~NEATHER

NEATHER
I am the Psycho White •-•
Nome: Neather McClean Johansson
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Guarulhos, São Paulo, Brasil
Aniversário: 9 de Abril
Idade: 19
Cadastro:

Ficha Peculiar


Postado

▲ Básico ▼

• Nome completo:
― Aleksander Kannenberg Hernández

• Apelido:
― Alec ― Todos costumam o chamar por esse apelido, ele não gosta muito de seu nome ―

― Kannen ― Um antigo apelido que poucos sabem ou conhecem, apenas as pessoas mais próximas sabem ―

• Data de nascimento e idade:
― 09/04/1996
― 17

• Onde nasceu?
― Moscou|Rússia

• Onde vivia antes de ir para o orfanato?
― Tverskoi

• Com quem morava?
― Com sua mãe

• Qual sua peculiaridade?
― Manipulação de Gelo
― Ele é capaz de congelar qualquer coisa que toca mesmo sem sua vontade, por isso ele sempre está usando luvas em suas mãos a fim de não machucar ou prejudicar alguém.


▲ Família ▼
• Mãe
― Alexia Hernández


• Pai
― Jackson Kannenberg


▲ Importante ▼
• Personalidade:
― Ele é um garoto bem animado, sorridente mais também sabe a hora de ficar sério e quieto. Ele costuma fazer brincadeiras ou talvez piadinhas quando ver que o "clima" fica tenso tentando animar os outros. Se quiser deixar ele triste, é melhor desistir, vai ser uma coisa muito difícil de se fazer já que ele sempre vai estar por ai sorridente. Muito irônico e sarcástico, diz tudo oque pensa sem medo, mais claro que ele não é um "insensível" e pensa antes de falar. O modo em que ele fica calmo em situações difíceis chega a ser meio deslumbrante, mais mesmo ele sendo calmo ele ainda tem um pavio curto e não atura de jeito nenhum provocações. Seu ciúme pode ser considerado alto, ele não gosta que fiquem "roubando ou pegando" no seu par e bom, esse é um dos únicos motivos dele arranjar brigas com os outros. Mexer com as pessoas que gosta é a mesma coisa que pedir pra morrer, ele não se controla e apenas foca em bater na pessoa o máximo que puder e se alguém que não for amigo seu tentar o parar, vai acabar saindo machucado também. Ele apesar de sua peculiaridade, é totalmente o oposto de "frio", amigável e sempre com o coração aberto para qualquer um, mais claro, ele tem seus momentos de raiva assim como todo mundo. Ele é super gentil com qualquer um, não importa a situação em que esteja, ta no sangue dele. Pode parecer um bobinho ou um criancinha de primeira mais ele é mais esperto e pervertido do que aparenta ser. Muito gentil e amigável com todos e principalmente com as garotas. Ele consegue fazer amigos muito rápido e é muito difícil de perde-los, sempre que os perde ganha um desanimo avassalador e fica totalmente triste de imediato. Por mais leal que ele seja, se em alguma situação ele tiver que trair uma pessoa para salvar outra que ele ama, ele trairia.

• Historia:
― A rua em que ele morava, era considerada uma das mais perigosas da cidade. Sempre tinha tiroteios, roubos, mortes e as vezes até brigas de gangues. Certo dia ele foi sair para comprar comida com sua mãe e no caminho de lá ele encontrou com alguns garotos que zoavam ele na escola. Quando chegaram no mercado a mãe dele pediu para ele esperar fora dizendo que não ia demorar muito. Eles estavam jogando bom e não tinham reconhecido o garoto ainda.. Alec tentou passar despercebido mais ele acabou fazendo barulho sem querer, na mesma hora os garotos o olharam e foram pra cima dele às pressas. Ele tentou correr mais um dos garotos jogou uma pedra em sua cabeça o fazendo cair no chão com tudo.. Eles estavam em um beco sem saída, ninguém poderia ver oque aconteceu com o Alec, era um lugar perfeito para os moleques.. Os garotos o chutaram, socaram, e espancaram enquanto riam do Alec, ele em um momento, por impulso, levantou uma das mãos tocando o peito de um dos garotos, o derrubando em seguida e abaixou a cabeça esperando apanhar mais ainda. Um silêncio se instalou pelo local, Alec por curiosidade virou a cabeça pensando ser um policial ou até mesmo sua mãe, mais não, o garoto que ele tinha empurrado estava no chão, com o corpo praticamente petrificado e com os olhos praticamente brancos. Os outros saíram correndo enquanto Alec ainda estava em choque olhando pra própria mão ainda não acreditando no que fez. Ele correu até o mercado onde encontrou sua mãe e contou tudo, a mãe apenas riu e o levou para casa. Enquanto todos almoçavam em família o Alec fazia de tudo para convencer seus pais de que aquilo era verdade.. Em um momento ele amostrou para seu pai congelando sua bicicleta, o pai ficou horrorizado e na mesma hora chamou a mãe que se assustou e ao mesmo tempo ficou surpreendida. O pai saiu de casa os abandonou e disse, ou melhor, gritou para todo mundo que seu filho era um demônio, e assim veio o seu apelido "carinhoso" que todos da rua sabiam. Apenas sua mãe cuidou dele e o aceitou do jeito que ele era, ela até treinou um pouco o Alec..

• Aparência:



― Possui cabelos loiros e lisos que sempre estão arrepiados. Seus olhos são azuis pouco esverdeados em um tom escuro. Sua pele é branca quase pálida por isso sempre que fica vermelho é facilmente visível. Seu corpo é magro, mais mesmo assim ainda é definido e totalmente limpo de tatuagens. Ele é alto tendo 1,88 de altura.

• Defeitos e pontos fracos:
― Ciúmento
― Possessivo
― Prepotente
― Orgulhoso
― Egocêntrico

• Qualidades e pontos fortes:
― Sua Calma
― Honestidade
― Senso de justiça
― Humildade
― Responsabilidade
― Companheirismo

• Gostos:
― Lugares frios
― Lugares escuros
― Ler livros
― Passear
― Treinar
― Ficar com os amigos
― Ficar com o par
― Conversar

• Desgostos:
― Preconceito
― Maldade
― Brincadeiras de mal gosto
― Confusões
― Desrespeito
― Locais quentes ou claros demais
― Atrapalhem seu treino

• Uma frase que o defina:
― "Todo mundo pode trair todo mundo"

• O que pensa para si no futuro:
― Ele sempre pensou em si vivendo uma vida normal como todos os humanos.

• Qual seu sonho?
― Poder um dia acabar com o preconceito que todos tem pelos peculiares.

• Traumas/Medos/Fobias:
― Ser abandonado de novo
― Se descontrolar
― Perder quem ama

• Sexualidade:
― Heterossexual

• Par:
Sim (X) ou Não ( )

▲ Relação ▼
• Com a família:
― Ele tem um ótimo relacionamento com sua mãe, já que a mesma apoiou ele até o fim diferente de seu pai.

• Com os outros do orfanato:
― Tentará o máximo possível ser legal e não arranjar nenhuma briga ou inimizade com ninguém.

• Melhor amigo/a:
― Sempre estará ao seu lado, não importa a situação ele sempre vai estar dando apoio aos amigos e os ajudando se possível.

• Inimigo:
― Tentará ao máximo desfazer essa inimizade, ele não gosta de ter inimigos ou coisas do tipo, sempre esta ao lado da paz.

• Par:
― Ele ficaria um pouco desconcertado perto do par, mais depois de ficarem mais próximos ele se sentiria normal e até seria um pouco possessivo se brincar.

• Diretora Anastácia:
― Será o mais respeitoso e amigável possível, mesmo assim ele ainda seria capaz de manipular ela se precisasse.

• Vice-diretora Margo:
― Respeitará ela como se fosse sua mãe, ele nunca mentiria pra ela e sempre que estivesse com problemas contaria pra ela.

▲ Probabilidades ▼
• Brigar:
― 31%

• Arranjar inimigos:
― 25%

• Sair escondido:
― 100%

• Mentir:
― 40%

• Manipular as pessoas:
― 70%

• Ser falso:
― 30%

▲ Curiosidades ▼
• Cor preferida:
― Azul-Cobalto

• Cantor preferido:
― Kurt Cobain (Nirvana)

• Musicas que o definem:
― Lithium (Nirvana)
― Get Up (Trapt)
― Top Of The World (Imagine Dragons)

• Lugar preferido:
― Ele gosta de cavernas em geral, mais em especial uma que ele encontrou quando era menor e também denominou seu local de "meditação", ele sempre foge pra lá quando fica com raiva ou triste. Essa caverna fica localizada um pouco perto de sua casa, lá na Rússia, ele tem seus contatos pra chegar lá de forma rápida..


• Extras:
― Acho que coloquei tudo que precisava ^^ A


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...