~_VitoriaRegina_

_VitoriaRegina_
Trafico Toddynho, liga aí ><
Nome: Vitória Regina
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Medianeira, Paraná, Brasil
Aniversário: 10 de Setembro
Idade: 13
Cadastro:

Meu passado - One Shot Diferente


Postado

Meu passado - One Shot Diferente

- Ah.. minha cabeça - murmurei sentindo uma forte dor seguida de uma tontura.

- Hm? - o vampiro do meu lado me encarou pelo canto dos olhos que emanavam curiosidade enquanto terminava de ler seu livro como o de costume.

- B-Beyond - sussurrei antes de perder total senso do meu corpo vendo tudo ficar escuro... eu havia desmaiado



Lembranças do passado On

- Hei, o que foi? - o Beybey perguntou me encarando - Por quê está tão pálida? - colocou a mão em minha testa - Você está fria - murmurou quando tirou a mão de mim - Vou te trazer um remédio - falou se levantando e indo em direção a cozinha.

- Hm - murmurei sentindo uma dor de cabeça - Ahh - deitei na cama e sequei o suor frio que escorria em minha testa - Beybey - sussurrei seu nome sentindo o colchão afundar do meu lado.

- Estou aqui Mimih - falou estendendo o copo de água junto com o comprimido para mim, que sentei novamente pegando o comprimido de sua mão e o tomando com a ajuda da água - Descanse okay? - falou retirando uma mecha colada pelo suor frio da minha testa sem retirar por um segundo sequer os olhos de mim.

- Okay - falei me deitando depois de colocar o copo na cômoda ao meu lado. Senti o colchão se estabilizar e deduzi que ele havia levantado, mas segurei a manga da camiseta do mesmo antes que ele saísse pela porta - Beybey - sussurrei seu nome e ele se virou me encarando - Fica aqui comigo - pedi manhosamente, não sei porque mas venho ficado carente.

- Ah, acho que não tem problema - falou suspirando e eu fui para trás deixando espaço para o mesmo na minha frente, ele se deitou e ficou me encarando de um jeito que eu não consegui decifrar - Isso está me matando - sussurrou enquanto acariciava meus cabelos - Entende? - perguntou.

- Hm? o que está te matando Beybey? - peguei em sua mão e entrelacei nossos dedos fazendo o mesmo me encarar intensamente.

- Você - sussurrou e isso me fez arregalar os olhos - Não você em si mas suas atitudes, não sei se faz isso de propósito ou se faz na inocência - o encarei confusa - Não poder te tocar, isso que está me matando - sua voz saiu em um fiapo, quase não consegui ouvi-la.

- Como assim? não está me tocando agora? - perguntei sem entender nada.

- Ha, você é muito nova, não vai entender pequena - beijou a minha bochecha e ia se levantar se eu não tivesse o puxado e subido em cima do mesmo - Amy?! - perguntou surpreso quando fiquei sentada em seu colo deixando minha calcinha um pouco a mostra por conta da camisola e o impedindo de levantar.

- Não sou ingênua okay?, não pense que não entendo nada só porque tenho 12 anos!, então por favor para de me tratar como uma criança inocente!!! - gritei com raiva o encarando sentindo suas mãos em minha cintura.

- Quer que eu te trate como uma igual? - perguntou me encarando de um jeito estranho - Em?

- Q-Quero - falei com um pouco de vergonha ao ver o olhar que ele estava direcionando à mim de uma forma mais intensa que a normal.

- Não vai se arrepender? - sua mão começou a deslizar para as minhas pernas me arrepiando.

- N-Não - disse com um pouco de insegurança.

- Tem certeza? - começou a subir minha camisola lentamente deixando minha calcinha exposta me fazendo corar.

- Tenho - falei firmemente o fazendo sorrir.

- Okay darling, essa vai ser a melhor noite da sua vida - sussurrou me empurrando de cima de seu colo e tomou meus lábios em um beijo feroz....



*Quebra do tempo, 6 meses depois*


- EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ CONCORDA COM ISSO!!! COMO PODE FAZER ISSO COMIGO!?!??! COM A GENTE?!?! - o Beyond gritou socando a parede ao meu lado. Ele estava coberto de sangue, de seu cabelo até a ponta de seus pés, ele havia matado alguém, tenho certeza disso.

- B-Beyond eu- me interrompeu.

- AGORA VOCÊ ATÉ ME CHAMA PELO NOME?! NEM UM APELIDO USA MAIS?! AH, JÁ SEI, É PORQUE SE INTERESSOU POR UM DELES HUM?!?! POR ISSO ACEITOU ISSO NORMALMENTE, É PORQUE AMA UM DELES NÃO É!?!?!?, MAS SE PENSA QUE VOU DEIXAR ELES TE TIRAREM DE MIM, ESTÁ TOTALMENTE ENGANADA!!! VOCÊ É MINHA, SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ!!!! - ele apertou o meu braço com força me fazendo soltar um gemido de dor.

- Beybey - sussurrei - Olhe para mim Beybey - falei lentamente fazendo-o se acalmar aos poucos - Eu não quero isso tanto quanto você - sussurrei baixinho fazendo ele parar de apertar um pouco o meu braço.

- Então.. por que? - sua voz saiu trêmula - Por quê quer me deixar Mimih? - sua voz saiu embargada e percebi que ele estava chorando.

- Eu não quero - falei passando minha mão em seu rosto secando suas lágrimas e retirando manchas de sangue que haviam sido respingadas em seu rosto, provavelmente da pessoa que ele matou, fazendo ele chorar cada vez mais - Eu te am- fui interrompida quando a porta foi escancarada.

- Parado Beyond!! você está preso!! - um policial disse apontando a arma para ele

- PRESO?! EU?! HAHAHAHHHHHAHHAAHAHAHAHHAHAA - Sua risada arrepiou pelos que eu nem sabia que existiam - MAS NUNCA!! - Ele me colocou em sua frente - *Sussurra* Desculpe Mimih, não queria te usar como refém - ele sussurrou em meu ouvido com um tom de culpa perceptível.

- Tudo bem Beybey - falei vendo ele se culpar um pouco menos.

- Solte essa garota e ninguém se machuca!! - outro policial falou.

- Haha, nos seus sonhos que vou soltar ela - Beybey falou com uma voz assustadora...


*Quebra do tempo, 15min depois*

- AMY!!! - ele gritou se debatendo - ME SOLTEM, ME DEIXEM IR, NÃO PODEM ME SEPARAR DELA, NÃO PODEM!! VOCÊS NÃO TEM O DIREITO!!! - ele gritou mais alto me dando uma dor no coração.

- BEYBEY!! - gritei também por impulso tentando me aproximar dele tendo meus pulsos segurados por um policial.

- Você vai para o seu verdadeiro destino, para os Sakamakis garotinha ingênua - o policial riu de uma forma sádica me fazendo engolir em seco.

- SOLTE ELA!! FIQUE LONGE DELA!! NINGUÉM PODE TIRAR ELA DE MIM!! NINGUÉM PODE!! ELA É MINHA, SÓ MINHA MINHA MINHA MINHA MINHA MINHA MINHA MINHA MINHAAAAAAAA!!!!, VOU VOLTAR E ACABAR COM TODOS VOCÊS, EU VOU TE SALVAR DAQUELA CASA E DE TODOS ELES AMY, ELES VÃO PAGAR CARO!! TODOS ELES !! - Ele berrou enquanto era colocado a força dentro do carro e eu fui levada a força a mansão deles.. dos Sakamaki.


Lembranças do passado Off


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...