~brianamc

brianamc
Life's a bitch!
Nome: Thay | taurina teimosa | shippadora compulsiva | viciada em interativas
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Apucarana, Paraná, Brasil
Aniversário: 6 de Maio
Cadastro:

[FICHA]Holy


Postado


𝒩𝑜𝓂𝑒 & 𝒮𝑜𝒷𝓇𝑒𝓃𝑜𝓂𝑒 & 𝒮𝒾𝑔𝓃𝒾𝒻𝒾𝒸𝒶𝒹𝑜
𝒜ntonella 𝐵eatrice 𝒞hiarelli

𝒜ntonella significa "valiosa", "sem preço", "de valor inestimável" ou “alimentada de flores”. É um nome italiano que funciona como diminutivo do nome Antônia, o feminino de Antônio. A origem do significado do nome é um pouco incerta, e muitos estudiosos acreditam que antes de chegar no latim o nome tinha origem em uma palavra etrusca.

𝐵eatrice Significa “a que traz felicidade” ou “viajante”. É a versão italiana de Beatriz, que vem do latim Beatrice, derivado da palavra beatus “abençoado”, beare “para fazer feliz”, significa “a que traz felicidade”.

𝒜𝓅𝑒𝓁𝒾𝒹𝑜
𝐸lla - É a abreviação de seu nome. Seu pai e seus amigos a chamam assim desde que ela se entende por gente.
𝒜bby - apelido dado por Carter, ele queria um jeito diferente de chama-lá então fez a junção das inicias de seu nome A+B.

𝐼𝒹𝒶𝒹𝑒 & 𝒟𝒶𝓉𝒶 𝒹𝑒 𝓃𝒶𝓈𝒸𝒾𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜
𝟣𝟩 anos | 𝒩asceu dia 31 de outubro sendo assim do signo de Escorpião.

𝒜𝓅𝒶𝓇𝑒̂𝓃𝒸𝒾𝒶
𝒯aissa 𝐹armiga

𝒜ntonella é dona de uma beleza bem simples e comum. Ela é dona de cabelos loiros escuros que sobrepõe por seus ombros até o meio das costas, em geral estão lisos como são naturalmente. O rosto é fino, mas possui formato oval que combina perfeitamente com seu nariz longilíneo e seus lábios finos e rosados. Tem um sorriso bonito com dentes bem alinhados, e com um charme extra pois quando sorri, surgem covinhas próximas aos seus lábios.
𝒮eus olhos tem um tom castanho que algumas vezes parece serem mais claro puxando para um tom de mel, os cílios são curtos e claro, tornando-se quase imperceptíveis.
𝒜 pele é clara e delicada, sem imperfeições, mas do tipo que fica marcada com muita facilidade. Tem o corpo delicado tendo seios medianos, cintura fina, quadris e bumbum medianos, as pernas são finas e longas, tudo bem distribuído em seus um metro e sessenta e três de altura.






𝒫𝑒𝓇𝓈𝑜𝓃𝒶𝓁𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒 [𝐸𝓈𝓈𝑒 𝑒́ 𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝓂𝒶𝒾𝓈 𝒶𝓋𝒶𝓁𝒾𝒶𝓇𝑒𝒾, 𝒸𝒶𝓅𝓇𝒾𝒸𝒽𝑒 𝓃𝑒𝓈𝓉𝑒 𝓅𝑜𝓃𝓉𝑜]

𝐻𝒾𝓈𝓉𝑜́𝓇𝒾𝒶
𝒜 vida de Antonella começou de forma trágica, não que a pequena criança entendesse algo, mas para seu pai a chegada dela foi algo que mudou a vida de todos.
𝒢abriela - a mãe dela - teve uma gravidez complicada, ela era jovem e um tanto inconsequente, não seguia as recomendações médicas, bebia e fazia uso de substancias ilícitas e foi durante uma noite de outubro que ela acabou entrando em trabalho de parto com sete meses de gestação. Em meio a uma festa de Halloween era dificil saber quem estava bem ou não, a ambulância demorou a ser chamada, o parto foi delicado e os médicos nada puderam fazer para salvar a jovem, que morreu para que a filha vivesse.
𝐿orenzo - seu pai - era um homem tão jovem quanto Gabriela, mas diferente da moça ele era responsável, mas por ironia do destino não sabia que seria pai até saber por amigos em comum o que havia acontecido.
Mesmo sem ver a mãe de sua filha após o fim de um breve namoro, ele sentiu carinho pela menina assim que a viu tão frágil.
𝐸le sempre fez tudo que podia por ela, a mimando além da conta e muitas vezes gastando quantias exorbitantes para agradar a filha. O homem trabalhava muito para conseguir uma posição melhor em sua carreira militar,consequentemente tinha pouco tempo com a garota, mas nem por isso a educação era menos rígida e conservadora do que a que ele mesmo teve.
𝒜ssim como a mãe, Antonella nasceu com mãos talentosas para as artes, desenhava e pintava lindamente desde muito cedo, porém tinha que manter tudo as escondidas, pois seu pai não concordava que ela investisse nisso e de certa forma não queria ligações dela com a mãe.
𝑀as a vida até então tranquila, mudou quando Ella tinha por volta dos quinze anos. Seu pai lhe apresentou Maya, uma empresária inglesa que havia se mudado para a Itália a alguns meses. Lorenzo e a mulher eram um casal apaixonado, e que já tinham planos de se casarem. Isso fez com que Antonella ficasse revoltada com o pai, ela sabia que ele tinha direito de ser feliz novamente, mas ela sentiu que aquela mulher não era boa como fingia ser.
𝒫ara completar o pacote, Maya tinha um filho da idade de Antonella, e quando ela o conheceu sabia que o garoto seria seu inferno particular. Porém contrário do que pensou, conseguiu tornar-se amiga de Carter, que revelou-se um garoto extremamente legal e bom, que mostrava ter um carinho especial por ela e que valorizava sem talento, isso fazia com que seu pai acreditasse que o apresso da menina se aplicava a madrasta também, mas Maya fazia-se de boazinha na frente do pai de Ella, mas pelas costas infernizava a menina, sempre tocando no assunto que mais lhe magoava, que era a morte de sua mãe em seu parto.
𝒬uando percebia o que a mãe fazia, Carter defendia Antonella, o que causava a ira da mulher e a incentivava a continuar tramando algo para tirar a enteada do caminho.
𝒰m fato em particular foi o que a mulher precisava para convencer Lorenzo a mandar a filha para um lugar bem longe deles. Ela persuadiu Lorenzo a obrigar Antonella a ir para um colégio interno, o homem não queria, pois sua filha era jovem demais para ir para tão longe dele, porém sua nova esposa ganhou o apoio de alguns conhecidos da família, para os quais ela espalhou tudo que havia acontecido e juntos convenceram o mais velho de que seria algo benéfico para todos e que ainda daria uma lição e um aviso para que a situação não se repetisse com os jovens próximos.
𝐸lla não queria ir de jeito nenhum, não tinha maturidade para ficar longe do pai, ela tinha consciência disso e também não queria afastar-se de Carter. Mas, mais uma vez a madrasta agiu de má fé fazendo com que o filho rompesse a ligação com Antonella, tirando de vez a garota de seu caminho.

𝒞𝑜𝓂𝑜 𝒻𝑜𝒾 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓃𝑜 𝒾𝓃𝓉𝑒𝓇𝓃𝒶𝓉𝑜
𝐸m resumo foi algo planejado por sua madrasta. Quando a mulher casou-se com seu pai a garota passou a ter convivência diária com Carter, o filho dela; Uma grande amizade surgiu entre eles, e isso incomodava demais a mulher, pois sabia que assim seria ainda mais complicado tirar a menina de seu caminho. O inevitável aconteceu e Carter e Antonella se apaixonaram, era algo diferente para ambos, um sentimento avassalador.
𝑀aya foi totalmente contra ao relacionamento deles e começou a armar planos para afasta-los, as mentiras eram bobas o inicio, mas logo tomaram proporções perigosas, levando o pai de Antonella ficar cego para a sua própria razão e ouvir apenas a esposa. O estopim para tudo foi quando a garota descobriu estar grávida, em total desespero acabou contando a Maya, que de inicio fingiu mudar e apoiar o romance dela e do filho, mas a mulher apenas se aproveitou da fragilidade da mais nova. Ela lhe deu um medicamento fortíssimo, alegando ser um tipo de vitamina, isso fez com que Antonella perdesse o bebê, mais do que depressa a mais velha contou uma versão distorcida dos fatos ao marido e ao filho, ambos ficaram chocados, Lorenzo ficou furioso, não queria que um escândalo assim manchasse a reputação da família então acatou a ideia de afastar a filha por um tempo, mandando-a para um colégio interno indicado por Maya. Já Carter ficou sem saber a verdade, estava magoado por saber que seria pai apenas quando o bebê já estava morto e furioso por acreditar que Antonella havia feito um aborto.

𝒪𝓇𝒾𝑒𝓃𝓉𝒶ç𝒶̃𝑜 𝓈𝑒𝓍𝓊𝒶𝓁
𝐻eterossexual, porém é curiosa, então com certeza ficaria com uma garota.

𝒢𝑜𝓈𝓉𝑜𝓈 & 𝒟𝑒𝓈𝑔𝑜𝓈𝓉𝑜𝓈

[𝒢]
Música | Chocolate | Desenhar | Livros clássicos | Noites estreladas | Frio | Magia | Lua e Estrelas |
Rosas brancas | Chuvas de verão | Gatos |

[ 𝒟]
Inveja | Injustiça | Pessoas que se acham superiores | Mentiras | Chá | Comidas apimentadas | Ficar longe das pessoas que ama

𝒬𝓊𝒶𝓁𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒𝓈 & 𝒟𝑒𝒻𝑒𝒾𝓉𝑜𝓈

𝐻𝑜𝒷𝒷𝒾𝑒𝓈
𝒟esenhar - Tão talentosa quanto a mãe, a menina desenha de tudo com facilidade impressionante, seu sonho é tornar isso sua profissão.


𝐿er - Desde pequena foi incentivada pelo pai a sempre ler, hoje em dia mantém o habito de sempres estar com alguma leitura em andamento.


𝐹azer artesanatos/costurar - Algo incomum para uma menina jovem, mas é algo que a acalma, sem contar sua destreza nesse tipo de atividade.


𝑀𝑒𝒹𝑜𝓈 | 𝐹𝑜𝒷𝒾𝒶𝓈 | 𝒯𝓇𝒶𝓊𝓂𝒶𝓈

[𝑀]
𝒩ão poder ter filhos - parece uma preocupação boba para uma garota de 17 anos, mas os médicos já lhe deixaram ciente que é possível que ela não consiga após ter sofrido o aborto.


[𝐹]
𝐻idrofobia: Fobia de água, a sua é causada por não saber nadar e por quase ter se afogado em um lago quando tinha 5 anos.

𝒞oulrofobia: Fobia de Palhaços.

[𝒯]
𝐻ematofobia - é uma patologia psicológica caracterizada pelo medo exagerado ou irracional de ver sangue. No caso dela, desenvolveu-se após a perda de seu bebê.

𝒜𝒸𝓇𝑒𝒹𝒾𝓉𝒶 𝓃𝑜 𝓈𝑜𝒷𝓇𝑒𝓃𝒶𝓉𝓊𝓇𝒶𝓁?
𝒮im. Nunca ocorreu nada que a fizesse crer, porém sabe que há coisas no universo que vão além do nosso conhecimento.

𝒜𝓁𝑔𝓊𝓂𝒶 𝒸𝓊𝓇𝒾𝑜𝓈𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒 𝑒𝓂 𝑒𝓈𝓅𝑒𝒸𝒾𝒶𝓁?


𝐹𝒶𝓂𝒾́𝓁𝒾𝒶 (𝒫𝒽𝑜𝓉𝑜𝓅𝓁𝒶𝓎𝑒𝓇 𝑒 𝓇𝑒𝓁𝒶ç𝒶̃𝑜)


Pai | 𝐿orenzo 𝒞hiarelli | 𝟥𝟨 anos | 𝑀ilitar | 𝑅epresentado por 𝒯om 𝐻iddleston
𝒮empre foi um homem muito rígido com a filha, seu lado conservador não o permitia demonstrar muito seus sentimentos, e isso de fato atrapalhou um pouco a relação entre eles, as conversas eram escassas, mas sempre conseguiam se entender. As coisas ficaram verdadeiramente ruins quando ele casou-se com Maya a passou a dar mais importância a mulher do que para Antonella, isso foi o fim de um relacionamento saudável entre pai e filha.


𝑀adrasta | 𝑀aya 𝒲ayland | 𝟥𝟨 anos | 𝒟ona de uma loja de roupas | 𝑅epresentada por 𝒢emma 𝒜rterton
𝒜 mulher entrou em sua vida apenas para acabar com tudo, pelo menos é assim que a garota julga. Trocavam farpas a todo momento, pois a garota não conseguia ver a dissimulação da mulher e ficar em silêncio, nunca se permitiu ficar quieta diante de provocações, e isso na verdade apenas piorava tudo. Sempre que pode, Maya fala coisas negativas sobre Antonella e acabava deixando o pai contra a garota.


"𝐼rmão" | 𝒞arter 𝒲ayland | 𝟣𝟩 anos | 𝐸studante | 𝑅epresentado por 𝒞ameron 𝑀onaghan
𝒞arter foi o amigo que Antonella nunca teve, era seu ponto de equilíbrio naquele lar dominado por intrigas, o garoto era atencioso, paciente e fazia ela sorrir com mais facilidade. Ela seria capaz de qualquer coisa por ele e sabia que ele o faria por ela também. Mesmo sem se verem a quase dois anos, o sentimento continua quase intacto.

𝒱𝒶𝒾 𝓆𝓊𝑒𝓇𝑒𝓇 𝓉𝑒𝓇 𝓅𝒶𝓇?
𝒮im ;)

𝐸́ 𝒱𝒾𝓇𝑔𝑒𝓂? 𝒮𝑒 𝓈𝒾𝓂 𝓅𝓇𝑒𝓉𝑒𝓃𝒹𝑜 𝒸𝑜𝓃𝓉𝒾𝓃𝓊𝒶𝓇 𝒶𝓉𝑒́ 𝑜 𝒸𝒶𝓈𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜? 𝒪𝓊 𝓅𝓇𝑒𝓉𝑒𝓃𝒹𝑒 𝓈𝑒𝑔𝓊𝒾𝓇 𝒶𝓈 𝒻𝓇𝑒𝒾𝓇𝒶𝓈/𝓅𝒶𝒹𝓇𝑒𝓈.
𝒩ão é mais virgem. Porém só terá relações novamente com alguém que ame de verdade, do mesmo modo que ela amava Carter.

𝐹𝒶𝓋𝑜𝓇𝒾𝓉𝑜𝓊 𝒶 𝒻𝒶𝓃𝒻𝒾𝒸?
𝒮im!

𝐼𝓇𝒶́ 𝒸𝑜𝓂𝑒𝓃𝓉𝒶𝓇 𝑒𝓂 𝓉𝑜𝒹𝑜𝓈 𝑜𝓈 𝒸𝒶𝓅𝒾́𝓉𝓊𝓁𝑜𝓈?
𝒮im, me esforçarei para conseguir!

𝒜𝓁𝑔𝑜 𝓂𝒶𝒾𝓈?
𝒩ão

𝒮𝒶𝒷𝑒 𝓆𝓊𝑒 𝒶 𝓅𝒶𝓇𝓉𝒾𝓇 𝒹𝑒𝓈𝓉𝑒 𝓂𝑜𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜 𝓈𝑒𝓊 𝓅𝑒𝓇𝓈𝑜𝓃𝒶𝑔𝑒𝓂 𝓂𝑒 𝓅𝑒𝓇𝓉𝑒𝓃𝒸𝑒 𝑒 𝑒𝓊 𝓅𝑜𝒹𝑒𝓇𝑒𝒾 𝒻𝒶𝓏𝑒𝓇 𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝓆𝓊𝒾𝓈𝑒𝓇 𝒸𝑜𝓂 𝑒𝓁𝑒?
𝒮im, estou ciente.

𝒰𝓂𝒶 𝓂𝓊́𝓈𝒾𝒸𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝒹𝑒𝒻𝒾𝓃𝒶 𝓈𝑒𝓊 𝓅𝑒𝓇𝓈𝑜𝓃𝒶𝑔𝑒𝓂 𝒶𝓂𝑜𝓇𝑜𝓈𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒
𝐿ana 𝒟el 𝑅ey - 𝒮ummertime 𝒮adness

𝒰𝓂𝒶 𝓂𝓊́𝓈𝒾𝒸𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝑜 𝒹𝑒𝒻𝒾𝓃𝒶
𝒢abrielle 𝒜plin - 𝐻ome


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...