~Mendwss

Mendwss
Nome: Jonas
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Sete Lagoas, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 9 de Outubro
Idade: 16
Cadastro:

FICHA - Opposite Sides


Postado

FICHA - Opposite Sides

🌸 OP 🌸

◇ Nome: Oskar Thwaites (Mais conhecido como Oz)

◆ Idade/Signo: 19 Anos, 10/10/97, Libra.

◇ Aparência:




Oz possui olhos castanhos, ambos cuja pupila é contornada por uma mancha verde. Cabelos escuros, baixo, definido, e de bunda arrebitada. Pele clara. Usa óculos para ler, e fica muito fofo assim.

◆ Swanters ou Lyrious? Lyrious

◇ Personalidade:
Oz é individualista, sarcástico, irónico, ciumento, mimado e um pouco egoísta. A maior parte destes defeitos veio da sua criação. No entanto, ele possui qualidades, ele considera-se justo, calmo e inexpressivo (ninguém nunca sabe o que ele está pensando porque a expressão dele não mostra), o que é muito bom - principalmente em situações de conflito, onde sabe manter a calma e pensar racionalmente. Todavia, ainda tem sentimentos, na verdade é até muito emocional, mas teve que aprender a não demonstrar - principalmente por causa da sociedade, onde dizem que ser sensível é o contrário de ser homem. É um garoto muito ambicioso e faria muita coisa para realizar os seus sonhos, embora nunca abdicasse da sua dignidade e orgulho. Luta pelo que quer e não desiste facilmente das coisas. É inteligente, esperto (considero esses dois coisas diferentes. Inteligência, para mim, é, por exemplo, aprender rápidos assuntos escolares. Esperteza é saber usar as situações em seu favor), astuto e ardiloso. Ele é um pouco tímido e não fala muito, parece estar sempre no seu mundinho particular e desinteressado, entretanto se tem coisa que Oz, é um excelente amigo. Está sempre lá pra quando você precisa te entende independentemente de tudo, te defende, aconselha, te trata como família e, se você for amigo de verdade dele, ele até te ajuda a esconder um corpo se for preciso.

◆ História:
Vindo de uma família extremamente elitista e conservadora, Oskar sempre teve regras e preceitos a seguir e manter, além de sempre ser guiado pelos padrões impostos, isso fez com que ele tivesse uma infância, um tanto quanto solitária. Por ser filho único pode usufruir de muitas coisas como bons brinquedos, roupas confortáveis etc. Começou a ser mais popular na entrada da pré-adolescência quando na escola era dos ‘’grupinhos populares’’ entretanto não deixou isso subir a sua cabeça, não totalmente, gostava de conversar com todos, na escola começou a se destacar por ter notas muito boas, além de sua excelente escrita, nessa época tudo na sua vida parecia perfeito. Alguns anos depois quando o garoto tinha 16 anos sua mãe começou a ter delírios e fantasias com um homem de preto que a queria matar, sua família ficou em alarde no inicio, contrataram seguranças alertaram as autoridades locais, entretanto com o tempo a mulher foi diagnosticada com esquizofrenia e parece que após a descoberta os sintomas começaram a aparecer com mais frequência e dessa vez muitos piores, o que fez com que sua família a internasse em um manicômio, isso fez com que Oz se tornasse mais frio e menos esperançoso, Oskar começou a visitar sua mãe sempre que podia, deixando de lado a escola, os amigos e a diversão, gostava de ‘’estudar’’ a mãe, pois sabia que tinha muitas chances de adquirir a doença em um futuro distante, entretanto não foi uma experiência totalmente ruim, graças a acompanhar a mãe neste ambiente, ele conheceu Nate, um paciente do loca, o primeiro garoto com que ele teve algo relacionamento sério, que acabou quando Nate foi transferido após uma tentativa de fuga. Alguns anos após os eventos pode se dizer Oskar tentou voltar de onde parou, tentou melhorar a convivência com seu pai, conseguiu reencontrar antigos amigos além de entrar em uma faculdade de jornalismo.

◇ Família


Connor Thwaites, é o pai de Oz, sempre tiveram um relacionamento frio e movido por regras, hoje em dia, pode se dizer que não são tão distantes um do outro, entretanto existe um longo caminho para percorrer.


Elise Thwaites, é a mãe de Oz, Assim como seu marido teve uma relação com seu filho bem rígida e fria, não era uma mãe ruim, apenas não era carinhosa e afetiva. Ser diagnosticada com esquizofrenia aproximou mais os dois, teve um tempo em que o garoto vivia em prol dela.

◆ Habilidades:

Memória – Talvez sua maior habilidade, tem uma excelente memória, consegue guardar muitas informações em sua mente, inclusive informações sem relevância, além de possuir uma excelente lembrança de rostos, vozes e de imagens.

Tendencia Hacker – Por muito interesse em estudar as novas tecnologias acabou, se tornando um hacker, consegue entrar em sistemas elaborados, não é um expert mais sempre procura aprimorar e atualizar-se além de sempre está estudando.


◇ Gostos e Desgostos:

Gostos - Desvendar as pessoas | Carros | Músicas rock dos anos 80 e 90 | fazer perguntas | Doces | assistir filmes de terror | ler HQ’s

Desgostos - Muita calma | Silêncio absoluto | Pessoas “sonsas” | Comidas Salgadas | Injustiça | Qualquer tipo de preconceito | Ser julgado sem o conhecerem

◆ Qualidades e Defeitos:

Defeitos - Mimado, Egoísta, Teimoso, Egocêntrico, Ciumento.

Qualidades - Leal, Organizado, Persistente, Corajoso, Inteligente.

◇ Seu personagem será mais:
• Destemido; (X)
• Medroso; ( )
• Líder; ( )
• Seguidor. ( )

◆ Orientação Sexual: Homossexual

◇ Quer par? Sim, pode escolher.

◆ Relação com o par: Pode parecer que ele não se importe em ser sozinho, mas ele sempre quis ter uma pessoa ao seu lado, pode parecer um pouco clichê, mas se sente bem com alguém ao seu lado embora nunca admitisse para ninguém. Com o par, ele realmente será carinhoso, o mais que ele conseguir, não será do tipo que vive comprando presentes ou lembrando-se de datas, mas sempre estará quando o mesmo precisar. Por apenas ter tido um namorado, e o mesmo se foi, isso que de uma forma deixou o garoto um pouco ressentindo e um pouco com pé atrás.

◇ Relação com Wendy Dewes: Gosta de Wendy, aliás de acha muito parecido com ela pela personalidade, além disso gosta de trocar pensamentos com a garota, gosta do senso crítico da mesma.

◆ Relação com Blaire Finlay: Trocou algumas palavras com ela, entretanto nunca foi realmente próximo dela, a acha muito ‘’Feliz e animada’’ duas coisas que o garoto realmente não consegue compreender.

◇ Relação com Christopher Gollen: É Próximo a Chris, pode-se dizer que é um do seus melhores amigos o ajudou quando sua mãe foi diagnosticada com esquizofrenia e ficou do seu lado até o fim.

◆ Alguma observação?
Gosta de chamar as pessoas pelo sobrenome é um mania que adquiriu quando mais novo;



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...