~Aika_Okita

Aika_Okita
Apenas uma sombra
Nome: Mila
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Santa Vitoria do Palmar, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 27 de Janeiro
Idade: 18
Cadastro:

Aaron Mei


Postado

Aaron Mei

''Você disse "Ei, Qual é o seu nome?"
Bastou um olhar e agora nós não somos mais os mesmos
Sim, você disse "ei" e desde aquele dia
Você roubou meu coração e você é o único culpado''


Ficha *-*

*Nome: Aaron Mei

Apelido: Mei-chan/Aaron-san / Mei-san

*Idade: 18 anos

Aniversário: 02/01

*Nacionalidade: Japonesa

*Personalidade: Apática e preguiçosa, Mei ama nada mais a música e mais para frente também a Junichiro Tanizaki. Note-se que ela está sempre ouvindo música, mesmo nas horas mais inoportunas. Mei adora música clássica, variando de piano para violino. Ela tem uma falta de motivação e é preguiçosa o suficiente para fazer quase nada. Apesar de Mei, o filha mais velha, ela não assume qualquer responsabilidade para cuidar de seus cinco irmãos e a casa e queixa-se principalmente sobre como ela tem que "lidar com seus problemas." Principalmente, ela empurra este trabalho para Reiji-seu irmão Gêmeo menor.

Mei tem Pirofobia(medo de fogo) devido o que aconteceu com o Edgar. Quando ela vê fogo, ela foge e treme de medo patológico. Apatia total de Mei em relação à vida é por causa dele, sendo empurrado por sua mãe, Beatrix, tornar-se o herdeira, em suas ambições para superar Melissa na frente de Tsumo através de sua infância. Privada da infância, mesmo que ela estava bastante animado antes, Mei começa a falta de interesse na vida e por causa do incidente de fogo com seu único amigo Edgar, Mei completamente desliga-se para o mundo.

*Aparência: Mei tem cabelos castanhos claros e olhos da mesma tonalidade tem 1,68 de altura, pensando entorno de 60kg. Mei possui busto de tamanho médio e não tem lá muita bunda, ela não se importa com sua aparência.









* Cidade natal: Quioto / Japão

*História: Mei nasceu na parte mais isolada de Quioto, longe da maioria das pessoas, viveu em uma grande mansão isolada dos demais, cresceu com sua mãe Beatrix lhe ensinando a ser a melhor, uma líder nata, para se tornar a herdeira da Família, sendo a mais velha de seis irmãos.

Mei quando era mais nova, tinha um grande amigo, que morava em um pequena casa perto da mansão onde a mesma vivia. Edgar era o nome do mesmo, Mei e ele eram grandes amigos, inseparáveis, mais sua mãe não aceito, sua filha mais velha deveria focar-se em ser a melhor, para competir com Mellissa irmã de Tsumo seu marido na liderança da Família Aaron.

Quando Mei tinha 11 anos de idade, a casa de Edgar foi queimada a mando de sua mãe, quando Mei chegou lá e viu a casa queimar, ela ficou estática e para, sem saber o que fazer. Foi naquele dia que Mei desenvolveu o medo de fogo que tem nos dias atuais.

Mei passou a desvalorizar a vida dos humanos, não mais se importava com sua mãe, e ignorava seus irmãos, pois ela sabe que humanos tendem a morrer facilmente, Mei acredita que Edgar esta morto, mas a uma verdade que nem mesmo ela sabe, Edgar esta vivo, mas atualmente vivendo na China, bem longe da mesma.

Mei é bem distante de seus irmãos, e com 16 anos conseguiu que seu pai a emancipa-se, então ela saio de casa, deixando a casa e sua mãe para trás, sua mãe tenta sempre fazer contato para por a mesma na linha de sucessão da família, mas esta recusa, seu Tsumo, continua a mandar dinheiro para a filha, para ele tanto faz o que Mei faz de sua vida. Seu irmão gêmeo mais novo, Reiji ficou com seu cargo de sucessão apesar de Beatrix demostrar que prefere Mei, mas esta recusa com todas as suas forças.

*Por que odeia a Agência? Mei tem um motivo um tanto irônico para odiar a agencia, ela não gosta de ser importunada, e quanto já estava na cidade, após sair da mansão para viver em um apartamento isolada das demais pessoas. Ela andava pela cidade, e resolveu sentar-se perto de uma lanchonete onde os membros da Agencia se encontravam, ela ficou lá, apenas escutando musica com seus fones mais discretos, quando um homem de cabelos escuros alto saio da lanchonete correndo fora neste momento que ele chocou contra ela mesmo não estando de pé, este era Dazai fugindo de Kunikida. Mei ignorou e se foi embora esta foi a primeira vez que os viu, na segunda vez foi que venho o ódio. Ela estava a trabalho, ou digamos um trapo que ela pegou para pagar por contar própria as contas, apesar de seu pai lhe dar dinheiro. Ela estava ajudando num caso de assassinato, ela apenas iria sumir com as provas, mas um dos membros da Agencia, Ranpo estava no caso e quase sobrou para a mesma, ela quase foi presa por causa dele. Dês de então ela remoí dentro de si que por culpa deles, ela quase foi presa, sorte que é membro de uma família muito rica. Ela guarda este pequeno ódio dentro de si, que cada vez mais aumenta.

*Família:
Nome: Aaron Beatrix
Idade: 30 anos
Relação: A odeia completamente, por causa desta perdeu seu amigo
Parentesco: Mãe
Emprego: Não trabalha, fica em casa ''torturando seus filhos'' - como Mei se refere a mesma.
Imagem:


Nome: Aaron Tsumo
Idade: 35 anos
Relação: Mal se falavam, se falam ainda menos hoje, ele simplesmente esta nem ai para o que ela faz, lhe da dinheiro pois seu pouco instinto de pai lhe diz que deve manter a vida boa de sua filha e a tirar de confusão só isso.
Parentesco: Pai
Emprego: Líder da Empresa Aaron especializada em equipamento Militar ( armas e dentre outros )
Imagem:


Nome: Aaron Reiji
Idade: 18 anos
Relação: Não se dão nada bem um com o outro, enquanto Mei queria fica longe de tudo e sua mãe a queria por perto com Reiji era o contrario ele queria ficar perto mais sua mãe não o queria por causa de já ter a mais velha da família.
Parentesco: Irmão Gêmeo
Emprego: Estudante
Imagem:


Nome: Mellissa Aaron
Idade: 33 anos
Parentesco: Tia
Relação: Nunca se falaram e Mei não sente nada por a mesma
Emprego: Empresaria
Imagem:


Nome: Aaron Ayato
Idade: 16 anos
Parentesco: Irmão menor
Relação: Não se falam, Ayato tem orgulho de quem sua irmã é, mas nunca se falaram uma única vez em toda suas vidas.
Emprego: Estudante
Imagem:


Nome: Aaron Katano
Idade: 15 anos
Parentesco: Irmão menor
Relação: Mei apenas falou com ele uma única vez, são neutros um com o outro, e Katano não se importa muito com que sua ''Aneki'' faz da vida.
Imagem:


Nome: Aaron Shu
Idade:17 anos
Parentesco: Irmão menor
Relação: Shu por ter uma personalidade para não dizer igual a da irmã, não brigam quando se falam por telefone, se dão bem e tirando ele e Laito, que são os únicos com quem Mei mantem contato.
Emprego: Estudante
Imagem:


Nome: Aaron Laito
Idade:17 anos Gêmeo de Shu
Parentesco: Irmão menor
Relação: Boa, Laito assim como Shu se dá bem com sua irmã, apesar de sua personalidade um tanto maliciosa, Laito é bom garoto e sua relação com Mei é boa, se preocupa com sua irmã mais velha
Imagem:



*O que gosta: Musica clássica, piano, violino, gatos, maças, neve, inverno, computadores.

*Não gosta: Sua lista de desgostos é muito grande, odeia todo o tipo de Vegetais, subordinados incompetentes, ''sempais'' irritantes, beber com companheiros, pessoas barulhentas, que se intrometam em seu caminho, missões chatas, superiores irritantes e convencidos, crianças, é uma lista bem grande para se falar a verdade, ela odiar/não gosta de muitas coisas.

*Hábitos, costumes, manias: Ela tem a mania de ficar olhando para o céu a noite, é um jeito de se acalmar, um jeito dela se sentir em paz. Ela gosta de ficar sozinha, se sente melhor estando só, sem pessoas a sua volta, onde ela poça dormir. Tem o costume de revirar os olhos cada vez que vê algo 'idiota' a sua frente - por assim dizer.

Hobbies: Dormir. Forra isso ela não tem Hobbies

*Medos, fobias, traumas : A Pirofobia - Medo de Fogo
Abissofobia — medo de abismos, precipícios - ela teve vários pesadelos com abismo que acabou desenvolvendo o medo de abismo.

Segredos: Ela guarda para si mesma o que aconteceu com seu primeiro amigo, não conta a ninguém sobre ele.

Lema: ''Neste mundo os fracos perecem, os fortes sobrevivem, ter poder e não usa-lo é pura idiotice''


*Favoritos~
-Cor: Preto
-Número: 0
-Bebida: Café
-Comida: Pizza
-Filme: Gritos de Horror - O Renascimento
-Música:


-Série: Doctor Who

-Livro: Hamlet

Vício: Uísque, Cigarros e Cafe

Toca algum instrumento: Piano e Violino

Pratica algum esporte: Nop

*Amigos: Naomi _ Mesmo querendo nunca mais ter amigos, Mei acabou por conhecer Naomi quando esta estava com seu irmão, era estranho como a garota tentava a todo o momento ser sua amiga, enquanto Mei se esquivava e a ainda tinha o fato de a mesma achar que seu irmão Junichiro e Mei combinam e quer ver os dois juntos, enquanto Mei desvia do assunto, Naomi sempre arruma o jeito de fazer os dois ficarem pertos. Mei se pergunta o porque não odeia os dois, quer dizer não gosta da Agencia não é? Então porque a presença de Naomi e Junichiro a agrada, Mei não compreende isso.. Elas tem quase uma relação Unilateral de amizade no começo, mas com as investidas de Naomi para fazer da mesma sua amiga, elas acabam se tornando muito próximas e ligas uma a outra.

Inimizades: Chuya _ Ela não gosta dele e ele muito menos dela, trabalham para o mesmo lado, mas nem por isso um gosta do outro, não se falam e se evitam a todo o momento que se vem, de longe você percebe o desconforte deles ao estarem perto um do outro.

Não tem uma relação por assim dizer, Mei o evita e visse versão, por nunca terem se dado bem dês que a mesma entrou para a Mafia, Mei só fala com ele se for de Extrema importância. São indiferentes um para o outro.

Par: Junichiro _ Mei o conheceu no mesmo dia em que conheceu Naomi, ele estava junto da irmã e quando Viu a garota a reconheceu do dia em que Dazai se chocou com ela, mas Mei não tinha o visto, também a reconheceu das descrição de Ranpo deu da garota que quase foi presa por sua culpa. Ela não lhe pareceu alguém mau, e sim alguém que sofreu muito. Não a tratou mal e Mei não sentiu a necessidade de ser rude com ele, sendo até educada com o mesmo. Com o tempo, encontros aqui e ela - parte eram planos de Naomi - conversas entre ambos foram ficando mais intimas, contando um pouco sobre a vida um do outro, aos poucos ambos foram começando a gostar um do outro, hoje Mei pode dizer com certeza, ela esta apaixonada por ele. Mas não sabia se falava ou não, contou isso para Naomi - péssima escolha - esta montou todo um plano, simplesmente para dar errado e de um jeito cômico e divertido, Mei contou ao mesmo que gostava dele. E recebendo do mesmo sua confirmação de também gostar dela, depois disso ambos começaram a namorar, sendo um casal até que fofo junto. Eles se dão bem, conversão e são amigáveis um com outro.



*Roupas>

-Casual:


-Formal:

( A da ponta da esquerda, usando camiseta branca, casaco vermelho e de toca, a loira.)

-Informal:


-Luta:

( Usando os tenes)

-Pijama:


-Festa:

( A da ponta, usando cachecol e jaqueta dins azul]

-Sair:

( A do meio, usando o blusão verde)

-Gala:


*Como entrou para a Serpente? Conveniente ela trabalhava para a máfia, quando venho a chance de dar o troco na Agencia ela aceito numa boa, apesar de sua preguiça

*Como age quando está na Serpente: Ela não tem lá uma relação muito amorosa ou cheia de amizades com eles, convive com os demais, mas fica mais em seu canto mesmo

*Como age quando está á trabalho: Ela cumpre seu trabalho sem problemas, e acaba com quem se meter, por não dar mais valor a vida ( mas Junichiro e Naomi vão lhe fazer a dar valor novamente a vida) ela apenas cumpre seu trabalho, sem se importa com quem pode morrer.

Poder: ''Sombras''

Mei pode controlar a sombras ao seu redor e sumir-se em uma delas, por isso para ela a noite é bem mais agradável que o dia, ela acredita que a noite é onde pessoas como ela fazem a festa, irônico é que ela odeia festas.

Se poder é fraco contra a ''luz'' por assim dizer, durante o dia, Mei evita usar seus poderes, não que não posso, é que ela realmente não gosta mesmo.

Mei pode usar as sombras como forma de ataque, afinal você não sabe o que pode estar a esperando por trás das sombras. Mei tem uma frase que ela muito usa ''Sou uma sombra, nada mais que isso'' é de certa forma uma mania/habito da mesma, relacionado ao seu poder.

Arma: Mei usa dois destes canivetes, ela anda sempre com ambos, mas prefere usar mais o preto do que o outro.






*Como age quando é desafiado: Quase nunca aceita, praticamente é raro e muito a ver aceitar uma luta. Nem mesmo contra Chuya ela aceitaria lutar, ignora a pessoa, se for obrigada a lutar, ai bom, ela luta, mesmo contra a vontade.

*Como age quando se depara com um membro da Agência: Não se importa muito, apesar de odiar a Agencia, seu ódio talvez não seja tão forte quanto os dos outros membros da Serpente, ela não machucaria Naomi e Junichiro, nem mesmo se fosse ordenada a isso, prefere ser tachada como traidora mais não machucaria ambos.

*Sua relação com Rima: Neutra, não a odeia e nem a ama, a considera uma pessoa digamos '''considerável para convivência'' - opinião da Mei - ela não briga com a mesma, talvez uma ou outra lhe de sua opinião em casos que envolvam logica e números. Forá isso não se falam muito.

*O que acha do relacionamento desta com Ranpo: Ranpo é o que Mei menos gosta da Agencia, mas não se importa em ele e Rima ficarem juntos, para ela tanto faz, junto, separado, seja o que for, ela não ira se intrometer.

*Qual tipo de missão aceita: Qualquer uma, dês que não envolva chamar a atenção para si. Mei costuma fazer trabalhos de espionagem e investigação pelas sombras.

*Como trabalha: Ela foca em seu trabalho, apesar de agir como uma pessoa preguiçosa durante o mesmo.

*Daria sua vida pela Serpente? Não. As únicas pessoa em que Mei pensaria em morrer é por Naomi e Junichiro

*Como agiria de Rima morresse ou estivesse a beira da morte? Ficaria meio triste por sua morte, mas não caçaria ninguém ou iria atrás desta pessoa. ''Todos vamos morrer uma hora ou outra'' Mei pensa isso, por isso não leve tão a serio a vida e a morte.

Algo mais? Estes são os fones que ela sempre usa:




Sempre conectado ao seu telefone

Não importa a época do ano, Mei sempre estará usando rupas de inverno, apesar de em festas onde tenha que usar uma roupa mais galã ela coloca um vestido e sua roupa informal é uma das poucas em que ela usa que não exatamente para o inverno. Mas fora isso ela sempre usa roupas de frio, até mesmo no verão ela sente frio em vez de calor.

Ela pode ser vistas muitas vezes usando este cachecol no pescoço.



Não importa que roupa use, ela sempre esta com este cachecol em seu pescoço.


''E é por isso que eu sorrio
Já faz um tempo
Que todos os dias e tudo
Parecem tão certo
E agora você dá a volta por cima
E, de repente você é tudo que eu preciso
A razão pela qual eu sorrio''


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...