~Belieber-dreams

Belieber-dreams
Nome: Dreamer.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Cuiaba, Mato Grosso, Brasil
Aniversário: 28 de Fevereiro
Idade: 18
Cadastro:

28 de março de 2015


Postado

28 de março de 2015

Estou aqui para expressar meu mais profundo sentimento. Sentimento esse que pensei estar as teias dentro de meu vazio coração. Há muito não sentia o que sinto hoje, há muito não presenciava o que hoje se faz tão real. Só tenho a agradecer. No dia de ontem (vinte e oito de março de dois mil e quinze) fui capaz de presenciar duas coisas incríveis, coisas que pensei que não sentiria mais.

Por volta das dezessete horas, eu estava em meu quarto escrevendo para minhas queridas leitoras, enquanto eu escrevia recebi uma notificação que me chamou a atenção mesmo que fosse simples, era um daqueles twitters avisando que Justin estava fazendo algum tipo de follow spree. Achei engraçado, pois no momento eu estava falando exatamente sobre isso — sobre uma fã conseguir algo que quer muito através do twitter —, mas ignorei de primeira. Sim, eu estava desacreditada demais, não entrava no twitter fazia dias (talvez semanas), pois meu único motivo era o Justin — e esse parecia inalcançável no momento. As notificações continuaram a piscar a tela do aparelho a meu lado e de maneira simples, sem intenções, abri o aplicativo. Não vou dizer que fiz o ato com a esperança de que algo acontecesse, eu estaria mentindo, fiz apenas para dizer a mim mesma que tentei e não ficar com a pulga atrás da orelha mais tarde. O que aconteceu foi que, depois de cinco anos sofrendo com a dor de que ele jamais viria meu user, ou meu icon, ou meu nome; depois de cinco anos esperando ter a chance de aparecer em sua timeline, eu finalmente consegui. O que senti no momento pensei que jamais sentiria, uma mistura de satisfação, missão cumprida e ainda mais amor, algo que eu jamais conseguiria descrever, nem com a mais completa das palavras, nem com a junção dos melhores sinônimos. É indescritível, porém é algo que tenho certeza — digo sem medo de errar: com toda certeza do mundo — que todos um dia irão sentir. Pode demorar (eu esperei cinco anos), pode doer, pode te fazer desistir inúmeras vezes, mas vai acontecer. Não fique esperando que o follow dele caia do céu, não fique parado(a) apenas se lamentando e imaginando como seria, corra atrás, lute mesmo quando estiver com a mais fraca das armaduras, jogue mesmo que seja só para não perder por w.o, mas tente. Sei que irão dizer que tentam todo santo dia e que já estão cansados(as), mas eu irei pedir para que tentem assim mesmo, não percam de vista seus objetivos, quando queremos, sempre conseguimos. Apenas faça e eu juro que serão recompensados(as).

Minha outra emoção foi vê-lo de volta aos palcos. Pensei que não sentiria isso nunca mais. Não, eu não estava achando que ele jamais voltaria, eu estava apenas ansiosa demais e já impaciente. Mas, assim como disse no parágrafo anterior, a espera valeu a pena. Eu nunca o vi tão feliz em toda minha vida, nunca o vi sorrir como ele estava sorrindo na noite de ontem. Eu senti muita falta do Justin que estamos vendo nesse ano, senti carência de sorrisos e motivos para sorrir, estava realmente preocupada com ele e ele me mostrou que me preocupei à toa. Ele esta se mostrando capaz de vencer qualquer desafio que a vida lançar a ele, ele esta se mostrando um homem cada vez mais forte, cada vez mais confiante, cada vez mais homem. Mas, mesmo estando um grande símbolo masculino, vem se mostrando, também, um alma cada vez mais pura, cada vez mais angelical, cada vez mais humilde, Justin vem mostrando cada vez mais sua essência juvenil.

Em suma, não desistam daquilo que vocês querem. Se vocês são capazes de sonhar, vocês são ainda mais capazes de realizar, pois a parte mais difícil é aprender a voar e não a correr. Não falo apenas de follows, de meets ou de chats, falo isso para a vida de vocês, a vida que vocês levam quando estão offline, à vida que leva vocês a tudo aquilo que querem. E não tenham só a mim como exemplo, peguem o Justin mesmo, pensam que ele nunca cogitou desistir? Acham que no momento em que ele começou a cair ele não se sentiu fraco ou indefeso? Têm certeza que ele sempre foi forte como mostra ser? Pois bem, quero dizer que sim, ele também já pensou em desistir, ele já se sentiu fraco, indefeso, incapaz e não, ele não é sempre tão forte — ele com certeza para de vez em quando para pensar na vida, encontra erros e se vê sem sua armadura. Assim como Justin, quero que não desistam, ele conseguiu. Em meio à turbulência, ele apertou o cinto e continuou sua viagem, ele voou ainda mais alto e não vai parar agora.

Nunca se esqueçam dessas palavras, pois sei que o peso que elas têm pra mim é o mesmo peso que terão para vocês.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...