Amor sobre Escamas - Katherine


Postado

Amor sobre Escamas - Katherine

Fanfic da @Ankhy: Amor sobre Escamas


Só postando por causa da @ChelePlushie e da @DALUmoonie kk
Espero que gostem e a entendam :)



Nome Completo: Katherine Vitti Arantes
Apelido(s): Kath ou dedos leves
Razão do Apelido (opcional): Desenhava mapas para navegação da marinha - ainda não eram cartografias.
Data de nascimento: 01/06/1995
Idade (entre 18 e os 23 anos): 21 anos
Signo: Gêmeos
Gênero: Feminino
Orientação Sexual: Heterossexual

Personalidade (com detalhes): Tem uma personalidade forte, que foi sendo aniquilada pelo autoritarismo do padrasto. Então, passou a ser mais calada e com medo de mostrar suas opiniões e sentimentos. Prefere ficar na sombra do que se mostrar. Apesar de se mostrar bem realista e pé no chão, secretamente vive seu próprio mundinho, nas nuvens, esperando um mundo melhor.
Qualidades: É extremamente inteligente e perspicaz.
Defeitos: Não confia em ninguém - nem em si mesma - e pode se tornar extremamente possessiva.
Maior força em tempos difíceis: O juramento que fez para a sua irmã, que faria de tudo para ser feliz.
Maior fraqueza em tempos difíceis: Sentimento de incapacidade e impotência, pois sofreu isso dentro da sua própria casa.
Aparência (com detalhes): Cabelo negro, cheio e ondulado até a cintura. Olhos verdes e apavorados, acompanhados de sobrancelhas bem arqueadas e longos cílios. Nariz fino e boca delineada. As bochechas são um tanto quanto pálidas. Ela é magra, mas tem muito busto e as pernas trabalhadas, pelo tempo que ficava em pé, desenhando mapas. Seu corpo poderia ser escultural se não fossem as diversas marcas de mordida que tem por ele inteiro.
Altura: 1,58
O que a personagem pensa de si mesma (a níveis psicológicos e físicos)? Ela possui uma baixa auto-estima, além de viver com um sentimento de impotência dentro do peito. Tem consciência de sua inteligente e que tem muitas manias de repetição (não sabia-se na época que era TOC), mas não tem ideia de sua distimia.



Vícios: Estalar os dedos das mãos e tomar banho - assim se sente mais limpa (por tudo o que passou).
Fobias: Animais e homens desconhecidos (estranhamente, não tem claustrofobia)
Medos: Perder quem ama. Ela já perdeu demais.
Tem algum trauma? Vários. Principalmente de homens cruéis e de animais.
Tem algum transtorno psicológico? O que o causou? Distimia e TOC. Maus tratos do padrasto e assédio por meses dentro de um navio de carga.



História:
Katherine sempre foi muito próxima de sua família. Para ela, eles eram o seu mundo, pois ela não tinha contato com mais ninguém, nem com os vizinhos. A família sempre foi pobre, mas seu pai sempre cuidou para que ela e sua irmã mais velha tivessem todo o necessário. A mãe sempre ficava reclamando pelos corredores enquanto arrumava a casa, mas agradecia por ter se casado com um marido tão bondoso. Kath amava desenhar e lia os livros que seu pai trazia para casa, pois era um estudioso.
Quando ele morreu, com fortes dores de cabeça, ela só tinha 12 anos. A mãe de Kath ficou amedrontada por não haver um homem na família, então logo se casou com o primeiro que apareceu.
O problema de seu padrasto era o vício por bebida e jogos. Ele constantemente batia em sua mãe. Anne, sua irmã mais velha - 4 anos de diferença - sempre a escondia embaixo da cama quando toda a confusão acontecia. Certo dia, seu padrasto decidiu que era hora das meninas também colocarem dinheiro dentro de casa. Logo, a mãe cuidava da casa e Anne lavava e passava as roupas dos vizinhos mais ricos. O dom de Kath para o desenho foi descoberto, então ela passava dia e noite em pé, desenhando os mapas para a marinha (esse era o trabalho do próprio padrasto).
Com o tempo, ele passou a reclamar de como ela trabalhava lentamente e, então, começaram as pressões e ameaças para que tudo ocorresse o mais rápido possível - pois ele ganhava por quantidade. Quase sempre, ele usava cachorros para intimidá-la.
Aos 17 anos, sua irmã apareceu enquanto ela dormia. A mais velha usava um capuz e parecia pronta para sair de casa. Kath pensava que tudo não passava de um sonho. A irmã só falou uma coisa. Pediu para prometê-la que, acontecesse o que acontecesse, ela seria feliz. Lutaria pela sua felicidade. No dia seguida, soube que a irmã tinha sido entregue a caça às bruxas. Ela nunca soube o motivo.
Três anos depois, sem sua irmã para protegê-la e a mãe omissa, ela já tinha o corpo marcado por mordidas e odiava desenhar. Só conversava consigo mesma em voz alta, para ter companhia. Um dia, simplesmente um homem veio buscá-la. O padrasto apostou no jogo tudo o que tinha, o dinheiro, a casa… e ela. Foi vendida para um rico comerciante.

Transportada por um navio de carga durante meses, sendo a única mulher na embarcação, sofria constantemente abusos psicológicos e físicos. Nunca chegou a ser estuprada de fato, pois ‘‘não podiam estragar a mercadoria’’. Ela pertencia ao cliente. Porém, isso não impedia a tripulação de pegar nela ou querer ver o seu corpo.
Ela tentava fugir em todas as vezes que eles atracavam em algum lugar, pois a viagem era longe. Kath sempre era pega e castigada por isso. Em um desses dias, finalmente, conseguiu seduzir um dos homens responsáveis pelo seu cárcere, prendendo-o dentro da própria cela. Conseguiu fugir e se esconder pelas ruas de uma cidade desconhecida. Mas, sabia que eles não iriam parar até conseguirem-na de volta.

Sua única oportunidade foi um navio pirata que estava naquele momento recrutando novos tripulantes. Como sua escapatório para todo o inferno que sofria, se candidatou. Não tinha domínio de armas, nem navegação. Contudo, sua inteligência e o conhecimento dos mapas da marinha foram seu diferencial para ser recrutada.
Estranhamente, ela teve a impressão de que só foi recrutada porque o capitão sabia o que estava se passando. Que ela precisava daquilo para fugir. Mas, deve ter sido apenas impressão mesmo.



Posicionamento na sociedade (Nobreza, Clero ou Terceiro Estado/Povo): Povo
Bens econômicos (pobre, mais ou menos abastado ou rico): Pobre
Breve descrição dos pais ou dos responsáveis pela personagem: O pai morreu quando ela tinha 12 anos. A irmã foi entregue a caça às bruxas por motivos desconhecidos. A mãe se submete a todas as vontades do marido, seu padrasto.
Qual era a relação da personagem com aqueles que a criaram? Ela tinha um bom relacionamento com a mãe e a irmã, mas, desde que o padrasto chegou em sua casa, as coisas começaram a desandar e nunca mais foram as mesmas.
Tem irmãos(ãs)? Somente uma irmã mais velha, Anne. Ela foi entregue a caça às bruxas. Ela nunca soube o porquê.
Tem ou teve amigos importantes na sua vida? Não.
Se sim: Qual era a relação da personagem com eles? -
Teve algum animal de estimação? Sim, vários animais ao longo de sua vida. Mas, sofria muito com eles, pois o padrasto usava-os como instrumento de ameaça para com ela, sua irmã e sua mãe. Ela chegou a ser mordida algumas vezes. Ainda tem algumas marcas pelo corpo.
Qual a sua relação com os animais? Péssima.



Filosofia de vida: “Se você quer saber como um homem é, veja como ele trata os inferiores, e não os seus iguais."
Crenças pessoais: "Todos temos luz e trevas dentro de nós. O que nos define é o lado com o qual escolhemos agir."
Tem alguma religião? Foi incentivada pela mãe, desde pequena, a frequentar a Igreja Católica. Nunca questionou isso, nem quando a irmã desapareceu.
Caso não tenha ou esta não esteja na base do cristianismo, a personagem esconde a sua posição religiosa das outras pessoas? Tem medo de expor e sofrer as consequências que podem advir daí? -
Costuma ser preconceituosa no geral? Somente com homens desconhecidos.



Do que a personagem gosta (quanto a questões artísticas e culturais)? Ela é completamente apaixonada pela literatura. Passou a detestar o desenho, que amava, depois do trabalho forçado que sofreu durante anos.
E o que ela menos gosta? Jogos
Gosta de ler (especifique)? Sim, principalmente as obras de Shakespeare. Seu pai tinha a coleção em casa. Ela também gosta de Camões, mas tem dificuldades em lê-lo, por ser outra língua.
Gosta de música (especifique)? Nunca teve acesso à música, mas gostaria.
Tem algum passatempo? Leitura. Também gosta de falar sozinha.
Estudou? Até os 12 anos. Foi quando seu pai morreu, pois era ele quem a ensinava, já que era raro as mulheres terem estudo na época. Foi forçada a trabalhar logo em seguida, pelo padrasto.
Trabalhou (especifique)? Sim, trabalhava com o desenho de mapas para a marinha - trabalho este que pertencia a seu padrasto. Passava todas as horas de seu dia desenhando e sendo ameaçada física e psicologicamente por ele através de animais famintos, para terminar a entrega a tempo. Sem ganhar nenhum reconhecimento.

-> Favoritos
Cor:
Verde
Animal: Nenhum
Estação do ano: Outono
Comida: Pão assado
Sabor: Doce
Aroma: Terra molhada e páginas de livros
Outros: -

-> Desgostos:
Cor:
Preto
Animal: Todos, principalmente cachorros
Estação do ano: Verão
Comida: Biscoito mole
Sabor: Amargo
Aroma: Tinta fresca
Outros: -

A personagem é virgem? Sim
Se não: Com quem teve a sua primeira experiência sexual? Como foi? -
Se sim: Quais são as suas expectativas? Ela tem pavor ao sexo, pelos traumas que passou. As expectativas são bem baixas. Para falar a verdade, essa é a última coisa na qual ela quer pensar.
Já teve o seu primeiro beijo? Sim, com alguns homens do navio que gostavam de beijá-la.

O que a atrai numa pessoa? Mistério. A mente dela precisa desvendá-la.
O que não gosta numa pessoa? Apatia
Quanto ao amor, a personagem já se apaixonou? Ela acredita no amor? Nunca se apaixonou. No amor ela acredita sim, mas não tem certeza se encontrará alguém.

Acredita em amor à primeira vista e em destino? Não
Como seria o parceiro(a) ideal? Alguém capaz de lhe transmitir confiança e segurança. Mas, que, principalmente, tenha paciência com todos os seus fantasmas do passado, sabendo que ela tem seu próprio tempo. Apesar de negar, um homem romântico seria ideal.



-> Paquera:
Nome:
Lysandre
Apelido dado: Lys
O que a personagem gosta no(a) paquera? Sua paciência e calma na hora de resolver conflitos. Pois, geralmente ela fica bem tensa quando eles ocorrem.
O que não gosta? Como ele é muito reservado, ele tem medo de confiar nele.
Como é a relação entre eles(as)? Ela se mantém distante, e ele também, para não assustá-la. Eles basicamente chamam a atenção um do outro, mas apenas se olham de longe. Ficam se encarando, sem coragem para uma aproximação.
Quais foram as primeiras impressões? Teve medo dele, assim como de todos os outros. Mas, achou que ele parecia cruel.
Os pontos em comum: O amor pelas artes.
As divergências: Ela quer segurança e ele se arrisca demais.



Como a personagem reage a desconhecidos? Se for mulheres, ela reage com naturalidade; tenta ser simpática. Mas, quanto aos homens, ela mal consegue falar. Sua primeira reação é se retrair.
Já sofreu assédio? Como reage a tal? Sim. No início gritava e fazia muito escândalo. Depois de um tempo, só ficava parada sem reação, esperando tudo acabar. Então, chorava em silêncio.
Acredita em criaturas mitológicas? Não, apesar de gostar de ler sobre elas.
Como reagiria caso encontrasse uma? Encheria a criatura de perguntas para sanar todas as suas dúvidas. Pois, seria bom descobrir outro mundo que não fosse tão cruel quanto esse. No fundo, acharia que era apenas um sonho.

Quais são as suas motivações? Prometeu para a irmã que seria feliz.
Por que quer decodificar a mensagem? Quer encontrar o tesouro? Por quê? Quero decodificar o tesouro porque… Tenho medo de não ser mais aceita e eles me expulsarem do navio. Quem sabe, se eu me mostrar útil, continue com eles. Não tenho para onde ir. Além do que, vou poder me certificar que o Lys não se arrisque tanto.
Por que está disposta(o) a entrar num navio pirata ou num navio real? Tentando fugir do navio que estava anteriormente. Qualquer lugar é melhor do que o lugar que ela estava.
Como uma tripulante, sendo mulher, iria mascarar-se? Ou assumiria o seu gênero sabendo da futura discriminação? Preferia se mascarar, para se sentir mais segura. Porém, não teve tempo para isso. Ela assume o seu gênero.

Você quer cenas de sexo explícitas? Sim, porém tem que ser cenas mais românticas. O paquera tem que ir com calma com ela.
Tem noção que pode haver cenas de hentai/lemon/orange explícitas com outros personagens? Sim




Espero que vocês tenham gostado de conhecer a Kath! ;D
Link da Fanfic: https://spiritfanfics.com/historia/amor-sobre-escamas-6652440
Beijos <3

Lendo: Vampiratas
Jogando: Amor Doce

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...