~Agattah_Morena

Agattah_Morena
^^Louca consciente^^
Nome: Agattahh
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

"Ela sempre foi amada..."


Postado

"Ela sempre foi amada..."

Ah, e quem ela é?
A pobre garota que já sofreu bullying, tão grande por fora, mas interiormente... Tão pequena...
Ela vive presa ao passado, e não, parece que não há jeito algum de que as coisas mudem, de que a sua dor suma, de que ainda haja uma luz dentro dela que a faça admitir que é feliz.
Ela silencia...
Silencia porque ninguém quer ouvi- lá.
Silencia porque quando a pequena abre a boca, vozes soam nos ouvidos dela, e a sua voz não esta entre elas, se perde entre os seus desejos.
Tudo seria mais fácil se ela não tivesse passado por essa barra toda, pensa ela...
Mas assim não teria graça, todos tem o direito de sofrer... Faz parte, e se ela gosta dos caminhos facéis, talvez será porque ela tenha preguiça, uma preguiça tão constante que toma sua coragem e a deixa encurralada no medo.
E por que a garota não vai há escola?
Porque ela tem preguiça, ou seria medo? Ela falta aula porque isso é muito fácil, não vai à aula porque pra ela é difícil , e essa é a verdade. Os caminhos facéis são os mais escolhidos porque são facéis.
Mas ela , além de vagar por caminhos fáceis, ela insiste em ter medo, ela tem medo de rir muito agora porque ela sabe que lágrimas irão escapar depois.
Ela não sabe o que sente, olhou nos olhos de tanta gente, mas ninguém conseguiu olhar nos seus.
Ela se sente tão irrelevante...
E não importa se o passado passou, se ela o deixou, ELE não a deixou, ela não pode escapar... Cicatrizes a fazem lembrar...
Porque cada palvra, se transformou em uma ferida, e embora ela tenha mudado, tentado esquecer os casos passados, eles nunca irão esquece- lá.
Ela quer vingança ou bandeira branca?
Guerra ou paz?
Nem a própria sabe, tão nerd por dentro, tão "vida loka" por fora...
A fizeram desacreditar dela mesma, e ela? Ela sempre foi fraca... Por tanto... Desacreditou.
Ela vive numa depressão repentina.
Meio arlequina.
Sabe o que a fascina ,apenas um sorriso a fascinava...
Ah...aquele sorriso
A fazia sair do abismo
Encontrar luz no labirinto
Ter vontande de enfrentar o perigo
Tentar ser feliz e não querer mais cair novamente no precipício.
Ela nunca viu sorriso igual
Cativante, sincero,mais que real.
Não eram borboletas no estômago que ela sentia, oh, não eram!
Era simplesmente aquele belo sorriso sem motivo, que a fazia acordar para ver isso.
A fazia não ter medo do perigo.
Mas também, a deixava com receio de voltar à realidade e aquilo ser só mais um sorriso.
Porém, não era! Não, não era.
Ele sempre foi único, puro, e talvez um pouco oportuno.
Era apenas ele, sim, apenas ele. Aquele belo e singelo sorriso.
O sorriso que fazia a pequena garota, tão amedrontada ficar boba, esquecer todos os demônios e lembrar apenas dos anjos.
A deixava feliz, ela já não era mais a mesma, ela não era mais desacreditada, e não importava quantas feridas houveram em seu corpo, todas foram fechadas, e ela simplesmente, se sentia amada.
Na verdade, ela sempre foi amada, eram só as ofensas gritadas que não a deixava ser escutada, perceber o quanto é e sempre foi amada.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...