~Nyi

Nyi
Nome: Blurain
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Recife, Pernambuco, Brasil
Aniversário: 14 de Outubro
Idade: 18
Cadastro:

A Coroa - Interativa.


Postado

Nome Completo:
Andy Blumm Engel, mas seu pai a chama de Angel, então adotou como apelido.

Idade e Data de Nascimento:
17 anos | 07/07 | Canceriana.

Casta e Profissão:
Casta 5, ela canta e toca piano, violão ou violino.


Província:
Angeles, mas se já tiverem escolhido essa, pode escolher outra, se ficar mais fácil para você :).

Aparência:


Andy possui longas madeixas ruivas, sendo um palmo acima da cintura, seu cabelo é ondulado, mas dos ombros para baixo tem lindos cachos. Seu cabelo também não é arrumadinho, é mais do tipo "acordei e sai". A sua pele é bem branquinha, mas com as bochechas levemente rosadas, sobrancelhas bem feitas e longos cílios, tudo isso dá um destaque á seus olhos castanhos esverdeados. Os lábios são carnudos e bem desenhados, que normalmente possuem um sorrisinho tímido. Ela é um pouco baixinha, possui 1,60 e pesa 53kg, tem um corpo considerado por muitos, bonito, os seios e o bumbum são medianos, cintura fina, a barriga lisinha, quadris largos e as coxas grossas.
Normalmente sempre está com o seu costumeiro sorrisinho tímido no rosto e tem uma postura meio preguiçosa de manhã, para depois ser substituída por uma descontraída.



Será interpretada por:
Holland Roden.

Personalidade:
É uma garota consideravelmente um pouco doida, ou melhor muito doida, adora se meter em confusões, mas na maioria das vezes ela só esta no lugar errado na hora errada. Definitivamente não é o tipo de garota que odeia se sujar e não sente tanta vergonha como qualquer outro humano.
Ela tem muita facilidade em fazer amizades pelo seu jeito de ser, de uma maneira inexplicável, consegue fazer qualquer um abrir um sorriso no rosto. Adora fazer seus amigos rirem, principalmente quando estão tristes ou pra baixo, quando percebe que algum amigo esta triste ou algo do tipo, simplesmente o abraça e pergunta o que aconteceu.
Andy é assim mesmo: nunca fica esperando que façam amizade com ela, se pode adiantar-se e lhe oferecer um sorriso. É uma menina super comunicativa sempre puxa conversa com as pessoas e nunca deixa uma conversa acabar no "tô’ bem também."
Costuma ser aquele tipo que não está nem aí com o mundo. Tudo pode estar acabando, as pessoas correndo desesperadas, e ainda consegue manter a calma. Geralmente suas atitudes são extrovertidas, leva sempre um sorrisinho tímido no rosto.
É bem carinhosa e caridosa, ajuda as pessoas com prazer, odeia jogar seus problemas nas costas dos outros, mas não tem problema ao os outros jogarem na sua. É carinhosa com as pessoas que ela ama, sendo extremamente altruísta, e estaria disposta a colocar suas próprias necessidades de lado para ajudar quem é importante para ela. Brincalhona e bem humorada, sempre estará fazendo piadas ou palhaçadas em geral, vive rindo sem motivo.
É bastante relaxada, ela se contenta com pouca coisa, e não precisa de muito para abrir um largo sorriso em seu rosto. Quase nada a assusta, sendo bastante destemida e determinada, nunca desiste de nada sem ao menos lutar. Tem um forte senso de honra, se promete algo ela cumpre.
Pensa com suavidade e costuma falar devagar, possui uma simpatia que faz com que muitos confiem nela e nunca se preocupem em ter seus atos julgados pela a mesma. Por este seu jeito compreensível, sua forma suave de falar e sua natureza de não gostar de julgar as pessoas, muitos costumam procura-la para contar seus dramas e segredos. E normalmente vai escuta-las com muita atenção. Chega a ser uma esponja. O fato de ser tão sensível significa que vive intensamente as emoções, e estas sessões de lamúrias podem deixa-la meia abalada. Andy vive as emoções dos que a procuram. Por isso muitas vezes precisam de um bom tempo para descansar e refazer as energias.
Angel não gosta de chamar a atenção e admira quem tem esse mesmo pensamento, cora muito facilmente se é elogiada ou se tem todos os olhares em si. Ela é muito paciente, não se estressa facilmente, se alguém quiser estressá-la, vai ter que fazer muito esforço mesmo.
Não é nem um pouco orgulhosa, admite seus erros e apresenta grande facilidade em pedir desculpas sinceras, principalmente por não apreciar nem um pouco o mal-estar que toma conta de si quando brigada com alguém, mesmo nessas situações, odeia sair despejando seu mau-humor sobre os outros, pois sabe que aquilo é um problema a dois, não sendo culpa de mais ninguém, mas se ela estiver certa não dará o braço a torcer.
É muito inteligente, a ponto de deixar qualquer um sem fala, muito observadora, sendo capaz de perceber coisas que poucos perceberiam e por mais que não pareça. Com uma inteligência fora do normal, possui um raciocínio dedutivo assustador.
Em situações difíceis, é uma pessoa forte, determinada e corajosa, mas por dentro ela pode está ás vezes aos cacos, e quando está em tal sentimento, prefere ficar sozinha , presa em seus pensamentos. Para ela todos tem o seu lado bom, só que alguns ainda não sabem que este lado existe, as vezes tenta entender as pessoas autoritárias, metidas e mesquinhas, mas é tão difícil, que resolve chutar o balde, e deixar pra lá.
Caso comece a sentir algo por ela, aconselho que deixe bem claro seus interesses, senão poderá vir a te magoar, não que isto seja a vontade dela, ela simplesmente é lenta demais para perceber os sentimentos de outra pessoa por ela, no fundo só quer amar e se sentir amada, mas ela não se entrega facilmente, como a maioria das garotas, Andy tem medo de se machucar e se magoar, e odeia ser feita de idiota, tem capacidade de deixar um homem louco por ela quando quer.
Quando se sente atraída por alguém, tende a se distanciar um pouco da pessoa, para tentar afastar o sentimento, mas, suas barreiras são facilmente quebradas com abraços, ou beijos roubados, mas quando desistir de lutar deixara transparecer mais seu lado maliciosa as vezes, mas ela costuma ser nos momentos certos, quando estão sozinhos.
Estará ao seu lado nos melhores e piores momentos, e quer que ele saiba disso, será carinhosa e sempre vai tentar ficar perto do mesmo e não será aquele grude, mas gestos de carinho a conquistam. Por mais que não admita ela seria ciumenta em relação a ele por medo de o perder, mas costuma não demonstrar. Somente com ele, ela será uma garota muito mais de atitudes do que de palavras, tendo algumas dificuldades para dizer as 3 palavras "mágicas".
Uma amiga sincera, ou seja, uma ótima pessoa para pedir opinião ou até conselhos, é a amiga que te bate quando você fica chorando pelos cantos, ri quando tu cai mas no final te ajuda a levantar, participa das suas besteiras, arruma uma solução pra todo problema que te envolva, se ferra junto a ti e nem em caso de tortura, revela seus segredos, leal e atenciosa, sempre está pronta a fazer qualquer doideira pra ajudar quem é importante para ela, é a companhia mais divertida e alegre que qualquer um poderia querer.
Seus sentimentos são intensos, quando é para chorar, chora até as lágrimas secarem, se é para ficar feliz, ri de tudo, ás vezes de coisas bobas. É tão simpática e amável com todo mundo que faz amigos com facilidade, não é alguém de ter um melhor amigo, ela tem vários.


História:
~03 meses atrás~
-Castiel Biersack Emeri.- Eu gritei enquanto corri atrás de meu irmão pela casa, ele estava com meu cachorro nos braços correndo.- ME DEVOLVA O LOOPY AGORA.
-Só se você me pegar.- Ele se virou e deu de cara com o rosto furioso de nossa mãe.
Eu tentei segurar o riso, ele estava ferrado, ela estava com molho de tomate nas bochechas e com um avental amarrado a cintura, na sua mão direita estava um tomate e na esquerda uma faca, se a situação não fosse tão engraçada eu poderia dizer que era no mínimo assustadora.
-Devolva o cachorro a sua irmã AGORA.- Ela olhou-o com chamas saindo de seus olhos e mordeu o tomate fazendo líquido vermelho se espalha por sua blusa, dando-a um aspecto assassino.- Ou o senhor irá ficar SEM SOBREMESA O RESTO DA SEMANA.
Meu irmão pareceu se intimidar com a ameça, pois na mesma hora se virou assustado e me passou o bichinho que estava tremendo, eu acariciei ele e agradeci minha mãe indo para o andar de cima.
Eu adentrei o quarto em que dividia com o Cassy e deitei no beliche de baixo soltando Loopy que lambeu minha face em forma de agradecimento, depositei um beijo em sua cabeça peluda e ri baixinho comigo mesma por amar tanto aquela família, mesmo nós tendo alguns problemas e estarmos passando por umas dificuldades agora, somos muito felizes, estudo e trabalho muito para ajudar meus pais assim como meu irmão, apesar de ficar muito cansada.
~Semana Passada~
Eu estava animada, finalmente os resultados das provas do Semestre haviam chegado, eu tinha conseguido como sempre, sou muito boa na escola, assim que chegar em casa vou ter que me arrumar para trabalhar, abri a porta de casa e esperei um balão d'água ser jogado na minha cara... Nada.
Esperei ser abraçada fortemente... Nada.
Esperei levar uma bronca por chegar atrasada... Nada.
Eu fiquei preocupada e retirei os sapatos deixando-os no carpete ficando apenas de meia -Adotamos esse método Japonês de não andar com sapatos em casa- eu andei e procurei-os por todos os lugares da casa, assim que botei os pés na cozinha eu os vi, eles estavam estáticos e de costas para mim segurando uma carta, uma pequena carta.
Minha mãe se virou chocada para mim, as lágrimas descendo de seu rosto, eu achei que fosse algo grave e tentei falar, mas as palavras não me vieram.
O resto de minha família a imitou, depois de cinco minutos todos olhando para mim chocados eles começaram a gritar de felicidade, como se descobrissem que um rio de chocolate fosse ser inaugurado hoje pelo rei.
Meu pai se aproximou e depositou um beijo em minha testa.
-Filha.- Minha mãe se aproximou enxugando as lágrimas.- Essa carta é da... Da... Seleção.
Na hora eu entendi, meu mundo pareceu cair, eu me senti sem ar, esperei o desmaio vir... mas ele não veio.
-Maninha, você vai se inscrever não vai?- Cassy pulava muito eufórico, ele apenas ficava assim no seu aniversário, meu pai se aproximou e deu tapinhas no braço do meu irmão.
-Calma filho.- Ele riu docemente.- Isso é escolha dela.
Eu peguei a carta e olhei-a, depois do que pareceram horas eu voltei meus olhos para minha família e dei um sorriso forçado.
-E-eu v-vou pensar.- Eu gaguejei e quase tropecei, me virei e fui correndo para meu quarto.
Eu abri a porta com força deixando as lágrimas invadirem meu rosto, me deitei em minha cama e fechei os olhos.
Não posso ir, tenho minha família... Meus amigos e principalmente... Ele... Apesar de Nathaniel ter me magoado muito e não compartilhar meus sentimentos eu ainda o amo.
Essas e outras coisas invadiram minha mente e eu adormeci...
~00:05~
Eu acordei e esfreguei meus olhos deixando a escuridão da noite me invadir, deveria ser muito tarde, fiquei preocupada, esqueci que tinha que ir trabalhar, me xinguei mentalmente. Olhei para cima e vi que a cama de cima do beliche estava mais funda, meu irmão devia estar dormindo, soltei um sorriso fraco e saí da cama, fui andando para o banheiro e troquei meu uniforme escolar por minha camisola, -que não era tão grande nem tão curta, suas mangas eram longas e não tinha decote (odeio decote) e ia até a metade da coxa.- senti minha garganta seca e fui andando até a escada, a sorte era que a porta estava aberta, eu saí e quando desci o último degrau senti os olhos observadores de meu pai me fitando.
-Oi pai, pensei que o senhor estivesse dormindo.- Eu cumprimentei-o animada.
-Pensei que VOCÊ estivesse dormindo.- Ele me respondeu ainda me fitando de seu jeito sério e observador.
-E-eu v-vim buscar um c-copo d-de água.- Eu gaguejei. Amaldiçoei-me mentalmente por isso, na mesma hora eu notei que ele sacou que mais alguma coisa se passava comigo...
-Nathaniel ou a carta?- Meu pai indicou um lugar ao seu lado no sofá.
-Segunda opção.- Eu bufei derrotada e me sentei com a cabeça em seu colo, ele acariciava meus cabelos e me olhava docemente.
-Pai o que eu faço, de um lado tem minha família e meus amigos que querem que eu vá, do outro tem o fato de que eu não quero ir. O que o senhor faria?- Eu me sentei olhando-o profundamente.
Ele apenas riu baixo e afagou meu cabelo.
-Não pergunte o eu que faria, pergunte a si mesma.- Sua resposta foi simples, mas animadora...
Eu fechei meus olhos, me concentrando em tudo, abri eles novamente e respirei fundo.
-Eu escolho ir.- Falei determinada.- Eu vou me inscrever...
~20:00~
Eu saí da cozinha com um grande pote de sorvete em mãos e me dirigi ao sofá, o Jornal estava para começar, Castiel colocou os pés em meu colo deitando sua cabeça sobre o da minha mãe que acariciava seus cabelos, ouvimos a porta ser aberta e dirigi minha cabeça para o som, papai acabara de entrar com a namorada do meu irmão, que acenou para nós animadamente.
-Olá Sra. Blumm, Sr. Biersack, oi Angel.- Lucy se dirigiu especialmente a mim e me abraçou fortemente e eu devolvi, adorava aquela garota.- É verdade que você se inscreveu para participar da Seleção?
Eu corei um pouco, ia matar Cassy por isso.
-Sim, eu me inscrevi, pensei bastante para chegar a essa conclusão e...
-Vocês querem fazer o favor de calar a boca?- Cassy levantou um pouco a cabeça visivelmente aborrecido.- Vão falar quem foram as selecionadas.
-E agora com vocês as nossas queridas filhas de Illéa que foram selecionadas.- Ele estava com um bolo de papeis em suas mãos, não prestei muita atenção e continuei comendo meu sorvete...
Eu não ouvi meu nome ainda, fiquei meio aliviada, como eu poderia competir com essas garotas lindas? EU não chego nem meio metro perto delas, sou baixinha, apesar de ter muitas curvas, um corpo bonito e ser ruiva, acho que sou normal, não tem nada que me destaque, há não ser meu olhos castanhos esverdeados.-. Eu estava mexendo meu sorvete para transforma-lo em uma papa, estava muito concentrada até que...
-Senhorita Andy Blumm Engel, 17 anos.- Eu escutei meu nome ser chamado animadamente assim como as outras.
Na hora eu gelei... Minha mãe levantou de uma vez derrubando meu irmão no chão que começou a esfregar os olhos, meu pai que estava na cozinha saboreando um chá de hortelã acabou cuspindo-o e April quase se engasgou com um pedaço de bolo, mas meu irmão foi ajudar, ele a abraçou e a beijou, feliz por mim.
Todos me olharam em um misto de surpresa e felicidade. Eu senti o ar me faltar, senti meu corpo pesar assim como minhas pálpebras, senti todos começaram a gritar meu nome desesperadamente e então... Tudo escureceu.


Gostos/desgostos:
Gostos-
Tocar piano, violino e violão, cantar, música, desenhar, dançar, ler, filmes, correr, frio, adora cozinhar, fitar as pessoas, dormir, comer (doces e comidas apimentadas, come muito e não engorda, você se pergunta como uma pessoa pode comer tanto), ser abraçada, dormir de conchinha ou com o barulho da chuva, ouvir música, lutar boxe, gosta de homens que a faz rir, gosta de cuidar e ajudar as pessoas, escalar árvores, ela ama o escuro, pensa melhor nele - não é muito normal eu sei -, gosta de poesia, observar as estrelas, bichos de pelúcia, rosas brancas, receber flores, desafios, ser pega de surpresa e de atitudes imprevisíveis, aprender coisas novas.










Desgostos-
Que a subestimem ou duvidem de sua capacidade, machismo, odeia que a acordem gritando ou com barulho, mentiras, traições, de ser a "donzela em perigo", não ser capaz de ajudar alguém, brigas, pessoas mesquinhas e egoístas (ela suporta, mas não vai dizer isso), de se sentir impotente, que machuquem ou falem mal de pessoas importantes para ela, injustiças, frescura (ela suporta, mas não vai ter coragem de dizer isso para a pessoa) remédios, chorar em público, se sente fraca e vulnerável e odeia o modo como as pessoas ficam lhe lançando olhares de pena, usar salto alto, ter muitos olhares em si, sentir ciúmes, que gritem com ela.

Um encontro perfeito:
Caminhar em algum lugar belo e calmo, onde ela pudesse ser ela mesma, sem família, sem Nathaniel, sem preocupações, apenas o céu e o ar puro ou algo romântico mais que ao mesmo tempo fosse divertido.

Um presente perfeito:
Ela nunca se importou com presentes, mas ter a companhia da pessoa que ela gosta seria perfeito. Mas nunca rejeitaria um, se for algo material como normalmente jóias, Andy prefere algo simples, nada muito caro ou espalhafatoso, algo mais simples ainda seria alguma coisa que ela goste ou um objeto que poderia ser importante ou especial para ela futuramente, não importa o que fosse, ficaria feliz até com um bom livro ou um caderno de desenho, ela ama desenhar e faz isso muito bem, contanto que a fizesse sentir um sentimento bom.

Sua relação com:
×Príncipe Andrew-

Vão se dar bem logo de cara e percebeu que ele é uma pessoa legal. Depois vão se afastar um pouco, mas dentre alguns dias, podem estar aprontando e conversando bastante. Os dois viraram melhores amigos, os dois vivem rindo, brincando e escutando música juntos, são inseparáveis e grandes amigos, um acalmando o outro, fazendo o outro rir. Ele tentará à qualquer custo irritar Andy e ela fará o mesmo com ele, um cativará o outro. E quando ela não comparece ao jantar ou alguma outra refeição, é ele que vai procurá-la e tenta a convencer de parar de desenhar ou tocar piano, ela tem uma voz de anjo e ir comer um pouco. Apesar de teimar muito, ela se dá por vencida e vai. E mesmo que ela saiba que esse é um relacionamento impossível, ela sem querer, acabou desenvolvendo sentimentos muito fortes por ele, e tenta a todo custo lutar contra isso, pois acredita que ele irá se apaixonar por outra garota, e selecionar a mesma e só a ver como uma boa amizade, não quer se machucar. Sempre que o ver rindo com outra garota, bate uma insegurança e vontade de desistir da seleção, mas ai vem uma coragem repentina e a força não desistir facilmente do príncipe, não se trata mais da coroa ou da boa condição financeira, se trata do seu amor por ele e somente isso.
Ela adora rir dele e fazer piadinhas com algumas pitadinhas de sarcasmo e ele sempre rebate com algo como "Me ame menos". Ele vai descobrir lados de Andy que nem ela mesmo conhecia. Ele vai tentar sempre fazê-la rir e as vezes ela vai cozinhar algumas coisas para ele ou dançam juntos.




×Príncipe Symon-
Eles tem uma relação de melhores amigos. Ele faz piadas com ela pelo fato de ser baixinha e a Angel por ser bem humorada rir de si mesma, mas as vezes se irrita e ele não liga. Ela o encara como se estivesse zangada, mas nunca consegue ficar séria por muito tempo. Costuma ajudá-la e conversam sobre todas as coisas, gosta de ficar mexendo no cabelo dele, as vezes um fica implicando com o outro, mas só por divertimento mesmo, com o tempo começou a considerá-lo um irmão, já que começa a sentir falta do seu, seja as personalidades dos dois semelhantes ou não. Deu apelido carinhoso pra ele pequeno príncipe, mas quando quer implicar o chama de Jerk, quer dizer idiota.





×Princesa Hannie-
Hannie é gentil e amigável com ela, Andy tenta ser quem realmente é, engraçada e espontânea, uma ajuda a outra, vive fazendo piadas e rindo com a menina, realmente espera que ela possa ser sua amiga, acha que é uma boa pessoa e uma ótima companhia. Como nunca teve irmã, é divertido quando ela vai para o seu quarto para rir e fofocar, então fica ela, a princesa e suas criadas, tendo conversas amigáveis, também grandes confidentes. Raramente brigam e quando acontece é por coisas bobas, mas não demora muito e já tão pedindo desculpas e se abraçando, por isso a relação das duas é tão estável e harmoniosa.




×Rei e Rainha-
Ela é super educada e os admira. Acha a rainha uma figura um tanto quanto poderosa e ao mesmo tempo alegre, isso inspira a garota. Pretende aprender com ela de qualquer maneira. Por não saber como agir direito, sempre é educada e gentil, os trata com o respeito que lhes merece. Tenta sempre se imaginar no lugar de todos. Confia na rainha, por isso, pede conselhos as vezes. Andy é honesta, respeitosa e tenta agir da maneira mais educada possível, para ser digna do respeito do rei também. Ela vê nele um bom pai e isso, instintivamente, a faz lembrar-se de seu próprio pai. Então sempre que vê o Rei falando de um jeito paternal com um de seus filhos, têm de reprimir as lágrimas e tentar mostrar-se firme.
×Restante da Realeza-
Andy é educada e gentil, para tentar agrada-los. Mas não perde o instinto de curiosidade, nunca sendo inconveniente e desrespeitando ninguém, ela então começa a conversar com todos os visitantes, recolhendo informações e fazendo laços amigáveis, muitos se encantam pela beleza e personalidade dela.


Roupas que usará durante a Seleção:

Primeiro dia no castelo-

Roupas do dia-a-dia-








Roupas de banho-



Festas e eventos-





_Ela usa esse vestido sem o casaco, como mostra mais ou menos o gif abaixo._



Entrevistas-






Encontros-




Pijamas-







Nome e relação com suas criadas:
Respectivamente, Julie e Fey.




Julie é a “líder” das duas, a mais responsável e mais madura, e na maioria das vezes, tenta não deixar transparecer os seus medos e preocupações, mas ela é uma pessoa muito boa e é muito apegada a Andy.
Julie é muito curiosa. Ela sempre sabe de tudo o que está acontecendo no castelo, e várias vezes as três se juntam para conversar sobre os acontecimentos do dia, mesmo que ela não goste de fofocas, acha engraçado o entusiasmo da garota. Uma coisa engraçada que acha em Fey é que ela se acha conselheira amorosa, e vive tentando dizer o que Andy deve ou não fazer para conquistar o príncipe. Sabendo que não pode contar para elas que não está lá para conquistar o príncipe, ela apenas dá risada e diz que é besteira.
Fey é a mais nova das duas, é muito tímida e desastrada, e cora facilmente. Não é de falar muito com estranhos ou pessoas da realeza, e evita de segurar coisas frágeis ou pesadas porque sabe que pode acabar derrubando. Mesmo assim, ela tem um coração enorme, e sempre está disposta a escutar e a dar conselhos, e ela é o “ombro amigo” de Andy quando ela está triste, as trata como irmãs.


Lema:


Música tema:
Tyler Ward- Red.



Teria um relacionamento com algum outro príncipe ou guarda?
Não sei, eu prefiro que não, mas Symon seria uma possibilidade :).

Sabe que poderá ser eliminada a qualquer instante?
Sim, infelizmente ^^.

Será presente na fic?
Claro, estou animada :3.

Favoritou a fic?
Yeep ^~^.

Ps: Esse é o Loopy, o cachorro dela.



Escutando: Alan Walker- Faded

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...