Minha Ficha


Postado





Nome completo: Jean Mortimer

Apelido: G

Idade: 19 anos (12/03)


Signo: peixes

De que país é Herdeiro: ele não é herdeiro, mas reside na Magna Itália.

Aparência:
O garoto é dono de cabelos azuis de tom quase ciano, tal como suas orbes, que transparecem sua indiferença. Jean tem porte médio, com 1,73 de altura e biótipo magro (62 kg), embora que, seus músculos sejam bem definidos. A pele pálida e livre de marcas ou grandes sinais, o retardamento natural de seu envelhecimento lhe transmitem características andróginas, ainda que pouco notáveis. Um sorriso humano está sempre bordado em seu rosto, e a suavidade de seus traços o tornam uma pintura exótica. Nariz arrebitado e lábios finos, dentes corretos e uma voz melódica, ainda que sempre esteja falando baixo.




Personalidade:
Um garoto aparentemente ativo, dono de uma admirável paciência. Emocionalmente, Jean trata-se de quem prefere sofrer por si só do que machucar a seus amigos. Suas mágoas, angústias ou preocupações são guardadas para si, encobertas por falsos sorrisos. Mas não se engane, ele não é alguém falso, ao contrário. Diria que é um livro fácil de se ler. Para determinados assuntos, não contém filtro entre a boca e a mente, e sua sinceridade é tanto sua virtude como seu defeito. De lealdade inquestionável, é fiel em suas promessas e em suas amizades, sendo fácil adquiri confiança a ele. Jean tem facilidade para estratégias e matérias exatas, embora não seja tão bom com humanos. De fato, o que ocorre é que seu conhecimento de mundo é maior que seu conhecimento acadêmico, o tornando um sábio "ignorante". Desde sempre adquiriu como lema próprio "fazer o bem sem ver a quem", e até então o vem fazendo. Ele é o primeiro a estender a mão para ajudar alguém, não importa se seja ou não o inimigo, pois a dor é igual para todos. Um de seus defeitos a ser apontado, é a sua curiosidade exacerbada e dom para se intrometer onde não é chamado. Jean é muito bom em dar conselhos, mas não tem mente aberta para recebê-los. Mesmo que não demonstre, tem orgulho próprio, e teimosia exagerada, está sempre querendo realizar as coisas a sua maneira e não é muito bom com "trabalhos em grupo", apesar de individualista, Jean está sempre colocando as necessidades dos outros a frente das suas, permitindo prevalecer seu altruísmo. Não demonstra ser possessivo quanto a seus objetos ou entes queridos, e não se deixa levar facilmente por provocações. A paciência é a sua maior virtude, e junto com ela, a capacidade de se mostrar indolente sob situações de pressão.
Carismático e extrovertido, a eloquência que demonstra em suas conversações é persuasiva, argumentação e negociações é um de seus pontos fortes. Jean não gosta de enganações ou "jogos" com a sua pessoa, sendo bem direto em suas argumentações. O garoto, é vegano e tem uma forte política de defesa aos animais, para ele, a escravização e matança de seres "inteligentes" para deleito humano é a mais pura demonstração de maldade e regressão do processo evolutivo, e sente grande raiva quando tentam convencê-lo do contrário. Raiva. Esta é uma palavra que não combina muito bem com Jean. As únicas coisas que lhe dão "raiva", são: Ser acusado falsamente, Ser contrariado, que subestimem-no, ou que machuquem inocentes. Apesar de que, roubar o que é seu também lhe dê pontadas. Para todo caso, evite ao máximo irritá-lo, ou pode ser a última coisa que você desejaria ter feito.
Jean apresenta um físico forte, porém grandes aberturas emocionais. É sentimental, e ainda que não aparente,


Gostos:
Esportes
Dias chuvosos
Andar descalço (costuma esquecer dos calçados)
Livros de drama
Discursos comerciais ou políticos
Frutas cítricas
Manga (fruta)
Ajudar os demais
Animais
Estilos musicais: Rock, Chopin e Mozart, músicas nacionais.
Respeito à sua privacidade

Desgostos:


Pessoas inseguras
Maltrato a pessoas e animais
Que encham seu saco com assuntos que
não lhe dizem respeito.
Ser subestimado
Usar sapatos
Eventos sociais
Aglomerações
O uso da agressão como forma de resolução de problemas
pessoais ou planetários.
Doces em geral
Egocentrismo

História:
Jean é o filho bastardo da irmã do atual imperador. Originalmente, seria um quaisquer jogado à própria sorte, se não fosse pela nobre. A dama de companhia que foi designada a irmã do imperador (vamos chama-la de Anna), morreu após o parto do mesmo, que foi criado pelos demais empregados até os 8 anos. Sempre vivendo a sombra de tudo, era um garoto problemático, apesar de sempre ter ajudado no trabalho do palácio. Brincava sozinho no jardim ou prendia a atenção com os cavalos do estábulo. Nunca teve ninguém pra chamar de amigo ou família, sempre vivera fora das margens e por mais que fosse esperto, o garoto era uma negação com matérias acadêmicas. Nunca tinha ido à escola. As coisas mudaram de curso aos seus 9 anos, quando Anna perdeu o primogênito que cedeu à uma epidemia. Fragilizada, resolveu adotar o garoto como 8º sucessor do trono, mesmo que nunca pudesse assumir ao cargo.O maior problema, na verdade, era o preconceito. Condenar a criança a viver como um renegado ou simplesmente deixado de lado por todos. No início foi extremamente difícil, o comportamento arredio misturado à falta de limites tornou a vida da duquesa um verdadeiro inferno, onde o "filho" era o próprio demônio. Lhe arrumaram roupas bonitas, um bom professor e lhe deixaram brincar com os outros príncipes. Jean cresceu como braço direito de Castiel e conseguiu um bom cargo como estrategista militar. Os dois tornaram-se melhores amigos, e Jean tornou-se a sombra do mesmo. Aos 17 anos, entrou numa briga com um alcoolizado que tentou lhe agredir, e além dos machucados que adquiriu, acabou matando o civil. Castiel fez de tudo para acobertá-lo, e é um segredo compartilhado entre os dois.

Medos:
Escorpiões
Ser esquecido ou deixado de lado
Abismos ou precipícios

Fobias:
Farmacofobia — medo de tomar remédios;
Iatrofobia — medo de ir ao médico;
Coulrofobia — medo de palhaços;

Hobbies:
Leitura, jardinagem(não o julguem), musicista (piano, flauta, violino, violoncelo, clarinete, gaita, saxofone).

Relação com a família:Jean não tem ninguém que represente sua família de sangue. Mas se tem alguém que realmente mora no seu coração, é o pequeno Al. Alphonse é o irmão mais novo de G, filho de sua mãe adotiva, a duquesa. Ele está sempre procurando motivos para vê-lo. Jean é uma boa má influência para o duque, sempre ajudando-o em suas travessuras. Al é um garoto inteligente e hiperativo, que complica a vida de Jean, que sempre tem que acatar com a responsabilidade das imprudências do garoto. Brigam como cão e gato, mas no fundo se amam.

Alphonse Nobiles, 10 anos.


Relação com as outras garotas:
A seu critério.

Garoto favorito, e sua relação com ele: Kentin. Amizade

Relação com os outros garotos:
A seu critério

Objeto precioso e – ou – que nunca deixaria para trás:Um escapulário de prata que sua mãe o deixou. Ele nunca o tira do pescoço.

Pet:
Menma, macho, 6 meses.
Pode-se dizer que eles são colados um no outro. O cão é astuto e mais esperto que muita gente. Jean praticamente não desgruda dele. Ás vezes brigam entre si, e Jean costuma conversar casualmente com o filhote, que escuta atentamente tudo que ele diz. É uma relação decerto, estranha.


Algum sonho que quer realizar? Nada em especial

Segredo? Já matou um cidadão acidentalmente (na história)

Reação ao saber que vai se casar com alguém desconhecido:


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...