~Joker_Ice

Joker_Ice
Archer
Nome: Camila
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Santa Vitoria do Palmar, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 27 de Fevereiro
Idade: 17
Cadastro:

Áira Kaito [ Blood War ]


Postado

Áira Kaito [ Blood War ]

Fomos amaldiçoadas por nosso sangue, condenadas a viver eternamente a sua mercê, em meio ao caos e a guerra imploramos... Por favor nos salve



❤♣♦❣ Ficha para eve ❣♦♣❤

⭐Nome completo:

Áira Kaito

▶ Significado do nome:

Ária: Significa “ela é essencial”, “melodiosa”, “leoa de Deus”, “nobre”.

Ária é um nome feminino cuja origem decorre de algumas das seguintes possibilidades.

Há fontes que indicam que Ária teria surgido do latim e que seu significado é “ar”. Importa referir que a palavra ária significa “melodia”, do que decorre o sentido de “melodiosa”.

Outras fontes o apontam como uma variante dos nomes hebraicos Ari e Ariel ou Ariele.

▶ Significado do sobrenome:

Kaito do Japonês海 (Kai) "mar, oceano" combinado com斗 (to), que se refere à constelação Ursa maior, ou e (a) "soar, voar".

⭐Nacionalidade:

Japonesa

⭐Idade:

18 anos

⭐Data de nascimento:

27/02

⭐Signo:

Peixes

⭐ Aparência:

Aira tem longos cabelos ruivos, ou como ela mesma costuma falar, longos cabelos carmesim. Olhos violetas, ao qual ela odiava até uma certa parte de sua infância, hoje não lhe importa muito. Tendo 1,65 de altura, baixa mais odeia que falem de sua altura, isso é briga na certa com a mesma. Pesando 57 kg, o qual ela não tem problema em falar de sua altura e idade, não compreende como algumas mulheres tem problemas ao lidar com peso e idade. Para ela são apenas dados.















⭐Personalidade:
Áira é bem conhecida por seus amigos, por seu comportamento violento e atitude problemática. Quando ela estava na escola, devido à traição de seu professor de sala de aula mais confiável- ao qual Áira confiava muito mesmo -, ela começou a odiar todas as pessoas que se chamavam «professores» e, como resultado, ela tem quase zero respeito por qualquer adultos. Ela é mostrado para ser hábil na luta, truques e manipulação, e tem o prazer de prejudicar os outros. Ela se destaca no uso de armas e jogo sujo. Muitos podem dizer que por este traços de sua personalidade, Áira seria alguém ruim, mas no fundo ela apenas foi magoada e traída por alguém que confiava.

Áira tem sido descrita por seu servamp como "Á primeira vista, ela aparece como sendo uma espécie preguiçosa, mas ... há um forte sentimento de malícia nos olhos." Áira é bastante descontraída maior parte do tempo como ela ocasionalmente pula para fora em coisas que ela considera chato. Ao lutar, ela torna-se brutal e não tem escrúpulos de pessoas feridas que ela ou qualquer um de seus amigos ou conhecidos causara. Mas caso seja uma das pessoas ao qual, a mesma presa e gosta, ela não respondera por seus atos. Usando qualquer truque que puder, para fazer esta pessoa pagar pelo que fez.

Áira é inteligente, sendo uma das melhores alunas, quando estava em sua escola. Ea sente prazer em lidar com números matemáticos e ler vários livros seguidamente, sem tempo para descanso. Apesar de isso poder prejudicar sua saúde.

Independentemente da sua personalidade preguiçosa, se pode afirmou que Áira é forte, apesar de não ser excelência em qualquer área particular (tiro,kendo, etc). Muito provavelmente isto significa que Áira prefere manter os truques e brincadeiras para lutas em vez de ir para o combate full-out, e também por causa de uma certa "visão" de como será o provável resultado caso um ataque falhe. Foi mencionado pelo seu Servamp e por seu pai, e comprovada muitas vezes, que Áira gosta de humilhar o seu adversário.

Apesar de tudo isso, Áira tem realmente bons costumes por trás seus motivos. A razão pela qual ela foi colocado quase expulsa da escola - e ocasionalmente traída por aquele que confiava, como um exemplo adulto - era porque ela tinha batido num colega de classe por zombar de seu Sempai, que era cadeirante. Mas como o mesmo era filho de mais famosos e ricos, Áira foi tratada como a errada na historia.

Ela também é mostrado para ser trabalhadora quando ela quer. Caso seja derrota, Áira estudara novos meios de vencer seu rival. Claro que não admitira que esta estudando para alguém.

Inesperadamente, Áira é um fã de filmes de super-heróis, como Capitão-America. Também sendo fã de animes e mangas, mas esconde muito bem seu lado Otaku e Gamer de outras pessoas, apenas seu Servamp e seus pais sabem da verdade.

Ela também mostrou que, apesar de ter dificuldades as vezes em relação a outras pessoas por causa de sua personalidade independente, ela é mais do que capaz de respeitar e cuidar de outras pessoas. Ela respeita seus amigos e suas habilidades, acreditando que todos e cada um deles tem seus próprios talentos especiais e irá defendê-los, especialmente contra um inimigo em comum. Ela também criou um vínculo forte com seu Servamp, sendo um dos únicos ao qual, Áira é ligada, mais com o tempo ela ligou-se a outro alguém. Este que a deixou com as defesas contra o amor, no chão.

⭐História:

▶ Como era a vida antes de conhecer o servamp:


Áira foi criada numa mansão cheia de empregados, seus pais eram dois Arqueólogos muito famosos, que adoravam viajar pelo mundo, conhecer lugares, deixado a car das empregadas cuidar de Áira.

Ela cresceu ao lado das empregadas, apreendendo que as vezes afeto e carrinho nem sempre vem de seus pais. Era uma vez a cada dois anos que Áira os via. Por assim dizer, ela apreendeu a não se ligar a eles e pouco se importa em passar dias e anos sem os ver. Eles costumavam lhe mandar vários presentes de suas viagens - alguns Áira admite ter jogado forrá por achar estranho de mais para seu própria gosto.

Havia uma empregada ao qual, Áira divertia-se em aprontar com a mesma, seu nome era Anna, Anna Albernat. Áira adorava pregar peças com a mesma, causar pegadinhas. Pois ela era a mais próxima a si, foi ela que cuide da mesma quando era só um bebe, lhe deu carrinho e amor.

Mas quando Áira tinha por volta de 10 anos de idade, Anna sofreu um acidente de carro - quando voltava do mercado. Não sobrevivendo, deixando Áira sem seu maior porto seguro. Já naquela época sua personalidade começara a se modificar, tornando-se pior em suas brincadeiras com as demais pessoas. Ela viveu aprontando e fazendo brincadeiras/pegadinhas cada vez piores com as outras empregadas, que notaram a mudança cruel na personalidade da mesma, após a morte de Anna. Isso durou até seus 13 anos de idade - forrá quando ela o conheceu..

▶ Como conheceu o servamp:

Áira tinha 13 anos de idade, e como de costume, arrumou encrenca por causa de uma das brincadeiras, com seus colegas de sala. Sendo mais uma vez expulsa de uma escola, ao qual ela pouco se importava. A garota começou a fugir - sair sem permissão- da mansão a onde morava.

Ela gostava de ir ao parque que ficava a alguns metros de onde a mesma morava, era lá que ela tinha paz. Pois o parque tinha a certa fama de ser assombrado por fantasma, e Áira era uma grande fã deles. Apesar de nunca ter visto algum fantasma.

Ela andava pelo parque, quando avistara uma Borboleta rosa e preta, cainda no chão, machucada. Apesar de muitos não acreditarem, Áira gostava de Borboletas e dentre outros insetos, pegou a borboleta a levando com sigo para a mansão, onde tratou e cuidou da mesma, dando o nome de ''Lily'' para a borboleta, sem saber que com isso enisiou um envento que em poucas horas, lhe tornara uma ''Eve''. Saíra de seu quarto para tomar um banho e pegar algo para comer, assim podendo ficar com a borboleta durante a resto do dia.

Uma hora depois, voltou ao quarto, abrindo a porta e encontrando um loiro parado em frenta janela, com o curativo feito por Áira em seu braço esquerdo. Ela o olhou descrente e perguntou que era ele e o que diabos fazia em sua casa.

O mesmo a respondeu ser a borboleta que ela tratou, obviamente Áira não acreditou e chamou por Lily, mas isso na verdade forrá a brecha que a ligou ao mesmo. Depois de alguns longos e longos minutos, Áira compreendeu quase tudo sobre Servamp's.

Como não podia ficarem longes até o contrato acabar, Lily acompanhou Áira por seu caminho para a escola. Por seguidas expulsões, Áira forrá transferida para uma escola que tinha aulas noturas, sendo assim Lily poderá sair em sua forma humana. Durante o caminho, ambos se deparam com um grupo de homens que estava a maltratar algumas crianças do orfanato perto da casa da mesma. Lily estava fraco e Áira era só uma garota. Ela resmungou algo e sem hesitar retirou o canivete de seu bolço, pegando o mesmo e cortando sua mão, estendendo para Lily ''Beba'' forram suas palavras. Ela não importava-se de ficar ligada ao mesmo para sempre, mas não iria deixar aquelas crianças serem machucadas.

Foi naquele momento, que realmente ela tornou-se a ''Eve'' da Luxuria. Lily salvou as crianças, as levando para a casa de Áira, onde tornou-se o abrigado de muitas crianças, algumas tornaram-se os Subclasses de Lily, vivendo junto com Áira em sua mansão. Ela gosta da companhia das mesmas, se algo acontecer com uma delas, não queira estar na frente de Áira no momento.

Lily ficou ao lado de Áira desde então, quando ela foi traída pelo professor que confiava, Lily esteve ao lado de sua Eve, formando ao longos dos anos um forte laço com a mesma. Lily é uma das poucas pessoas ao qual Áira realmente importa-se. E o próprio Lily é o único que sabe o quanto aquele SubClasse que Áira conheceu a deixou sem defesas.

⭐Gostos:

Borboletas - Não só por Lily ''ser'' uma, mas sim porque sempre as achou bonitas e belas. Gostava e ainda gosta de as admirar.



Musica - Ela sempre teve um grande amor por Musica, perincipalmente por Rock e Musica Clássica



Doces - Ela gosta bastante de doces e coisa do gênero.



Gatos - A maioria gosta dela, e ela gosta deles. Parece que os animais, não se preocupam muito com as pegadinhas que ela pode fazer.



Livros de Terror e Mistério - Áira é uma grande fã deste gênero de livros, lhe deixa presa no mundo dos livros.



⭐Desgostos:

Cachorros - Quando ela era menor, quase foi mordida por um dos grandes, ela não tem medo, mas não gosta deles.

Musica eletrônica - ela nunca compreendeu este tipo de musica, prefere manter-se longe disso.

Agulhas - Áira odeia agulhas, nem ela sabe o porque, mas se tentar dar uma vacina/injeção ela simplesmente foge, some da frente de quem quer que seja, e se Lily estiver em sua forma humana, ela se esconde atrás dele.

Vegetais - Áira como amante de doces, ela não gosta de vegetais, não come e não come, nem mesmo Lily consegue a convencer a comer.

⭐Medos/Traumas/Fobias:

Aicmofobia (Medo de agulhas), Áira não sabe o porque do medo, mas some, foge, ela simples não quer estar perto de agulhas.

Áira tem um certo medo de médicos, por causa de seu medo de agulhas, ela acaba acreditando que ela será atacada por eles com agulhas - Lily costuma dizer que é imaginação de mais.

Consequente de seu medo por agulhas e médicos, Áira não gosta de hospitais, ela tem um certo medo deste lugar.

⭐Hobbies/Manias:

Tocar Piano - por gostar de musica clássica, ela sempre gostou de tocar piano, lhe trás calma

Tocar Guitarra - Contrastando com o piano, seu amor por rock é grande, Áira gosta de tocar guitarra para se divertir e trazer barulho.

Desenhar - ela gosta de desenhar as pessoas a sua volta, animais - menos cachorros -, insetos e dentre outros objetos.

⭐Qualidades:

Uma boa observadora, Áira tem um boa percepção de tudo a sua volta, podendo saber bem como agir nos piores momentos, mantendo a calma.

⭐Defeitos:

Sincera de mais - Em certos momentos, Áira pode ser sincera de mais, e ferir os sentimentos das pessoas a sua volta, se tornando um pouco insensível.

Convencida - As vezes Áira pode ser convencida, mas esta parte de sua personalidade raramente aparece, a menos que ela seja realmente provocada

⭐Par:

Watanuki Sakuya







⭐Relação com:

▶ Par:

Áira no começo desconfio de Sakuya, um Subclasse de Tsubaki, ele só podia ser problema. Mas quando falou com ele pela primeira vez, ela viu em seus olhos, algo que a fiz hesitar por um momento. Ela não sabia de fato o que era aquele sentimento.

Debateu com Lily sobre isso, este a respondeu que ela estava apaixonando-se pelo Subclasse Watanuki Sakuya, Áira negou e negou, fielmente negou varias e varias vezes, ela não podia estar a começar a gostar de seu inimigo, não é?

Ao longo de vários encontro e desencontros, Áira viu-se num beco sem saída, ela não conseguia negar para si mesma, seus amigos e seu Servamp afirmavam que ela não podia fugir do amor, mas havia risco em se apaixonar por ele, e ela sabia bem disso. Mas que disse que Áira escutou?

Quando novamente lutaram, Áira notou que Sakuya não a atacava com vontade de o machucar, ele sempre mirava em lugares onde a garota não seria machucada. Isso a deixava mais confusa, amor nunca forrá seu forte. Lily tenta ajudar sua Eve, afinal quer ver Áira feliz e se com Sakuya ela será feliz que a assim seja.

Sakuya mesmo de longe, notara que aquela garota ao qual vira pela primeira vez, o trazia uma certa estranha sensação em seu peito. Não gostava de a ver perto de outros garotos, até mesmo do Servamp da garota não gostava. Todas as vezes que se encontravam, dava uma estranha confusão de sentimentos para ambos.

Após um tempo de idas e vindas, os dois finalmente aceitaram que se gostavam, mas falar que é bom nada, nê! Áira mantinha para si mesma o fato de amar, Sakuya e vise versa. Forrá Lily se meter para conseguir que ambos vicem que se gostavam.

Eles se tratam de forma neutra as vezes, mas de vez em quando eles podem serem bem possessivos. Pois nenhum dos dois gosta de Homens/Mulheres perto um do outro. Sakuya apenas atualmente suporta Lily e as crianças ao qual são os Subclasses da Luxuria.

▶ Outras eves:

Áira não tem problemas com elas ( ele para Mikuni), mas pode ter brigas e discussões de leve, caso aja uma delas que bata de sempre com sua personalidade, mas nada que ela não possa resolver

▶ As noivas:

Áira não gosta de garotas submissas ou sem vontade, que se deixem levar, meigas de mais, podem a fazer ficar um pouco desconfortável em tal presença. Mas caso elas não sejam assim, Áira não terá problemas em lidar com elas, sendo até amiga das mesma.

▶ Sakamakis:

Reiji: Áira não o odeia, compartilha alguns gostos em comuns por ele, mas não confia em nada no mesmo, e muito menos o acha alguém gentil, apenas acha que ele sabe se comportar - por assim dizer. Não é muito chegada a ele, sendo apenas uma conhecida de gostos em comum.

Shuu: Mal se falam, Áira praticamente nunca falou com o mesmo, não vê problemas nele, mas mantem-se na sua, longe do garoto, ele a passa uma péssima impressão. Ela não sabe bem, mas prefere a distancia.

Ayato: Ela pode dizer que o acha um idiota arrogante, ok que ela não é lá santa, mas não vai com a cara do mesmo no momento que o viu, ela devolve cada xingamento dado pelo mesmo, com um pior, não baixa a cabeça, e se bobeiar - caso Lily não a segure - bom, ela cogitara matar o mesmo.

Kanato: O acha muito estranho, com seu jeito sombrio e com aquele urso sempre com o mesmo, Áira mantem distancia, afinal é um vampiro e de vampiros em sua vida ela tá bem mais do que acostumada, mas não se pode comparar Lily e as crianças com os Sakamakis, não é? Áira prefere a distancia do mesmo.

Laito: Ela não gosta de pervertidos, apesar de algumas de sua frases sinceras de mais poderem soar maliciosas, mas Áira não se importar-se com a presença do mesmo, apesar de não gostar dele, ela não tem muita coisa contra o Vampiro.

Subaru: Com este Áira pode dizer ter a melhor das relações, nunca troncaram uma palavra, ela não tem motivo para o odiar ou o amar, ela não fala com ele e vise versa. Por isso ela considera a melhor das relações, no caso seria nenhuma relação com o mesmo.

▶ Servamps:

Kuro: Ela não odeia Kuro, compreende a preguiça do mesmo, pois em sua personalidade, ela pode ser bem preguiçosa. Tem uma boa relação com o mesmo, sem muitas divergências.

Hyde: Ela o considera alguém bem ''dramático e animado, emotivo '' isso não quer dizer que ela não goste dele, só o acha bem chamativo. Nada contra o mesmo. Mas não costuma ter muitos diálogos com o mesmo.

Hugh: Ela o acha divertido e gosta de conversar com o mesmo, a personalidade de Hugh a deixa de bom humor, sente-se bem em conversar com o mesmo, a companhia de Hugh é agradável para Áira.

Lily: Áira tem uma relação muito boa com Lily. Por ter sido criada com Lily ao seu lado, Áira tem um forte laço com o mesmo, a companhia de Lily lhe trás paz. Ela não apronta com ele, mas quase sempre estar a lhe dar cascudos por tirar a roupa, é uma relação cômica e divertida entre ambos.

Lily gosta de preparar chás para a mesma. E as vezes quando a encontra dormindo na biblioteca, a cobre com uma manta e fica a vendo dormir, a garota é importante para si, diferente de Alguns Eves que o mesmo já tivera, Áira é mais do que especial, é uma boa garota, disso Lily tem certeza.

Jeje: Áira pode dizer com certeza que não o compreende em muita coisa, mas tá. Ela não fala com o mesmo, e as vezes acha graça da relação do mesmo com seu Eve, que digamos de passagem é bem espertinho. Acha divertido a relação de ambos, e as vezes observa os dois com uma ''gota'' na cabeça por assim dizer.

Ira: Ela apenas ouviu falar do mesmo por Lily, e foi muito pouco. Não sabe como agiria se a visse.

Gula: Da mesma forma que pouco sabe sobre Ira, menos ainda sabe sobre Gula. Ela não sabe ao certo como agiria com ele.

Tsubaki: Não é lá a maior fã do mesmo, afinal por ele, ela deixou as crianças na mansão para cuidar deste trabalho. Mas não o odeia, pois se não fosse Tsubaki, talvez nunca tivesse conhecido Sakuya. Não consegue o odiar, mas também não o ama. Neutra em relação ao mesmo.


▶ Melhor amiga: Eve do Orgulho


⭐Vai querer hentai: Nop ( não sou muito fã de Hentai, não odeia, mas não é meu gênero preferido)

⭐Música tema :

A dela:

Key - Bring It On, My Destiny



''As palavras e memórias que permanecem em meu coração
Os eventos daquele dia que agravam meus ferimentos
Estou certo que cada um deles será uma chave para mudar a mim mesmo

Nós não estamos de pé na linha de começo sem nenhuma razão
Tomando fôlego, você foi para a esquerda, mas eu virei para a direita

Então não vou deixar ninguém entrar no meu caminho
Essa é a primeira vez que eu escolhi um caminho por mim mesmo
O caminho à frente nasceu uma vez que eu comecei a me arrepender
Do meu passado covarde e mimado

Uma única chave
Eu estou logo ali
Ainda observando o futuro''


Tradução Completa

Do casal:

Nickelback - I'd Come For You



''Só mais um momento, é tudo que eu preciso
Como soldados feridos precisando de curativo
Hora de ser honesto, dessa vez estou sangrando.
Por favor não insista nisso, porque foi sem querer

Eu não posso acreditar que eu disse que deixaria nosso amor no chão
Mas não importa porque eu me arrependi, me perdoe agora
Todo dia eu percebo minha alma do avesso
Deve haver algum jeito que eu possa te compensar, agora, de algum jeito

A essa hora você já deve saber que eu viria por você
Por mais ninguém, sim eu viria por você
Mas só se você me dissesse pra vir
E eu lutaria por você
Eu mentiria, é verdade
Dar minha vida por você
Você sabe que eu sempre viria por você''


Tradução Completa

⭐Sangue:

O negativo

Lily uma vez comentou para Áira que seu sangue tinha gosto de chocolate bem doce - Áira ignorou achando que era uma indireta para seu amado vicio por doces.

⭐ Roupas:

Inverno: ( Sem a bolça e o cachecol )



Verão: ( Sem a bolça)



▶ Casual: ( Com os Tenes )



▶ Encontro:



▶Festa: ( Sem a bolça )



▶ Baile:



▶ Banho:



▶ Roupa íntima:


⭐Reação ao:

▶ Se apaixonar pelo Par: Depois de muitas vezes Lily falar para a mesma que ela estava apaixonada, e de um longo tempo negando, ela finalmente aceitou que o amava. Ficou mais vermelha que os seus cabelos e ficara muito calada. Pensando em si mesma, ao lado de Sakuya, para ela era meio novo amar alguém, ela sentia um intensidade seus sentimentos por esverdeado.

▶ Ser mordida: Ela esta bem acostuma com Lily lhe mordendo, que não vê problema, mas as vezes da uns cascudos quando esta a morde em forma de borboleta sem ela se quer saber. Agora caso Sakuya a morda, ela sentira um pouco um pouco de dor, diferente da que já nem se importa quando Lily lhe morde. Mas - caso já saiba que o ama e vise-versa, ele já saiba que a ama) ela deixa, mas não é a toda hora, e nem por pura fome, deve realmente necessitar do sangue da mesma.

▶ Descobrir que terá que proteger as noivas: Ela suspirou, e jogou-se em sua cadeira, deixar as crianças na mansão foi a unica opção que teve pois não podia as levar com sigo. Mesmo resmungando um pouco, ela concordou em proteger as garotas

▶ Encontrar Tsubaki: Neutra como já dito, Áira não o odeia e nem o ama, mesmo antes de conhecer Sakuya, ela não odiava Tsubaki, o viu como alguém que esta indo atrás do que deseja. Mas quer dizer que ela vai deixar o mesmo fazer o que quiser.

▶ Ser beijada pelo Par : Áira ficou estática, por segundos, mas no fim rendeu-se ao mesmo, sabendo que não tinha mais como negar para si mesma, que gostava e muito do mesmo.

⭐Objeto que deu ao servamp: Um colar que pertencia a mãe de Áira, mas esta deu a filha que por fim deu a Lily, com seu o nome ''Lily'' gravado a faca atrás do mesmo.





⭐Arma que ira receber do servamp:
Este martelo pode ficar grande e pequeno, basta apenas Áira desejar. Ele tem o mesmo peso de uma pena para Áira, mas se outra pessoa o segurar, vai pesar como se fosse varias vigas no chão. Ela o utlizar para suprir sua falta de altura, o usando em um lutas de curta distancia a longa, o tamanho do cabo do mesmo pode crescer ou diminuir, depende da vontade da mesma.





⭐ Me dá total liberdade pra fazer o que quiser com sua personagem?:
Claro ^^

⭐Vai comentar?: Vou sim, adoro comentar e como autora sei o quanto isso vale para um autor

⭐Posso te mandar um MP se tiver alguma dúvida sobre sua personagem?: Pode mandar até uns mil se quiser, eu realmente não vejo mal nisso, só perguntar que eu respondo.

⭐ Mais alguma coisa?: Nop, isso foi tudo ^^


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...