~_BrightGalaxy_

_BrightGalaxy_
Nome: Joker
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Julho
Idade: 13
Cadastro:

↝Westland- Ficha ↜


Postado





𝔑̶𝔦̶𝑘̶𝔬̶𝔩̶𝔦̶𝔫̶𝔞̶ ̶𝔇̶𝔬̶𝔟̶𝔯̶𝔢̶𝔳̶𝔞 𝔞𝔰 𝔈𝔩𝔦𝔷𝔞𝔟𝔢𝔱𝔥 𝔐𝔢𝔦𝔩𝑦𝔯 𝔐𝔞𝔠𝑘𝔢𝔫𝔷𝔦𝔢
𝔓𝔞𝔯: 𝓒𝔞𝔰𝔱𝔦𝔢𝔩



𝒪𝓃𝑒 𝒹𝒶𝓎 𝓈𝑜𝑜𝓃 𝐼'𝓁𝓁 𝒽𝑜𝓁𝒹 𝓎𝑜𝓊 𝓁𝒾𝓀𝑒 𝓉𝒽𝑒 𝓈𝓊𝓃 𝒽𝑜𝓁𝒹𝓈 𝓉𝒽𝑒 𝓂𝑜𝑜𝓃
And we will hear those planes overhead
A̶η̶ɗ̶ ̶ω̶є̶ ̶ω̶σ̶η̶'̶т̶ ̶н̶α̶ν̶є̶ ̶т̶σ̶ ̶в̶є̶ ̶ѕ̶c̶α̶я̶є̶ɗ
We won't have to be, we won't have to be scared

(Letters From The Sky- civil twilight)




Mostrar Spoiler: Hi-Yo silver!



Nome completo:
Elizabeth Meilyr Mackenzie:

Mostrar Spoiler: ✎Significado

Elizabeth:
Elizabeth: Significa “Deus é abundância” ou “o meu Deus é juramento”.
Elizabeth é um nome que se originou a partir do hebraico Elishebba, que significa "Deus é juramento".

O nome em português chegou através da versão em latim Elisabeth, que também é utilizado pelos falantes da língua inglesa. cuja versão mais comum em português é Elisabete.
Alguns estudiosos também dizem que este nome é possível que signifique "Deus é abundância". (Fonte: UHH)

Meilyr:
Nome do meio adquirido da parte materna de sua família. Significa: Cabeça do governante, sendo originado do país de Galês. (Fonte: Uhhh²)

Mackenzie:
Seu significado possuí dois variantes:"Filho do governante sábio" e "nascido do fogo". O sobrenome foi puxado da parte paterna de sua família, que é irlandesa, sendo assim, o sobrenome possuí sua origem, também, como irlandesa.




Apelido (s):
Liz:
Seus amigos costumam chama-la desse jeito. É um apelido bem comum no cotidiano de Elizabeth, já que a maioria das pessoas costumam chama-la desse jeito, seja por ter intimidade ou para simplesmente forçar amizade.

Ellie:
Seu pai lhe chama por esse apelido. Somente ele têm permissão para chama-la assim, se alguém, que não seja seu pai, á chamar por esse apelido, Elizabeth pedirá (de maneira um pouco rude) para que a pessoa não á chame desse jeito.



Idade e Aniversário:
Elizabeth nasceu dia 23 de julho, ás 15 horas da tarde.Liz possuí seus 21 anos de idade.


Signo:
Seu signo regente é leão, com ascendência em libra e signo solar em gêmeos.


Aparência:





















































Elizabeth possuí uma aparência tão adorável, quanto sedutora.

Começando por sua preciosidade: Seus cabelos. Elizabeth possuí cabelos meio volumosos e longos, que atingem até a metade de suas costas. São cacheados e possuem um tom acastanhado, são brilhantes e sedosos, devido a grande vaidade que Elizabeth possuí com eles. Uma herança preciosa deixada por sua mãe. Elizabeth prefere mante-los soltos, no entanto, ainda é possível vê-los pressos em um coque ou em qualquer outro tipo de penteado. Possuem um aroma de jasmin, flor favorita de Elizabeth.

Seus olhos possuem um formato amendoado e sua íris um tom castanho claro, que em locais de bastante iluminação adquirem um tom meio mel. Longos cílios, tanto na parte superior quanto na inferior de seus olhos, além de uma sobrancelha da mesma coloração de seu cabelo, as quais possuem um formato redondo.

Seus rosto é delicado e feminino. Seu nariz é fino e pequeno, sendo um pouco arrebitado. Seu rosto possuí um formato oval delicado e suas maçãs do rosto são um pouco cheias e rosadas, destacando-se na pele clarinha de Elizabeth, que é bem macia e quente, a qual possuí um doce aroma de baunilha. Lábios delicados e finos, bem macios, de acordo com os homens que os beijaram e com um gosto doce de frutas vermelhas, além de bem rosados. Suas orelhas possuem furos, onde na maioria das vezes se encontra um brinquinho em formato de coração, dados por seu pai com muito carinho.

O corpo de Elizabeth é esbelto e cortejado, invejável ao ver de algumas meninas e desejável ao ver olhares masculinos e femininos.
Seios medianos, nada muito exagerado, entretanto, nem tão pequenos; são firmes e durinhos. Seus ombros não são tão largos, no entanto, não tão finos. Uma cintura fina, bem fina, resultados do uso do espartilho que é crucial na época em que vive, essa parte de seu corpo é delicada e sensível ao toque. Sua cintura dá contraste ao seu quadril, largo e que entra em harmonia com todas as outras partes do corpo, sua medida varia entre 83 e 86. Seu traseiro, assim como os seios, são medianos, com nenhuma celulite, muito menos estrias, isso pela falta de apetite que a mesma sente em relação á doces.



Altura e peso:
Elizabeth pesa 54 quilos.
É consideravelmente alta, possuindo 1,68 de altura.



Trajes:















História:
A história de Elizabeth não é a mais feliz de todas, digamos assim...
Logo em seu nascimento, Elizabeth Meilyr, começou a dar trabalho. Poucas horas após vir ao mundo, sua mãe, Hellen Skyler, por causa de uma hemorragia interna, consequências das complicações adquiridas na hora de dar a luz á Elizabeth.
Seu pai foi tomado pelo rancor, no momento em que viu sua preciosa Hellen morrer, o ódio nasceu dentro de si, sendo assim, não aguentou ficar perto de Elizabeth. Na primeira oportunidade, colocou-a dentro de um cesto, enrolada em um pano velho e á deixou na frente de uma casa qualquer.
Assim que á deixou na frente da porta da casa desconhecida, tocou a campainha e, seguidamente, saiu correndo sem olhar para trás, não sentindo um pingo de remorso em ter deixado a própria filha nas mãos de desconhecidos.

Quem atendeu a porta foi uma senhora que tinha por volta de seus 34 anos. Leila Meilyr Mackenzie, uma florista conhecida pelos arredores de Westland. A mulher sentiu dó de deixar a criança no frio, então, resolveu leva-la para dentro de casa.
Leila teve uma longa conversa com seu marido, Robin Mackenzie, um fazendeiro que conseguia lucros com suas pequenas vendas de produtos. No final, ambos concordaram em cuidar da pequena garotinha de cabelos castanhos como se fosse sua filha de sangue, algo que eles não poderiam ter, já que Robin era estéril.
Entraram no cartório, nomeando a garotinha de Elizabeth, Elizabeth Meilyr Mackenzie.

Elizabeth era uma menina saudável, adorável e encantadora. Desde criança sempre fora muito animada, socializando com todos e sendo bem educada por seus pais, principalmente por sua mãe, que quando não estava ocupada com a floricultura estava lhe ensinando todas as coisas que sabia sobre o mundo, vida, etc. Já Robin, em tempos de folga, ensinou Elizabeth á montar e á andar em um cavalo. A infância de Elizabeth foi muito boa, sim. No entanto, foi na adolescência que tudo começou á dar errado em sua vida.

Aos 14 anos, houve um ocorrido que marcou sua vida para sempre. Uma memória que nunca irá sair da mente de Elizabeth.
Era de noite quando isso aconteceu, seu pai havia finalizando todas as suas vendas do dia e para poder passar um tempo com ele, Elizabeth resolveu ajuda-lo á vender, algo que foi aceito facilmente por ele.
Quando estavam indo para a casa foram barrados por um homem, visivelmente bêbado e infelizmente, armado. Completamente alterado, uma palavra errada fazia com que ele se estressasse e para o azar dos dois, Robin utilizou uma palavra errada ao se dirigir ao tal cara.
Foram quatro, quatro tiros. Um atingiu seu coração, outro perfurou seu pâncreas, já o outro, seu cérebro e para finalizar, o quarto perfurou violentamente seu pulmão e era óbvio que não dava para salvar a vida do homem justo que foi Robin Mackenzie.
Mas quem foi que o matou de forma tão cruel? Simples. Dany Skyler, pai biológico e até então, desconhecido de Elizabeth.

Tanto Leila quanto Elizabeth ficaram arrasadas com a morte de Robin. Por um longo tempo, Elizabeth não quis sair de casa, ficou bastante tempo sem se alimentar, definitivamente, arrasada. Nunca conseguiu perdoar o homem que tirou a vida de seu pai, guardou um grande rancor desse homem, um rancor que tomou conta da personalidade doce de Elizabeth aos poucos, até que sobrasse apenas um pequeno resíduo de gentileza na morena, um resíduo tão pequeno, quase invisível.

Só depois de seis meses, Elizabeth conseguiu, junto de sua mãe, superar o luto e passou á ajudar a mesma na floricultura, onde ambas tentavam reconstruir a vida, completamente mudadas, devo dizer, já que Leila havia virado o contrário da mulher alegre de seis meses atrás, estava triste, praticamente deprimida. Já Elizabeth havia mudado, tornou-se uma adolescente introvertida, além de rancorosa, já que nunca esqueceu o rosto do homem que tirou a vida de seu pai e as vezes, até pensa em vingança.

Com seus 16, quase 17 anos, Elizabeth começou á se relacionar com homens, tendo lá seus casinhos e ficantes. Não era pra menos, afinal, Elizabeth é sim, uma garota bonita e não demorou muito para que a adolescente tivesse seu nome bem pronunciado em Westland.
Entre casos e casos, Elizabeth encontrou um garota pelo qual se apaixonou, tal menino levava o nome de "Isaac Murphy", filho do dono de uma loja de roupas. Elizabeth, realmente, se apaixonou por aquele garoto e se entregou de corpo e alma para ele, bom, mais de corpo do que de alma.

Para Liz, Isaac era o homem mais lindo, mais gentil e mais carinhoso do mundo. Não conseguia enxergar as coisas ruins nele, apenas as boas e digamos que não forá lá a melhor decisão tomada por ela.Elizabeth foi ingênua em ter se entregado daquela maneira para ele.

Na verdade verdadeira, o cara era tão mau caráter quanto todos os garotos daquela cidade. Havia feito juras de amor falsas para Elizabeth, á hipnotizou como uma serpente hipnotiza sua presa, para que no fim, desse o bote. E bem, o quê aconteceu?

Elizabeth engravidou, aos 20 anos de idade.

Quando a notícia rodou pela cidade, Elizabeth foi vista como imunda, nojenta, impura... Tornou-se uma das garotas mais mal faladas da cidade, tão mal falada quanto as prostitutas. Mas mesmo assim, mesmo com inúmeros pedidos vindo de sua mãe para que não precisasse ouvir sua filha ser julgada desse jeito, Elizabeth não abortou, não tiraria um filho, era desumano demais até para ela. Mas a natureza não foi tão agradável com a morena.

A gravidez sempre tinha seus altos e baixos. Elizabeth passava muito mal em seu período gestacional. Vomitava, sentia mal estar, dores... Até o parto teve lá seus riscos, no entanto, conseguiu sobreviver. No fim, nasceu uma bela garotinha, nomeada de Evellyn Meilyr Mackenzie, com 4 quilos e meio e 53 centímetros, no dia 11 de setembro, ás 15:40 PM.

Mesmo assim, algumas pessoas ainda costumavam á falar mal de Elizabeth, que por mais que não se importasse, sua mãe se importava e ver a filha ser tão julgada quanto estava sendo, lhe deixou mal. Muito mal, nada que lhe deixasse na depressão, no entanto, fazia com que a mesma chorasse ao ouvir xingamentos direcionados á sua filha, por mais que Elizabeth pedisse para que ela não se importasse com isso.




Personalidade:

Calma, misteriosa e introvertida.

Elizabeth é o tipo de garota que intriga á todos. A morena possuí uma aura misteriosa e na maioria das vezes está com uma expressão calma em sua face, sendo praticamente ilegível. É difícil saber no que Elizabeth está pensando, a pessoa tem quem ser muito ''mestre" pra adivinhar seus pensamentos. Seu tom de voz, na maioria das vezes, sairá em uma entonação monótona.
Prefere ficar na sua, não gosta de sair para lugares muito turbulentos, a movimentação lhe deixa incomodada, gritaria faz com se sinta irritada, bares á deixam enjoada, tendo preferência em ficar na floricultura enquanto ajuda sua mãe nas venda ou quem sabe, em casa tocando piano. Mesmo não sendo muito fã de socializar, Elizabeth é muito educada, responde á todas as perguntas direcionadas á ela com educação, porém, se a pessoa começar a fazer perguntas demais e a invadir sua privacidade, Liz irá se estressar e poderá ser um pouco rude.
Pacífica, Elizabeth odeia escândalos ou brigas por coisas fúteis, além do mais, nunca se mete em uma, apenas em debates ou discussões. Para ela, é preciso ser racional nesses assuntos, agir mais pela razão do que pela emoção, já que é possível que você se prejudique. Elizabeth pode até ser confundida como uma pessoa fria, isso por tratar os assuntos com extrema calma e paciência, além de quase não aumentar o tom de voz.


Carinhosa, ciumenta e encantadora.

Se você for uma pessoa importante para Elizabeth, ela será o mais carinhosa possível com você. Por aqueles que ama, Elizabeth mata e morre, mas só se for uma pessoa de extrema importância para ela. Em seu antigo relacionamento, a única coisa que Isaac não podia espalhar sobre ela, era que ela era rude, longe disso, essa foi uma das únicas coisas boas comentadas sobre ela, Isaac dizia que ela costumava a ser a pessoa mais carinhosa possível com ele, fazia carinho em seu cabelo, o abraçava, era doce, resumindo: Um amor de pessoa.
Mas também, Elizabeth é uma garota ciumenta, possessiva. Se você é namorado dela, você é namorado DELA! Ela ficará no veneno ao ver você de mimimi com outra pessoa que não seja ela, agirá grosseiramente e seria um dos únicos momentos em que ela você á veria como uma pessoa cínica.
Encanta á tudo e á todos, Elizabeth é uma mulher extremamente delicada, como uma flor. A Meilyr faz tudo com cuidado e paciência, nada com pressa, sempre dizendo que: A pressa é a inimiga da perfeição. Além de tudo, é extremamente talentosa, sabendo tocar piano e violino, cozinhar, pintar e ter uma voz afinada. Elizabeth não têm preguiça, faz tudo com capricho, chegando a ser um tanto quanto perfeccionista, seu quarto está sempre limpo e por mais que haja empregados em sua casa, ela gosta de arrumar suas coisas do seu jeito.


Rancorosa, vingativa e manipuladora

Desde a morte de seu pai, Elizabeth tornou-se uma pessoa muito rancorosa, por mais feio que isso seja. Vacilou feio com ela, ela irá guardar e quando entrarem em uma discussão, mesmo que isso tenha acontecido há anos atrás, ela irá jogar tudo na sua cara, com o veneno na ponta da língua e não ache que ela irá parar tão cedo. Você irá ver um lado, até então desconhecido, de Elizabeth para a sociedade.
A vingança não é a melhor opção, porém, Elizabeth não tenta resistir á ela. Se a pessoa fez mal á ela, ela irá fazer mal á pessoa e se a pessoa, novamente, querer se vigar, ambas irão entrar em um ciclo vicioso até que uma pare de fazer mal á outra e eu te digo camarada, Elizabeth nunca irá ceder á uma provocação, por mais cansativa que a situação se torne.
Em situações arriscadas ou muito problemáticas, ou quem sabe, desesperadoras, Elizabeth não hesitará em usar a manipulação ao seu favor. Liz sabe como manipular alguém, consegue muito bem fingir ser uma garotinha assustada, uma mulher sedutora, uma menina chorona e uma ''negociadora''. No entanto, ela irá usar a manipulação, apenas se for realmente necessário, caso contrário, não.


Corajosa, inteligente e sensível.

Dar para trás? Ah, por favor! Isso com certeza não é com Elizabeth. Foi ameaçada? Até irá sorrir para provocar quem lhe ameaçou. Situações de riscos? Contanto que não ponha sua mãe e sua filha em risco, ela não terá nada á perder. Mesmo que tenha que desafiar seus maiores medos, Elizabeth irá ter coragem o suficiente para supera-los, principalmente quando a vida de alguém que ela ama estiver em risco.
Possuí um raciocínio rápido e é capaz de montar estratégias rapidamente em uma situação crítica. Além de ter extremo conhecimento sobre assuntos complexos, isso por sua imensa paixão pela literatura. Elizabeth lê todos os livros que possuí em sua casa. E por ser muito curiosa sobre o mundo, leu livros de biologia, história, astronomia...Toda essa
curiosidade fez com que Liz se aprofundasse nesses assuntos, á tornando uma garota com o potencial de uma professora.
Um lado que a Meilyr procura esconder de todos á sua volta, é seu lado sensível. Sim, Elizabeth é sensível e muito, seu coração se aperta com situações ''normais" e ''comuns'' na sociedade. Uma criança na rua, Elizabeth se sentirá mal e provavelmente comprará um prato de comida para ela ou lhe visitaria todo dia para ver como que ela está. Um velhinho deitado em um banco? Pegaria um cobertor e colocaria sobre ele. Um cachorro abandonado? Provavelmente o levaria pra casa ou daria comida á ele. Chora com facilidade, é uma pessoa muito emotiva.


Realista, crítica e criativa.

Elizabeth é um meio termo entre "Pessimismo e otimismo", ela sempre mede todas as chances de algo dar errado ou certo. Se algo tiver mais chances de dar errado, ela irá dizer: "Isso com certeza dará errado", se algo tiver mais chances de dar certo, ela irá dizer: "Isso pode dar certo" e mesmo, sendo bem sincera nesse quesito.
Quando alguém pede a opinião de Elizabeth sobre alguma coisa, ela irá examinar tudo e irá dar sua opinião, além de algumas críticas. Vamos supor, alguém pergunta se ela gostou de tal quadro, Elizabeth irá examinar os mínimos detalhes do quadro, observará as formas, cores e no fim irá dizer o quê acha, apontando pontos negativos e positivos.
Sua criatividade vai além do que o ser humano pode imaginar. Elizabeth pode ter surtos de criatividade do nada, tanto para músicas, quadros e coisas na qual a criatividade é utilizada. E quando se dá a "explosão colorida" em sua mente, Elizabeth se sentirá na obrigação de por suas ideias no papel.



Qualidades
Corajosa-Carinhosa-Sensível-Calma-Inteligente-Encantadora-Educada-Limpa-Caprichosa-Criativa.


Defeitos:
Manipuladora-Introvertida-Fria-Ciumenta-Rancorosa-Vingativa.-Perfeccionista.-Crítica.


Vícios / Manias:





[Mexer no cabelo quando está envergonhada.]



[Bufar quando está irritada.]



[Unir as sobrancelhas quando escuta algo óbvio demais.]



[Revirar os olhos quando ouve algo estúpido.]


Mostrar Spoiler: Vícios.




[Vinho: Acha o sabor incomparável, prefere vinhos vindos da França ou de Portugal, seja eles vermelhos ou brancos.]



Fobias / Medos:



[Claustrofobia: Elizabeth é completamente claustrofóbica. Não consegue em ficar lugares apertados/fechados. Caso seja posta em um, entrará em completo desespero e toda sua calma irá para o espaço.]



[Tafofobia: É meio compreensível, já que Elizabeth é claustrofóbica. Ser enterrada viva está na lista dos piores medos de Elizabeth.]



Pertence a qual grupo: Índios, Bandidos ou Povo/Cowboys?
Elizabeth pertence ao povo.


Trabalha? Qual a sua função no grupo ou o que exerce?
Elizabeth, em meio período trabalha como garçonete no Saloon, porém, também costuma á ajudar sua mãe na floricultura.


Possui família? Qual a relação com eles?
Sim, Elizabeth possuí família, constituída por seu pai adotivo falecido, sua mãe adotiva e seu filho. Elizabeth não conhece seus pais verdadeiro, na verdade, já viu seu pai quando ele matou seu pai adotivo, no entanto, por sua mãe biológica ter morrido no parto, nunca chegou á conhece-la, nem mesmo por fotos.



Leila Meilyr Mackenzie:
Viúva.
Mãe adotiva.
Florista.
Sua relação com Leila sempre foi uma relação saudável. Ambas sempre confiaram muito uma na outra, costumam á dar voltas na cidade juntas e na maioria das vezes, quando não está trabalhando como garçonete no Saloon, Elizabeth costuma á ajudar sua mãe na floricultura. Por mais que inicialmente, sua mãe quisesse que Elizabeth abortasse Evellyn, quando a menininha nasceu, foi um poço de alegria para a vó, tanto que hoje, Leila costuma á ajudar Elizabeth com sua filha.



Evellyn Meilyr Mackenzie:
Filha.
Evellyn é uma adorável criança de 1 ano. A garotinha deu bastante trabalho para Elizabeth antes mesmo de nascer, no entanto, foi um fruto da alegria de Liz. Evy é adorável, encantadora, além de muito manhosa. Sempre quer estar com a mãe ou com avó, mas também é bem simpática.




Tem algum animal de estimação? Qual a sua relação com os animais?





Sim, Elizabeth possuí dois Huskys Siberianos, uma cadela fêmea, chamada Lucy e seu filhote, o qual se chama Spaghetti ('-'). Além de um cavalo, o qual Elizabeth chama Luke. Elizabeth ama animais -que não sejam ratos ou pombos-, sejam gatos, coelhos, pássaros, ela simplesmente ama! Principalmente cachorros e cavalos.


Sabe andar a cavalo?
Sim, seu pai, antes de morrer, ensinou á Elizabeth como andar a cavalo.


Favoritos

Cor:
(no gif ;v;)
Elizabeth adora as cores: Vinho, cinza, verde e lilás.


Animal:
(No gif ;v;)
Cachorros e cavalos, por achar que eles são os animais mais leais do mundo selvagem.


Estação do ano:



Outono, acha essa estação do ano tão ou mais bonita que a primavera, além do clima agradável que não é nem tão frio e nem tão calor.

Comida / Bebida:



Whisky, vinho branco/vermelho e suco de limão.
Quiche de alho poró, torta de frango e bolinho de bacalhau ( <3 )


Sabor:



Azedo ou salgado, acha o doce muito enjoativo e o amargo muito....Sem graça.

Aroma:



De flores, mais precisamente, de rosas.

Outros:



Pianos, em sua casa, havia um que não era usado, então, Elizabeth aprendeu á toca-lo sozinha e com o tempo, foi aperfeiçoando seu talento.




Livros, tanto para aprimorar seus conhecimentos, quanto para simplesmente se distrair. Ela ama livros.



Desgostos:

Cor:

(No gif ;v;)
Rosa pink, amarelo limão e laranja, acha que essas três cores são muito chamativas e...Irritantes.


Animal:



Pombos e ratos. Os detesta do fundo do coração, acha que ambos são animais nojentos.

Estação do ano:



Verão. Quente demais, suor demais...Definitivamente, prefere o outono.

Comida / Bebida:



Cerveja, vodka e chopp, acha que são bebidas muito amargas. Só de beber um gole, Elizabeth já se sente enjoada.
Requeijão, miúdos ,coração e nozes. Acha essas três comidas horríveis e ás come por nada nessa vida;

Sabor



Doce, acha que doces são muito enjoativos.

Aroma:



Cigarro, fumaça e perfumes muito fortes, ela detesta o cheiro desses três aromas. Sente-se enjoada ou com dor de cabeça facilmente quando sente tais aromas.

Outros:



Gritos desnecessários, tipo, pra que?




Bonecos, os acha medonhos, principalmente os de porcelana e os de tecido.



Talento ou habilidade:



Cozinhar, Elizabeth cozinha muito bem, tanto salgados quanto doces.



Elizabeth é bem rápida, algo bem útil em uma situação em que é necessário correr.



Musicista, Elizbeth sabe tocar piano e violino, além de ter uma voz encantadora.


Passatempos ou hobbies:



Ler.



Tocar piano.


Gosta de ler?
Elizabeth ama ler, principalmente obras de Shakespeare e Lewis Carroll. Seus livros favoritos são: Sonhos de uma noite de verão, Alice no país das maravilhas e o típico: Romeu e Julieta.


Gosta de música?
Outra coisa que Elizabeth ama é música. Principalmente música clássica e country.


Já se apaixonou ou teve algum relacionamento?
Sim. Isaac Murphy foi um dos poucos caras por quem Elizabeth se apaixonou.


A personagem é virgem?
Não. Elizabeth perdeu com seu antigo namorado, Isaac Murphy. Sua primeira vez foi maravilhosa na visão de Liz. Isaac havia sido delicado e se esforçou para não machuca-la. Perdeu sua virgindade com 18 anos de idade.


Paquera:

Nome:
Castiel.

Apelido dado:
Cabeça de fósforo, esse apelido foi dado por causa da cor do cabelo de Castiel, a qual a garota achou bem estranho quando o viu.

O que a personagem gosta no (a) paquera?
A sinceridade de Castiel ganha pontos com Elizabeth, além do senso de humor dele também ser bem apreciável pela morena.

O que não gosta?
Elizabeth detesta o jeito explosivo do ruivo, acha desnecessário quando o mesmo começa a usar palavras ofensivas para se dirigir á outras pessoas ou a necessidade que ele tem de humilhar os outros, sendo que esse é o maior motivo das brigas que os dois tem.

Como é a relação entre eles (as)?
Uma montanha-russa, com seus altos, baixos e loopings.
Castiel e Elizabeth são pessoas de personalidade opostas, isso por Castiel ser bem mais rude que Elizabeth, que é mil vezes mais educada que o ruivo.
Os dois sempre estão discutindo por alguma coisa, seja por gostos, opiniões, política, machismo, etc. O ruivo possuí uma opinião bem machista em ver Elizabeth sendo uma mãe solteira, falando que a garota deveria ter tido vergonha na cara e se casado com o pai da criança, algo que deixa Elizabeth muito irritada, se assim por dizer.
Falar da filha de Liz é a mesma coisa que querer ter todo o ódio da Meilyr.
A partir daí, Elizabeth se torna uma pessoa rude, irônica, agressiva e venenosa com Castiel, que acha graça de toda a irritação da morena, á provocando dizendo que "ela fica linda com raiva", deixando Elizabeth, não só com mais raiva, mas como também, á deixa completamente constrangida.
No entanto, Castiel não trata a filha de Elizabeth com antipatia, na verdade, ele gosta bastante da menina, falando que ela não é tão barulhenta quanto as outras crianças.
Mas os dois também tem seus momentos pacíficos.
Castiel possuí senso de humor, uma coisa agradável na opinião de Liz, que na maioria das vezes ouve as piadinhas do ruivo, que ela, particularmente, acha muito engraçadas. Castiel também costuma ir na floricultura da mãe Liz, onde a mesma trabalha por meio tempo, fazendo algumas visitas frequentes á ela.


Os pontos em comum:
Os dois são sinceros e não têm medo de dizer a verdade, além de serem bem independentes, digamos assim. A coragem e a ousadia, também são características que ambos possuem.

As divergências:
Castiel é muito mais agressivo, comparado a Elizabeth, que é tão calma que lhe causa inveja. O uso frequente das palavras de baixo calão no vocabulário de Castiel, também é algo que Liz acha desagradável, além de que o lado pervertido de Castiel também lhe irrita muito.


A personagem acredita em misticismo, magia e espíritos?
Ela segue a linha mais racional, no entanto, pode se dizer que ela acredita sim. Elizabeth sempre foi meio curiosa sobre esses assuntos, adora coisas relacionadas sobre tal, tanto que já leu vários livros relacionados á magia, misticismo e espíritos.


Como reagiria ao presenciar algo do tipo?
Ficaria bem surpresa e um tanto quanto assustada, mas não ficaria com tanto medo, pelo contrário, acharia incrível.


Em uma situação de risco, teria coragem de matar outra pessoa para salvar-se?
Depende muito da situação. Se por um acaso, tal pessoa tivesse mexido com Elizabeth ou com as pessoas que ela ama, lhe mataria sem hesitar, livre de qualquer misericórdia.


Em uma escala de 1 a 10, qual a importância do dinheiro/riquezas para a personagem?
5. Não é a coisa mais preciosa do mundo, no entanto, é necessário para que ela possa manter uma vida agradável.


Essa é uma fanfic +18, portanto, terão cenas com sexo explícito. Você compreende que ao participar, seu personagem poderá ter cenas hentai?

Claro!



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...