~Anonima6

Anonima6
Nome: Anônima6
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Análise de Key To Your Heart - Fanfic.


Postado

Análise de Key To Your Heart - Fanfic.

AVISO CONTÉM SPOILERS PARA QUEM NÃO LEU ATÉ O CAPÍTULO CINCO DA FANFIC KEY TO YOUR HEART.


Eu estou tentando achar um jeito de não dar grandes spoilers e contar a história, mas está difícil porque tudo que eu posso dizer já escrevi, então, resolvi destacar algumas partes que peço atenção de vocês e vou fazer algumas observações na personagem que conta a história, conhecida apenas como B.

Primeiro vamos começar com o que já sabemos dela ou da história.

...
1° ponto - Profissão que ela tem.

Ela é escritora, isso ficou claro no segundo capítulo, mas também vemos que ela consegue fazer curativo e cuidar de pessoas feridas, peço a vocês atenção nesse ponto:


- Eu disse aquela vez, minha mãe é médica, eu só aprendi - Contei o mais próximo da verdade que eu poderia dizer. - Suga pergunta como ela aprendeu a fazer curativos, e ela responde isso.

Ela apenas disse que é o mais perto da verdade não que ela aprendeu com a mãe, vocês devem pensar, ela é escritora agora, mas antes ela não era.

Porque não?

Ela escreveu apenas três livros como citado no decorrer do 3° capítulo (se não estou enganada) Quanto tempo leva para escrever um livros? Normalmente um ano cada ou até menos. Chegamos ao ponto que eu queria, TRÊS ANOS. E em dois pontos que a mãe dela diz que ela está desse jeito a três anos, desse jeito como? “Chorosa, deprê, inflexível, durona, não me toque...”


O que ela realmente fazia no passado, já se perguntaram? (Resposta no Ps do ponto 4).





2°Ponto - Solidão da personagem.

Ela sempre personifica a solidão nós móveis, já reparam? Vou deixar alguns trechos para vocês verem.


-Aquela grande cama fria e solitária.


-As estantes cheias de livros mostrava que vivia uma solitária na casa.


- A lareira sem brasas me fazia companhia.


-Olhei para as paredes, para os móveis pareciam solitários, a casa estava silenciosa.




Isso tudo foi tirado no decorrer dos capítulos.

É como se ela sentisse falta de alguém que morava na casa, que tem haver com o passado dela.
Uma parte que comprova que vivia alguém com ela:


-Houve um tempo que ela era repleta de gargalhadas e a felicidade percorria cada canto.


Ela não morava sozinha hehehe







3° Ponto - O medo de se apaixonar.

No decorrer da história ela sempre diz e se culpa por ter se apaixonado. Mas no capítulo 5 ela revela o motivo por não se apaixonar. Se você não reparou vou deixar o trecho aqui.

Pelo meu ponto de vista e interpretação, eu estava fazendo o que todos os humanos fazem, ignorar algo que é importante e deixar para depois, eu estava fazendo isso com meus sentimentos, eu estava os colocando de lado em nome de um "bem maior" que a preservação de um sentimento passado.


Depois de destacado acho que nem preciso comentar hehehe


4°Ponto - Melyss e Thomas.

Todos vimos em primeira mão como B ficou afetada com a aproximação dos dois. Ela culpa Melyss por algo que aconteceu no passado que ela também teve culpa, vou destacar caso não se lembrem.


- Quer que eu me lembre o que aconteceu e chore por está viva? Me desculpe, mas eu não mudaria nada. Eu não pedi para você ficar - Jogou essas últimas palavras em cima de mim, como se eu fosse a grande causadora de tudo, talvez eu seja, mas não tão quanto ela.
- Não é certo dizer que preferia que outras pessoas morressem, principalmente ela ser uma das causadoras da perda.


Claramente tem algo bem louco por trás.

Mas perceberam como ela lista as coisas ruins que aconteceram a todos que andavam com o grupo?

Melyss abortou 3 vezes.
Thomas não paga a pensão dos filhos. - Desempregado talvez.
Finn está preso.

Mas se perguntaram, B andaria com má influência? Pelo que vemos ela não é nenhuma defensora de animais, mas não sairia por aí com um bando de "Idiotas".

E reparam na seguinte frase: "Deveriam viver a vida com mais dignidade" - Foi a partir daí que começou a briga de verdade e logo percebemos que um da "turma" morreu.

Reparem na segunda frase: - Sua mãe me contou, você não está vivendo melhor que nós -Melyss jogou essas palavras para B.

Então, quer dizer que TODOS começaram a agir diferente depois que algo aconteceu, talvez seja a morte de alguém da turma que traumatizou todos. Talvez seja isso.

Vou deixar um PS para vocês pensarem com cuidado.

PS: Thomas e Melyss tem medo da B, porque? Ela cita o passado, como se tivesse algo nele que fazia os dois a temê la.

Ps2 -Vocês vão matar esse é o único spoiler que vou dar para concluir o PS1 - O Pai da B era soldado do exército. O Hank tinha a coragem parecida com a do pai biológico de B ( Seria um soldado, general ou talvez policial?). O marido atual da sua mãe é treinador de UFC.- Banggg se não mataram essa eu juro que me mato -


5° Ponto - Gritos e vozes.

Esses gritos e vozes apareceram quando ela viu Thomas e Melyss. Precisamente quando ela escutou a voz da Melyss

- Mana - Gritou a voz feminina que sempre assombra meus sonhos gritando por socorro. Me virei automaticamente para confirmar se aquilo era verdade.


-Os gritos eram audíveis para quem quisesse, o sangue se misturava com a terra húmida, o sons brutais estavam ao meu lado, os gemidos de dor cessaram e agora só restava o desespero de quem era o próximo. Deitada no chão ainda tonta ousei olhar para cima, para ver se eu conseguiria escapar, mas a visão não focava e a fraqueza me arrastava para a baixo novamente. Eu era a próxima, isso era a única coisa que sabia.


Isso é tudo que posso falar sobre esse assunto, mas prestem atenção no segundo trecho. E leiam as partes que ela fala sobre as vozes.



6° Ponto - Diário que a mãe trás.

Esse foi o ponto crucial do capítulo 5 sem dúvidas revelou quase tudo. Vou colocar ele aqui para vocês analisarem.


01 de agosto de 2009.



Ela é tão linda, suas grandes órbitas flamejantes de castanho e verde realçava sua face, o par parecia tão inocentes e brilhantes aos meus olhos que me conquistaram quando entrou pela porta e, curiosa, analisou toda a sala, seu cabelo longo me tentava a tocar cada vez que balançava de um lado a outro. Seu sorriso era tão doce que queria registrá-lo, queria que ela sempre sorrisse, queria que sorrisse para mim. Queria que ela me olhasse como um cara qualquer, não como seu novo irmão mais velho.

1° -O mais novo irmão se apaixonou pela B.


- O elo perdido da coleção.

2°- Ele escreveu outros diários, porque B cita que procurou especialmente esse por anos, era o Elo perdido.


3°- Vou parar por aqui, não posso contar mais nada. O resto apenas nos próximos capítulos.

O JANTAR VAI RENDER. - Capítulo 6


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...