~Laddy_Crazy

Laddy_Crazy
Nome: I'm LOKA
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 15 de Novembro
Idade: 19
Cadastro:

✖️=✖️Dançando com Cisnes ✖️=✖️ Asa Butterfield as Jimmy Allen Davi ➽◭◭◭


Postado


I'm waking up to ash and [[dust]]
I wipe my brow and I {sweat} my rust
Radioactive - Imagine Dragons


◭Aluno◭

Nome Completo:
➽ Jimmy Allen Davi

Apelido:
➽ Jim

Idade:
➽ dezessete (17) anos

Sexo:
➽ Masculino

Orientação sexual:
➽ Bissexual, tendo uma preferência por homens.

◭Aparência◭

➽ O garoto possui uma beleza um tanto quanto frágil e vaidosa, o que combina com quem ele realmente é! Sua pele, tão branca quanto pequenos e frágeis flocos de neves, talvez pelo motivo de raramente sair de casa e se socializar. Os olhos, de um azul tão profundo e vivo, como se pudesse enxergar por dentro de ti, com toda certeza uma das coisas que mais chamam atenção no garoto. Cabelos lisos e castanhos, em um corte curto, sendo que, ás vezes eles estão de uma forma rebelde, apenas bagunçados, e em outras, perfeitamente penteados, com todos fios alinhados. Um corpo magro, não possui aquele físico musculoso que garotas costumam gostar, ele é bem frágil com apenas algumas pequenas elevações distribuídas em seus 1,83 de altura.

Personalidade:

➽ Jimmy pode ser um garoto bem tímido, tímido até demais! Quando ele ainda não conhece certa pessoa, costuma ser bem quieto e não falar nada além do necessário, dando a impressão de ser até meio arrogante as vezes, mas, disso ele não tem nada! Só que por ser vergonhoso e não falar muito de começo, as pessoas acham que ele esta as ignorando, o que não é a verdadeira intenção do menino. Mas, quando se conhece Jimmy um pouco mais, o tempo suficiente para que ele perca a vergonha, podem ver que Jim é um menino bem extrovertido e feliz, tenta até mesmo fazer umas piadas ou outras, mesmo elas quase nunca tendo graça ou os outros na maioria das vezes não entendendo, digamos que o tipo de piadas do Jimmy são aquelas que falam sobre física e matemática, aquelas que tem que ser bem inteligente para entender! E esse, é outro ponto de sua personalidade, Jim é muito inteligente, muito mesmo, chega a ser até meio sobre-humano, como se a mente dele tivesse se desenvolvido mais do que as de outras pessoas. Nasceu com um dom para matemática que até assusta! Sempre o aluno 10 da sala, ganhando campeonatos de matemática e sendo muito querido pelos professores, digamos que isso deixa algumas pessoas com um pouco de raiva dele, e é por isso que agora, na maioria das vezes, Jimmy tenta esconder um pouco de sua inteligência, pois já sofreu bullying e até mesmo agressões por causa de ser o "queridinho" então, ele não se mostra muito, mesmo sendo super inteligente, são poucas pessoas que sabem o tamanho da inteligência dele de verdade. Claro que ainda continua sendo um nerd, mas, agora esconde um pouco isso.
Jimmy pode ser considerado uma criança perto dos adolescentes de agora, pois Jim não possui malícia alguma, chega a ser tão ingênuo quando uma criança de seis anos, e isso, o faz dele um bobão, já que muitas pessoas estão apenas o usando e ele não percebe isso, acha que todos são amigos quando na verdade, existem muitas pessoas falsas no mundo. Gosta de ajudar as pessoas, mesmo que nunca tenha falado com ela antes, acha que isso é uma maneira de fazer o bem, e que se faz o bem, você recebe o bem! Só que na maioria das vezes o garoto quebra a cara, mas parece que nunca aprende! Jimmy é alguém bem religioso, não como sua mãe, que chega ser ao extremo, mas, a mesma ensinou o menino ser bem religioso, dando devoção total a igreja. Jimmy não fala palavrões por esse motivo, e sempre que alguém fala, ele acaba arregalando os olhos e dando uma "advertência" para quem falou, isso chega ser um motivo de piada que fazem com o garoto, já que agora, no mundo em que vivemos, o certo é falar palavrão, usar drogas e quebrar regras, e o fato de Jimmy ser bem religioso, faz o garoto sofrer muitas zoações. Não sabe demonstrar suas emoções, principalmente sua tristeza, que é uma das emoções que mais habita o garoto. Ele tem o costume de guardar tudo, tudo mesmo, somente para ele! E como chega uma hora que não cabe mais nada dentro da gente, pois ninguém é de ferro, ele acaba chorando sozinho em um quanto qualquer, ou dança para expressar seus sentimentos.
Jimmy é alguém super sensível, se machuca e magoa tão facilmente quanto uma pétala. Para fazer o garoto chorar, não precisa de muito, chora por absolutamente tudo! Uma pessoa bem frágil, tanto em aparência quanto personalidade, e isso, faz com que os "machões" sempre o batam, já que ele não tem como se defender. Claro que Jim tem amigos verdadeiros, e espera que os mesmo o defendam, já que ele não sabe fazer isso, mas, mesmo assim a maioria só finge que gostam dele e apenas o usam. Suas lágrimas pesam como uma tonelada de chumbo, já que ele guarda tanto as humilhações que passa para ele próprio, que quando não aguenta mais, parece que vai desabar. Gosta de ficar sozinho as vezes, ou na maioria do tempo, ele gosta de ficar em um lugar calmo, apenas pensando em um mundo melhor, ou até mesmo lendo um livro ou ouvindo uma música calma enquanto olha a neve cair, isso o faz se sentir alguém completo no mundo, chega a ser até meio irônico como ficar sozinho o deixa completo, talvez o mundo em que vivemos não seja o que Jimmy queria estar, mas, já que não tem escolha, ele apenas tenta mudar as coisas ao seu redor, mesmo isso só funcionando em sua cabeça.

◭Família◭

[Mãe - Oneida Jones Allen - 38 anos - Professora de estudo religioso]
{Anne Hathaway}

➽ Oneida é uma mulher muito, muito religiosa mesmo! Dando total devoção e sua vida para agradar a igreja. Acredita que o mundo esta acabando e que logo menos acontecerá o reencontro com o senhor, por isso, ela faz o bem esperando o bem de volta, acredita que as pessoas precisam ajudar uns aos outros e tem uma mania obsessiva de achar que tudo é um pecado grave. Foi assim que a mulher criou Jimmy, ele cresceu na igreja e sua mãe fez ele ser alguém muito religioso também, não como ela claro! A relação entre os dois era muito boa, um cuidava um do outro e ele acreditava plenamente em sua mãe, era para ela que ele contava tudo que passava nas escolas que estudou e como ele estava se sentindo, mesmo que sua mãe fosse alguém bem rigorosa por causa da igreja, ele entendia isso e fazia de tudo para agradar e dar orgulho a ela. Mas, a relação dos dois acabou assim que o menino contou para mãe que sentia atrações por meninos também, que ele tinha vontade de ficar perto deles e se sentia bem, até mesmo melhor do que perto de mulheres! Foi ai que tudo acabou, sua mãe achou o fato dele ser bissexual e gostar dos dois sexos um absurdo, um pecado que não teria como ser perdoado, então, a mulher meio que abandonou o menino, não olha mais na cara dele direito, e quando olha, apenas sente repulsa. Não sente mais amor pelo menino, tudo que sente é pena, pois acha que ele será o primeiro a ser recusado no paraíso.

[Pai - Robinson White Davi - 41 anos - Morreu em um acidente de carro - Trabalhava como zelador de escolas]
{Mark Pellegrino}

➽ Assim como a esposa, Robinson também era um homem bastante religioso, acreditava nas mesmas coisas que a esposa e ninguém poderia negar que eles nasceram um para o outro, sabe aquela história de encontra seu verdadeiro par? Pois bem, os dois eram realmente o par um do outro! Já que tudo eles se ajudavam e os dois tinham as mesmas manias excessivas de religião, sendo um casal até um pouco paranoico. Ajudou na criação do filho exatamente como a mãe do garoto, o educando e o ensinando todas as coisas certas e os pecados, que para eles era a maioria das coisas. O homem trabalhava bastante para poder sustentar a família, já que os mesmos nunca foram ricos a já passaram sufoco em relação a dinheiro várias vezes, por isso, nunca teve muito tempo de ficar em casa com o garoto. Mas, também tinham uma relação boa, sempre que tinha tempo seu pai lia a bíblia para o menino. Seu pai morreu antes do garoto assumir que gostava de homens, por isso, eles continuaram com a mesma relação até o fim, a mãe do menino cisma em dizer que Robinson ter morrido antes de saber dessa desgraça foi uma bênção, já que o mesmo se soubesse iria morrer de desgosto do filho, isso deixa o garoto muito culpado e se sentindo um lixo.

História:

➽ Jimmy nasceu no estado da Flórida, em uma cidade chamada Tampa. O parto de sua mãe foi normal, já que a mesma é tão religiosa que não aceitará ter tratamentos médicos pois não era algo "natural" algo que Deus realmente tenha feito e colocado no mundo, para a mulher, o certo seria fazer as coisas como Deus planejou, sem a tecnologia que o homem inventou, por isso, seu parto foi normal e meio complicado. Mas, por sorte tudo ocorreu bem e logo o casal já estava em casa com o menino. O casal sempre foi muito religioso, praticamente viviam na igreja e quando não estavam na mesma estavam rezando em casa. Viviam pela igreja e por devoção a mesma, achando que quase tudo se resumia em pecados e que os mesmos seriam cobrados no dia do julgamento final, foi por isso, que os pais de Jimmy decidiram que ele não deveria viver nesse mundo, pois ele poderia ficar poluído se enturma-se com as pessoas erradas que agora habitavam a terra. Foi então que tiveram a ideia de manter o garoto sempre dentro de casa, o que no começo, não foi um problema, já que o garoto ainda era apenas um bebê e não sentia necessidade de sair. Sua mãe, trabalhava em igrejas, dando aulas de ensino religioso para as crianças, e seu pai, como um zelador. Mas o mesmo nunca parava em uma só escola, sempre estava sendo zelador de escolas diferentes. Como a família não era rica e já haviam passado por diversas crises de falta de dinheiro, o pai dava duro para sustentar sua esposa e filho, mas, nunca reclamava. Pois para ele é um pecado reclamar do que tem, e eles não gostariam de ser pecadores! Conforme Jimmy foi crescendo, o menino passou a frequentar a igreja e sempre acompanhava sua mãe em seu trabalho, não porque queria, e sim, porque a mulher praticamente obrigava o menino a ir com ela, pois assim, enquanto ela ensinava as outras crianças sobre a importância de não pecar, Jimmy também aprendia. Mesmo não indo por vontade própria, com o tempo Jim começou a gostar de ir e se tornou um membro da igreja também, claro que ele só participava com as crianças, mas, ele achava legal, já que as únicas crianças com quem sua mãe e pai deixavam ele brincar eram com as da igreja, pois como os pais dele diziam, todas as outras eram pecadoras e podiam contamina-lo se o mesmo se enturmasse com elas, e como eles são seus pais, o garoto ouvia isso e acreditava.
Jimmy raramente saía de casa, suas aulas eram em casa e mesmo o menino pedindo para a mãe o deixar ir à escola como as outras crianças, ela dizia que não, que era melhor para ele ficar em casa, pois assim o mesmo estaria protegido de toda maldade e pecado do mundo, longe de tudo que poderia lhe fazer mal. O garoto se contentou com isso e apenas obedeceu aos pais, nunca saindo de casa para se socializar e fazer amigos, os únicos horários que ele saía era par ir à igreja, e lá, era o único lugar que ele podia fazer amigos e conversar com outras pessoas que não eram seus próprios pais. Jimmy começou a fazer parte do coral da igreja e a dançar na mesma, o que deixou seus pais muito orgulhosos, principalmente sua mãe, que via o tipo de pessoa certa em seu filho, o tipo de pessoa que já não existia mais nesse mundo poluído, ela sentia orgulho de seu próprio trabalho em educar o filho e o amava incondicionalmente, sabia que ele seria o futuro dessa humanidade que para ela estava perdida!Jimmy cresceu em tornou de muitas regras, sem poder assistir a desenhos ou a TV, onde de acordo com sua mãe, só passava tragédias, não podia sair e brincar do lado de fora, não podia fazer quase nada, mas, o menino acreditava ser feliz. Os anos foram se passando, com os dias sendo todos iguais nada mudando na vida do garoto, mesmo Jimmy tendo a vontade de fazer algo diferente, ele não fazia. Até que um dia, enquanto seus pais estavam em um culto somente para adultos, Jim decidiu sair um pouco e brincar com as crianças que estavam fazendo guerra de neve ao lado de fora, ele sabia que seus pais iriam ficar bravos se descobrissem, mas, o menino não via mal nenhum nisso, afinal, era só uma brincadeira. Assim que o garoto saiu, a maioria dos garotos que brincavam estranhou Jim estar ali, Jimmy sempre foi um menino meio sozinho e de aparência estranha, aquele menino que todos zoam, e foi mais ou menos isso que ocorreu, nenhuma criança quis brincar com ele, a não ser uma, seu nome era Kevin, ele era vizinho de Jimmy, e já havia freqüentado a igreja do mesmo algumas vezes. Os dois brincaram por horas, enquanto os pais de Jim não chegavam. Quando foi entardecendo, Jim entrou para casa novamente, como se nada tivesse acontecido. Jimmy passou a se encontrar com Kevin para poder brincar toda vez que seus pais saíam e ele ficava em casa sozinho, os dois passaram a ter uma amizade muito bonita um com o outro. Mas tudo isso acabou quando sua mãe descobriu da amizade dos dois e que o filho havia desobedecido a suas ordens e mentido para ela, a mulher disse que seu filho estava se tornando um pecador e que precisava fazer algo, foi ai que as providencias drásticas começaram.
Assim que sua mãe soube que estava ocorrendo essas mentiras, a mesma conversou com o marido e os dois chegaram à conclusão de que seu filho estava se perdendo nesse mundo, por isso, o trancaram em um pequeno quartinho que havia embaixo da escada, para que ele nunca mais tivesse contato com essas crianças pecadoras. Depois de dias que Jimmy passou lá tentando sair, se debatendo e chorando, ele acabou se dando por vencido. Os pais acreditavam estar fazendo aquilo por amor e que tudo isso seria bem melhor para o menino, como Jimmy estava cansado de ficar preso lá, ele apenas concordou e suplicou pelo perdão dos pais, os quais aceitaram, pois viram que o menino havia se arrependido, mas, para não correrem o risco novamente, eles decidiram se mudar para Classgrown, uma pequena cidade localizada entre a França e a Bélgica. Uma semana antes de se mudarem, o pai do garoto acabou sofrendo um acidente de carro, assim que votava do trabalho. Isso deixou a mulher devastada, tendo ainda mais certeza de que queria se mudar. Acreditou que isso foi mais um "sinal" avisando-a que aquele lugar já não era mais abençoado para se viver, então, depois de irem ao enterro e se recuperem do acidente que havia ocorrido, os dois se mudaram de lá. Assim que se mudaram, os dois começaram uma nova vida, sua mãe começou trabalhar em outra igreja, onde os mesmo começaram a freqüentar, e a vida do garoto voltou a ser a mesma, só que agora, sem seu pai. Com o tempo o menino cresceu e agora já não tinha mais oito anos de idade, já estava praticamente um homem... Depois de muito pedir, muito mesmo! Sua mãe liberou que ele estudasse em uma escola como os outros, pois agora que as matérias estavam ficando mais complicadas ela não poderia ensinar o menino, logo o mesmo estaria indo para escola. Isso para muitos pode não ser a melhor coisa, mas, para Jimmy era! Ele estava muito contente de finalmente poder ter uma vida normal. Aos seus 16 para 17 anos de idade Jimmy descobriu uma paixão por dança e música, já que praticava isso na igreja, por isso Jim pediu para sua mãe o colocar em uma escola que além das matérias comuns, também teria matérias para explorar o lado artístico de cada um, sua mãe, mesmo sentindo um aperto enorme no coração, por entregar seu filho ao mundo pecador, como ela pensava, a mulher concordou, depois de pensar muito! Jimmy passou um ano na escola, nesse um ano ele fez amigos, mas também sofreu muito, muitas pessoas fizeram bullying com ele por causa do mesmo ser um pouco diferente e com costumes diferentes. Sofreu muito pro ser inteligente e isso fez com que ele reprimir esse “talento” fazendo o máximo para não ser o melhor nas matérias, mesmo sendo, pois não queria sofrer agressões novamente, por isso poucas pessoas sabem de sua real inteligência. Mas, apesar das coisas ruins, foi também nesse ano que Jimmy descobriu sua verdadeira sexualidade, já que o mesmo sentia uma atração diferente por um de seus amigos, queria estar com ele não só como amigos, e sim, algo a mais. Jimmy descobriu que era bissexual, que sentia atração com os dois sexos. E como Jimmy sempre fora alguém muito ingênuo, ele apenas foi e contou para seu amigo que estava a gostar dele, mas, diferente do que ele pensava, o menino estava apenas o usando para ganhar nota, e assim que Jim falou seus verdadeiros sentimentos para ele, o mesmo riu da cara de Jimmy e espalhou para todos do colégio. No dia seguinte todos haviam voltado a zoar Jim, a não ser, seus verdadeiros amigos, que eram bem poucos, alias.
O garoto não queria contar para mãe que estava sofrendo na escola, pois não queria deixa-la preocupada e também porque se ele contasse ela podia querer tirar ele de lá e voltar com as aulas em casa, e o menino gostava de estudar em uma escola, com outras pessoas que não fossem da família, por isso ele não queria contar. Mas, Jimmy não aguentou por muito tempo, ele estava se sentindo tão mal consigo mesmo, estava se sentindo tão humilhado, que precisou contar para alguém, e sua mãe era a pessoa que ele mais confiava, por isso, foi correndo para seus braços. Só que o menino não havia pensando direito nas consequências. Assim que ele contou a história para sua mãe, incluindo que ele gostava de homens também, a mulher ao invés de ajuda-lo, deu um tapa em seu rosto, o qual ficou vermelho na hora. Ela gritou, chorou e insultou o filhos por horas, dizendo que havia se tornado um pecador vergonhoso, que isso era errado e que gostar de alguém do mesmo sexo era algo que Deus não permitia. Depois deste dia, o relacionamento dos dois não foi o mesmo nem de longe, a mulher sempre o ignorava e fazia de tudo para não olhar na cara do filho! Começou a dizer que realmente foi melhor Robinson ter morrido antes de saber dessa vergonha, ou ao contrário ele morreria de desgosto do filho. Ao contrário de conseguir ajuda, que foi o Jimmy estava procurando, ele só ficou se sentindo ainda mais lixo que antes, e foi ai que a dança realmente entrou em sua vida. Com tudo que estava passando, Jimmy acabou descobrindo que a dança o ajudava a se sentir melhor, por isso acabou se dedicando bastante a isso! Jim quase nunca vai para casa, ele prefere passar os sábados e domingos na escola também, já que é melhor ficar lá do que ir para casa ser insultado pela própria mãe!

Gostos:
➽ [Dançar música clássica | Ajudar as pessoas, ou pelo menos tentar | Ter respeito pelas pessoas diante a sua sexualidade | Chocolate quente | Ir a igreja, mesmo sua mãe sempre fazendo o favor de colocar em sua mente que ele se tornou um pecador, o menino ainda gosta de ás vezes, aos domingos, ir visitar sua igreja e pedir perdão, mesmo que o assunto bissexualidade, não seja um pecado, sua mãe o fez acreditar que é | Morangos | Gatos, seu animal favorito | A cor azul, que além de ser a cor dos seus olhos, para ele, é a mais bonita | Pessoas com atitude e iniciativa, gosta de pessoas assim, que fazem tudo que der na cabeça, talvez goste por não ser nenhum pouco espontâneo, Jim gostaria de ter esse ponto em sua personalidade, mas não tem, por isso, admira quem possui isso | Livros clichês de romance]

Desgostos:
➽ [Insetos, principalmente pernilongos | Sofrer por amor | Que não aceite ou respeite sua sexualidade | Pessoas falsas que agem somente por puro interesse, visando sempre o lado delas próprias | Quem faz drama por tudo e só sabe reclamar, ao invés de agradecer | Que o chamem de pecador, principalmente quando sua mãe faz isso | Ver no olhar de uma pessoa que ama, que a mesma esta decepcionada com ele | Chá, seja lá do que for | Filmes de terror | Banhos frios, gosta de demorar bastante em baixo do chuveiro com a água fervendo | Ser julgado, ou até mesmo ameaçado por ser alguém considerado "diferente" para algumas pessoas | Odeia o fato de saber que mesmo não querendo, se importa muito com os julgamentos alheios, se importa muito com o que as outras pessoas irão pensar dele]

Sonhos e Ambições:
➽ Seu maior sonho, é provar para sua mãe e para as outras pessoas que acreditam nisso, que ele não é um pecador e que pode sim ser perdoado por ter uma sexualidade diferente, que só porque ele gosta de mulheres ou homens, isso não significa que ele será condenado a um fim terrível, ele só quer provar principalmente para sua mãe, que ela ainda pode o amar como era antes, pois é disso que ele precisa, amor! Mas, como não tem expectativas neste sonho, tem a ambição de ser alguém, na vida e dar orgulho pelo menos para família que ainda irá ter, para que seus filhos ou filhas olhem para ele e sintam orgulho e não vergonha de ter um pai "diferente". Gostaria de ser alguém com uma boa profissão e boa vida.

Hobbies:
➽ Seu Hobby favorito é dançar, essa é uma maneira dele se expressar, a melhor maneira que encontrou até hoje! Gosta de dançar músicas clássicas e lentas com certa agressividade, balanceando entre um ritmo e outro, uma sincronia e outra, acredita que isso remete bem a confusão de sua vida. Outra coisa que gosta de fazer me seus tempos livres é cantar e desenhar, mesmo não sendo tão bom nisso, gosta de fazer coisas relacionadas a arte.

Doenças ou Alergias:
➽ Não possuí doenças graves, apenas uma alergia a camarão. Caso coma camarão ou algo feito com o mesmo, Jim passa bastante mal, correndo o risco de ir até mesmo para o hospital, mas, nada que leve a morte.

Vícios e Manias:
➽Não tem vicio em nada, sabe controlar sua vontade em todas as coisas, além do mais, não bebe ou fuma, mas, a coisa que ele mais faz é mascar chicletes de menta, talvez isso seja um vicio, ou uma mania. Outra mania sua é que tem uma irritante forma de corrigir as pessoas em relação ao português, isso irrita algumas pessoas mas o garoto não consegue evitar. Isso não é uma mania, esta mais para um costume, mas, toda vez antes de dormir, Jim agradece em uma oração.

◭Roupas◭


Algo a mais:
➽ Não!



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...