~bolchevique

bolchevique
— may your god deny you +
Nome: F̤υc̤k̤i̤n̤g ̤m̤e̤s̤s ̤s̤o̤m̤etimes || ̷p̷o̷k̷é̷m̷o̷n̷ τrainer™
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Solidao, Pernambuco, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Twenty Nine Files:::...Lost Files.doc


Postado

Δ lost files Δ


Nome Completo:
Edward Keegan Clifford

Apelidos:
Ned — o apelido mais comum pelo qual as pessoas próximas o chamam, e as não tão próximas também; gosta tanto do apelido que costuma apresentar-se para os outros como Ned Clifford.

Clifford — para os mais formais; Ned gosta do apelido, e não tem problemas com as pessoas que optam por chamá-lo pelo seu sobrenome.

Idade:
Dezoito

Sexualidade:
Heterossexual

Cidade e país de origem:
Cincinatti, Ohio

Profissão:
Estudante do Ensino Médio; Ned infelizmente reprovou um ano na escola.

Aparência:
Ned possui 1,78 de altura e não é muito magro; o sedentarismo é o resumo de sua vida atlética, e embora não possua excessos de gordura visíveis e que não esteja acima do peso, ele não é nem um pouco atlético, e caminhar quinze metros para ele é como correr uma maratona. Possui o rosto magro, com o queixo largo, quase quadrado. A boca tem os lábios finos e pálidos, que quase nunca se abre num sorriso.
Seus olhos são pequenos e acastanhados; os cabelos são de um tom louro-escuro, lisos e compridos, quase tocando seus ombros. Caem sobre sua testa o tempo todo por serem muito leves e finos.





Photoplayer: Charlie Heaton

Personalidade:
Ned tem um andar que expressa sua curiosidade acerca das coisas; observa o que o cerca, com a cabeça erguida e ombros relaxados. Por prestar atenção demais nas coisas em volta, acaba trombando nos outros com muita frequência. Apesar do andar aparentemente confiante e seguro, Ned é levemente tímido, ainda mais quando está num lugar novo, que ele ainda não se familiarizou. Vira um bicho do mato quando está em lugares desconhecidos, novos, mas não demora a se soltar e mostrar-se alguém divertido.
Ned não costuma falar muito; não gosta muito de se comunicar, mas quando o faz, é com certa desenvoltura e habilidade. Sua lábia é quase fantástica e sua linguagem corporal apenas complementa seus dotes para a comunicação.
Como dito, Ned é muito observador e atento às coisas, mas sua memória é patética; sua percepção também é ótima, e perceber as intenções dos outros são coisas que ele sabe fazer até que muito bem, seja entender um sinal ou interpretar linguagem corporal. Costuma analisar o fundo das coisas com muita precisão; vê os caminhos e alternativas possíveis e racionais para obedecer e seguir. Faz isso porque liga para seu bem-estar; ele é a pessoa mais importante para si. Pensa muito no que pode beneficiá-lo antes de agir, e seu egocentrismo faz com que perca amigos de vez em quando por se colocar antes dos outros. Porém Ned não menospreza seus amigos.
Não é a pessoa mais animada quando se trata de obedecer regras com as quais ele não concorda. Para Ned, é muito difícil aceitar regras de alguém que ele não quer obedecer, e quando segue, segue de má vontade; nesta hora, também é impossível para o garoto segurar sua língua, e acaba comentando qualquer coisa sarcasticamente — esse sempre foi o motivo pelo qual levava/leva broncas. Não obedece quem não considera um líder, uma pessoa apta a ditar regras ou não obedece se as regras parecerem abusivas ou contraditórias. Irresponsável, também não gosta de ser o encarregado ou o responsável por algo; sabe que irá esquecer e não tem muita vontade de se mexer para fazer o que pedem.
Também não confia facilmente nas pessoas. É desconfiado a um nível quase paranoico, é confiar nos outros é um desafio; para ele, todos podem estar planejando algo, e o espírito bisbilhoteiro de Edward entra em ação. A polícia chama de "stalkear", por mais que Ned chame de "descobrir a verdade".
Ned não menospreza seus amigos, apenas pensa em si antes dos outros. Por mais que goste deles e que goste de fazer com que deem boas risadas, ele ainda vem primeiro. Ned tem a estranha mania de mentir e de omitir o que está sentido ou pensando, até mesmo de mentir sobre fatos inteiros e criar histórias para encobrir a verdade. Não é uma coisa da qual se orgulhe ou se vanglorie, ele tenta mudar e falar a verdade nos últimos tempos, mas parece ser impossível não mentir; a mentira é mais atraente do que a verdade em si. Sua boa lábia contribui para que seja um excelente mentiroso, e é o que ele faz de melhor. É impossível saber o que ele sente, se é verdade ou não, mas ele está tentando mudar.

História:
Nasceu na cidade de Cincinatti, Ohio. Não se lembra quando foi adotado, mas sua mãe Nathalie conta que foi quando ele tinha apenas três anos, então é compreensível que ele não se recorde disso. As primeiras memórias que detém em sua mente são de sua casa em Ohio, onde morou até seus oito anos.
Mudou-se para o Colorado e suas memórias ficam mais claras. Foi matriculado num colégio particular da região, e sempre mostrou-se problemático na sala. Não do tipo básico que discutia com o professor, mas sim o aluno que nunca conseguia acompanhar as aulas; além de disperso, possuía dificuldade em ciências exatas, e sempre se encontrava atrasado na resolução dos deveres, além do fato de não ter amigo algum. Foi mandado ao psicólogo quando tinha dez anos, e então encaminhado a uns especialistas que identificaram sua dificuldade com cálculos. Sua mãe, Cassandra, tentava ajudá-lo ao máximo, porém Ned continuava rodando nas matérias exatas. Assim, perdeu um ano na escola, o primeiro do Ensino Médio; reprovou direto.
Sua reprovação iniciou uma fase nova em sua vida, a fase do bullying por parte de seus antigos colegas. Ofendiam e provocavam, andavam atrás de Edward no intervalo para encher ainda mais sua paciência, até que um dia ele simplesmente explodiu e caiu no soco com todos aqueles garotos, acabando por ser suspenso.
Voltando da suspensão, o bullying também voltou, e Ned comunicou a sua família. Trocou de colégio mais uma vez, e é nesse que permaneceu, livre das ofensas, mas ainda sem amigos.

Gostos:
Gosta muito de ouvir música, sempre é visto com fones ou headphones nos ouvidos;
Seu cantor favorito é o Jake Bugg, embora goste de muitas outras bandas e cantores;
Gosta muito de ler ficção;
Gosta de bolachas integrais;
Gatos são seus animais favoritos;
Balas de gelatina;
Refrigerante;
Usar casacos, especialmente se tiverem capuz.

Desgostos:
Não gosta muito de livros futuristas;
Não gosta de dias ensolarados;
Educação Física e esportes no geral;
Exatas por sempre ter sido uma fracasso nestas matérias;
A escola no geral, incluindo estudar;
Aranhas;
Ser o responsável por alguma coisa.

Manias:
Roer as unhas;
Mexer em seus cabelos.

Hobbies:
Cozinhar, Ned sempre gostou de cozinhar e costuma fazer o jantar quando está com vontade;
Escrever e compor pequenas músicas, executando-as com seu violão, sendo que tocar o instrumento também é um de seus hobbies.

Vícios:
Não tem

Medos:
Medo do escuro;
Medo de entrar em túneis.

Fobias:
Aracnofobia — possui um medo irracional de aranhas

Significativos:

Nathalie Clifford — quarenta e quatro anos — homossexual — delegada


Photoplayer: Michelle Fairley

Nathalie é a sua mãe mais rígida. É uma pessoa mais fechada, que não esbanja muitos sorrisos; tem tendência a ser severa com o filho, exigindo bastante de Ned. Os dois discutem com uma frequência regular, mas nada fora da normalidade, isso se deve ao fato de Nathalie cobrar de Ned notas boas e é a única que aplica castigos nele por causa de suas notas terríveis. No entanto, possuem uma boa relação já que Ned é muito interessado em seu trabalho, e passam muito tempo juntos quando Ned tem tempo e pode visitar a mãe Nathalie no trabalho.

Cassandra "Cass" Clifford — quarenta e um anos — homossexual — professora de física teórica


Photoplayer: Sarah Paulson

Cassandra é uma pessoa calma que fica em sua mesa trabalhando em teses quando não está na Universidade, ensinando. Gosta muito do que faz e tem muita paciência para ensinar; é o que ela gosta de fazer. Quase nunca pode ser vista desesperada; Cassandra é muito calma, paciente e tolerante, e é a única que tem paciência e tempo para ajudar Ned com sua dificuldade na escola, uma vez que Nathalie está sempre ocupada. Ned e ela não costumam discutir com frequência, apenas quando ele não faz algo que Nathalie ou ela solicitam; não gosta de sua irresponsabilidade, e é o único motivo pelo qual discutem. Possuem uma relação excelente.
Cassandra leciona numa universidade há dez anos, desde que pisou no Colorado.

Curiosidades:
Ned possui discalculia operacional, um tipo de desordem neurológica que faz com que ele possua grande dificuldade com números no geral, mas mais ainda na execução de cálculos matemáticos; este foi o motivo pelo qual não conseguiu passar o primeiro ano no colégio e sempre ficou de recuperação em exatas.
Ele é alérgico a gatos, um grande obstáculo, uma vez que possui dois deles em casa e são seus animais favoritos.
Ele fica doente com muita facilidade, sempre está gripado ou resfriado.

Quer par?
Não faço questão, pode deixá-lo sem par mesmo.

Se sim, quem?
Disponível

Algo mais?
Não

De onde conhecia a Sophie?
Conheciam-se há pouco tempo. A viu uma vez no ponto de ônibus perto de sua casa, e descobriu que pegavam o mesmo ônibus. Começaram a conversar eventualmente, porque Ned pega ônibus em dias inconstantes, aleatórios, e só a via nestes dias. Foi a primeira pessoa com quem Ned falou fora da escola, uma vez que ninguém falava com ele e ele não tem amigos.

Qual era sua relação com ela?
Conversavam quando se viam, e era o início de uma amizade. Ned gostava de conversar com ela, sentia-se confortável em sua presença, e a acompanhava até em casa quando voltavam tarde.

Qual foi sua reação ao descobrir a morte da menina?
Ficou chocado, sem muita ação. A garota que havia acabado de conhecer havia morrido, simplesmente morrido.

O que dirá aos policiais?
Que a conhece há pouco tempo, e que não consideraria um suicídio, pelo menos observando por aquele pouco tempo; também que ela parecia ser equilibrada, sem muitos inimigos e que ele não tem ideia do que aconteceu/pode ter acontecido


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...