~Anastas-ia

Anastas-ia
Nome: † america x theresa x nora x anastasia †
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Borja, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 23 de Junho
Idade: 15
Cadastro:

ᛟ Theresa de Angelis || Entre Mundos ᛟ


Postado




I don't need to be flattered to know that I a m t h e b e s t .


Música de fundo:

https://www.youtube.com/watch?v=3dyojUNrPeg





Nome do personagem:

Theresa de Angelis


Apelido:

Tess, Tessie, Tessa, Anjo Negro


Razão do apelido (se houver tal):

Os três primeiros são apelidos carinhosos que provieram de sua família, e o último de pessoas na Divisão Militar em razão de sua aparência angelical, mas personalidade totalmente o oposto.


Idade (entre 15 e 28):

30 Anos, 150 Períodos


Gênero:

Feminino


Orientação sexual:

Bissexual



Kepleriano ou Terráqueo?

Kepleriana

Se Kepleriano, 100% Daeryen ou Humano?

Humana

Se Daeryen, olhos amarelos ou verdes?

Humana, Azul

Divisão Militar, Espacial ou Inteligência?

Militar e Espacial

Qual o nome de seu robô?

Io



História:



Theresa nasceu em 3256, fruto da relação de uma Daeryen com um humano terráqueo. Sua mãe, Adhara, era irmã da Governadora, Malia, e esta, alguns Anos depois sabendo da traição da irmã, prendeu-a em uma prisão nos mais baixos níveis do Oitavo Andar, em uma prisão que sequer existe no sistema. Embora tenha tentado inúmeras vezes matar Theresa, nunca conseguiu, e esta seguiu se escondendo com seu pai. Era uma vida de inquietude, apreensão, angústia, sem parar um segundo de pensar se teria seu pai junto a si para sempre. E não teve. Quando tinha seis Anos, afastou-se de casa para colher flores e quando voltava, viu oficiais do Governo espancando seu pai e escondeu-se onde pôde para eles não a enxergarem. Embora ela não saiba quem era, pôde ver nitidamente o rosto da pessoa que matou seu pai. Após esse fato, ela começou a vagar pelas ruas da Cidade Baixa, sem saber o que fazer, onde ir, sem ter onde dormir e muito menos o que comer. Seu corpo mais desenvolvido do que os humanos a permitiu aguentar cerca de dois meses nesta condição quando, em uma noite chuvosa, uma bela mulher de cabelos escuros e olhos amarelos a encontrou. Era Andrômeda, esposa do General Ulysses, que estivera fazendo uma doação de caridade para as pessoas que habitavam a Cidade Baixa. Com pena e sem conseguir deixar uma criança na chuva, ela a levou para casa, onde a alimentou e vestiu. Theresa demorou a abaixar seus muros, demorou a eliminar sua desconfiança e, vendo que ambos eram pessoas boas, ela se abriu. Contou tudo o que lhe acontecera, desde quando sua mãe fora levada, seu pai fora morto e ela passara a perambular pelas ruas. No princípio, ambos – que se recuperavam da recente morte cerebral de sua filha de (exatamente!) seis Anos – pareceram apreensivos, sem conseguir imaginar a hipótese de ter uma Humana em sua casa. Então, depois de noites em claro, os dois não conseguiram suportar as possibilidades de entregá-la ao governo ou largá-la na rua – ambas terminariam em morte, e não era justo com uma criança que não tinha culpa de vir ao mundo em tais circunstâncias. Assim, ela passou a se chamar Theresa de Angelis e passou a fazer parte da família desde então. Pouco tempo depois, Ulysses utilizara a desculpa de que Andrômeda queria outra cor de olhos e comprara uma lente verde que Tessa passou a usar, disfarçando seus olhos azuis. À medida que ia crescendo, seus pais adotivos notavam seu raciocínio rápido, sua vontade de aprender, sua vivacidade em descobrir coisas novas. Ela teria um futuro grande, independentemente se fosse para a universidade ou fosse selecionada; o que ela sempre quisera era estudar, desde pequena. Achava que o que lhe era ensinado na escola não era o suficiente, e de fato, não era. Por Ulysses ser o General, às vezes ela passava bastante tempo nos ambientes de trabalho dele, como a base de naves e aviões, que se tornara seu lugar preferido; se acostumara com a presença de armas ao redor, e gostava delas. Até pediu para ele lhe ensinar a lutar, e ele ensinou, assim como inúmeras outras coisas ao notar o interesse dela. Então, na véspera de sua Modificação, encontrou o pai morto na cama, envenenado; fora um choque para ela. Andrômeda desenvolveu depressão logo após isso e vários outros transtornos mentais, que foram apenas se agravando com o tempo. Ninguém nunca encontrou a pessoa culpada, e ela se culpava por não encontrar e não fazer vingança. Não havia nada mais a se fazer senão aceitar. Em sua Modificação, ela fora escolhida e optou pela Divisão Militar, o mais apropriado. Ela não precisou de muito tempo para se habituar à rotina e com uma vida totalmente diferente; fora uma mudança agradável. Ela era conhecida por quase todos, principalmente o diretor Protheus, velho amigo de seu pai, e não houve demora a ganhar destaque – não por quem era filha, e sim por suas capacidades. Ser a melhor em quase tudo se tornara seu mecanismo de defesa. Isso foi o que chamou a atenção de Apollo, alguns Anos depois, e o que fizera ele, inicialmente, não gostar dela. Mas, à proporção que ia a conhecendo, via que tivera a primeira impressão mais errada possível sobre ela.



Personalidade:



Muitas pessoas presumem que Theresa é uma pessoa mesquinha, insolente, desprezível, dissimulada, hipócrita e manipuladora, mas ela é totalmente o contrário – embora SEJA um pouco manipuladora. Ela é um tanto amargurada, nunca conseguiu superar a morte de seu pai adotivo, Ulysses; sempre nutriu muito ódio pelas pessoas que causaram isso. Mesmo em seu maior momento de sofrimento, veste sua armadura de coração de pedra. É fechada com a maioria das pessoas ao seu redor e com quem não conhece, mas com seus amigos é uma pessoa calorosa e divertida. É corajosa e forte, não tem medo de fazer o que é preciso, mesmo que isso signifique fazer sacrifícios. Suas emoções são como um oceano: ora maré alta, ora maré baixa. Ela não sabe os controlar, mas não os demonstra em situação alguma – em algumas situações, demonstrá-los significaria sua morte. É sarcástica na maior parte do tempo e sabe ser cruel quando quer, sempre tem uma resposta na ponta da língua mas normalmente prefere ficar em silêncio; é extremamente teimosa e odeia ser contrariada, porque sempre está certa, ganhando quase sempre todas as discussões. Embora já tenha feito coisas ruins, ela se orgulha de sua posição, pois sabe que está lá porque mereceu. Tem opiniões muito contrárias à quase todas as pessoas, mas mantém elas para si. Não descansa até conseguir o que quer, e sempre tem uma solução para algum problema; tem uma mente muito observadora, notando até mesmo os mínimos detalhes. Não gosta de compartilhar seus problemas então os mantém para si. Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, ela não é vaidosa. Não se importa com roupas e muito menos com sua aparência, pois sabe que isso não é o que realmente importa. Um dos fatos que fazem a maioria das pessoas não gostarem dela é sua autoconfiança – ela não se gaba de si mesma, mas sabe que é a mais adequada para seu cargo; sabe da sua capacidade, do que é capaz, sabe da capacidade de sua força. O que ela mesma admira em si própria é sua capacidade de manter-se firme nas mais difíceis situações – o mundo poderá estar caindo aos seus pés, e ela permaneceria impassível sem um resquício de desespero, tomando decisões pela inteligência e não pelo medo. Muitas pessoas a chamam de Anjo Negro por possuir uma beleza incomum e parecer inofensiva, angelical, mas, que pode lhe trazer a morte em um segundo.



Três palavras que o definam:

Corajosa, audaciosa e implacável.


Aparência (descreva o personagem):

Ela possui 1,63 de altura; seus cabelos de cor preta vão até a altura de sua clavícula, sendo naturalmente lisos e ondulados. Sua pele é tão branca quanto à neve, contrastando com seu cabelo; seu rosto é triangular, um tanto comprido de modo adequado, com o contorno do maxilar um tanto destacado; suas bochechas são magras e as maçãs do rosto são bem salientes. Seu nariz é fino e comprido; suas sobrancelhas são quadradas e finas na medida certa, também pretas, e abaixo delas, seus olhos azuis com enormes cílios pretos. Seus lábios são avermelhados e finos, com o inferior sendo um pouco mais preenchido que o outro. Seu corpo tem um porte atlético e possui curvas bem delineadas e torneadas.


Fotos e nome do (a) ator (atriz):





Cobie Smulders.

Tatuagens?

O contorno de duas rosas no lado da barriga, perto do seio direito.

Defeitos físicos:

Uma cicatriz grande já branca das têmporas até a bochecha esquerda, uma igual a primeira, mas menor, e várias outras pelas costas.

O que o personagem pensa de si mesmo? Como ele se vê?

Theresa não tem uma visão cem por cento ruim de si, mas também não é cem por cento boa. Ela tem noção de suas boas qualidades, mas sabe que as más se sobressaem, e gosta disso. Não se arrepende de ser quem é ou de tudo o que causou.

O que seu personagem gosta?
• Observar o céu à noite, principalmente de madrugada.
• Beber uísque.
• Estar em lugares altos.
• Pilotar e sobrevoar.
• Tempestades e raios.
• Observar a chuva.
• Aprender sobre os mais variados assuntos.



E o que não gosta?

• Que lhe digam o que fazer.
• Contrariem-lhe.
• Não obedeçam suas ordens.
• Cálculos.
• Dias quentes.
• Oceanos e mares.
• Lhe digam que não é capaz de fazer algo.


Pratica algum esporte constantemente?

Apenas treina fisicamente constantemente.

Cite dois amigos do personagem (existentes na história ou de fichas de outros participantes):
Apollo e Atria

Possui irmão(s)?

Não

Como seu personagem lida com:

• Pessoas de sua divisão?
Possui um respeito enorme com todos, mesmo que o sentimento não seja totalmente recíproco, e não subestima a capacidade de ninguém.

• Família?
Eles são sua vida, sua base, e daria sua própria vida por eles se necessário. Tanto biológica quanto adotiva.

• Amigos?
Faz de tudo para vê-los felizes, mesmo que isso signifique não estar feliz. Põe as necessidades deles acima das suas, sempre.

• Inimigos?
Remorso é o que não há, e imagina mil formas diferentes de suas mortes. Não descansa até conseguir realizá-las.

Como seu personagem é conhecido em sua divisão? Tem uma má ou boa reputação?

Possui uma boa reputação; todos a conhecem por sua bravura, sua obstinação, por não ter medo de fazer o que é preciso.



Qualidades e defeitos (no mínimo três de cada):

Defeitos – teimosia, impaciência, preguiça, competitividade, mau humor constante, antipatia, sarcasmo.
Qualidades – dedicação, inteligência, resiliência, astúcia, determinação, autoconfiança, força.

Pontos fracos e pontos fortes (no mínimo um de cada):

Fracos: sua família biológica e adotiva, e todas as pessoas inocentes que tivera de matar.

Fortes: seu rápido desapego, sua habilidade de se adaptar rapidamente a qualquer ambiente e sua postura de líder nato.

Fobias/Traumas/Medos:

Trauma de facas.

Talassofobia – medo mórbido de mares e oceanos.

Hábito/Vício:

• Morder os lábios quando nervosa
• Beber quando nervosa.
• Voar quando nervosa ou apreensiva.
• Colocar uma mecha do cabelo atrás da orelha quando envergonhada.
• Observar a cidade do alto quando triste.
• Arremessar facas e bater no saco de pancadas até os dedos sangrarem quando raivosa e brava.

Armamento preferido:

Embora tenha trauma de facas, continua sendo seu armamento preferido, além de luta corporal.

Habilidade(s):

Raciocínio na velocidade da luz; consegue identificar espiões, inimigos e armadilhas rapidamente.

Seu personagem se destaca em quê?

Luta corporal e arremesso de facas.

Em uma eventual batalha, seu personagem apoiará o lado dos Humanos ou dos Daeryens?

Humanos

Frase ou trecho de música que defina seu personagem:

“And all the kids cried out
Please stop, you're scaring me
I can't help, this awful energy
Goddamn right, you should be scared of me”


O que seu personagem seria capaz de fazer para ganhar destaque na Divisão onde estiver?

Se fosse o que ela quisesse, passaria por cima de muitas pessoas rapidamente, sem remorso. Não se importaria de destrui-las.

Alguma observação ou curiosidade sobre o personagem?

Não.






Escutando: Katy Perry - Rise
Lendo: Entre Mundos

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...