Meus Momentos Insanos


Postado

Olá gente! Não consegui pensar em outro tema além desse, então me desculpem se ficar muito curto ou meio sem conteúdo.
Hoje eu vou falar sobre os momentos que, embora eu já seja uma psicopata me deixam ainda mais cruel que eu sou normalmente. Espero que gostem!
Eu nunca sinto nada, e tem horas no dia que isso parece piorar. O que mais desencadeia isso é fazer uma coisa boa pra alguém, porque são nessas horas que meu cérebro parece querer que eu faça algo de ruim logo em seguida só pra essa pessoa nunca mais me agradecer de novo. Não sei, embora eu queira ter uma boa reputação eu simplesmente não suporto ser boazinha. Nessa hora é que eu revelo meu lado antissocial e as risadas maléficas sem motivo aparente.
E acho que essa loucura minha vem um pouco do início da minha vida. Quando eu tinha uns 3 ou 4 anos eu era muito desastrada, até aí tudo bem, mas ás vezes a culpa do que acontecia nem era minha, e eu apanhava injustamente porque minha mãe vivia muito estressada e não arranjava tempo pra analisar o que aconteceu e saber se me batia ou não quando na verdade ela deveria se bater porque a culpa foi dela. Além disso na escola eu era boba, não tinha muitos amigos e os que eu tinha só queriam me bater, uma vez eu tive uma unha encravada no dedão esquerdo, e haviam duas opções pra tirar, a mais dolorosa, na farmácia e a muito menos dolorosa, no pediatra, aí o meu pai me mandou pra farmácia e eu NUNCA esqueci isso porque doeu pra caralho, meu irmão via todo mundo da mesma forma, quando ele ficava irritado comigo ele brigava comigo e ás vezes me machucava como se eu fosse uma adulta e soubesse que o que eu fiz ,minha irmã parecia que na maior parte do dia que nem lembrava que eu tinha nascido e meu pai parecia ser o único que me tratava como se eu fosse uma criança normal . Enfim do início da minha vida foi uma merda, mas desde que eu tinha 6 anos ela começou a se concertar TARDE DEMAIS porque eu já tinha virado uma criança má e insensível.
Agora voltando ás coisas que me levam a ter vontade de matar alguém...
Tem vezes que é só eu olhar pra pessoa e eu já me imagino matando ela e sumindo com o corpo. Pessoas que já foram meus amigos de infância,que têm algo de peculiar na aparência ,que acham que podem controlar minha vida sem ser meu pai e minha mãe, bebês, pessoas parecidas comigo e que as pessoas confundem e etc são alvos perfeitos pros meus pensamentos doentios. Tem vezes que eu consigo controlar essas vontades e pensamentos sem fazer nada, mas tem vezes que isso é mais forte que eu e pra me controlar ou eu tenho que tentar desviar meu pensamento pra outra coisa, como a letra de uma música, eu escuto rock, eu brinco com a minha amoeba e imagino que são as tripa das inimiga e a solução mais funcional que é chegar no meu quarto e desabafar tudo com o meu gato e o poster do Purple Guy que eu colei na parede.
Então gente o que acharam? Espero que tenham gostado! Tchaau!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...