O Primeiro encontro


Postado

Menina boba, feliz e sorrindo à toa, apenas por ter marcado um encontro com o menino que ela gosta. Seria a primeira vez que os dois se encontrariam. Se conheciam apenas por Internet. Afinal de contas, é possível se apaixonar por alguém que você só conhece pela Internet? Ela não achava isso possível, achava ridículo até. Mas quando conheceu ele, tudo mudou. Até aquelas músicas que pareciam idiotas e estúpidas, começaram a fazer sentido. Só quando se está apaixonado que algumas coisas fazem sentido. E sobre o que dizem que nos tornamos idiotas quando estamos apaixonados, bem...estão certos. Em alguns momentos, não pensamos racionalmente, apenas fazemos as coisas e às vezes nos arrependemos. Pobre garota, agora apaixonada por um garoto que ela tem ideia de que o relacionamento pode nunca dar certo, mas mesmo assim ela passa horas e horas pensando nele, às vezes deixa de prestar atenção no mundo, apenas para pensar naquele garoto, aquele que a faz acordar todos os dias com um sorriso no rosto, aquele que a faz suspirar, que a faz rir, que a deixa feliz, aquele pelo qual ela seria capaz de cometer certas loucuras.
Ela se arruma toda, demora horas procurando pela roupa certa, nunca foi de se preocupar com isso, mas aquele garoto a deixava nervosa, a deixava insegura e particularmente ela não gostava disso.
Era chegada a hora, ela já estava no local marcado esperando por ele. De repente sente seu coração disparar e quase sair pela boca, então percebe que era ele, o garoto que ela esperava estava vindo em sua direção.
Ao chegar perto, ele diz
-Oie, finalmente a gente vai se conhecer melhor.
-Depois de tanto tempo tentando.-ela responde e os dois riem. Aquele sorriso que ele deu, ela jamais esquecerá, tão lindo e simpático
Os dois conversam pela tarde toda. Bem...no começo foi meio difícil, os dois eram tímidos, porém conforme foram se conhecendo melhor, a vergonha foi se dissipando.
-Eu acho que eu deveria ir embora. Está ficando tarde.- Ele diz.
-Tudo bem.
Os dois vão até o ponto de ônibus mais próximo.
-Me diverti bastante hoje, você é muito legal e divertida. -Ele diz sorrindo.
Naquele momento ela sentiu como se fosse desmaiar, na verdade ela gostaria de dizer várias coisas a ele naquele momento, porém nenhuma palavra saia de sua boca. Ficou apenas imobilizada.
-Eu também me diverti muito, você é muito simpático.- diz sorrindo.
A mesma avista um ônibus vindo.
-T...tem uma coisa que eu gostaria de te dizer. A verdade é que eu te amo como nunca amei alguém. Esse foi o melhor dia da minha vida.- Ela olhou para ele e o mesmo a encarava sem reação aparente - Eu sei que pareço uma idiota dizendo isso, mas eu realmente precisava dizer... -Naquele instante ela foi interrompida por um beijo, um beijo calmo e quente, o beijo pelo qual ela esperava havia muito tempo, o beijo que ela sempre sonhara. Seu primeiro beijo. A espera valeu cada segundo daquele beijo. Assim que o beijo acaba, por falta de fôlego, os dois se afastam. -...que te amo.-ela diz sorrindo.
Os dois se beijam novamente.
O ônibus encosta.
-Eu acho que é o seu ônibus. -Ela diz um pouco desanimada. Ele então olha para ela.
-Eu acho que posso pegar o próximo. -diz e os dois sorriem. Ele então pega no queixo dela e levanta sua cabeça.- Eu também te amo, amo desde que fomos nos conhecendo melhor e hoje tivemos um dia incrível e pude ter certeza de que te amo de verdade. -Após essas palavras, ele a segura pela cintura e a beija novamente. Ele realmente tinha muita pegada e ela adorava isso. A mesma passou seus braços em volta do pescoço dele e assim o beijo foi se intensificando. E aquele dia terminou com os dois sabendo que um gostava do outro e tinham conhecimento de que aqueles não seriam os últimos beijos que dariam um no outro e nem que aquele seria o último encontro deles.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...