~Beazinea

Beazinea
|+|Tripping on skies|-|
Nome: Bleh
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

So no one told your life was goin to be this way


Postado



I'll be there for you


"The more you like yourself,
the less you are like anyone else
Wich makes you unique"

-Walt Disney




«Nome Completo:»
├Emma Marie Balli┤

«Apelidos:»

¶Ems↔ Quem usa este apelido é apenas os mais próximos, já que este apelido é uma forma mais íntima de chamá-la.
¶Emmie/Em↔ Esse apelido qualquer pessoa usa e ela é totalmente indiferente a ele, apenas o acha fofo.
¶Peace ↔ Ela não gosta muito deste apelido, que foi dado pelo fato de ela ser extremamente "na paz" e foi feito por implicância.
¶Philosophy/Filosofia↔ Emma sempre foi uma pessoa que quando fica entediada passa a pensar sobre a vida, e, filosofa tanto que acaba tendo, eventualmente uma crise existencial. Por isso surgiu esse apelido, depois de tantas vezes compartilhando com seus amigos mais íntimos seus pensamentos filosóficos eles deram esse apelido.

«Idade e data de nascimento:»
­­­├25 anos, 07/10/1991┤
↨Sendo de Libra com ascendente em Aquário e lua em Touro

«Sexualidade:»
├HeterossexuaL┤

«Nacionalidade:»
├Ela é nativa de Nova York, EUA, mas ela tem dupla nacionalidade grega.┤



«Aparência:»
{Troian Bellisario}

├Emma é uma pessoa esguia e elegante naturalmente, com seus 1,70 de altura. Não possui medidas exageradas, isso é verdade, possui peitos relativamente pequenos, mas qual é problema nisso? Pra ela, o que importa é a beleza interior.
Dona de exuberantes fios castanhos e naturalmente lisos que dependendo do dia pode ficar levemente ondulados, que seguem até um pouco abaixo dos peitos. A cor dos seus olho são da cor castanho que varia com a incidência da luz, quando mais sol há mais claro a cor ficará, e vice-versa.
Possui uma beleza exótica, com seus traços faciais únicos e bem desenhados, sempre com uma maquiagem básica e até sem maquiagem, desde que sua pele não contenha nenhuma falha.┤




«Gifs:»



«Personalidade:»
├Emma é uma pessoa extremamente sociável, gosta de ficar com os amigos e pessoas as quais gosta, além de sempre estar aberta para conhecer novas pessoas, o que faz facilmente, assim sendo relativamente extrovertida e amigável com as novas pessoas.

Ela é uma pessoa artística que parece que cada ação sua é em relação a arte, já que ela tenta aliar a arte ao mundo real.

Calma, ela, para muitos, seria o significado de "Good Vibes", sempre passa uma aura de calmaria, a tornando uma ótima pessoa para ajudar pessoas a se acalmarem e é ótima com pessoas extremamente ansiosas e nervosas. Quando falo calma eu quero dizer extremamente calma, de dar inveja em monges, seu jeito de falar é calmo, mas não a ponto de irritar alguém, seu jeito é calmo. Assim como é calma, ela é paciente, raramente se irritará, porém quando se irrita... vira uma distribuidora de fora. Geralmente irrita-se quando alguém resolve meter-se com seus amigos, parentes, enfim, todos que são próximos dela.

Entretanto, é uma pessoa inteligente, que sempre tem soluções lógicas para diversas situações, eventualmente impressionando pessoas ("Até que você não é tão lentinha assim"). Também, bastante criativa, sempre tem uma ideia para dar ou algo para fazer, assim sendo raros os momentos de tédio. Aliás, conhece cada bar, cada boate, cada café, loja, etc.. de NY, assim sempre se encontrando com seus amigos em algum lugar.

Otimista, tende a sempre olhar para o lado bom de alguma situação, tentando não ser negativa. Sempre será positiva e transmitirá boas notícias e o lado bom do mundo para as pessoas. "O mundo é tão grande que se pensarmos nas coisas boas que há nele, acharemos a mesma quantidade de coisas ruins ou até maior!"

Indecisa, sempre fica em dúvida entre duas opções (ou até mais), sendo bem hesitante e as vezes, até impertinente. Por outro lado, ela pode ser imparcial em certas situações, principalmente em brigas, assim evitando que fique pior. Aliás, ela muda rapidamente de opinião, o que pode irritar muitos. "Sim, tenho certeza disso. Se bem que aquilo é bem capaz de acontecer, então eu tenho certeza daquilo! Espere...Ah, vou resolver na adoleta mesmo"

Curiosa, sempre procura saber mais sobre alguém, digamos, misterioso/a ou algo, tendem a descobrir mais sobre algo, o que pode ser tanto algo ruim, pois pode intrometer-se demais ou algo bom, pois descobre coisas novas.
Divertida e engraçada, está disposta a fazer pessoas tristes sorrirem. "Ao saber que fiz o dia de alguém melhor, meu coração se aquece"

Matura, sabe discutir assuntos sérios, tendo em base um argumento bom e sólido, sendo difícil de contrariá-la. Extremamente organizada, se entrar no seu quarto vai ficar impressionado/a com a organização, embora de vez em quando, quando a rotina está corrida é possível ver uma bagunça.

Carismática e entusiasta, adora embarcar em novas aventuras e sempre disposta a viajar e fazer coisas inimagináveis "Bora para Bora Bora. Agora.".

Ela sempre se diz uma pessoa extremamente responsável, incapaz de esquecer-se de algo. Isso é uma mentira, Emma é uma pessoa extremamente esquecida, capaz de lembrar de apenas de nomes.

Teimosa, são raras as vezes que alguém consegue fazê-la admitir que está errada, mesmo que ela seja influenciada facilmente por terceiros. Pois quando ela faz uma decisão exata (que ela não vai mudar ou algo do tipo) ela não mudará.

Gulosa, adora comer, e admite que é a fã número um de pizza. E sushi. E comida em geral."Vamos no restaurante do meu padrasto que a gente vai comer de graça"

É uma pessoa com ótimo senso de moda, embora raramente use roupas realmente de grife, afinal, ela não é extremamente rica, por isso se vira com as roupas que tem, fazendo a melhor combinação possível.

Ótima ouvinte, é um bom ombro amigo e sempre está disposta a ouvir seus problemas e até dar conselhos. Outra coisa boa de Em é que ela deixa a pessoa ser ela mesma perto dela.

Ela sempre está disposta a ouvir os outros, a testar novas teorias, entender diversos pontos de vista, mas ela não é um tanto teimosa? Sim, ela é mas apenas quando não concorda com algo já testado, etc. Além de ser uma pessoa livre de qualquer preconceito, incapaz de julgar ou desrespeitar alguém em base de suas escolhas┤


«Qualidades / Defeitos:»
¶Qualidades:
├Calma ├Extrovertida ├Paciente ├Sociável ├Otimista ├Altruísta ├Divertida ├Inteligente ├Criativa
¶Defeitos
├Indecisa ├Lenta ├Teimosa ├Gulosa ├Curiosa ├Muda de opinião rapidamente ├Hesitante ├Esquecida

«História:»
"Espera, você está grávida?"

├Emma foi um acidente desejado, mas como assim? Os jovens Melissa e Lucca queriam uma filha sim, naquele momento, mas apenas estavam com medo da reação de seus pais, já que eles queriam que seus filhos desenvolvessem suas respectivas carreiras, além de não gostarem muito do parceiro do outro. Lucca era um rapaz de 24 anos que foi para Nova York realizar um projeto de engenharia enquanto Mel era uma artista mirim.

"Como assim, ela é uma artista plástica americana? Você é grego, Lucca, tem uma família na Grécia, e vai logo arranjar nos Estados Unidos? De uma artista plástica, ainda por cima? Tudo bem, ela é ótima nisso, mas se não der certo?"
"Espere um segundo Mel. Você está grávida daquele rapaz? Mas ele sequer assumiu o filho para sua família?"

Inicialmente, foi uma confusão. Onde eles morariam? Nova York ou Santorini? Eles também se perguntavam isso, e acabou que Emma nasceu em Nova York, dia 7 de outubro de 1991. O dia em que a vida do casal mudou completamente, assim conhecido como o Dia da Surpresa. Estava planejado o nascimento de Emma para dia 24 de novembro. Como houve esse erro? Até aquele momento acharam que ela nasceria prematura, mas incrivelmente não. Eles erraram o dia em que houve a ovulação, não o nascimento. "Pois é gente, fui um nascimento imprevisível!"

No começo, ambas as famílias não gostaram nem um pouco, mas bastava olhar aquele bebê, que também foi outra surpresa já que eles achavam que ia ser menino ("Que bom que a gente colocou uma decoração neutra né, Luc?"), que já mudaram de opinião, ambas as famílias se derreteram e Emma tornou-se a queridinha da família.
Então, naquele momento, iniciou-se o processo de crescimento de Emma, em sua família não muito normal.

"Melissa, eu sem querer derrubei um balde tinta guache na Emma. Será que ela vai morrer?"

A infância de Emma, foi certamente, a mais engraçada. Pelo fato de seu pai sempre ter sido ocupado com vários projetos para manter o apartamento médio (eles eram uma família de classe média de Brooklyn) em que moravam e sua mãe em constante apresentação de seus trabalhos para ajudar na renda, ela passou a maior parte de sua infância variando com quem ficava; às segundas, quartas e sextas vinha sua vizinha que cumpria trabalho de babá para ela e o resto dos dias seus pais ficavam em casa, ou seu pai ou sua mãe. E, quando essa vizinha vinha cuidar dela (desde seus 6 anos até seus 12), era sempre uma aventura. Ou um dia a moça esquecia dos biscoitos no forno e quase botava fogo no apartamento, noutro causava uma inundação por causa da máquina de lavar, enfim...

Mas aos 12 anos, sua vida, digamos, "virou de cabeça para baixo". Seus pais se divorciaram, devido ao fato de começarem a discutir muito, mas muito mesmo e não conseguiam mas suportar. Ao contrário do que a maioria dos divórcios são, foi um divórcio "amigável", embora discutiam muito, eles acabaram não tendo muitas confusões para a divisão de bens e da guarda de Emma, que acabou ficando com o pai e morando na Grécia até sua mãe se organizar.

"Então, entendeu filha? As probabilidades de cair coroa são as mesmas de cair cara."
"Pai, você já falou isso umas cinco vezes e eu já havia entendido da primeira"


No total, Emma morou 3 anos com seu pai, quando aos 15 anos voltou para NY pelo fato de seu pai sempre estar ocupado com o trabalho e sua mãe já estava em uma situação financeira melhor.

Chegando lá, foi difícil voltar a rotina, afinal, já havia esquecido um pouco do inglês, tendo que fazer alguns cursos para falar perfeitamente, além de sua mãe não estar mais morando em Brooklyn e sim em Manhattan. Por isso com a ajuda de sua mãe e alguns amigos, ela consegui se acostumar novamente.

Emma definitivamente não era a melhor aluna de sua classe, mas algo que era verdade é que ela tentava, por isso suas notas sempre eram ao redor de 6 a 8. Nessa época, de quando tinha 15 a 17 anos, ela queria muito ser uma artista como sua mãe, mas sempre foi impedida por seu pai, falando que ela deveria ter uma carreira segura, que não há muitos perigos de ter um problema financeiro. Isso, desencorajou Emma, que acabou ficando curiosa em outros empregos e cursos.

Aos 17 anos conseguiu uma bolsa na importante Universidade de Columbia para fazer publicidade, com cursos de design em alguns dias. Não falarei que foi uma jornada perfeita pois não foi. Mesmo com a bolsa de 35% de desconto ela teve que estudar ao máximo para manter, assim sempre sendo uma estudante notável.

Aos 19 anos sua mãe se casou com o namorado, Mark Chen. Emma foi honesta, ela adorou, Mark é uma pessoa ótima e eles sempre conversavam, além de ele ter uma filha da idade próxima a Emma. Ele se mudou para o apartamento delas, já que este era bem mais espaçoso que o outro.

Fez amizade rapidamente com sua meia-irmã, e logo se tornaram melhores amigas, embora se desentediam fácil por causa das personalidades opostas.

Aos 23 anos se formou e procurou um emprego logo que saiu da faculdade, acho uma empresa de publicidade e mandou o currículo. A felicidade não conseguia ser oprimida, era muita: Ela havia conseguido o emprego. No começo era um cargo insignificante, mas após dois anos, aos 25 anos de idade consegui uma promoção para ser diretora de arte.

"Mãe, eu vou me mudar, já achei um apartamento"

Ao conseguir a promoção ela conseguiu um dinheiro a mais e conseguiu fazer o que desde seus 21 anos estava querendo fazer; morar sozinha. Finalmente alcançou a liberdade que queria, sim ela tinha liberdade quando morava com sua mãe, mas morar sozinha é outra coisa.
Acostumou-se fácil, mas sempre quis um colega para dividir as despesas e não ficar sozinha.┤


«Emprego:»
├Ela trabalha em uma empresa de publicidade, "Idea!", na parte de criação, é uma diretora de arte.
"Eu gosto de usar coisas irreais para torná-las reais"


«Família:»
Dorothée Brière

¶Melissa Marie ∴ 48 anos ∴ mãe ∴ artista plástica



Sua mãe é uma das pessoas mais confiáveis, e extremamente legais, que alguém conhecerá. Ela quer ser uma "Cool Mom" , o que na verdade sempre foi. E isso é uma das coisas que Emma mais adora nela.
Sempre que possível elas saem para algum lugar, seja, bar, loja, enfim, sempre procuram fazer coisas juntas. Porém, Melissa embora seja uma pessoa da paz, como uma versão mais velha Emma, ela eventualmente, dá broncas em Emma.
Como ambas possuem veias artísticas, uma é artista plástica e outra é diretora de arte, as duas adoram ficar conversando sobre a arte em si, os diferentes artistas desse mundo, etc...


Eric Bana


¶Lucca Balli ∴ 50 anos ∴ pai ∴ engenheiro ambiental



Como seus pais são divorciados e ele mora na Grécia, raramente eles se encontram e sua relação com ele não é tão próxima quanto sua relação com sua mãe, mesmo assim, quando possível procuram saber um do outro.
Como Emma seguiu uma carreira que ele não curte muito, de vez em quando eles trocam farpas, quando se encontram. Mas isso não o torna um pai ruim, ele sempre deu educação, comida, enfim, o necessário para seu crescimento. Emma o ama e ele a ama, embora se biquem um pouco.
Ele é, certamente, mais sério que sua ex-esposa, por isso enquanto Melissa ajuda Emma sonhar e imaginar, ter criatividade, ele ajuda Emma a fazer e concretizar, tornar em realidade.


John Cho

¶Mark Chen ∴ 49 anos ∴ padrasto ∴ dono de um restaurante chefe de cozinha do mesmo



Ele é um padrasto extremamente relaxado e brincalhão, se eu falei que Emma é extremamente calma, ele é mais. Extremamente brincalhão, ele e Emma tem muitas piadas internas como; um dia em que Emma se embebedou de vinho achando que era suco de uva.
Eles adoram trocar ideias e sempre procuram conversar, nem que seja por telégrafo! São melhores amigos e certamente confidentes.


Liu Wen

¶Sarah Chen ∴ 24 anos ∴ meia-irmã ∴ redatora na mesma empresa que Emma, logo, trabalham juntas.



São dois opostos, enquanto Emma é extremamente calma ela é extremamente nervosa, Ems é paciente Sasa é impaciente. Isso é o que as torna uma das melhores combinações, são como uma balança, elas se complementam.
Entretanto, embora sejam bem amigas e vivem conversando, principalmente porque trabalham juntas (redatora e diretora de arte), elas se desentendem com frequência, mas como ambas são relativamente carentes, e, querendo ou não, se amam como se fossem irmãs de sangue, por isso sempre voltam a se falar.
Eventualmente se encontram fora do trabalho, e adoram fazer compras juntas, já que ambas tem um ótimo gosto para moda
.

«Gostos / Desgostos:»
¶Gosta
├Natureza
├Arte; música, dança, pintura...
├Cozinhar e comer
├Road trips
├Filmes e séries
├Ficar com os amigos


¶Desgostos:
├Ficar entediada
├Irritar-se
├Brigar e discutir
├Extremo calor ou frio, ela sinceramente não curte qualquer coisa em excesso (exceto por comida e diversão)
├Desorganização
├Arrogância


«Hobbies / Manias:»
Hobbies
Yoga; ela acredita que essa prática ajudará no processo de encontrar a paz interior


Cozinhar; Emma tem um ótimo dom de cozinha e sabe fazer vários prato, sendo seu favorito tirópita, um prato grego.


Pintar; desde pequena Emma possui uma "veia" artística, sempre gostou de mexer com a imaginação e criatividade, portanto que trabalha justamente com essas duas coisa.



Manias
Mexer a mecha frontal de seu cabelo; Emma quando fica pensativa ou entediada costuma mexer em seu cabelo, fazer tranças, enrolar, assoprar...


Morder o lábio inferior; ela faz isso em qualquer momento, aleatoriamente, assim não tendo exatamente um porquê.


«Alergias / Doenças:»
├Ela tem alergia a picadas de insetos em geral e a chiclete (ela é alérgica ao extrato de alcaçus que o compõe┤

«Vícios? Se sim, quais e qual a gravidade do vício?»
├Ela é relativamente viciada em, pasme, chá (camomila e hortelã-seus favoritos), ela adora beber uma xícara em qualquer momento do dia, embora seja controlado.┤

«Quer ter par? Se sim, como é sua relação com ele?»
├Sim!



Um relacionamento recheado de momentos memoráveis, desde os mais caseiros até os mais aventureiros. Emma é uma pessoa que gosta de rapazes que são gentis, mas o mais importante, originais.
Gostaria de ter uma relação recheada de momentos memoráveis, mas lembrando que Ems valoriza os atos mais simples, não precisa ser algo grande, embora ela não teria problemas em receber. Contribui cada gesto de amor, embora não seja muitos fã de demonstração de afeto em público, embora coisas básicas como andar de mãos dadas e selinhos não seja um grande problema para ela, que até gosta.
Ela acha que o principal pilar da relação é a companhia. Estar disposto a dar apoio ao outro em momentos que precisa e também que não precisa. Encorajar o outro a fazer o que deseja, contanto que não faça mal. Controlar o incontrolável, aprender a lidar, para ela esses também são os principais pontos de uma relação.
Será o tipo de namorada apoiará nas decisões, tentando ajudar ao máximo e certamente se tornará mais amigável e sorridente ao lado do par. Fará ele sentir-se bem e à vontade, deixará a pessoa ser ela mesma.┤


« Como será sua relação com Michelle?»
"O que você acha sobre cachorros que se fantasiam de minions?"
Emma será como uma irmã mais velha para Chelle. No momento em que elas se conheceram, Emma percebeu que ela era um pouco tímida, e nova na cidade, e pensou que faria ela se abrir. E assim fez, começou a conversar com ela, falando sobre cada canto da cidade, as pessoas que ela conhece... no momento em que ganharam intimidade o bastante,passaram a conversar sobre literalmente tudo, afinal, Ems é uma pessoa que deixa os outros serem o que quiserem, falarem sobre o que quiserem, a não ser que seja ofensivo.
"Tô indo meditar no Central Park, bora?"
Prepare-se pois Emma vai fazer convite para todo o tipo de lugar, seja ir para uma festa, quanto, como no exemplo acima, meditar em um parque.
Como já apontado, a Peace deixa todos serem eles mesmos perto dela, e Chelle não será uma exceção. Quer falar sobre a fabricação da borracha, mas não tem ninguém? Fale com Emma. Não sabe como se faz um omelete? Fale com Emma. Está com uma dor de barriga e não sabe o que faz, já que tomou um bando de remédios? Fale com Emma, ela fará um chá.
Enfim, ela tratará Chelle como uma irmã de coração, será extremamente carinhosa, divertida, ela mesma, paciente e prestativa. Embora talvez se desentendam como qualquer pessoa, voltarão a se falar porque não conseguiriam, principalmente Emma (que pode ser bem carente), ficar sem se falar por muito tempo.┤


« Algo mais? »
├Não┤

«Sabe que, a partir do momento em que seu personagem for aceito, ele me pertence e posso fazer o que quiser com ele?»
├Simsimsimsim┤

«Favoritou a fic?»
├Yep┤

«Sabe que se ficar muito tempo sem comentar, seu personagem pode sumir?»
├Simsim┤

«I'll be there for youuuu»


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...