~HiroNeko-Chan

HiroNeko-Chan
Chapeleiro Maluco
Nome: Hiro Dashi-Neko Hamada
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 4 de Março
Idade: 17
Cadastro:

Poesias


Postado

Poesias

Felicidade
Pinto as unhas de azul,
as mãos, a voz,
o coração,
e na mala aberta arrumo ventos,
pensamentos e o mapa azul da felicidade
feito com as pequenas linhas de todo dia:
parto montado na aurora
como num cavalo respingado de luz
:
Pétalas
Violetas derramam luz roxa
no parapeito branco da janela.
Toco em suas folhas de veludo escuro
- e por um momento
minhas mãos se tornam pétalas
:
Caixinha de Madeira Pintada
Abro a tampa da caixinha de música,
caixinha mágica:
as notas escapam
como pássaros entrelaçados,
como um sopro escapam.
São notas que dizem nuvem,
que dizem vento,que dizem saudade.
Por um instante meu corpo
também escapa da Terra
e vira música e vira nuvem
e vira vento.
Fecho a tampa da caixinha mágica
Olho pelo janela:
O tempo me olha
:
Esperança Pousada No Umbral da Porta
A manhã começa verde:
pulo da cama,
estendo os braços
para apagar os últimos
vestígios de um sonho,
mordo a maçã,
arrumo o mapa
do meu coração
e parto como um barco
de madeira antiga
para as surpresas do dia.
Pousada no umbral da porta,
a Esperança me olha
como folha verde na água,
como esmeralda encantada
:
Um Guarda-chuva Quase Cor da Chuva
A chuva apaga da memória
todos os dias de Sol,
apaga as cores - e em minhas mãos
nascem rios de melancolia.
No fundo do armário um guarda-chuva
espera paciente por essa tarde.
Ele me leva antigo e desbotado
por um mundo quase submerso.
No final da rua um arco-íris me espera...
:
Ouro No Fundo do Pote
No final do arco-íris
brilha o ouro no fundo do pote.
Para alcançá-lo basta
caminhar sem rumo
em tardes de chuva e Sol.
Basta olhar o céu
- e deixar o pensamento
virar nuvem, água, estrela,
cavalo comendo relva
úmida e fresca
nos imensos campos da memória,
onde cada instante
vira ouro no fundo do pote
:
Sol Esparramado Pela Calçada
Moedas de Sol salpicam
a calçada de amarelo
pintam a alma de alegria,
enchem o dia com pássaros
- e promessas.
Na calçada desenhada
de Sol
jogo amarelinha
com a Vida

Escutando: What If - Colbie Caillat
Lendo: O Mundo Pelos Olhos de Bob
Assistindo: Nada Mais, Nada Menos Que Nada
Jogando: Sorvete Na Neve
Comendo: Bolo de Chocolate Puro
Bebendo: Leite

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...