~Hanningan

Hanningan
A Paper Girl
Nome: Paper Girl
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 9 de Fevereiro
Idade: 16
Cadastro:

Daphne Lamartine | Empire


Postado

Daphne Lamartine | Empire

❖ Nome ❖
Daphne Lamartine Riskevich Blanche (A mãe de Daphne colocou o sobrenome do pai biológico da mesma e do adotivo também --- você vai entender na História)


❖ Apelido ❖
Ela prefere que a chamem pelo nome, mas o príncipe a chama de Daph.


❖ Idade ❖
《 18 anos | 9 de Fevereiro, às 11:34 | Aquariana 》


❖ Aparência ❖
•○ Ryan Whitney Newman ○•

Daphne tem cabelos longos e levemente ondulados, numa coloração de castanho escuro que é facilmente confundido com preto. Olhos azuis e nariz fino e pequeno e bochechas "apertáveis", além de uma boca média e carnuda e pele branca.






























❖ Nacionalidade ❖
França | Paris


❖ Casta ❖
《 4 | Chef de Cozinha 》


❖ Personalidade ❖

Ela é uma garota que ama desafios e se for algo que ela ganhe fácil, não a interessa. Ela realmente está sempre pronta para se aventurar, muito cheia de energia, possui uma personalidade ativa e decidida. Não vê graça numa vida sem desafios.
É estrategista e muito inteligente, não importa se sua idéia não funcionar pois ela sempre tem um plano B, um plano C, um plano D e se precisar um plano E, além de que se organiza bastante e quase sempre seus planos dão certo.
Muito engraçada, suas piadas são na maioria das vezes as melhores, mas sabe quando as suas brincadeiras extrapolam o limite.

Ciumenta. Daphne é muito ciumenta, mas quando fica com ciúmes não faz nada, porém se o olhar matasse a pessoa já havia de ter morrido a muito tempo.
Odeia quando alguma pessoa a perturba quando ela está muito concentrada. Não fala nada, mas olha para a pessoa como se pedisse “Com licença?”, mas no final dá um sorriso, odeia que as pessoas fiquem com uma impressão errada dela.
Um dos seus problemas é ser sincera demais, falando sempre as verdades que poucas pessoas costumam dizer, mas em compensação ela sempre filtra as palavras e quase sempre pensa antes de falar.

É uma perfeita mentirosa, apesar de quase nunca mentir, mas consegue ser uma perfeita atriz. É um tipo de pessoa calma mas só se você não ficar o provocando pois paciência não é uma palavra que defina Daphne. É bastante responsável e as vezes séria demais, mas apenas para manter as aparências, quando na verdade é a pessoa mais louca que você já conheceu.
É bastante gentil e educada, fazendo assim a maioria das pessoa mais velhas e mais novas gostarem muito dela. Sendo assim, consegue cultivar amizade e simpatia facilmente, apesar de também conquistar inimigos.

Apesar de estar sempre sorrindo, ela carrega uma áurea triste consigo, não tendo a mesma animação do que as outras garotas. Na verdade, acredito que ela só precise de alguém, que a faça se sentir bem.
Por mais que esteja triste, com vontade de gritar e chorar, nunca vai deixar isso transparecer
É impossível não se sentir protegido quando a mesma está perto, pois ela faz tudo pelos os seus amigos e os protege muito acima de tudo, todos afirmam que a mesma trás uma sensação de conforto.
Às vezes pode parecer um pouco mimada por não aceitar facilmente um "não", principalmente quando é algo que ela quer muito.

Daphne pode ser a pessoa mais perfeccionista que você já conheceu, assim ela quer tudo em seu devido lugar, até os seus fios de cabelo, e se ela ver algo desarrumado, não importa de quem seja, ela irá colocar em seu verdadeiro local, mas odeia que mexam em suas coisas.
Gosta de um bom bate-boca, principalmente quando tem boas respostas. Ela é o tipo de pessoa que quando ninguém está olhando ela grita “Uooooou”, mas mantém a postura e fica quieta. Ela gosta apenas do bate-boca, quando vê alguém sendo agredido ela fica horrorizada, mesmo que a pessoa seja seu pior inimigo.
Tende a tomar as dores e a sofrer com os problemas alheios. Apaixonada pela vida, cada momento torna-se único ao seu lado. Dedica-se intensamente a tudo o que se propõe a fazer.

A frase que define a sua vida é: "Não faça com os outros o que não quer que façam com você". Acredita no carma que tudo que vai, volta, por isso está sempre disposta a fazer o bem.Com alguma aventura envolvida, claro.

As vezes tem um jeito rigoroso e sério, mas logo ela fica divertida e engraçada, ninguém consegue entendê-la, assim sendo facilmente chamada de "bipolar", e quando isso acontece, ela dá mais um dos seus olhares mortais em seguida um sorriso.
É um pouco vaidosa, mas prefere estar sempre o mais natural possível. Ela tem consciência que excesso nunca é uma coisa boa, por isso prefere estar em uma situação moderada.
Quando tem algo na cabeça, não há nada e nem ninguém que tire isso de sua cabeça, até ela colocar seu desejo em prática, mas apenas se não for algo que prejudique outras pessoas. Gosta do bem estar de todos as sua volta, e gosta muito de sorrisos, mesmo que nem sempre possa sorrir.
Daphne é bastante observadora. Pensa bastante, observa tudo, e é extremamente detalhista. Gosta de ter razão, faz ótimos argumentos e as pessoas facilmente se impressionam, apesar de que nem sempre ela tem razão. Ela vai em busca da verdade, das suas próprias respostas, é do tipo que apenas acredita vendo ou quando tem alguma prova.

Daphne não acredita em perfeição. Acha que tudo é uma simples questão de perspectiva, e que um certo tipo de perfeição só pode ser atingido através de uma acumulação limitada de imperfeição.

Uma coisa que sua mãe ensinou a ter foi caráter. Se fizer algo errado vai assumir a culpa por natureza e por educação.
Quando está envergonhada, ela solta um suspiro de canto, super fofo, o que faz com que pessoas apertem as bochechas da mesma, em seguida.
Timidez não é algo típico dela. Se você conseguir deixá-la sem graça, pode ter certeza de que existe um outro sentimento por trás disso. Não tem vergonha de expor suas opiniões e o que sente.
Ela é irônica e estuda cada passo antes de tomar uma decisão.
Independente, decidida e com um magnetismo invejável, é uma pessoa de muito poder intelectual.

Daphne é contagiante e facilmente contagiada, se ela ver uma pessoa rindo provavelmente irá rir também, a mesma coisa com chorar. Muitas vezes, se ela chorar ou rir, as pessoas ao seu redor irão fazer as mesmas coisas.
Gosta muito de examinar os fatos, sempre quer saber o motivo pelo qual as coisas acontecem, gosta de examinar as pessoas e as situações. O seu desejo é obter sempre respostas, e vai fazer de tudo para encontrá-las.
A maneira desencanada como encara a vida e a sua desatenção geram conflitos com as pessoas com quem convive. Ao mesmo tempo, ela consegue usar toda essa liberdade para exercitar sua criatividade e inovar no dia a dia.
Luta contra os próprios limites e restrições com vontade, determinação e imaginação, ultrapassando obstáculos para atingir o sucesso. Sabe que só vai conseguir o que quer vencendo seus medos.

Daphne infelizmente sofre de Asma, não tão forte a ponto de matá-la, mas forte o bastante para causar um grande estrago quando tem produtos químicos envolvidos.
Daphne definitivamente é um mistério, que haja paciência para desvendá-lo. Ela não faz questão de ser amada ou idolatrada porque sabe que é apenas mais uma pilha de ossos para enfeitar o mundo.




❖ História ❖

A mãe de Daphne, Scarlett, era uma mulher apaixonada por um garoto quando tinha 17 anos. A mesma sonhava em se casar com ele, ter um futuro com vários filhos do casal e serem felizes. Edward, o garoto por quem Scarlett era apaixonada, também nutria sentimentos pela mesma.

Certo dia, na escola onde Scarlett e Edward estudavam, uma amiga de Scarlett, Mariana, falou para o garoto, que Scarlett era apaixonada por ele. Mariana, na verdade, acreditava que Edward iria rir de Scarlett, fazendo com que partisse o coração da mesma, mas ao contrário do que Mariana pensava, isso não aconteceu. Edward foi correndo se declarar para Scarlett. Os dois riram, se beijaram e finalmente ficaram juntos, para o desespero e ódio de Mariana, mas que permanecia em pé, se dizendo super feliz pelo casal.

Scarlett e Edward eram um casal perfeito um para o outro. Apaixonados e realmente felizes por estarem juntos.

Scarlett e Edward namoravam escondido da família de Scarlett, pois Scarlett sabia, que se seu pai descobrissem que ela namorava um garoto da mesma casta, e não de uma casta mais alta como ele queria, com certeza a mandaria para morar com sua tia no interior.

Scarlett e Edward, apaixonados, viam o mundo com apenas flores, até que por um descuido, Scarlett acabou engravidando de Edward. Scarlett não sabia da gravidez, mas estava tendo enjôos e vômitos constantes, até que a ficha realmente caiu: Scarlett estava grávida.

Scarlett ficou sem saber o que fazer. Se seu pai descobrisse era capaz de obrigá-la a fazer um aborto. Scarlett estava realmente feliz, estava grávida do amor de sua vida, mas claro que preocupada, não pelo que podia acontecer com ela, mas sim com o bebê.

Scarlett então foi falar com Mariana, que ela ainda julgava ser sua amiga. Mariana, com toda a falsidade do mundo investida, deu um idéia para Scarlett: a mesma deveria fugir com Edward para outro lugar, assim ficariam livres para viver seu amor e ter o seu tão amado filho.

Scarlett realmente achou que a amiga estivesse com boas intenções, então ele é Edward começaram a elaborar o plano: Fugiriam daqui a dois dias, o suficiente para Scarlett pegar todas as roupas e o dinheiro necessário. Dois dias depois estava tudo certo, tudo parecia perfeito, se não fosse por um detalhe: Mariana sabia de tudo.
Mariana então contou ao pai de Scarlett, Hugh, que Scarlett estava grávida de Edward e que eles estavam prestes a fugir. Hugh, furioso, foi até as estação de metrô e flagrou Scarlett e Edward com a mão na porta do metrô. Hugh, então, foi até Scarlett e a trouxe puxando pelos cabelos.

Hugh levou Scarlett até em casa e por pouco não a agrediu, mas a agrediu verbalmente. Scarlett chorava a cada palavra dita por Hugh. Ela temia por sua vida. Ela temia pela vida do seu bebê. Hugh não bateu na mesma, mas alegou que nunca mais veria Edward, o que só fez Scarlett chorar ainda mais.

- É melhor você parar de chorar, por que se continuar, além de nunca mais ver aquele vagabundo, você nunca mais vai ver essa… coisa que tem dentro da sua barriga! - Hugh disse, com expressão de nojo.

Scarlett parou de chorar quase que imediatamente. Não podia perder sua bebê, a única coisa que sobrou de seu precioso Edward.

Scarlett então foi “negociada”. Uma família da casta quatro devia bastante para seu pai, então Hugh sugeriu casar o primogênito de 20 anos da família Blanche com Scarlett. Scarlett então foi obrigada a se casar duas semanas depois com Armand, o herdeiro da família.

Então nasceu Daphne, nome escolhido por Scarlett, que é o nome da sua flor favorita.(Tem sim uma flor chamada Daphne. A favorita de Scarlett era a Daphne Arbuscula)

Armand sempre odiou Daphne, sempre a considerou a bastarda da família, sempre tentou fazer de tudo para afetar a menina.

Quando Daphne tinha 4 anos, ganhou uma irmã mais nova, filha de Scarlett com Armand. O nome escolhido para a menina foi Mia. Dois anos mais tarde do nascimento de Mia, surgiu um novo irmão, chamado Alain.

Armand sempre fez de tudo para humilhar Daphne, e sempre manipulou Mia a seu favor. Dizia para Mia que a culpa era de Daphne por Scarlett nunca passar tem pro com ela. Isso acabou fazendo com que Mia nutrisse um ódio por Daphne.

Armand sempre odiou que Scarlett demonstrasse amor por Daphne, então ameaçou agredir as duas caso Scarlett continuasse a fazer isso. Scarlett então, quando Armand estava por perto, esnobava Daphne, mas quando o mesmo não estava, voltava a ser Scarlett.



A vida de Daphne mudou completamente quando conheceu um garoto, vulgo Tyler, que virou sua vida de cabeça para baixo. Daphne ficou apaixonada por ele, era o garoto da sua vida. E ela estava certa... era...
Tyler na verdade estava iludindo Daphne, queria apenas tirar sua virgindade e mostrar para todos que "pegou" a mesma. Daphne descobriu isso quando escutou a conversa dele com os amigos. Ela ficou desolada. Costumava ser orgulhosa, mas sua tristeza foi mais forte que seu orgulho. Saiu correndo e chorando, então foi até o local que ela mais admirava. O parque da Torre Eiffel.



Daphne estava correndo e chorando em silêncio, esbarrava em várias pessoas até que esbarrou em uma em especial...

--- Eii... --- O garoto segurou o braço de Daphne, a impedindo de continuar. --- Cuidado, você pode acabar se machucando, desse jeito.

-- Dane-se, se eu morrer, não fará diferença para ninguém! --- Daphne falou com agressividade.

--- Fará diferença com certeza, deve existir várias pessoas que a amam. --- O garoto que usava um capuz e óculos escuros falou com um sorriso.

--- Não para Tyler! --- Daphne disparou, fazendo o garoto erguer uma sobrancelha.

--- Tyler? --- O garoto falou, depois olhando melhor para o rosto de Daphne --- Espere aí, você está chorando?

--- Nossa, que gênio, grande novidade eu estar chorando! --- Daphne disse limpando as lágrimas que insistiam em descer.

--- Calma, não precisa chorar... --- O garoto disse calmamente, fazendo Daphne encostar o rosto em seu ombro, para então, se permitir chorar.

[...]

Daphne explicou tudo para o garoto, mesmo não o conhecendo, sentia que podia confiar no mesmo. Depois de tudo explicado e o garoto ter tranquilizado Daphne, ele tirou algo do bolso e mostrou à ela.

--- Tome, é pra você, vim guardando isso no bolso há muito tempo para presentear alguém especial, e parece que encontrei. --- Ela disse mostrando uma pulseira com um pingente de Torre Eiffel. Daphne sorriu e pegou o pequeno presente.

--- Muito obrigada, é lindo, ann...

--- Eu sou... Ben! Meu nome é Ben! --- O garoto, agora chamado "Ben", disse para Daphne.

--- Eu sou... Daph. --- Daphne sorriu e Ben colocou a pulseira na mesma. Depois disso, Daphne o abraçou forte, pegando o garoto de surpresa.

--- Muito obrigada Ben, você me ajudou muito, de verdade. Vou te agradecer por toda a eternidade e lembrar de você pra sempre... --- Daphne disse abraçando o mesmo.

--- Eu também Daph, eu também... --- Ben disse abraçando ainda mais Daph.

O que Daph não sabia e nem havia percebido é que aquele garoto "Ben" era nada mais nada menos que o próprio príncipe da França, Benjamin, que havia ido passear disfarçado para não ser reconhecido. Os dois se despediram e foram cada um para sua casa, um para uma casa na cidade e outro para um castelo enorme.



●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●●•°°•●

Quando a oportunidade da Seleção surgiu, Armand obrigou Daphne a participar. A garota estava ali pela coroa, mas quando seu príncipe a reconhece, ela pretende lutar pelo amor dele.


❖ Família ❖

《 Scarlett Riskevich | 36 anos | Antiga casta era 5, agora é uma 4 | Joalheira | Mãe 》
(Cobie Smulders)



Sua mãe não liga para Daphne, apenas para Mia e Alain. Bom, isso na frente do marido. Scarlett é uma pessoa amorosa com todos os outros, mas tem uma apego maior a Daphne, pois pois a lembra seu tão amado Edward.


《 Edward Lamartine | 37 anos | Atualmente é um 2 | Guarda | Pai biológico 》
(Jared Leto)



Daph ainda não conheceu seu pai, nem sabe realmente que ele é seu verdadeiro pai. Edward se casou com Mariana, que era uma 2, e hoje é um guarda no palácio (Êêêê, tretaaa)


《 Armand Blanche | 38 anos | Casta 4 | Chef de cozinha | Pai adotivo 》



Com certeza é o pior de todos. Armand é extremamente agressivo e controlador com seus filhos, quer usá-los para conseguir seus objetivos.


《 Mia Lamartine | 14 anos | Casta 4 | Futura chef de cozinha | irmã 》
(Meg Crosbie)



Mia é uma garota bem mimada as vezes. Tem inveja de Daphne por ser a preferência da mãe, e as vezes tenta humilhar a mesma. Daphne não entende o ódio da irmã. Mia na verdade só quer um pouco da atenção de Scarlett.

《 Alain Lamartine | 12 anos | Casta 4 | Futuro corretor de imóveis | irmão 》
(Dylan Sprouse)



Kevan é o espelho de Daphne, os dois se relacionam muito bem. Kevan na maioria das vezes está trancado no quarto brincando ou estudando.


❖ Manias/ Fobias/ Medos/ Traumas

°◆■■◆° Medos e fobias °◆■■◆°
●○ Sapos (Fobia)
○● Lagartas (Medo)

▼°••°▼ Manias ▼°••°▼
●○ Apertar as mãos quando está nervosa
○● Morder a pontas dos dedos (Quando está sozinha)
○● Ela tem mania de morder o lábio inferior constantemente, o que muitos podem achar sexy ou provocante, mas ela não faz isso com essa intensão. (Inspirado em 50 Tons de Cinza)
○● O seu suspiro quando está envergonhada.




❖ Qualidades e Defeitos
■•● Simpática | Alegre | Engraçada
■•● Orgulhosa
■•● Perfeccionista
■•● Sincera
■•● Extrovertida
■•● Indecisa
■•● Contagiante
■•● Encantadora
■•● Organizada
■•● Cética
■•● Batalhadora
■•● Fica irritado com pessoas que reclamam muito
■•● É muito exigente consigo própria


❖ Gostos e Desgostos
◆●• Gostos •●◆
◆●• Música
◆●• Flores
◆●• Hortênsia (Sua flor favorita)
◆●• Filmes
◆●• Chocolate
◆●• Comida
◆●• Mousse de Maracujá
◆●• Inovação
◆●• Animais - É apaixonada
◆●• Cantar
◆●• Lugares altos
◆●• Sorrisos
◆●• O céu noturno estrelado
◆●• Dançar
◆●• Escalar árvores
◆●• Ler
◆●• Frases
◆●• Parque de diversões
◆●• A cor azul
◆●• Flores

◆●• Desgostos •●◆
◆●• Mamona (Flor)
◆●• Fígado (Comida)
◆●• Imagens muito pesadas
◆●• Coisas clichês
◆●• Esmalte (Ela facilmente vai tirar)
◆●• Lagartas
◆●• Sapos
◆●• Ser privada de fazer as coisas que gosta
◆●• Ser utilizada como uma marionete
◆●• Regras e ser controlada
◆●• Pessoas que não se importam com o sentimento dos outros.




❖ Hobbies ❖
■●◆ Cozinhar
■●◆ Cantar
■●◆ Cavalgar
■●◆ Desenhar ~> Daphne não tem o dom de desenhar, pelo contrário, ela simplesmente não consegue fazer mãos e pés, mas tem um talento para desenhar vestidos. Os desenhos não ficam lindos, mas as idéias são incríveis.
■●◆ Esgrima ~> Não é nada "princessístico", mas Daphne adora Esgrima, pratica sempre que pode.




❖ Talento ❖
■●◆ Cozinhar (Por isso ela dá uns pulos na cozinha do palácio para preparar novos pratos)


■●◆ Cantar:


■●◆ Hipismo.

❖ Príncipe, coroa ou outro?
No começo coroa, mas vai querer o príncipe quando descobrir que ele era o "garoto misterioso".


❖ Príncipe escolhido:
Bernard♡


❖ Relação com:
∴ Reis:
Vai ser de total respeito, fala com os mesmo e prepara comida para eles. Eles elogiam e Daphne apenas responde que são comidas de reis, por isso são tão especiais.

∴ Rainhas:
Daphne adoro conversar com as rainhas, faz de tudo para animá-las, ela as consideram grandes amigas e companheiras. Gosta de preparar pratos de vez em quando para as mesmas.

∴ Príncipe escolhido:
Aqui está Bernard, seu tão querido garoto misterioso. No começo não falará muito com o mesmo, mas quando ele á reconhecer, irá conversar com o mesma praticamente todo dia. Daphne e Bernard se dão extremamente bem, quando brigam (Acontece, Daph é encrenqueira mesmo), discutem por alguns minutos, depois ficam se encarando com expressões sérias, depois algum dos dois sorri de canto e percebem que brigaram por besteira, então tudo volta a ficar bem.

∴ Outros príncipes:
▶ Noah: Ela quase não fala com ele, mas acha que ele é uma boa pessoa. Acha seu jeito parecido com o do mesmo e sempre tenta alegrá-lo.
▶ Markus: O que falar de Markus? Para Charlotte ele é um caso perdido. Praticamente ignora a existência do mesmo e quase não fala com ele (Só quando necessário). Ela espera que alguém consiga colocá-lo nos trilhos
▶ Christopher: Christopher está no mesmo caminho de Markus, mas ela espera mesma coisa de Markus para o mesmo.
▶ Tomás: Acha Tomás extremamente engraçado. Ri bastante com o mesmo e o considera um bom amigo.

∴ Guardas:
Não fala muito com os guardas, mas os respeita e admira por dedicar sua vida para defender o palácio.

∴ Outras candidatas:
Daphne não se enturma facilmente, pode parecer bem sozinha, as vezes você vai encontrá-la andando só pelo palácio, mas vai querer fazer uma amizade com certeza.

∴ Jornalistas:
Ela é bem aberta com os jornalistas, os trata bem, só não gosta quando eles invadem muito sua privacidade.




❖ Criadas:



《 Kristen King | Cheryl Hines | 43 anos | Maquiagem e horário 》
Kristen com certeza é a bruxa má. Controladora ao excesso e 20 vezes mais perfeccionista que a própria Daphne. Apesar de Daphne não falar com a mesma sabe que no fundo ela só quer protegê-la, por isso ao longo do tempo vão se dando bem.


●•° No começo, vai ser perfeccionista, orgulhosa, controladora, arrogante, mas depois vai se tornando mais doce e divertida.




《 Esther Klammer | (Isabelle Fuhrmann) | 22 anos | Costureira e Cabeleireira 》

Ela considera Esther sua segunda irmã, já que a primeira a odeia. Discutem sobre os vestidos e Daphne adora a costura de Esther, assim como Esther adora as idéias de vestidos de Daphne.

●•° Amigável, sincera, engraçada, inteligente e criativa.


❖ O que acha da Seleção?
Daphne tem esse exato pensamento sobre a Seleção: "A Seleção? Nossa, legal e tals, mas na verdade, acho uma coisa um pouco... Louca. Na verdade, não sei realmente como chamá-la, porém na minha opinião, acho que é uma situação que deixa o príncipe sem ter opinião e escolha. Como a sua alma gêmea pode cair como uma luva na sua frente? Claro, ela pode sim estar no meio de trinta e cinco garotas, mas ela também pode estar em um local esquecido do país, talvez ela nem sequer tenha se inscrevido. Ela pode estar em qualquer lugar, apenas esperando o seu príncipe encantando, quando na verdade ela o vê todo dia na televisão."




❖ Como reagiria a um ataque rebelde?
Tentaria ficar calma e não criar pânico, pois sabe que isso só pioraria a situação, mas provavelmente iria desmaiar por causa da sua asma.


❖ Prejudicaria alguma outra selecionada para seu benefício?
"Traição e trapaça são palavras que não constam no meu dicionário!" --- Daphne Lamartine


❖ Sua personagem já namorou antes? É virgem?
Ela namorou apenas aquele carinha que a decepcionou. E sim, é virgem. (Até onde eu sei ela é virgem).




❖ Bebe coisas alcoólicas? Se sim, apenas socialmente? Ao ponto de ficar bêbada?
Sim, apenas socialmente. Daphne em sua vida nunca ficou bêbada, mas...


❖ Duas músicas que definem a relação com o par
~> A Thousand Years - Christina Perri


~> I Need Your Love - Ellie Goulding


~> You & I - One Direction





❖ Objeto especial?
A pulseira de Torre Eiffel que o seu "garoto misterioso" deu.



❖ Roupas ❖
O estilo de Daphne é um mais menininha, não por que se considera uma, mas por que gosta. Ela usa mais vestidos que vão até um pouco acima do joelho, e rodados, mas em ocasiões formais vestidos longos. Gosta das cores rosa, azul, branco e preto. Praticamente sempre irá usar vestidos rodados, também gosta de colares e brincos que não chamem totalmente a atenção e sua pulseira de Torre Eiffel sempre está presente. Prefere usar seu cabelo no estilo solto, mas com algum adereço ou coisa do tipo.

Exemplo de roupas:




P.s. A Ryan Newman tem várias roupas nesse estilo, é só stalkear.


❖ Algo a mais?
Nop



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...