de sutiã.Sua cintura, é uma cintura fina e delicada, sensível ao toque e dando grande destaque ao quadril, ligeiramente largo e saliente. Seu traseiro é mediano, livre de "imperfeições" (Celulites, estrias...) além de bem empinados. Suas pernas são meio finas, entretanto, ainda existem, sendo elas longas e torneadas. Suas coxas são medianas e durinhas. Helena possuí a barriga lisa e livre de quaisquer "gordurinhas" extras. A mesma possuí um estrutura média-baixa, medindo pouco mais de 1,63 e pesando 52 Kg.


ƤєяѕσηαƖιɗαɗє:



Helena é o quê podemos chamar de "Recipiente de Sonhos"

[ Sonhadora:O olhar que sempre está estampado na face da azulada, é um olhar vago, sonhador e distante. A garota, quase sempre está de olhos fechados, ouvindo músicas em seu celular no volume máximo, enquanto vive em sua própria realidade, desligada do restante da humanidade. Prefere estar afastada da realidade, vivendo em sua própria, onde todos os seus sonhos podem se tornar realidade. Não gosta de ficar em lugares de muita movimentação, pelo fato de acha-los muito barulhento, preferindo ficar em lugares menos turbulentos.]

[ Calma: Mesmo estando em meio á discussões, Helena sempre manterá o tom de voz monótono, calmo e acima de tudo: Controlado. A azulada detesta muito barulho, ficando incomodada quando se tem uma pessoa muito escandalosa ao seu lado. Não se pode dizer que a Chandlar é uma garota de linguajar sujo, entretanto, quando a mesma estiver, realmente, muito nervosa, ela não irá se conter na hora de soltar vários palavras feias. Helena, em si, é uma garota pacífica que não é muito chegada em brigas, agindo muito mais pela razão do que pela emoção, tratando tudo com extrema calma, podendo até ser considerada um pouco fria. Além de, a Chandlar, ser uma moça de poucas palavras e meio fechada. Mas há um porém: Se Helena, definitivamente, tiver perdido a paciência com você, ela não irá se conter quando se tratar de lhe ofender e em alguns casos, a mesma irá poder até partir para a violência.]

[ Amorosa: Com aqueles que conhece e possuí intimidade, Helena torna-se uma pessoa mais aberta, divertida e carinhosa. Adora a companhia das pessoas amadas, podendo até ser um pouco grudenta com tais pessoas, ficando abraçada com elas o tempo tudo, oferecendo seu colo para que ela possa deitar, etc. Além disso, quando Helena pega confiança com alguém, ela se torna a pessoa mais confiável do mundo, por mais que, não conte tão facilmente seus segredos.]

[ Vaidosa: Principalmente quando se trata de seus cabelos e de seus olhos, Helena é muito vaidosa com sua aparência (não é atoa que a mesma seja filha de Afrodite), cuidando frequentemente de seu corpo, hidratando seu cabelo semanalmente e delineando seus olhos para que eles possam ficar ainda mais destacados. Além de adorar perfumes, tanto que coleciona perfumes. Por conta disso, Helena pode ser considerada uma pessoa meio consumista.]

[ Fofa: Em meio á comentários pervertidos e aproximações muito intimas, Helena, cora com facilidade e fica sem jeito, além de não conseguir formular uma frase inteira sem gaguejar. A garota quando está envergonhada, é completamente apertável. Além de que, quando recebe um elogio, a garota sorri timidamente e agradece, além de ficar um pouco ruborizado.]

[ Limpa: Isso é algo que Helena ]sempre foi: Limpa. A azulada, além de limpa e caprichosa, é muito organizada. Ela detesta que suas coisas fiquem fora do lugar. Suas roupas são arrumadas por cor e categoria, seus livros são completamente alinhados e cômoda quase nunca possuí uma sequer partícula de poeira.]

[ Orgulhosa: O orgulho de Helena, talvez, seja um dos piores defeitos da garota. Ela não consegue pedir desculpa, mesmo sabendo que está errada, entretanto, ela só irá cometer tal ato, quando ela, realmente, tiver muito medo de perder a pessoa a qual ela sabe que errou. Com aqueles com quem ela não vai com a cara, Helena não sabe pedir "por favor" ou agradecer e se faz qualquer uma das duas coisas, é por pura má vontade.]

[ Sincera: Helena tem tendência de ser sincera até demais, podendo soar um pouco rude e sendo capaz de magoar alguém por conta disso. Entretanto, a azulada sempre fala: "Eu prefiro, mil vezes, a amarga verdade do que viver em uma doce mentira".]

[ Inteligente: É claro que, a inteligencia de Helena não se compara com as dos filhos de Atena, porém, a garota é consideravelmente inteligente, além de possuir um raciocínio rápido e ligeiro, conseguindo montar estratégias rapidamente. A mesma sempre tira notas altas, nunca tirando uma nota abaixo de oito.~

[ Fiel: Quando entra em um relacionamento sério, mesmo sendo uma das filhas de Afrodite, Helena, em hipótese alguma, irá lhe trair. Ela acha traição um ato imperdoável e anti ético. Helena não dá segundas chances para traição, ela sabe muito bem que "a pessoa que traí uma vez, traí duas, traí três, traí várias", então sim, Helena, definitivamente, não suporta traição.]




No entanto, a garota tem seus pontos negativos em sua personalidade.


[ Possessiva: Não só possessiva, mas também ciumenta, Helena detesta pessoas que ficam de "mimimi" com quem ela ama, principalmente quando se trata do famoso "crush" ou de familiares a qual ela sente um nível de afeição muito grande. Ela será bem fria com as pessoas que ficam de "nhenhem" com quem ela ama, além de ser um dos poucos casos em que ela utilizará a ironia.]

[ Manipuladora: Por mais que Helena seja sincera, a azulada sabe como manipular alguém. A Chandlart têm a incrível capacidade de virar o jogo ao seu favor, usando a manipulação como o seu "Coringa". Helena é comparada á uma cobra quando se trata disso. A azulada consegue muito bem fingir estar apaixonada, fingir estar indefesa ou até mesmo, agir como uma garota sedutora.]

[ Insegura: Toda a sua vaidade tem apenas um motivo: Sua insegurança. Ela morre de medo de não ser bonita o bastante, magra o bastante, o quê for. Ela não acredita com facilidade em um "você é linda" por mais que a azulada seja filha de Afrodite e por mais que ela realmente seja bonita. Helena é meio sensível quanto á esse assunto, já que ela realmente sente-se insegura em relação á sua aparência, principalmente ao seu corpo, falando que se acha "sem graça".]


Ƥαι/Mα̃є OƖιмριαησ:





Helena, é filha de Afodite, deusa da beleza e do amor. Afrodite é descrita como uma mulher de temperamento forte e que é facilmente irritável, e um tanto quanto orgulhosa. No entanto, não se pode negar o quão gentil a Deusa do amor é. É muito carinhosa com todos os seus filhos, amando á todos incondicionalmente.

Hιѕтσ́яια:



13 de fevereiro de 1992- França:
O dia era um dia ameno, como de costume, a temperatura variava entre 23 e 24 graus. Afrodite, completamente entediada, havia resolvido tirar um dia para passear sobre sua cidade, "A cidade do amor". E não era pra menos que a bela mulher atraía olhares para a cada momento em que andava, Afrodite, era de fato, uma mulher linda.
Em sua forma humana, os longos e enrolados cabelos, adquiriam um tom dourado, encantador, seus olhos variavam entre o púrpura e o vinho, e seu corpo fazia com que inúmeros homens e mulheres despertassem um sentimento intenso dentro de si.
Entretanto, apenas um, chamou sua atenção naquela grande cidade. Um jovem homem de cabelos loiros e olhos azuis, semelhante á Apolo, o esbelto Deus do Sol. Deuses, ele era tão lindo!
Era claro que, o homem acabará de receber toda a atenção da Deusa, que, nem um pouco afim ganha-lo com seus poderes, foi jogar seu charme para cima dele.
Chegou perto do mesmo e depois do papo jogado fora, descobriu que seu pretendente carregava o nome de Louis Chandlar, um empresário bom de vida e que tinha um vida financeira boa. Resolveram sair, conversar e é claro, que os dois mantiveram uma "amizade'' até que Afrodite se "apaixonasse" pelo belo homem que havia se encantado com a beleza e a carisma da mesma.
Os dois namoraram e é claro, Afrodite ser a deusa da luxúria, não demorou muito para que ambos chegasse no seu "felizes para sempre" juntos, pouco tempo depois, a Deusa descobriu que havia engravidado, é claro, que Afrodite já sentiu um afeto pela criança, a partir do momento em que ela se desenvolveu em seu útero, entretanto, a loira sabia que não poderia ficar muito tempo com a sua criança por conta de seus afazeres como Deusa.
Afrodite ficou com o namorado e com sua filha, até que a mesma completasse dois anos, logo depois, revelou á Louis que não poderia ficar com eles, revelando seu segredo, deixando-os por conta própria.

Louis ficou abalado e culpou Helena por Afrodite ter o abandonado, não sentindo nem um pingo de afeto pela filha. A azulada foi cuidada por empregadas e serventes na mansão, as quais á ajudavam em suas lições de casa e em suas aulas de músicas, fazendo com que um grande laço de afeto se formasse entre as três (Lilian, a governanta da casa, Lucy, a cozinheira e a própria Helena). Helena cresceu sem saber o quê era um amor paterno.


Relâmpagos estalam através dos céus
Aquelas nuvens tempestuosas se acumulam nos olhos dela
Seu pai era um senhor de idade malvado
Mamãe foi um anjo na terra


Os lucros que seu pai conseguia pela empresa, caíam de pouco á pouco, até que o investimento estivesse cada vez mais baixo, fazendo com que ele precisasse vender sua casa e comprasse uma em um bairro de classe-média. No entanto, por conta desses fatores, Helena precisou trabalhar em uma lanchonete, com apenas 12 anos, fazendo com que, automaticamente, a azulada tivesse uma rotina: Acordar, comer, ir pra escola, lanchonete e dormir. Exatamente, nessa sequência.
Á medida que os lucros da empresa de seu pai vão despencando, Louis começa a demonstrar um comportamento mais agressivo á cada vez que Helena se aproximava ou o cumprimentava, até que finalmente, chegasse á um nível de que Louis começasse á agredi-la, além de ter vezes em que o mesmo ficava bêbado, piorando a situação da menina.
Toda vez que Helena voltava de seu trabalho, a azulada sofria surras constantes pelo pai, ganhando algumas cicatriz nas costas e em suas pernas, quase invisíveis, porém, existentes. Sem contar nos assédios constantes que Helena sofria na lanchonete, isso por causa de sua beleza a qual a mesma já tinha desde cedo. Estranhamente, algumas vezes, Helena enxergava coisas que "não estavam lá", até que um dia, a garota entrou em um total risco de vida.
Enquanto saia da lanchonete, preparando-se para surra que tomaria, a garota quase foi morta por "lestrigões" coisa que ela viu através da névoa e apenas não morreu, pois uma figura loira á salvou. A mesma, lembra-se vagamente de quem se tratava, apenas se recorda de pelos cabelos negros como a própria sombra e olhos frios e cinzentos como um céu nublado, além de uma espada prateada que o mesmo usou para acabar com a vida dos monstros. Entretanto, a mesma não teve tempo nem de agradecer, já que o mesmo já havia sumido quando derrotará o monstro. Apesar de que a mesma nunca mais esqueceu do seu salvador.

A vida da garota se resumia nisso: Estudar, apanhar, trabalhar. A mesma, já estava ficando cansada de tudo isso, cansada das surras e cansada da vida que levava, por mais que sua situação financeira fosse instável, a garota só queria saber o sentimento de ser amada.
Entretanto, veio a notícia: Uma grande tempestade se aproximava de Páris.

O homem do tempo previu um tornado
Ela rezou para ele derrubar tudo

E chegou. Mas não foi apenas uma tempestade, veio um tornado, por mais que mais fraco que os de costume, ainda era um tornado. E por uma incrível coincidência, era esse o dia em que seu pai estava bêbado. Nesse dia, Helena havia se trancado no porão, junto de uma amiga, ficando em uma situação segura.
Já seu pai...Bem...

Não há chuva suficiente em oklahoma
Para lavar os pecados daquela casa.
Não há vento suficiente em oklahoma
Para arrancar os pregos do passado.

Seu pai ficou no andar de cima, mesmo bêbado, o loiro tentava salvar sua vida, segurando-se em todos os cantos possíveis, enquanto lutava pela sua vida. Sentindo cada pedaço daquela casa sendo levado pelo vento, cada memória, cada pesadelo que fez a sua filha viver...Até que ele percebeu, percebeu o quanto sua filha sofreu para poder ajudar a manter essa casa. E no final, acabou morrendo sentindo o peso da culpa sobre seus ombros.

Quebre cada janela
Até que tudo seja levado pelo vento.
Cada tijolo, cada tábua,
Cada porta batendo seja levada pelo vento.
Até que não reste nada de pé,
Nada sobrando de ontem
Cada memória encharcada em lágrimas de uísque seja levada pelo vento

A garota, por ter 16 anos, juntou todo o dinheiro que conseguiu e alugou um apartamento no subúrbio de Paris, onde ela dividiu as contas com a mesma. As empregadas ajudaram-na a manter a casa, além de visita-la constantemente. Os assédios ainda continuaram, além de visões estranhas da mesma.
Sem contar, que a garota possuía uma grande facilidade em ler palavra em latim e em grego, as quais haviam em sua apostila de escola. Mas tirando todo esses fatos, a garota levava uma vida consideravelmente normal e mesmo depois de todos os maus tratos de seu pai, a garota costuma visitar sua lápide uma vez por semana, deixando uma rosa vermelha lá.


ƑαмιƖιαяєѕ/Ƥєѕѕσαѕ qυє fιzєяαм ραятє ɗα Hιѕтσ́яια:



43 anos.
Morto.
Empresário.
Louis Chandlar era um homem que, antes da esposa ir embora, possuía um bom coração e era bem encantador, por conta de sua personalidade educada, porém, mudou assim que a amada foi embora sem deixar rastro. Desde então, tornou-se depressivo e rude, virando um trapo ao longo do tempo, sem contar que o mesmo morreu sentindo a culpa o consumir.




Lilian Cimorelli:
27 anos de idade.
Empregada da mansão Chandlar.
Lilian é uma mulher gentil e que sempre teve um laço de afeto com Helena. A rosada é o tipo de pessoa habilidosa, capaz de fazer várias coisas ao mesmo tempo, além de ser bem carinhosa e bem educada.




Lucy Mackenzie:
Cozinheira da mansão Chandlar.
Viva.
25 anos.
Lucy era a empregada mais "rebelde" da mansão, sempre intervindo-se nas surras de Helena, se irritando com seu patrão quando o mesmo batia em Helena. A mesma era como a irmã mais mais velha de Helena, sempre cuidando dela, penteando seus cabelos, cuidando de seus machucados, até hoje, Helena as considera anjos em sua vida.


Ɠσѕтα:




[Abraços: Por mais envergonhada que fique com aproximações, Helena ama abraços, principalmente aqueles que vêm de pessoas amadas. Helena se sente protegida, além de sentir-se mais segura.]



[Noite/Estrelas: Quando pode, Helena desce com seu violão e seu diário (á noite) para escrever músicas enquanto observa as estrelas, ela se sente bem inspirada nesse período.]



[Flores: Helena ama flores, ama receber flores, pois de certa forma, a azulada se lembra da mãe quando vê uma rosa, principalmente, as vermelhas.]



[Inverno/Frio: Ela adora poder se aquecer em meio aquele friozinho gostoso, tomar um cappuccino, assistir filmes, ela definitivamente, ama o inverno.]



[Primavera: Ela acha a estação mais bonita do ano.]



[Comida italiana: Lasanha, pizza, macarrão, ravioli... Existe coisa melhor?]



[Música: Helena prefere escutar música do que escutar besteiras vindo de pessoas.]



[Desenhar: Helena gosta de desenhar para o tempo passar, mais especificamente, realismo e mangá.]



[Cachorros: Ela A-M-A cachorros, inclusive, ela cuida de um com sua amiga. O mesmo é um vira-lata que a mesma viu na rua, ainda é filhote e leva o nome de Berry (Abreviação de Strawberry.)]


Ɗєѕgσѕтα:




[Mentiras: Ela odeia mentiras, Helena, definitivamente, não ás suporta e será raro ela perdoar quem mentiu pra ela.]



[Se sentir sozinha: Ela se sente solitária e prefere mil vezes ficar com alguém do que se sentir sozinha.]



[Pessoas barulhentas: Acha esse tipo de pessoa muito irritante, principalmente aquelas "alegrezinhas".



[Chorar: Helena detesta chorar, de verdade, ela se sente fraca e vulnerável.]



[Insistência: Ela detesta pessoas insistentes, ainda mais aquelas que tentam forçar amizade.]


Ɗσєηçα/ Ʋιcίσѕ:

Helena é completamente saudável, entretanto, é um pouco alérgica á produtos de limpeza com um aroma muito forte.

Helena não possuí nenhum vício.


Hσввιєѕ:



[Escrever: Músicas, poesias, um resumo de seu dia..Helena ama escrever. Ela sempre está anotando coisas em seu diário, o qual ela guarda atrás de um quadro pendurado na parede, tanto, que seu sonho é publicar um livro.]



[Desenhar: Ela ama desenhar, principalmente realismo e mangá.]



[Ler: Ela se lembra de Lilian lhe contando histórias ante dela dormir, quando a mesma ainda era criança.]


ƬαƖєηтσѕ:



[Charmspeaking: É um poder que consiste em persuadir o alvo desejado. É considerado como uma benção de Afrodite para determinado filho/a desta que nasça com tal poder. Em suma, é um tipo de hipnotismo que permite ao usuário convencer alguém a fazer algo ou obter o que quiserem - para melhores resultados, o usuário deve concentrar-se em seu tom e emoção de voz. (Fonte: Percy Jackson RPG.)


[Transformismo: Helena pode copiar a aparência e voz de alguém, podendo facilmente, se passar por outra pessoa.]



[Elasticidade/Agilidade: Helena, como qualquer outro filho de Afrodite, é muito ágil e elástica, além de ter bons reflexos.]



[Desenhar: Helena sabe desenhar muito bem.]



[Musicista: Helena possuí uma voz bonita e têm uma incrível capacidade de tocar violão e compor músicas.]


Mєɗσѕ:

Ser estuprada: Ela realmente sente muito medo disso, principalmente depois dos vários assédios sofridos na lanchonete em que trabalhava.

Perder quem ama: Ela sente muito medo disso e principalmente, sente medo de ser abandonada.

Se tornar dependente: Ela sente medo de depender de alguma pessoa, ela odeia a sensação de precisar de alguém para fazer tal coisa, já que a mesma adora sua independência.


Ƒσвιαѕ:



[Monofobia: Medo mórbido de ficar sozinha.]



[Pirofobia: Ela sente certo temor do fogo.


Ƭяαυмαѕ:
Helena não possuí nenhum trauma.

Sєgяєɗσѕ:
Um segredo? Bem...Por mais que não esteja citado na história, Helena já fez um belo estrago na cara de um colega de classe que tentou á tocar de maneira pervertida.
O garoto QUASE levou a mão diretamente nos seios da azulada, entretanto, por puro reflexo, Helena pegou a mão do garoto, torceu o braço dele para trás, pondo seus pés em suas costas e de tanto empurrar as costas do mesmo para frente, acabou quebrando os dois braços do tal garoto, entretanto, ela mandou ele guardar segredo sobre isso, caso contrário, a mesma coisa aconteceria com suas pernas.


Mύѕιcα qυє α ɗєfιηє:
Ultimamente, eu tenho, eu tenho perdido o sono
Sonhando com as coisas que poderíamos ser
Mas, querida, eu tenho, eu tenho rezado muito
Eu disse: Chega de contar dólares
Nós vamos contar estrelas, sim, nós vamos contar estrelas

Couting Stars-One Republic.

A vida continua, fica tão pesada
A roda corrompe a borboleta
Cada lágrima, uma cachoeira
Na noite, na noite de tempestade, ela fechará os olhos
Na noite, na noite de tempestade, ela voaria para longe

Paradise-Coldplay

Mύѕιcα ɗєƖα є ɗσ ραя:

Par:

Então querida, agora, me abrace amorosamente
Beije-me sob a luz de mil estrelas
𝒪𝒽, 𝓆𝓊𝑒𝓇𝒾𝒹𝒶, 𝒸𝑜𝓁𝑜𝓆𝓊𝑒 𝓈𝓊𝒶 𝒸𝒶𝒷𝑒ç𝒶 𝑒𝓂 𝓂𝑒𝓊 𝒸𝑜𝓇𝒶ç𝒶̃𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝒷𝒶𝓉𝑒
Estou pensando alto
𝓣𝓪𝓵𝓿𝒆𝔃 𝓽𝒆𝓷𝓱𝓪𝓶𝓸𝓼 𝓪𝓬𝓱𝓪𝓭𝓸 𝓸 𝓪𝓶𝓸𝓻 𝓫𝒆𝓶 𝓪𝓺𝓾𝓲, 𝓸𝓷𝓭𝒆 𝒆𝓼𝓽𝓪𝓶𝓸𝓼

Thinking Out Loud-Ed Sheeran.


Não sou uma criancinha agora
Me veja ficando 𝚐𝚛𝚊𝚗𝚍𝚎 agora
Soletre meu nome na geladeira agora
Com todos os seus brinquedos de alfabeto
𝒱𝑜𝒸𝑒 𝑔𝒶𝓃𝒽𝑜𝓊 𝑜 𝒸𝑜𝓃𝒸𝓊𝓇𝓈𝑜 𝒹𝑒 𝓈𝑜𝓁𝑒𝓉𝓇𝒶ç𝒶̃𝑜 𝒶𝑔𝑜𝓇𝒶
Mas você é mais esperto do que eu agora?
Você é o ̶𝓹̶𝓻̶𝓲̶́𝓷̶𝓬̶𝓲̶𝓹̶𝒆̶ do playground
𝔊𝔞𝔯𝔬𝔱𝔦𝔫𝔥𝔬 𝔞𝔩𝔣𝔞𝔟𝔢𝔱𝔦𝔷𝔞𝔡𝔬
Alphabet Boy

Eu não me importo de passar todos os dias
Do lado de fora, na sua esquina, ɴᴀ ᴄʜᴜᴠᴀ ᴛᴏʀʀᴇɴᴄɪᴀʟ
𝒫𝓇𝑜𝒸𝓊𝓇𝑒 𝒶 𝑔𝒶𝓇𝑜𝓉𝒶 𝒸𝑜𝓂 𝑜 𝓈𝑜𝓇𝓇𝒾𝓈𝑜 𝓅𝒶𝓇𝓉𝒾𝒹𝑜
ℙ𝕖𝕣𝕘𝕦𝕟𝕥𝕖 𝕒 𝕖𝕝𝕒 𝕤𝕖 𝕖𝕝𝕒 𝕢𝕦𝕖𝕣 𝕗𝕚𝕔𝕒𝕣 𝕡𝕠𝕣 𝕦𝕞 𝕥𝕖𝕞𝕡𝕠
𝓔 𝒆𝓵𝓪 𝓼𝒆𝓻𝓪́ 𝓪𝓶𝓪𝓭𝓪

She Will Be Loved- Maroon 5

Ƥαя:



Ruki Mukami

RєƖαçσ̃єѕ:

Ƈσм σ ραя

Vamos começar a partir de quando Helena tinha apenas 15 anos:
Helena voltava de seu serviço. O horário variava entre 21 horas e 21:30, um horário consideravelmente tarde para uma garota de 15 anos ficar andando.
O caminho estava tranquilo, entretanto, tinha que ter algo para á atrapalhar, caso contrário, seu dia não ficaria completo.
Um lestrigão, de dois metros de altura e certamente, faminto, seguia a filha de Afrodite, que nem sequer o notava, isso, por conta da névoa, no entanto, alguém notou.
Quando Helena finalmente se deu conta de que estava sendo seguida, quando a mesma se virou, deu de cara com um monstro 2 vezes mais alto que ela e com um olhar completamente psicopata e quando finalmente a névoa se dissipou, Helena teve a visão completa do que se tratava. Obviamente a garota ficou assustada e por causa do medo, até chegou á chorar quando viu aquele monstro, rosnando perto de seu rosto.
Entretanto, quando a mesma estava prestes a ser devorada pelo lestrigão, um garoto, de cabelos pretos acinzentados e de olhos incrivelmente hipnotizante, botou-se em sua frente e por incrível (ou não) o mesmo possuía uma espada em mãos, algo que surpreendeu muito Helena.
De forma rápida e prática, o garoto matou o monstro, sem muita dificuldade, o desintegrando inteiro. O moreno, que futuramente se apresentaria como Ruki, deu olha olhada rápida pra a azulada, que ainda estava petrificada, e voltou á andar como se nada tivesse acontecido.



Quando os dois se viram e se conheceram, oficialmente, a primeira coisa que Ruki pensou em relação á Helena foi "Linda" e a primeira coisa que pôde constatar ao respeito da azulada é que a mesma era filha de Afrodite, entretanto, por parte de Helena, a garota o achou ignorante, apesar de reconhecer a beleza do garoto.
Entretanto, quando o maior notou a personalidade da azulada, ele á definiu como uma ''Imprestável", por conta da mesma ser uma pessoa desligada, algo que á irritou muito.
Mesmo tendo essa opinião em relação á Helena, o Mukami sempre teve certo interesse por ela, isso por nunca conseguir decifrar os pensamentos da mesma, que quase sempre possuí um olhar impassível em seu rosto. Além disso, Ruki de certa forma, tentava intimidar Helena, algo que quase nunca dava certo, além de sentir uma certa necessidade de doma-la.
Na maioria das vezes é possível ouvir os dois trocando farpas, o Mukami é a única pessoa que consegue despertar em Helena, um sentimento de irritação ao ponto de faze-la retrucar ofensas vindas do mesmo. Ruki frequentemente subestima as habilidade de Helena por causa da mesma ser uma filha de Afrodite, algo que causa um efeito negativo na relação dos dois e a garota já chegou a por um garfo -sim, um garfo- contra a garganta do garoto, provando que ela não deve ser subestimada.



O Mukami também provou ser bem ciumento em relação á ela, isso, quando a garota é vista aos abraços com um amigo seu e Ruki á pegou de surpresa demonstrando completa possessividade em relação á ela, falando para Helena que ela o pertence e que ela era dele, dentre outras coisas parecidas.



-Você é realmente teimosa, Helena.- O garoto suspirou pesadamente, olhando para a garota que estava prensada contra a parede pelo mesmo.

-Eu gostaria de saber sobre o quê você está falando, porque até agora, eu definitivamente não te entendi!- Dizia exasperada.- Qual é o seu problema, garoto?! De verdade?

-Nada que você precise saber.- Dizia firmemente.- A única coisa que você deve ter conhecimento, é que você me pertence.- Sussurrou aos ouvidos da azulada.



Helena fica bem confusa em relação ao garoto, descrevendo-o como um "quebra cabeça de duas mil peças". É fácil entender toda essa confusão que Helena sente, afinal, uma hora ele está provocando-a, outra, tendo crises de ciúmes. Deve se acrescentar que Ruki diverte-se as custas da azulada, achando graça de todo o desespero dela tentar entende-lo, algo que ele definitivamente acha impossível dela conseguir.



Uma coisa que Ruki, de alguma forma, ficou sabendo sobre Helena é sobre a insegurança da moça sobre sua aparência. Isto, sendo um assunto bem sensível da azulada tratar, foi um dos raros momentos em que Ruki demonstrou compaixão por Helena. Ele sentiu necessidade de provar o quanto a garota era bonita, assim que á viu chorar por causa disso, sentindo o coração apertar ao ver a Chandlar desse jeito.
Desde então, o moreno tende a ficar mais carinhoso com Helena.






O primeiro beijo que os dois trocaram foi uma cena bonita de se ver. Coincidentemente, ambos haviam saído para o mesmo lugar (uma lanchonete), lá os dois conversaram bastante e descobriram ter gostos semelhantes, tais como o interesse pela leitura e pela arte em si. Percebendo que estava ficando meio tarde, Ruki em um ato extremamente cavalheiro, se ofereceu para levar Helena pra casa.
O caminho não foi tão silencioso assim, a garota aprenderá que quando queria, Ruki poderia ser alguém divertido e já o moreno, descobriu coisas sobre a personalidade de Helena que o mesmo achou bem interessante.
Assim que chegaram na porta da casa da menor, quando estavam se despedindo, houve uma rápida troca de olhares entre os dois, que resultou em um clima meio "romântico".



-Bom...Obrigada por me levar até em casa.- Helena agradeceu meio corada, com o olhar desviado dos olhos do garoto.

-Disponha.- Respondeu meio seco, entretanto, com um tom aveludado.

Ruki ficou olhando para Helena por alguns segundos, até que o mesmo levantasse o rosto da azulada carinhosamente. Mantiveram um contato visual de longos segundos, até que, ele ficasse terrivelmente atraído pelo lábios rosados da Chandlar.
Lentamente, o mesmo aproximou seu rosto do dela, formando um beijo delicado, calmo e suave, e que mesmo assim, não deixava de ser intenso.
O ar lhes faltou, obrigando-os a se separarem e com um sorriso de canto, Ruki se distanciou lentamente de Helena, sussurrando no ouvido da azulada:
-Boa noite, Helena.




Se os dois entrassem em um relacionamento sério, é claro que teria muitas intrigas entre eles, principalmente pelo ciúmes vindo de ambos lados e o sadismo extremo vindo de Ruki.
Desde quando se conheceram, o moreno demonstrou uma incrível necessidade de domar Helena, que nunca simplificou seu trabalho. Entretanto, quando ambos começam a se relacionar seriamente, a tarefa fica mais fácil, já que Helena dedicaria 80% do seu tempo á Ruki, além de ficar mil vezes mais carinhosa.
Mexer no cabelo do amado sempre forá algo que a garota ama fazer, quando o mesmo deita sobre as coxas da mesma, ela ama acariciar os cabelos morenos de Ruki, que em compensação, sente-se mais calmo ao tê-la mexendo sobre suas madeixas. Vindo de Ruki, o moreno adora deitar com ela ou por a cabeça da mesma em seu peito, enquanto á abraça, mexendo de forma carinhosa em seus cabelos.
Mas é claro que o relacionamento dos dois não seria apenas um mar inteiramente feito rosas.
O ciúmes e a possessão de Ruki nunca foi um segredo para ninguém e é claro, que ele não deixaria de ficar enciúmado quando visse a sua garota conversando com outro cara, principalmente, quando tal cara fica dando em cima da mesma indiretamente, podendo até mesmo assustar o garoto, algo que causa grande revolta em Helena.
Entretanto, a mesma não tem o direito de falar nada, afinal, ela é realmente ciumenta em relação á Ruki, sendo que a maioria das brigas nasce por causa desse motivo.
Quando estão sozinhos, Helena e Ruki costumam dançar juntos pela sala, ao som de alguma música (Principalmente ao som de Ed Sheeran), sendo um dos momentos favoritos do casal.



Mas é claro, que teriam as partes "quentes" do relacionamento.
Como eu disse muitas vezes, Ruki é um cara dominador, que adora estar no controle de tudo e no sexo não é diferente, sendo um dos raros momentos em que consegue domar Helena.
Em suas relações, Helena fica completamente entregue á Ruki, algo que faz com que o moreno fique satisfeito, sendo que é ele que na maioria das vezes domina essa parte.
O filho de Hermes sente-se imensamente atraído pelas pernas, pelo busto e pela cintura da amante, dizendo para ela que ela parece uma boneca de tão delicado que seu corpo é.
Como marca de posse, Ruki costuma deixar o pescoço de Helena com marcas roxas de seus chupões algo que pode irritar a Chandlar, o quê diverte muito Ruki.

{O resto eu deixo nas mãos das autoras s2}


Ƈσм αѕ συтяαѕ ѕємιɗєυѕαѕ
Ela não possuí muito diálogo com elas, principalmente, com as mais agressivas e barulhentas, sendo que é com esse tipo a qual Helena possuí mais conflitos, isso, por conta do desconforto que sente por pessoas barulhentas.
Helena, com certeza, se daria bem com as mais calmas e serenas, entretanto, sentiria certa irritação com as noivas "animadas" que acham que tudo é um mar de rosas. Então, pode se dizer que é relativamente boa, isso é, caso nenhuma delas mexam com ela.


Ƈσм σѕ συтяσѕ:




Sαкαмαкι Sнυυ:
Definitivamente, os dois não se dão bem.
Por ser filha de Afrodite, o Sakamaki á subestima muito, sendo até um pouco machista em relação á isso, dizendo que ela parece ser mais fraca do que a maioria das garotas, algo que, definitivamente, á irrita. Os dois já trocaram várias ofensas, além de Helena sempre ameaçar Shu dizendo que vai enfiar um garfo "nas suas belas órbes azuis".




Sαкαмαкι Rєιנι
Reiji á acha a noiva mais desinteressante no quesito personalidade, dizendo que ela têm uma personalidade muito sem sal e talvez, até um pouco semelhante com a de Shu. Entretanto, eles não se dão tão bem, mas também, não tem a pior relação do universo. Helena apenas fala que ele é certinho demais.



Sαкαмαкι Aуαтσ
Estranha, foi isso que Ayato pensou quando á viu pela primeira vez.
O fato dela estar sempre com os fones de ouvidos, olhos fechados e desligada do resto do mundo, á torna completamente estranha para o ruivo, ainda mais, que a mesma quase nunca responde á ofensas -menos quando se trata de ofensas vindas de Shu e de Ruki-. Na verdade, Ayato é muito curioso sobre Helena, algo que Helena acha muita graça.




Sαкαмαкι Ƙαηαтσ
Ela não consegue acreditar que ele seja mais velho que Laito e Kanato, simplesmente, não consegue crer nisso.
Helena acha Kanato estranho e meio macabro, ainda mais quando o mesmo diz que ela e as meninas são "belas bonecas" para sua coleção e se ela esquecesse das crises de Kanato e de como ele é barulhento, ela poderia afirmar que ele é bem fofo.




Sαкαмαкι Lαιтσ
Ambos filhos de Afrodite, não se dão bem.
Laito não consegue entender como ela consegue ficar ao lado de sua mãe, argumentando que ela "os abandonou" algo que faz com que Helena revire os olhos e diga: ''Isso são argumentos de uma criança que não teve atenção o suficiente, irmãozinho?" algo que realmente pode irritar o ruivo. Os dois, na maior parte do tempo, estão discutindo e Laito quase chegou á agredir sua irmã á chamando de tola por ficar do lado de Afrodite e não do seu.




Sαкαмαкι Sυвαяυ
Helena sente-se, literalmente, intimidada na presença dele e não só por ele ser filho de Ares.
Ela acha o garoto agressivo e é muito cuidadosa com as palavras na hora de falar com ele, na verdade, ela prefere está á metros de distância dele. O jeito explosivo e a capacidade de quebrar paredes dele, á assusta e a mesma gagueja muito quando está perto dele.




Mυкαмι Ƙσυ
Ela não gostou de Kou desde a primeira vez que o viu. O achou muito falso e realmente não foi com a cara dele, mas ela fica interessada pelas habilidades dele, já que sempre achou a água um elemento impressionante. Entretanto, ela não consegue gostar dele, por mais que responda a suas perguntas com educação.


Mυкαмι Ƴυмα

Pode se dizer que os dois conseguem ter uma conversa descente e civilizada. Ambos dois pouco se importam com a existência do outro, por mais que eles conversem bastante, principalmente sobre plantas, flores e etc. Um apelido que Helena deu para Yuma foi de "muralha" falando que ele é alto pra caramba já Yuma, chama ela de "pintora de rodapé".




Mυкαмι Azυzα
Na realidade, Helena é bem diferente das outras pessoas, já que ela não sente dó de Azusa. Quando perguntam pra Helena se ela não sente compaixão dele, ela responde "Não" e diz que se ele gosta de se cortar, o problema é dele e ninguém pode mudar isso, podendo ser taxada como "fria ou insensível".



RєƖαçα̃σ cσм σ ραι/мα̃є OƖιмριαησ
Afrodite e Helena possuem uma relação boa, já que na maioria das vezes Afrodite se comunica com sua filha por sonhos e pensamento. As duas as vezes tendem a ter alguns conflitos, entretanto, são coisas rasas que quase não influenciam em sua relação. A única a qual Afrodite repreende Helena é sobre ela não ter um contato muito intimo com garotos.

Ƥєяgυηтαѕ:

O qυє fαяια ѕє...

[b] Ɗєѕcσвяιѕѕє qυє є́ υмα ѕємιɗєυѕα?
"Isso é sério, tipo? Mesmo?"
Helena ficaria chocada e de boquiaberta, como assim ela era filha de uma Deusa?! Se acostumar com a ideia dela ser uma semideusa, seria difícil, por mais que ela já tivesse visto coisas estranhas, iria ser difícil ela se acostumar com essa nova vida.


Ɗєѕcσвяιѕѕє ѕєυѕ ρσɗєяєѕ?

Ela iria ficar um tanto quanto desastrada, tentaria treinar um pouco mais, entretanto, sentiria certa dificuldade de controlar seus poderes, principalmente se tratando dos mais complexos.


Sє νιѕѕє cσιѕαѕ єѕтяαηнαѕ мєѕмσ ѕєм ѕαвєя σ qυє̂?
Acharia que está louca ou surtando, afinal, são coisas anormais, como monstros e etc. Ela ficaria bem confusa sobre isso, além de ficar meio alarmada.

Sє ѕєηтιѕѕє αραιxσηαɗα?
"Oh putain"
Ela iria ficar meio sem jeito, já que Helena nunca havia se aprofundado tanto no amor como se aprofundou com Ruki, tendo tendência de que poderia ser um pouco desastrada quanto á isso, agir de maneira estranha, ficar mais falante e como sinal de nervosismo, começar a falar em francês do nada.


Sє αƖgυмα ѕємιɗєυѕα тινєѕѕє υмα яιναƖιɗαɗє cσм νσcє̂?
"Ué, eu fiz alguma coisa?"
Ela ficaria confusa, meio "wtf", no entanto, não ligaria muito. Mas se tal semideusa tentasse lhe atacar o negócio ia ser outro, além de ter uma grande chance de ameaçar tal menina com um garfo.


Ɗєѕcσвяιѕѕє qυє ρσɗєяια мσяяєя ηєѕѕα gυєяяα?

"Oh putain"
Ela ficaria meio alarmada sobre isso, por mais que Helena sempre tivesse uma facilidade de tratar de assuntos como a morte e coisas do tipo, entretanto, ela ficaria meio insegura sobre isso.


Acєιтα qυє ѕυαѕ ρєяѕσηαgєηѕ єѕтα̃σ єм ησѕѕαѕ мα̃σѕ?

Yep 'u'


Sαвєм qυє ѕє ηα̃σ cσмєηтαя єм тяє̂ѕ cαρίтυƖσѕ ѕєgυιɗσѕ α ρєяѕσηαgєм ναι ѕυмιηɗσ є ηα̃σ тєηɗσ мαιѕ αтєηçα̃σ ηα fιc, ρσɗєηɗσ αтє́ мσяяєя?

Yep²



Ƈυяισѕιɗαɗєѕ ѕσвяє α ρєяѕσηαgєм
Helena têm uma certa obsessão por garfos, podendo muitas vezes ameaçar pessoas com tal objeto.
Quando fica nervosa ou envergonhada, a garota começa a falar em francês sem notar.
Tirando o francês, o grego antigo e o latim, Helena é fluente em mais cinco idiomas: O inglês, o japonês, o alemão, o espanhol e o italiano.
Sua cor favorita é cinza.
Seu estilo musical preferido varia entre o indie e a eletrônica, tendo preferência em cantores como Lana del Rey e Scrillex.
Ela detesta requeijão, maionese e catupiry, ela se nega a comer tais alimentos.
Ela não é fã de doces, prefere mil vezes o salgado, entretanto, tem alguns (bem poucos) que ela come: (Tipos variados de bolo e sorvete, apenas)




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...