~Beazinea

Beazinea
|+|Sipping on waterfalls|-|
Nome: Bleh
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha Invasion's Survivor


Postado

Ficha Invasion's Survivor

Survivor


SURVIVOR

❣ Nome Completo: ❣ Baek Hee Ji



❣ Apelidos:
*Bee, é a junção de Baek e Hee, como uma forma carinhosa de dizer. Foi sua melhor amiga quem deu. Ela adora esse apelido, realmente ama, e, também, abelha é um de seus animais favoritos.

*Lil' Fighter, pelo fato de ela adorar uma treta marota (ela prefere observar, mas quando a metem em uma raramente conseguirão tirá-la). Quem deu foi seu melhor amigo. Ela não gosta muito, pois acha que não é a melhor característica dela, por isso a chamam, só por implicância.



❣ Data de Nascimento e signo: ❣
17/02/1997, aquário e boi.



❣ Idade: ❣
19 anos (20, idade coreana)



❣ Historia antes da invasão ❣
Tinha uma vida normal, nasceu no conforto de sua família que era relativamente rica. Sempre foi um tanto agitada e animada, por isso deu muito trabalho aos seus pais.
Com 2 anos sua irmã, Baek Hye Mi, nasceu e com ela, uma série de mudanças veio. Por causa do trabalho de seu pai, que era diplomata tiveram que se mudar para os Estados Unidos, especificamente Washington, D.C. Por lá viveu até seus 15 anos.
Quando se mudou para Washington foi fácil se acostumar, afinal era jovem e ainda tinha que se alfabetizar, por tanto se alfabetizou no inglês e aprendeu coreano por causa de seus pais. Sempre teve uma vida normal, exceto de que seu pai nunca foi muito presente, mas sempre tentava o máximo para fazer companhia às filha e à esposa, embora sempre tenha sido raro. Na escola era aquela que tinha muitos amigos e ao mesmo tempo tirava notas boas, mesmo que seja estudando extremamente muito dias antes da prova ou colando, afinal ela não era uma aluna perfeita e, honestamente estava longe disso. Como dito, quero dizer escrito, anteriormente, ela deu muito trabalho aos seus pais, desde os 6 anos até seus 12 anos. Sempre era chamada pela direção de seu colégio por conversas e confusões, até que se mudou para Nova York (com 12 anos), novamente por causa do trabalho de seu pai, lá ela melhorou um pouco, se tornou uma pessoa mais comportada, mas isso não significa que ela deixou de animada e agitada. Após três anos em NY ela voltou para Coreia do Sul.
Quando ela chegou em seu país natal foi um choque, ela não se lembrava muito de lá, por isso demorou cerca de um ano para se acomodar novamente. Durante esse período que ela não tinha se acostumado ainda, tinha notas ruins e poucos amigos, portanto que era um pouco excluída. Mas após esse período de um anos ela se acostumou com a escola e com as regras e passou a ter mais amigos e suas notas até que aumentaram.
Sua vida estava normal, tinha namorado (que conheceu na escola), vários amigos e notas na média, até que "coisas esquisitas" começaram a acontecer. Pessoas começaram a ter comportamentos esquisitos e do nada começaram a matar outras pessoas, independentemente de quem eram.
Ela (já estava com 19 anos, fazendo faculdade de engenharia robótica) estava em seu quarto juntamente com sua irmã, conversando sobre coisas banais como crushes e famosos, e seus pais estavam na sala conversando, quando ela e sua irmã ouviram gritos vindos de onde? Sim da sala. Elas correram para o andar de baixo e viram duas pessoas com as faces parcialmente cobertas e seus pais no chão, ainda acordados e assustados. Então seu pai sussurrou para correrem e fugirem para um lugar longe dali, com sua mãe apenas movendo os lábios falando para sobreviverem.
Foi o que fizeram. Em questão de cinco minutos pegaram muda de roupas e alguns alimentos (biscoitos, suco de caixinha -q) enfiaram tudo na mochila e saíram pela porta do fundos, correndo.



❣ Historia depois da invasão ❣
Estavam correndo e, quando perceberam já estavam no meio de um bosque que é perto de seu bairro. Estavam completamente perdidas, sem sinal de celular, sem pais e a única coisa que conseguiam fazer na hora era nada além de chorar, choraram por minutos, até que ouviram um barulho perto delas.
Naquele momento pararam e olharam ao redor, ainda abaladas, foi quando ouviram uma voz familiar chamando o nome delas. No começo acharam que era apenas uma ilusão de suas mentes traumatizadas e confusas, porém, segundos após este pensamento apareceram os amigos de Hee; Kim Mingyu, Jung Seok-Bin, Yoon Jeongyeon juntamente com uma menina desconhecida que se apresentou, se chamava Lee Soo Ju. De início nem Hye nem Hee acreditaram, achavam que estava tudo perdido, mas depois ficaram felizes, pois não estavam totalmente sozinhas.
Naquela noite eles começaram a andar no limite do bosque com o bairro procurando algum sinal de vida normal e se escondendo dos "outros" (forma que eles decidiram chamar as pessoas que estavam diferentes):
-Será que são ET's?Tipos daqueles que aparacem em filmes, chegam em formas indefinidas como se fossem espíritos e meio que se "hospedam" no corpo de humanos? - Mingyu perguntou representando a dúvida de praticamente todos naquele momento.
-Olha, nesse momento 'tô' acreditando até em vampiros. Não sei, talvez. - Hee, respondeu.
-Nós vimos um outro de perto, ele tinha uma atitude não humana, dava para ver no olhar, nos gestos, etc. Lembra daquela aula de Astrologia, Bee? Que o professor falou que é possível que tenham organismos fora da terra mais inteligentes que nós que talvez viriam para cá? Será que o quê ele falou era verdade?- Falou Jeongyeon
Todos concordaram e continuaram conversando sobre o que tinha acabado de acontecer, todos abalados e incrédulos. Hee Ji descobrira que seu namorado havia morrido, que os pais de todos ou não haviam chegado em casa (tendo a grande probabilidade de terem morrido) ou foram rendidos pelos os outros na tentativa de protegerem seus amados filhos. Também descobriu que a nova menina era uma garota que conheceram no mercado quando estavam na busca de suprimentos (os amigos de Hee falaram que os outros começaram a atacar às 16:00, 5 horas antes deles se encontrarem no bosque, portanto os 'outros' já tinham dominado a maior parte da cidade. Por isso estavam no mercado que estava cheio de pessoas desesperadas). A menina estava desolada no mercado, ela estava lá para comprar ingredientes para o jantar que ia fazer quando chegara um grupo de pessoas falando que viram corpos indefinidos tomando forma de humanos e tudo que Hee já havia descoberto naquele momento. Soo Ju então sem saber o que fazer ficou junto aos amigos de Hee que estavam no mesmo mercado pegando comida, remédios, colchonetes (era um mercado de tudo) e a convidaram a ir com eles, pois ela não sabia para onde ir.
Eles continuaram andando e viram uma silhueta semelhante ao seu professor de Astrologia, e realmente era ele. Ele os reconheceu e falou bem rápido: "Ali há ET's, sim eles são reais. Só são diferentes do que pensamos. Agora saiam dessa cidade o mais rápido possível, o governo já deu estado de emergência para essa cidade" Após falar isso o professor saiu correndo com sua mochila e sua lanterninha. Todos concordaram que tinham que sair de la´, o único problema era; como? Não tinham carro, não tinham sequer uma bicicleta. Por isso tiveram que arriscar. Foram mais adentro da parte urbana, não só porquê precisavam de um veículo, mas também pois ouviram movimentos suspeitos.
Perceberam que o bairro estava um caos, pessoas correndo dos outros, etc Então, eles se esgueiraram pelas sombras das árvores e foram testando os carros que estavam funcionando. Depois de 30 minutos de tensão procurando algum carro sem serem vistos, eles finalmente encontraram um. Estava com a chave já lá dentro e estava funcionando perfeitamente. Nesse momento vasculharam todo o carro para encontrar algo e acabaram encontra um taco de beisebol no banco de trás que seria bem útil caso um outro aparecesse.
Então com esse carro eles fugiram. Em uma velocidade absurda foram em direção à estrada. Foi então que tiveram tempo para processar o que estava acontecendo. Desde então estão indo de cidade em cidade.
5 meses depois, eles já tinham coisas boas para se defenderem de ataques, já estavam se virando faz um bom tempo. Se eles estavam bem? Longe disso. Estavam com poucos suprimentos, já estavam acabando e já haviam fugido e combatido vários grupos de "outros". Além de Seok-Bin ter desaparecido em uma fuga. Estavam completamente exaustos, começando a duvidar se ainda havia humanidade. A resposta estava a ser descoberta. Eles estavam em uma farmácia de uma cidade deserta qualquer a procura de gaze pois a irmã de Baek Hee Ji se machucara em uma fuga (o que aconteceu com o carro? Acabou a gasolina e o motor quebrou. R.I.P. Joseval, 1200 a.C - 5200) Estavam também vendo se havia alguma água ou algo do tipo e acabaram descobrindo algo além disso. Notaram um grupo de pessoas entrando no estabelecimento e já ficaram na defensiva. Se esconderam e perceberam que eram humanos, reais e sãs. Então o grupo de Mingyu, Jeongyeon, Hye, Hee Ji e Soo Ju saíram do esconderijo aka balcão do caixa e se apresentaram. No começo o outro grupo que, na verdade era somente 2 pessoas se apresentou;
-"Somos Jaehyun e Ten, prazer."- os rapazes disseram.
Logo depois, contaram suas histórias. Ten e Jaehyun se encontraram na estrada e tinham um carro e suprimentos. Por isso os dois grupos se juntaram e desde então estão sobrevivendo indo em direção a alguma cidade que não esteja ocupada pelos outros ou pelo menos um chalé para morar.



❣ Vive sozinha? Se não, com quem? ❣
Não, com Mingyu, Jeongyeon, sua irmã Hye, Soo Ju, Jaehyun e Ten, eles não tem uma casa fixa, estão a procura. Mas antes ela morava com sua irmã e seus pais.



❣ Personalidade: ❣
Sempre foi uma pessoa divertida e alegre que raramente fica pra baixo, mas ultimamente ela tem ficado bem abalada, mesmo que já esteja vivendo isso já faz praticamente 6 meses ela dificilmente se acostumará. Mas isso não significa que ela parou de ser uma pessoa engraçada e animada, na verdade ela tem tentado o máximo para se manter positiva e tentar
manter o grupo unido.
É engraçada e um pouco sarcástica, mas dependendo da situação será séria, por exemplo em situações de perigo se manterá séria e calma e tentará armar uma estratégia antes que a situação comece a "feder". Caso o momento se torne um caso bem sério e perigoso ela demonstrará nervosismo, ela não consegue esconder muito bem sentimentos. É positiva e uma ótima líder mesmo nessa situação, ela tentará organizar e manter o grupo organizado.
É extrovertida e comunicativa, portanto que sempre estará disposta a criar novas amizades e ajudar os outros. É expressiva, sabe bem expressar sua opinião e seus sentimentos, com moderação e razão e por vezes com humor.
É teimosa, fruto de sua determinação. Quando começa com algo raramente deixará de lado ou desistirá, ela terminará e terminará nem que seja a força. Ela é energética e animada, sempre estará disposta a novas aventuras, porém, ultimamente ela tem focado em se proteger e proteger seus amigos.
Pode-se dizer que ela é humanitária, ela tenta promover o bem-estar das pessoas ao seu redor. Também é sincera e honesta.
Consegue ver os dois lados de uma opinião, o lado bom e ruim, o que a faz ser uma pessoa tolerante e sem preconceitos.
Por outro lado, pode ser furiosa se alguém trair a confiança dela. Se tornará uma pessoa irritada e, ao mesmo tempo, magoada. Também, pode-se dizer que ela é briguenta. Como assim? Ela raramente criará brigas, mas quando a envolvem em uma, dificilmente ela sairá sem vencer, ou seja, é difícil metê-la em uma briga mas é mais difícil tirá-la de uma.
Ela é leal e confidente, mas é um processo longo e duradouro para conseguir a confiança dela. Mas só ficou difícil ganhar a confiança dela nesse período da invasão, pois antes ela confiava em várias pessoas, o que sempre a fez quebrar a cara.
Ela é um pouco imprevisível, é um pouco difícil saber seus pensamentos, embora seja fácil descobrir seus sentimentos (até rimou, que orgulho de mim mesma -q)



❣ Aparência:❣

























Ela tem 1,70 de altura e pesa 53 kg. É relativamente alta para a média de altura coreana. Tem cabelos castanhos bem escuros, quase pretos, assim como seus olhos. Tem peitos e bunda médios para grandes, mas nada exagerado.



❣ Nacionalidade: ❣
Coreana



❣ Signo: ❣
Aquário e Boi



❣ Dupla nacionalidade: ❣
Não



❣ Tipo sanguíneo: ❣
[ ]A
[ ]B
[ ]AB
[x]O



❣ Idiomas que fala: ❣
*Coreano, pois vive lá, 10/10
*Inglês, pois viveu nos Estados Unidos. Tem nível 10/10
*Mandarim, pois sempre teve curiosidade na cultura chinesa. Tem nível 6/10



❣ Amigos: ❣
+Kim Mingyu, 19 anos.



Ele, quando Hee Ji o conheceu (ele era vizinho dela quando chegou na Coreia) era o crush dela. Porém, quando se conheceram melhor, Mingyu ficou longe do que seria o crush dela. Talvez era um crush por causa de seu charme etc, mas depois ela virou melhor amiga dele e ele dela.
São os chamados bff's. Não se desgrudam, e estão dispostos a se protegerem de tudo, raramente brigarão, mas se brigarem, ambos ficarão magoados. Ele sabe quando ela está apaixonada, magoada, irritada, feliz, orgulhosa... Ele a conhece absurdamente bem, talvez até mais que ela conhece ela mesma. Confiam a vida no outro.
Vivem rindo com suas piadas internas (o fato dele ter sido o crush dela no começo sempre os fazem rir)

+Yoon Jeongyeon, 19 anos



Ela foi uma das primeiras amigas de Bee na Coreia. Se conheceram na escola (depois da chegada de Baek Hee Ji) e desde então tem sido melhores amigas.
Assim como Mingyu, elas são melhores amigas e adoram conversar sobre tudo. Vida, crush, os "outros", o cocô que o mundo está. Jeongyeon sempre está disposta a dar conselhos para Hee.

+Lee Soo Ju, 17 anos



Ela é a menina que ela encontrou no bosque com seus amigos. No começo ela não era muito próxima dela, mas após isso elas foram se aproximando e atualmente ela é como uma irmã mais nova para Hee.
Ela é como uma irmã mais nova para Hee, as duas juntas são muito engraçadas e divertidas, elas parecem irmãs.

+ Ten Chittaphon Leechaiyapornkul (Ten), 20 anos.



Ele a conheceu apenas há um mês, na farmácia. Embora não se conheçam muito bem, já sabem da história um do outro e confiam. São amigos e confiam um no outro. Conversam sobre tudo etc...Talvez essa relação possa se tornar uma amizade verdadeira e duradoura.

+Jung Seok-Bin, 19 anos



Eles se conheceram na escola, de início já se deram bem, então essa relação só tem se melhorado, exceto pelo fato de ele ter desaparecido, acreditam que ele ainda está vivo.
Sempre foram amigos e a relação deles era pura e extremamente boa, atualmente Hee Ji sente muita falta dele e espera achá-lo.



❣ Inimigos:❣
Até agora, nenhum, mas a relação deles seria de trocas de farpas, mas nada além disso. Hee sempre está em busca de não criar brigas.



❣ Família (Nome, Idade e relação com ela): ❣
+Baek Haneul, mãe, 47 anos.
Eram melhores amigas, contavam tudo para a outra, não escondiam nada. Porém sua mãe morreu, então Hee Ji sente muita falta dela desde então.

+Baek Jong Hyuk, pai, 49 anos
Embora sempre fora um pai um pouco ausente, sempre se preocupava com a filha e o bem estar dela. Eram apegados, portanto Hee Ji sente a falta dele (ele, assim como a mãe, faleceu)

+Baek Hye Mi, 17 anos



Após a morte de seus pais, a relação delas se apertou ainda mais. Não se desgrudam por nada e uma admira a outra. Por ambas terem personalidades parecidas, se dão muito bem e confiam tudo na outra. Juntas são conhecidas por serem as irmãs Baek. Se adoram e contam tudo uma para a outra, afinal Hee Ji conhece tão bem a irmã mais nova que sabe o que está passando pela cabeça dela. Assim como Hye Mi.



❣ Tipo de pessoas que gosta: ❣
*Positivas, mas realistas.
*Divertidas
*Inteligentes
*Sensíveis
*Protetoras
*Confidentes
*Comunicativas



❣ Tipo de pessoas que não gosta: ❣
*Arrogantes
*Metidas
*Ignorantes
*Injustas
*Preconceituosas
*Rudes
*Pessimistas



❣ Gostos: ❣
*Comida
*Conversar
*Diversão
*Ter amigos por perto
*Ler
*Música
*Outono
*Animais
*Oceano



❣ Desgostos: ❣
+Ficar entediada
+Aranhas
+Tristeza
+Crueldade
+Caos
+Desorganização
+Calor ou frio demasiado



❣ Manias: ❣
+Enrolar o cabelo quando envergonhada
+Morder o lábio inferior quando nervosa



❣ Medos, traumas & fobias: ❣
+Aracnofobia
+Não é como um medo, mas tem aversão à palhaços



❣ Favoritos: ❣
+Cor: Carmim
+Número: 1
+Música: Don't Look Down, Martin Garrix
+Série: The Walking Dead
+Filme: O Impossível
+Livro: Extraordinário, R.J. Palacio
+Personagem: de livros; August Pullman/ Auggie (Extraordinário) de filmes; Lucas (O Impossível) de séries; Michonne, TWD
+Objeto: Celular
+Estação: Primavera
+Comida: Pizza
+Bebida: Café



❣ Roupas ❣



















❣ Couple/casal primário: ❣ Jaehyun, NCT U/127

❣ Couple/casal secundário: ❣ Ten, NCT U

❣ Couple/casal reserva: ❣ Doyoung, NCT U

❣ Como se conheceram? ❣
Está na história, mas especificarei um pouco mais ^^;
Eles estavam na farmácia, certo? Então, Jaehyun e Ten estavam de passagem quando resolveram entrar na farmácia, pois haviam percebido um movimento lá. De começo não viram ninguém, então o grupo de Bee saiu do "esconderijo". Jaehyun olhou de relance para Bee e já havia gostado dela, por causa da postura etc...
Então, os dois grupos se juntaram pois, afinal, quanto maior o grupo mais fácil de sobreviver e de combater os outros. Porém o que o grupo de Hee não sabia é que Ten e Jaehyun já estavam a procura de novas pessoas e já tinham visto o grupo dela, por isso passaram a observá-los, até perdê-los de vista e só os reencontraram na farmácia. Quando eles foram contar que já estavam os observando Hee achara Jaehyun um tanto esquisito por causa disso, o que despertou a curiosidade nela.

❣ Relacionamento com ele: ❣
No início não era nada demais, na verdade era até um pouco estranho, eventualmente os viam trocando provocações. Era apenas uma relação de colegas e nada mais, mas, Hee tinha curiosidade em Jaehyun... Então eles começaram a se aproximar aos poucos por causa de suas histórias semelhantes (pais desapareceram/faleceram)etc... Então descobriram muitas coisas em comum e viraram amigos. Porém, sempre tiveram uma certa atração pelo o outro, como um magnetismo. Era como uma atração física, ambos achavam o outro atraente e que tinha uma essência única.
Mal eles sabiam que essa amizade seria algo a mais. Eles começaram a sentir algo a mais pelo outro, não só uma amizade e sim uma paixão. Porém, como se conheceram há 1 mês, tem medo de se declararem e não serem correspondidos ou dessa paixão ser apenas passageira (eles são um tanto confusos em relação à isso). Mas não impedia de que Jaehyun sentisse ciúmes de Bee, quando ela se demonstrava mais íntima de Ten, ele se sentia incomodado, com um aperto no peito. Assim como ela que sempre ficava um pouco sonhadora após conversar com Jaehyun.
Juntos eles são um pouco diferentes que o normal, ele é mais carinhoso com ela e vice versa. São mais gentis, como se abaixassem a guarda. Após eles descobrirem o sentimento um do outro, eles ficam em uma alegria genuína. Eles se tornam mais que amantes ou namorados, se tornam confidentes. Ela passa a se preocupar com ele e assim ele com ela. Jaehyun ensina o que sabe para ela assim como ela tenta mostrar lhe como ser silencioso e não atrair os outros.
P.S: Autorínea, eu te pedirei um favor; eles ainda não namoram e nem tem conhecimento de que o outro sente o mesmo. Então, pedirei para você meio que fazer eles ficarem juntos e namorarem, mas pode fazer ao seu critério como e quando, se não for incômodo, é claro ^^



❣ Quer ser mais próxima de uma das garotas? ❣
Simmm



❣ Alguma sugestão para a fic? ❣
Eu não estou muito criativa ultimamente, mas os grupos ou os outros personagens podem se encontrar em uma situação de risco, por exemplo;
Fulaninho estava na fuga dos outros quando se esbarrou em um grupo de humanos...



❣ Algo a acrescentar? ❣
Sempre está com essa mochila:





Hee quando está namorando, se envolve intensamente, ela se entrega. Porém, não é um tipo de namorada grudenta.

❣ Posso modificar algo em sua ficha? ❣
Sim


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...