~LadyRakuen

LadyRakuen
Milk da Coffe *o*
Nome: — Call me Lα∂y
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 8 de Maio
Cadastro:

30 Days - Audrey O'Connor


Postado

30 Days - Audrey O'Connor

But I keep cruising
Can't stop, won't stop moving
It's like I got this music in my mind
Sayin' it's gonna be alright
Shake It Off — Taylor Swift

✗ Nome completo ✗
Audrey Ingrid O'Connor

✗ Apelido ✗


✗ Idade ✗
26 anos

✗ Nacionalidade ✗
Americana

✗ Alguma doença? ✗
Surdez, mas usa aparelho.

✗ Aparência ✗
Elizabeth Olsen

Audrey tem uma beleza classica. Seus cabelos loiras e ondulados batem no ombro, mas as vezes ela coloca aplique para poder fazer os penteados. Seus olhos são do tom verde claros e quando bate o sol, muda de cor para azul bem claro. Seus labios são rosados claros e retraidos, porém sempre há um sorriso cativante em seu rosto, visto que gosta muito de sorrir.

Audrey é um pouco baixa, só tem 1,68 e seu corpo é um pouco mais cheio, mas nos lugares certos. Tem peitos e bundas no tamanho certo, e coxas firmes. Não se sente a mulher mais bela do mundo, mas sabe do corpo que tem.

✗ Personalidade ✗

A três caracteristicas principais na Audrey:
Sinceridade - Ela não se liga se isso vai magoar ou não, ela é sincera. vai falar o que pensa e não vai se importar se vai te magoar;
Faladeira - Ela adora falar, não consegue ficar muito tempo em silêncio e sempre tem assunto, desde sobre o tempo até sobre a cor da toalha da mesa do restaurante. Agora se ela estiver quieta é ou por estar concentrada no que faz ou por não estar bem.
Teimosa - Quando ela tem opinião de algo ou acredita em algo, não a nada ou ninguem que a faça mudar de idéia, muito dificilmente acontece isso.
Ela também é boa companheira e leal aos seus amigos e família. Sempre esta alegre, dificilmente a vê para baixo e quando fica, é dificil tirar. Por ter tido depressão na adolescência, Audrey fica muito para baixo, ao ponto de ficar de cama vários dias, durante o tratamento foi quando aprendeu que a vida não é só tristeza e por isso se mantem sempre alegre.
Um dos seus defeitos que não gosta é ser rancorosa. Ela dificilmente perdoa alguem e quando faz, nunca esquece o que aconteceu e não confia nunca mais. Também é um pouco ciumenta, mas nada que pode atrapalhar sua vida.

✗ História ✗

Nascida na cidade de San Diego, California, foi a filha mais nova de um casal de professores, o pai era professor de história e a mãe de artes. Sua infancia foi normal, seus pais davam atenção e carinhos para o casal de filhos, porém a garota era chegada a sua avó e seu avô, tanto que quem a nomeou foi a sua avó escolhendo os dois nomes de duas grandes atrizes: Audrey Hepburn e Ingrid Bergman. Sua avó era atriz aposentada que fez sucesso mediano quando mais nova, mas largou a carreira para casar com seu avô que era professor, por causa disso, ambos alimentaram sua paixão: cinema.

Aos 12 anos perdeu ambos, seu avô faleceu de infarte e sua avô de coração triste que não aguento perder seu grande amor. Alguns meses depois foi a vez do seu irmão com 19 anos, num acidente de carro. Com tantas perdas entrou em depressão que somente foi superada graças a sua psicologa que recomendou que ela fizesse uma atividade. Acabou escolhendo escrever no jornal do colégio já que adorava escrever, e então criou uma coluna onde fazia critica de filmes/séries/documentarios/peças de teatro e foi assim que escolheu o que queria fazer da vida.
Fez jornalismo na Universidade de Nova York e hoje trabalha para um site de entretenimento, onde sua parte principal é a critica dos materiais. Também esta fazendo pós e se especializando na área de cinema.

✗ Família ✗
Thomas O'Connor || Avô || Professor Literatura || 72 anos || Falecido
Pierce Brosnan
Mary Shaw || Avó || Atriz || 68 anos || Falecida
Meryl Streep

Os dois se conheceram num restaurante, ele era professor de literatura e ela no inicio da carreira, já tinha alguns filmes no seu curriculo. Foi amor a primeira vista, demorou só dois anos para se casarem. Dessa relação, teve somente um filho, Henry Spencer, já que teve dificuldade de terem um filho.
Ambos eram muitos felizes e grudados nos seus netos. Sempre mimando ambos, fazia questão de estarem presentes.
Thomas morreu de ataque cardiaco e Mary faleceu dois meses depois, por tristeza.

Henry Spencer O'Connor || Pai || Professor de História || 52 anos
Mark Strong


Elize Johnson || Mãe || Professora de Artes || 50 anos
Emma Thompson

São opostos de si e por isso se completam, enquanto Henry é o sério, a mãe é mais solta e por isso combinam. Sempre foram carinhosos e apoiavam seus filhos, nunca os impediram de seguirem o que acreditavam. Como trabalhavam muito, faziam o possivel para estar com os filhos. Depois da perda do filho mais velho e com sua filha em depressão, se tornaram mais unidos. Mesmo com a filha morando longe, arranjam um tempo para ve-la e sempre ligam. Os dois gostam muito de Leonard e fazem aposta de quando os dois vão ficar juntos.

James Gregory O'Connor || Irmão mais Velho || 19 anos || Falecido
Aaron Johnson

Como a irmã, seus dois nomes são homenagens a dois atores James Stewart e Gregory Peck. Quando Audrey nasceu, ele tinha só 6 anos e logo se tornou protetor da menina. Ambos tinham um bom relacionamento, as vezes brigavam, a maioria das vezes estavam juntos. James chamava a irmã de bonequinha por causa do filme "Bonequinha de Luxo", a personagem principal era interpretada pela atriz que veio seu nome.
Assim que se formou, foi para a universidade em LA e escolheu o curso de história, como pai, porém queria ser historiador. Mesmo com a distancia fazia questão de manter contato com a familia, principalmente com a irmã. Faleceu num acidente de carro, alguns meses depois da morte da sua avó.

✗ Par ✗
Leonard Ryder || 30 anos || Editor
Sebastian Stan

Leo viu Audrey pela primeira vez numa festa da universidade, ela era caloura do curso de jornalismo e ele estava no ultimo ano do mesmo curso. Como estava bebada, Leo a salvou de ser atacada por um cara que estava mais bebada que ela, como modo de agradecimento, ela o beijou e desmaiou. No dia seguinte, quando foi atras dela, não se lembrava do beijo.
Os se aproximaram, mas assim que ele se formou, os dois perderam contato e só voltaram a se ver quando ela foi trabalhar como redatora no site o qual ele era editor. A amizade cresceu e se transformou em algo mais forte, e logo o relacionamento mudou para algo romantico.

Mas os dois se amam tanto que não conseguem ficar juntos por muito tempo, ambos são parecidos e acabam discutindo algumas vezes e isso faz sua relação ser cheia de idas e voltas. Os amigos não entendem como eles conseguem ter uma relação assim e terem um relacionamento bem profissional no trabalho.
Uma curiosidade: logo depois que soube da surdez da moça e saber sua mania, ele aprendeu Linguagem de sinais e muitas vezes ambos conversam por essa linguagem e até mesmo discutem.

✗ Sua relação amigos ✗
Por ser a mais velha, é uma mãezona para o grupo. Sempre estando preocupada com todos e sempre disposta dar seu ombro para chorar e seu ouvdo para escutar os problemas. Ela não se importa de dar uma bronca quando tem que dar, para ela é algo natural.

✗ Algo a mais? ✗
Quando quer se isolar do mundo ou não querer escutar pessoas que a esteja irritando, ela desliga o aparelho e encarando a pessoa sem expressão.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...