~Cars_Malfoy

Cars_Malfoy
Nome: Jung Tommo :v
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Minha outra face -1°Ficha


Postado

Minha outra face -1°Ficha

Em uma sala em que mãos ásperas e masculinas um piano tocava, a garota dançava como se não houvesse amanhã.

► Nome completo:
Savannah Susan Martins

► Apelido:
Sav, Suzie.

► Idade e data de nascimento: 21. 28/10.

► Sexualidade: Feminino.

► Photoplayer: Amanda Seyfried

► Aparência: Savannah é bela, sim, de certeza. Atraí olhares sobre si, mas seus olhos verdes transmitem uma falsa inocência. Cabelos loiros em tons claros, corpo estrutural, lábios cheios e avermelhados; ela sim é alguém notável.

https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Ffullhdpictures.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FAmanda-Seyfried.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Ffullhdpictures.com%2Famanda-seyfried-hq-photos.html%2Famanda-seyfried-pictures-hd&docid=-PHYBn61I-Z8pM&tbnid=wNI30DQwjPlOyM%3A&vet=1&w=2000&h=3000&bih=402&biw=320&ved=0ahUKEwi9vM3U6a3QAhVBCpAKHRw1CggQMwgkKAIwAg&iact=mrc&uact=8


►Família:
° Anne Clarke Martins, mãe. Muito próxima da filha, são praticamente melhores amigas. Dona de várias indústrias têxteis ao redor do país e do mundo. Loira de olhos castanhos e cansados. É alguém confiável e nostálgica.

Ela só possuí mãe.

► Personalidade: (detalhada)
Crescer com o sobrenome de um pai morto antes mesmo de sua nascença foi terrível para a garota(adquirida traumas e feridas que apenas sua mãe consegue curar), mas a menina ainda sabia ser otimista. É claro, possuía muitos defeitos como seu egoísmo e jeito manipulador, mas também remetia seu coração mole e olhos cheios de expectativa a momentos constantes.

► Gostos / Desgostos:
°Gostos-
Piano.
Ar fresco.
Cor roxa.
A temperatura quente dos verões.
Ajudar pessoas com sua fortuna.
Estar com sua mãe.
Dançar.

°Desgostos-
Preconceito.
Indecisão.
Pessoas atrapalhadas.
É impaciente, então odeia esperar.


►Qualidades e Defeitos:
Uma lista provável de defeitos e qualidades passavam em sua mente a cada segundo que se analisava. De um lado, era orgulhosa ao extremo e grossa quando quer, além de sua perceptível sinceridade. De outro, é sonhadora e otimista. Como explicaria a si mesma? Fácil. Ela diria uma mistura de diferenças, inteligência e esperteza.

► Manias:
Lamber os lábios, nervosa.
Morder o lábio inferior quando está preocupada.
Passar as mãos no cabelo ao se visualizar em qualquer prataria.
E, sobretudo, a Martins dança como uma mania: sempre que ouve uma melodia seu corpo parece ganhar mais vida e ela se liberta, como um cisne.

► História:
Seu pai, antes mesmo de Sav chegar ao mundo, morrera misteriosamente e sabe-se-lá quem o assassinou. Por esse motivo, a jovem Susan via sua mãe roer unhas e desgastar sua beleza, como um leitor de romances quentes.
Cresceu na imensidão de uma mansão, sozinha. Contudo, sua mãe continuava a dando esperanças e logo as duas viajavam sempre para todo lugar do globo.
Ela era feliz, e se sentia mais ainda por saber como poderia estar perto do príncipe Emmet.

P.s. Terá uns detalhes secretos, que te contarei por outro canto.

►Medos / Fobias / Trauma:
°Tem um medo terrível de aranhas.
°Ficar sozinha, sem sua mãe.


► O que faz da vida?
Estuda fielmente administração, quer saber cuidar de seu futuro antes de ver sua mãe se ir. Esse pensamento a dá nervos, mas a própria Anne garantiu que a filha ficaria bem.
Suzie nunca acreditou, óbvio, até ver o príncipe Emmet a primeira vez, no Jornal.

► O que pensa sobre a Seleção?
A sua chance. Sua perfeita e ansiada chance.

► O que pensa sobre os Príncipes?
Quando pensa nos dois príncipes, vem-lhe logo a mente dois garotos, de 5 anos, brincando juntos em um jardim bonito. Ela os pensa como dois pequenos meninos que necessitam, cada um, assumir responsabilidades obrigatoriamente.

► Como reagiria a um ataque rebelde?
Ela correria, sim, correria. Correria tanto quanto o fazia nos corredores de sua Mansão, fugindo de seus demônios. Mas também não poderia negar que se colocaria em frente ao seu amado, pronta para dedicá-lo sua vida.

►Esta por um dos Príncipes ou pela coroa?
Por Emmet. Sempre por Emmet.

► Trairia o Príncipe escolhido? Se sim, com quem?
Humanos erram, mas ela não estava disposta a perder sua preciosa oportunidade por uns beijos de outro qualquer.

► Se ela se tornasse uma das rainhas, que benéficos / mudança faria para o país?
Entre tantas ideias, sua primeira a dizer a seu marido seria um tipo de pagamento adicional, para aqueles que necessitam, e novas escolas, que ensinam desde o maternal ao ensino médio.

► Como se relaciona com:
– Selecionadas:
Não tinha motivos para fazer inimigos, mas ali algumas tem, e Suzie acata ódio a mesma moeda.

– Seu Príncipe:
Emmet era o que ela imaginava, alguém idêntico a si em determinados aspectos. Emmet estava lá e ela sorria para isso. Eram amigos, mas ele sabe o quanto a garota o ama mais do que esse título.

– Família real:
Superiores? Não. Jamais. A Martins sabe dos acordos comerciais entre a Coroa e sua mãe. Eles gostavam dela, mas também da sua fortuna.

► Como agiria nos encontros?
Como uma dama, até o momento que quisesse simplesmente retirar a pose e postura impecáveis e se divertir com seu príncipe. Ela não era perfeita, então, se em uma brincadeira o príncipe lhe oferecesse um salgado, deixaria claro que ama comer.

► Como seria o encontro ideal?
Um passeio por um canto escondido do Castelo, sua curiosidade sempre fora maior que seu romantismo. Uma sala vazia, cheia de livros e uma caixa velha de som, onde o príncipe tomaria sua cintura e dançariam ao som da melodia.

► Local preferido do castelo?
Sua curiosidade a fez vagar, e, ao vagar, ela descobrira lugares, incluindo a sala citada no tópico anterior.

► Sabe que pode ser eliminada?
Sim, mas prefere não pensar nisso.

► Como sua personagem lidara com isso?
Mal, mas não chegaria a ponto de se jogar de uma ponte ou destruir a vida de Emmet. Ela voltaria para casa, com lágrimas nos olhos e um possível futuro econômico destruído.

► Porque deveria ser a escolhida?
Porque, entre todas as outras garotas ali, ela sentia que seus motivos eram verdadeiros. E ainda são. E serão para sempre.

► Sabe que, a partir do momento em que seu personagem for aceito, ele me pertencerá e eu poderei fazer o que quiser com ele?
Com certeza, Isa.

► Palavra-chave: Seu anjo está no céu.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...