~RyuuKaji

RyuuKaji
Nome: BiΔ •ᴥ•
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 17 de Março
Cadastro:

~RyuuKaji


Não Desista de Escrever!

Postado

Não Desista de Escrever!

Há sempre aquele momento na nossa vida de ficwriter que travamos em absolutamente tudo. Nós temos as ideias, mas a história não anda; ou nós temos vontade de escrever, mas as ideias não chegam de jeito nenhum (e nem adianta ficar jogado na cama de cabeça pra baixo, nada ali flui).

Às vezes isso causa uma dor de cabeça e desesperança, fazendo com que desejemos jogar tudo pro alto e desistir desse mundo das fanfics. Afinal, pra que escrever mais uma história se tem milhares delas espalhadas pelo site, não é mesmo?!

Errado!

Erradíssimo, meu caro!

Vamos por partes. Nenhuma história é insignificante nesse site, não importa o tanto de views, favoritos e reviews que você tenha. Se você a escreveu e pensou “poxa, seria legal postar!”, então ela tem sim importância. E mesmo que o retorno não seja aquele tão desejado, ou que a dificuldade pra escrever acabe te desanimando, desistir de tudo não é a solução.

Sem contar que sempre vai ter um admirador da sua escrita. Pra você pode parecer que não tenha ninguém, mas em algum lugar o que você escreve é importante para essa pessoa, e ela não iria querer que você desperdiçasse seu talento simplesmente desistindo de tudo.

Então, como alguém que já passou por isso e pensou nessas coisas citadas, vou dar algumas dicas pra você descontrair sua forma de escrever.

Afinal, se passa de algo divertido para uma obrigação, não há mesmo motivo algum pra você continuar. E as minhas dicas são pra definitivamente tornar tudo mais divertido.




Drabbles são histórias curtíssimas de apenas 100 palavras. Pode parecer super fácil se olhar dessa forma, mas o desafio de contar algo para seus leitores em apenas cem palavras, e fazer tudo ter sentido, torna isso sensacional. Além do mais, nos ajuda a não enrolar na narração e dizer apenas o necessário. Nada muito demais, pra não encher linguiça, e nada muito de menos, pra não ficar sem sentido.

É uma forma muito gostosa e divertida de exercitar também o seu modo de fazer resumos. Sabe aqueles textões malditos da escola?! Se desafie a resumir cinco parágrafos em cem palavras, e vê no que dá.

Outra coisa, nos ajuda a nos “livrar” das ideias “a mais” que temos a todo momento enquanto estamos focados em uma história. Aquele famoso “tô escrevendo essa história, mas tendo ideias pra outras milhões”, sabe?! Então, pegue essas ideias novas e as transforme em drabble. Assim, ajuda a descarregar a mente e te manter focado na história principal. Depois, as que você mais gostou do resultado, separe para investir seu tempo e fazer algo maior. (Já fiz isso e deu muito certo, super recomendo!).

Mas atenção: Existem também as chamadas double drabbles, que são histórias de 200 palavras. Porém, atente-se com o nome. Não é uma drabble se tiver 99 ou 101 palavras, e não é uma double drabble se tiver 199 ou 201 palavras. Respeite o limite e use a categoria com sabedoria. ;D




Antes eu usava esse método, mas não o conhecia por esse nome. Para mim era apenas um modo de arranjar criatividade e escrever algo aleatório. Mas se fosse para traduzir, seria algo como “propostas de escrita”.

Não sei se alguém já teve alguma aula, de português ou de arte, onde o professor surge com aquela ideia de jerico de “Olhe para o quadro e escreva o que lhe vem na cabeça!” / “Leia tal verso e continue a história do seu ponto de vista”. Bom, as writing prompts são basicamente assim (mas menos chatas :P).

A maioria dos sites que surgem com essas ideias estão em inglês, mas basicamente ele te dá uma frase, uma situação, uma palavra aleatória, uma imagem ou qualquer coisa, e então você escreve a ideia que lhe surgir com tais materiais.

Diferente das drabbles, as WPs não tem nenhum limite de palavras, então se você quiser escrever 30, fique à vontade, assim como se você quiser escrever 3.000, também fique à vontade. O importante é você se expressar da sua forma e deixar fluir a ideia que lhe veio à mente.

Para quem quiser checar, aqui nessa página do FB para ficwriters, tem um post falando sobre isso com vários links de sites com WPs > https://www.facebook.com/theuniverseoffics/posts/1140572745954704:0 <
E também há esse post com algumas ideias em português, para quem quiser > http://listography.com/brunamorgan/642_coisas_sobre_as_quais_escrever_/listinha_bem_bonita__proc%C3%AA <




Sim, aquele famoso merchan, meus amigos! *risos* Mas com minha explicação vocês vão entender que é uma ideia excelente também!

Esse foi um projeto criado primeiramente para tirar os ficwriters dessa desanimação de “tá difícil de escrever, quero largar tudo!”, e com o passar dos dias também virou um projeto para que as pessoas aprimorassem sua escrita. Não foi bem de propósito, mas quanto mais você escreve, mais você melhora, claramente.

Foi uma ideia que surgiu das brilhantes mentes de @yangdoyin e @AnnykaArikin (e eu não digo isso só porque são amigas :P), e consiste em três níveis, sendo todos eles usando músicas.

Mas espera, juro que não é nenhum bicho de sete cabeças, vamos lá:

O nível 1 é basicamente o mais fácil. Você escolhe uma música apenas pelo título, e a impressão e ideia que o título te der, é basicamente a história que você vai fazer. Ou seja, a música inteira pode falar de amor, mas se o título fizer você pensar em tragédia, você é totalmente livre pra fazer isso;

O nível 2 você vai precisar de um pouco mais de atenção. Não importa o título, mas sim a letra. O que a letra tá te falando? Outra vez, pode ter uma conotação totalmente romântica, mas se você conseguir pensar em algo sangrento, e conseguir fazer existir semelhanças entre a letra e sua história, você é totalmente livre pra fazer isso;

O nível 3 já é um pouco mais complicado. A letra continua importante, mas agora ainda mais! Você vai precisar usar alguns trechos da canção em sua história. Aqui sua imaginação já fica um pouco mais limitada, mas ainda assim, tem como você pegar um 8 e transformar em um 80, desde que contenha as frases na história. Você é livre pra fazer o que lhe der na telha.

O mais gostoso desse projeto, é você fazer em grupo! Chame seus amigos que também escrevem e convença eles. Acredite, fica tudo divertido com mais pessoas.

“Mas espera Ryuukaji, como ocorre essa mudança de nível em um grupo? Quando eu sei que estamos em um nível e quando sei que devemos mudar pro outro?”

Bem… O objetivo principal é que todos participem. Então, seria justo que todos escolhessem uma música para todos os níveis, certo?! Com os participantes numerados de 1 até ??, o primeiro escolhe sua música do nível um, o pessoal escreve as histórias, depois o segundo escolhe sua música, o terceiro, e assim por diante, e quando todos tiverem escolhido e escrito suas histórias, vocês vão para o próximo nível.

É legal também atribuir um tempo limite para não acontecer a famosa “enrolação”. No grupo em que participo, usamos duas semanas para a entrega de cada história de todos os membros, mas se quiserem agilizar, pode ser apenas uma semana, ou se necessitar de tempo, três semanas.

Não há necessidade de postar em sites tipo spirit ou nyah!, mas é importante que você apresente seu texto ao grupo, assim todos opinam e se ajudam, dando dicas do que pode ser melhorado, elogiando e te enchendo de orgulho, e esses tipos de coisas. Tudo sempre na camaradagem. ;D

E você é livre pra fazer como quiser. Pode ser fanfic, pode ser original, pode ser poesia, pode ser receita de bolo, pode ser uma drabble, pode ser qualquer coisa que te fizer feliz. O céu é o limite!

Obs: Leiam as regras dos sites que vocês postam as histórias. Assim como não é aceito nada que faça apologia à drogas, violência, racismo, pedofilia, crime, preconceitos no geral, também não é aceito nas escolhas das músicas. Respeito acima de tudo.

MAS! Assim como todo projeto, há algumas outras regrinhas de participação que faz tudo ficar mais ajeitado. Porque se não há ordem, no final nada vai andar conforme deveria, e nenhuma história vai sair. O projeto vai virar uma dor de cabeça, e sua vontade de desistir de escrever vai voltar ainda mais forte.

Então vamos lá… São coisas básicas, porém necessárias:


*Comprometimento!*

Não custa nada você ter compromisso com o projeto, por mais que não seja para fins lucrativos e etc. Parece que não, mas seus amigos estarão na expectativa por saber a ideia que você arranjou em cada música nova.


*Mantenha a harmonia.*

Conviver com pessoas é complicado, todos sabemos. Mas evite a famosa “torta de climão” e brigas desnecessárias. Se houver algum desentendimento, se entenda com a pessoa em particular e não envolva os outros amigos. Fica um clima ruim para entregar as histórias e tira a graça do momento. Além do mais, nunca esqueça de prestar atenção aos avisos importantes e ajudar a manter uma conversa descontraída com os participantes. Sem piadinhas e conteúdos que constranjam ou sejam de mal gosto. Respeite seus parceiros.


*Imprevistos.*

Se acontecer de você não conseguir fazer a história de tal rodada, por causa de motivo x e y, avise os administradores do grupo, certo?! Se todos concordarem, até dá para adiar a entrega em alguns dias. \õ/


*Entregas.*

Marque o dia certinho no calendário, coloque despertador, lembrete e tudo o que tiver direito. Escolha o melhor horário para todos os participantes, e se divirtam na entrega! ;D


Se, por algum acaso, tiver alguém que não cumpra o que é esperado, os administradores têm total direito de retirá-lo do projeto, com consenso dos participantes. Assim como se houver algum incômodo ou descaso com o projeto.

É legal também colocar um limite de quantas histórias tal participante pode ficar sem entregar. Se estourar tal número, ele perde a chance de escolha da música. O número de faltas pode variar conforme o número de participantes, mas fica a critério dos administradores.

E, se por acaso, houver alguma desistência, comunique-se com os participantes e administradores, e despeça-se. Se for sua vontade e não houver problema, continue no grupo apenas para acompanhar o fluxo, bater aquele papo maroto e acompanhar as novas histórias. ;D

E se você leu até aqui e ficou com aquela vontade imensa de participar de um projeto, mas ainda tem dúvidas, entre em contato com as criadoras @yangdoyin e @AnnykaArikin, ou pode falar comigo mesmo ;D




Eu, particularmente, fiz as três dicas que dei, por isso que as usei de exemplo. Todas são muito funcionais e te ajudam a enxergar a escrita com outros olhos.

Lembre-se: Se a sua história virar obrigação, ao invés de diversão, é sempre melhor parar. Mas não o faça definitivo. Dê um tempo ao tempo, teste novas possibilidades, tente algo fora do normal. Você vai continuar inerte e sem resultado se não tentar caminhos diferentes. Não tenha medo de inovar, só vai fundo! *3*

Permalink Comentários (2)

[26/11/2016] 1 Ano de Troublemaker!


Atualizações do Usuário

Usuário: ~RyuuKaji
Favoritei o style
Style: Rolling thunder
Style: Rolling thunder
Primeiro style depois de muito tempo sem postar no site ;-; cr. x . x . x
Usuário: ~RyuuKaji
Favoritei a história
História: I&#39;m lost...
História: I'm lost...
Eu só vivo por ele e para ele, caso contrário eu estarei eternamente sozinha... |Projeto Escrita Criativa |Relacionamento Abusivo |Original |
Usuário: ~RyuuKaji
Favoritei a história
História: Rise of the Queen
História: Rise of the Queen
Com a dor se transformando em um grande reino, nada mais justo que uma rainha nascesse para governá-lo. ["Ascenção da Rainha" | Projeto Escrita Criativa (Grupo B) | One Shot |..
Usuário: ~RyuuKaji
Favoritei a história
História: Sinceramente, Maria
História: Sinceramente, Maria
Podemos encontrar conforto de várias maneiras. Às vezes no ombro de alguém querido, ou em uma consulta com um psicólogo. Encontramos conforto até mesmo em um simples verso de mú..
Usuário: ~RyuuKaji
Adicionei um novo capítulo
História: Wabi-Sabi
História: Wabi-Sabi
De personalidades tão distintas um do outro, tornaram-se amigos inseparáveis e aprenderam durante anos que a vida não era só feita de felicidades, mas também de declínios da vida..


Dados do Usuário

Twitter: https://twitter.com/ryuukaji