Delicate- Interativa // Ficha: Laurel Allen


Postado

Delicate- Interativa // Ficha: Laurel Allen

Ficha:

💨Nome:
Laurel Glands Allen.

💨Idade:
16 anos.

💨Personalidade:
Laurel é uma adolescente um tanto comum, com alguns problemas familiares um pouco diferentes.
Assim que a conhece, percebe-se que é uma garota legal, apesar de não conseguir ser simpática e sorridente o tempo todo.
Sinceridade é uma de suas melhores qualidades, e também defeitos. Não mede as palavras e, quando irritada, fala tudo o que pensa, sem se importar com quem ouve. Sua sinceridade não aparece somente nas horas de nervosismo e brigas, Laurel também se mostra sincera sempre que perguntam sua opinião. Se ela achar que sua roupa está estranha, que seu cabelo está horrível ou que você está com cara de quem não dorme há dias, ela dirá, mas nunca por maldade.
Tem personalidade forte e fica irritada com muita facilidade. É o tipo de garota que só as pessoas "certas" iriam querer se aproximar, já que não se importa muito com "popularidade" e nunca julga as pessoas por causa disso. Laurel sempre tenta ser o mais justa possível e sempre aponta "injustiças" que vê. É comum ouvi-la comentar com os amigos o quanto os professores são corruptos pelo simples fato de "facilitar" a vida dos mais ricos, ou do quanto o diretor é um mala assim que fecha os olhos para qualquer coisa ruim, caso algum filho de milionário esteja envolvido. Seus amigos costumam dizer que ela deveria ser a futura presidente do país.
É complicado ser seu amigo, mas não impossível. Basta ser sincero com ela (isso é o que ela mais admira em uma pessoa) e, bem, ajuda se não gostar do grupinho popular da escola.
Seu maior defeito é que acha que está sempre certa. É meio cega para as opiniões alheias e fica imediatamente brava com aqueles que discordam dela ( sua frase mais comum em uma discussão é: "Tudo bem, vou concordar com você, assim nós duas podemos estar erradas"). Acha-se mais madura e responsável do que realmente é e às vezes esquece que é só uma adolescente. Apesar de nunca admitir, se Laurel se apaixonar por alguém que não presta, ela não irá enxergar isso e não irá ouvir os amigos quando os mesmos gritarem que tal garoto é errado para ela.
Fora isso, é uma garota inteligente, apesar de não tirar sempre as melhores notas. Chega a ser incrível perceber que ela tem assunto para qualquer conversa, realmente. Seu "vasto conhecimento" permite-a de falar sobre tudo com qualquer pessoa, é muito difícil começar algum assunto que ela não conheça, o que faz com que suas conversas nunca fiquem paralisadas ou entediantes.
É uma boa amiga e sempre irá estar com você quando tudo der errado, tanto para ser seu ombro pra chorar e para dizer um "Eu te avisei", o que mostra que não é a melhor em consolos. É companheira, do tipo que, mesmo brigada com a pessoa, irá estar ao lado dela o tempo todo, nunca abandona um amigo.
Digamos que, pode ser muito atraente para uma pessoa, pode ser a garota mais atraente, não só pela aparência, mas por suas conversas, sua sinceridade e seu sorrisinho que sempre dá quando recebe uma notícia boa.

💨Aparência:
Apesar de não ser a mais bonita, nem de ser o típico padrão americano "Loira dos olhos azuis", sua beleza é inegável:
É uma garota alta, com 1,71 de altura. Seu corpo é magro e se destaca com suas pernas torneadas e sua cintura muito fina. As mãos e os pés são pequenos e delicados, suas unhas sempre pintadas de preto e em tamanho médio. A pele é um tanto pálida.
Seu rosto é fino, com um nariz um pouco grande e fino também, as maçãs em suas bochechas se destacam, assim como os olhos chocolates, cobertos por longos cílios negros e sobrancelhas bem-feitas. Sua boca é naturalmente rosada, com dentes extremamente brancos e perfeitamente alinhados. Tem duas pintas na bochecha esquerda.
Seus cabelos chegam até abaixo dos seios, castanhos e naturalmente encaracolados, mas a maioria das vezes estão lisos ou com cachos rebeldes e deformados.





💨Gifs :.






💨Photoplayer:
Troian Bellisario <3

💨História:
Nascida em Lakewood e vivendo ali toda a sua vida, Laurel teve uma infância um tanto conturbada. Apesar de ter amigos e ser boa na escola, sempre que chegava em casa era perturbada pelos gritos estridentes da mãe, uma corretora de imóveis, direcionados ao seu pai, um tatuador. Com apenas seis anos, viu seus pais se separando e, graças a diferença de salário, permaneceu com a mãe. Já seu pai, abriu um estúdio de tatuagens e morava no andar de cima.
Não demorou muito para a mãe, que tinha parado de ir ao psicólogo e tinha parado de tomar seus remédios, se casasse de novo e tivesse mais um filho, dessa vez Tommy, oito anos mais novo que Laurel. Logo, seu pai conseguiu sua guarda e, com apenas dez anos, passou a morar com o mesmo.
A partir daí, passou a ter uma vida bem mais calma e feliz, não havia mais gritos de sua mãe e seu pai se esforçava sem parar para ser o melhor para ela. Apesar disso, não deixou de se preocupar com o meio-irmão.
Com 14 anos, viu sua mãe ficar viúva e Tommy órfão de pai, ficando ainda mais preocupada, pois sabia que era o marido que controlava sua mãe em suas crises.
Assim, começou a receber ligações no meio da madrugada de seu irmãozinho, ouvindo os gritos da mãe ao fundo. Não foi uma surpresa quando ela simplesmente o buscou na escola e levou para casa. Ele passou a noite ali até seu pai descobrir que tinha pego o menino e o conselho tutelar vir bater em sua porta.
Isso não a impediu, desde aquela época, sempre que Tommy a liga por estar com medo da própria mãe, Laurel vai direto buscar ele e deixa-o pelo menos por uma noite em casa. Seu pai a compreende, sempre, e, apesar de gostar do menino, tenta explicar para a filha o porquê de não conseguir a guarda da criança. Isso só piora suas brigas com a mãe, mas, novamente, isso não a impede de tentar fazer o que é justo.

💨Família:

Isobel Glands: mãe, 41 anos, sua relação com ela é péssima, mas mesmo assim não desiste de tentar fazer a mãe se tratar. Estão sempre brigando quando se veem, o que é cada vez mais frequente, devido à Tommy.


Erik Allen: pai, 40 anos, sua relação é a melhor possível. Apesar dele deixá-la de castigo de vez em quando, eles estão sempre se dando bem e Erik acaba apoiando a filha com sua preocupação pelo meio irmão e, basicamente, em tudo que ela faz. Vive dizendo que é uma das pessoas mais inteligentes que conheceu e se orgulha muito de Laurel simplesmente pelo fato dela não se importar em viver num apartamento minúsculo com um quarto, uma sala, um banheiro e uma cozinha.


Anthony "Tommy" Glands: meio-irmão, oito anos, se dão muito bem e são muito unidos. Ela é a pessoa em que ele mais confia e sempre que sua mãe entra em crise, é para ela que ele liga.

💨Medos/Fobias:
-Lugares escuros (ela não gosta de não ter noção do que está ao redor dela, ou quem)
-Lugares muito apertados (sua mãe costumava a trancá-la num armário quando ficava brava com ela).

💨Manias:
-Morder o interior das bochechas quando nervosa.
-Bagunçar seu cabelo quando irritada.
-Morder a tampa das canetas.

💨Gostos/Desgostos:
Gostos:
-Sorvete de limão,
-Café,
-Dias chuvosos,
-Escrever (frases aleatórias),
-Ouvir música,
-Festas com seus amigos,
-Filmes de terror,
-Filmes de heróis.

Desgostos:
-Canela,
-Café com pouco açúcar,
-Estudar,
-Brigar com a mãe,
-Escuro,
-Filmes de romance,
-Ficar sozinha num sábado a noite.

💨Hobbies:
-Escrever frases aleatórias quando está entediada. Normalmente citações de filmes, sempre carrega uma caneta com ela, então escreve desde em sua mãe, sua carteira, seu caderno até nas portas do banheiro da escola.

💨Sabe que seu personagem está em minhas mãos?
Aham.

💨Algo mais?
Seu quarto (seu pai dorme no sofá da sala) tem uma janela que fica de frente para a placa do estúdio de tatuagens, que sempre pisca, à noite inteira, TATTO em letras vermelhas brilhantes, o que a alivia, porque de cinco em cinco segundos seu quarto fica mais ou menos iluminado.
Tem uma tatuagem no antebraço, escrito "There's always the darkness, before the light born", simplesmente porque ama essa frase.
Tem que usar óculos, mas só o usa em casa, quando tem que estudar (gif do começo do jornal)


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...