~MACUMBAA

MACUMBAA
Cleide (referências kkk)
Nome: O mais Inocente // SOU FOFO NÃO MOÇA, ME LARGAAAA // Tô com raiva dessa porra -.- @Seney-Sama <33
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: 22 de Fevereiro
Idade: 17
Cadastro:

Overdose


Postado

Overdose

Olha, essa é uma dimensão estranha, pois eu nunca vivi aqui.
Eu fingia que entendia, fingia que via, e me deram facadas pelas costas.
O porque da minha revolta? Olhe a sua volta.
Todos eles riam de mim, e eu aqui.
Doeu? Doeu. Chorei por amor, chorei por dor,
me leve nessa sua overdose.
Eu não entendo o que você diz.
Me fale o que você diz.
Me conte o que você diz.
Me fale o que pensa.
Não se culpe, a culpa não é sua.
Apenas rejeita, feche os olhos e deixe tudo andar por si só, essa é minha overdose.

Eu me levo em seus olhos, me esqueço da vida, faz minha terra colidir; em caminhos caminha.
5 caminhos por si só, essa é a minha vida, se achar alguém por aí, diga e rediga, eu estou na sua overdose e eu quero queimar no escuro.

O porque da minha revolta? Olhe a sua volta.
Todos eles riam de mim, e eu aqui.
Doeu? Doeu. Chorei por amor, chorei por dor,
me leve nessa sua overdose.
Eu não entendo o que você diz.
Me fale o que você diz.
Me conte o que você diz.
Me fale o que pensa.
Não se culpe, a culpa não é sua.
Apenas rejeita, feche os olhos e deixe tudo andar por si só, essa é minha overdose.


Não precisa aceitar, mesmo que doa. Acha que eu queria ser assim? Não, não, queria, mais essa é minha vida, um jogo de adivinhas.
Faço essa rima que rima com todos meus pensamentos, nesse momento estou aqui, a encarar essa porta; eu abro ou não abro? Mais que porra!

O porque da minha revolta? Olhe a sua volta.
Todos eles riam de mim, e eu aqui.
Doeu? Doeu. Chorei por amor, chorei por dor,
me leve nessa sua overdose.
Eu não entendo o que você diz.
Me fale o que você diz.
Me conte o que você diz.
Me fale o que pensa.
Não se culpe, a culpa não é sua.
Apenas rejeita, feche os olhos e deixe tudo andar por si só, essa é minha overdose.

Essa é a minha OVERDOSE.
O-O-Overdose.
Essa é a sua OVERDOSE.
O-O-Overdose.
A nossa OVERDOSE.

O porque da minha revolta? Olhe a sua volta.
Todos eles riam de mim, e eu aqui.
Doeu? Doeu. Chorei por amor, chorei por dor,
me leve nessa sua overdose.
Eu não entendo o que você diz.
Me fale o que você diz.
Me conte o que você diz.
Me fale o que pensa.
Não se culpe, a culpa não é sua.
Apenas rejeita, feche os olhos e deixe tudo andar por si só, essa é minha overdose.

1, 2, 3, 4. Se desligue do mundo, me dê um momento. As feridas se abrem, como o fogo arde, me dê um pouco de sua droga e me desligue do mundo.

O-O-OVERDOSE.
A minha OVERDOSE.
A sua OVERDOSE.
A nossa OVERDOSE.

O porque da minha revolta? Olhe a sua volta.
Todos eles riam de mim, e eu aqui.
Doeu? Doeu. Chorei por amor, chorei por dor,
me leve nessa sua overdose.
Eu não entendo o que você diz.
Me fale o que você diz.
Me conte o que você diz.
Me fale o que pensa.
Não se culpe, a culpa não é sua.
Apenas rejeita, feche os olhos e deixe tudo andar por si só, essa é minha overdose.

(Me desligue do mundo)...

Escutando: Overdose

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...