~Bstar88

Bstar88
Nome: Wend
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 31 de Dezembro
Idade: 18
Cadastro:

Ficha The House of the Chosen (Interartiva)


Postado

Ficha The House of the Chosen (Interartiva)

Contato

Nick do Spirit: Btar88
Link do Spirit: https://spiritfanfics.com/perfil/bstar88
Posso te adicionar? Sim fique a vontade <3

Dados Pessoais

Nome: Park Yong Bin
Nacionalidade: Coreano com descendência Japonesa.
Cidade natal: Seoul
Idade: 19
Data de nascimento: 21/04/1997
Altura e peso: 1,85/ 1m 85cm
Tipo sanguíneo): AB
Apelidos (porque dele? Gosta ou não?):
Ice Heart: Seus amigos o chamam assim por ele ser frio em relação aos sentimentos das garotas que já se confessaram para ele.
Usagi: Seu irmão caçula o chama assim, por ele o achar parecido com um coelho...
YonB: Algumas pessoas próximas, e aqueles que não conhecem seu apelido Ice Heart.
Yoon: Sua prima deu este apelido pra ele. Se ele gosta? Sim, muito.


Perfil
Personalidade:
Yong Bin é um rapaz tranquilo que gosta de aproveitar o silêncio e observar as coisas. Tenta sempre evitar ficar com raiva ou irritado por ter medo de não poder controlar o seu lado mau, por isso quando esta com raiva não gosta de ninguém por perto, vai para um lugar isolado e desconta toda sua raiva lá. Tem um grande medo que por conta de sua raiva possa machucar alguém por não ter tido força o suficiente para trancar seu pior lado e assim se tornar alguém como sua mãe...

Quase sempre esta tentando reprimir seu sorriso por que pode atrair pessoas e ele tem medo de não saber lidar com a perda dessas pessoas depois. Por isso é considerado um pouco frio com as pessoas. É muitas vezes curioso, principalmente se é algo relacionado a sentimentos e emoções.
Não é uma pessoa muito social, por não conseguir lidar muito bem com as pessoas então prefere ficar sozinho, mas é atraído facilmente por pessoas alegres e divertidas ele sempre vai querer estar com pessoas assim, por serem ao contrario dele.

Não é muito racional muitas vezes acaba agindo por impulso, sem ao menos perceber.
Não tem medo de dizer o que pensa ou o que sente, gosta de ser direto e verdadeiro com seus sentimentos. Não tem um pingo de vergonha na cara quando se é para pedir algo, principalmente comida. É infantil e não sabe quando é a hora de parar com suas brincadeiras que são consideradas de mau gosto. Tem uma grande facilidade para entrar em brigas e grande dificuldade para sair delas. É alguém vingativo, sempre bola um plano extremamente torturante para aqueles que fizeram mal para ele ou alguém próximo dele, também é alguém que guarda rancor e planeja vingança essa que por muitas vezes são diabólicas.
É muito desligado para coisas como o sentimento, pode até ser direto com seus sentimentos, mas não os percebe tão facilmente.

Pode ser um pouco tímido, principalmente quando recebe elogios por algo que tenha feito ele não sabe como lidar e nem como responder quando entra em alguma situação assim, por isso fica sem palavras e as vezes, dependendo da situação, fica corado. É alguém que procura sempre se esforçar naquilo que faz, não consegue não se dedicar com todas suas forças em algo, por menor que seja, ele fará o seu melhor para que de certo.
É muito ciumento com suas coisas e pessoas. E quando acontece ele vai apenas dar dicas e guardar para si. Em alguns casos ele pode agir sem pensar e mostrar seus sentimentos de ciúme, mas logo se arrepende por ser muito orgulhoso.
Obstinado e teimoso, não admite que outro esteja com razão, ainda que no fundo saiba que está errado. O sarcasmo é constante em sua vida, sempre ironizando as coisas.



Historia (desde quando nasceu até os dias atuais):

Yong foi o fruto de uma emboscada, sua mãe era uma bruxa que queria alcançar a imortalidade, e faria de tudo para conseguir tal coisa. E o que ela mais precisava para conseguir seu desejo era um vampiro, um livro de magias negras e uma criança gerada por ela com o vampiro.
Ela queria ser imortal, e quem seria melhor que os vampiros pra isso? Mas eles tem fraquezas e ao invés dela se tornar uma e ficar dependendo do sangue por toda eternidade. Ela resolveu alcançar a imortalidade com o método do livro.

E por causa dessa ambição com a imortalidade Yong nasceu. Sua mãe iria o usar em seu ritual da imortalidade, mas o vampiro a impediu antes que ela conseguisse completar o ritual. Como essa vampiro era casado ele não podia ficar com Yong.

A tia de Yong se voluntariou para cuidar da criança, e o vampiro não se opos já que ele gostava dela. Então ele foi mandado para morar com sua tia, que também era uma bruxa, porem muito melhor que sua mãe. A tia dele era casada com um vampiro e teve uma filha que já tinha um ano enquanto Yong tinha apenas meses de idade.
Naquela casa ele teve uma boa educação, sua tia tentou ensinar para ele o melhor que podia, deu toda a educação que ele necessitava e o carinho também, mas nunca seria o suficiente por não ter sido da mãe verdadeira dele, mesmo assim ele ainda tinha um grande carinho pela sua tia. Yong Bin cresceu apegado com sua prima, os dois viviam pra baixo e pra cima se metendo em confusões.

Ele cresceu sem saber quem era o seu pai. Sua tia optou por esconder isso dele, e contar apenas uma parte da historia, a que fosse menos traumatizante, mas ainda assim era doloroso. Não era fácil para uma criança saber que sua mãe só o teve para saciar um de seus caprichos de beleza, ou seja, a imortalidade. E apenas por saber isso ele renegava seu lado bruxo e não fazia muito gosto de saber qual era o seu outro lado, por que não faria muita diferença para ele.
Sua vida continuava como o de costume, as vezes ele tinha uma grande vontade de beber sangue, mas achava isso um desejo absurdo.

Quando ele já tinha doze anos, seu pai resolveu entrar em contato com ele, ou quase, enviou alguém para convidar o garoto para ir morar com ele por alguns anos. Alegando que agora o garoto teria chances suficiente para sobreviver a ira da mulher dele. Também prometeu que o ajudaria com seus poderes ensinaria o básico...

Yong ao saber da noticia só sentia raiva e desprezo. Desprezo por saber que o seu pai era um vampiro. Apesar de já ter tido algumas dicas, como sentir vontade de beber sangue, e as vezes até mesmo via a aura das pessoas, ele ainda tinha esperança de não ser o filho de um vampiro, que é uma coisa muito rara de se acontecer.. podia muito bem ser seu lado bruxo falando, mas sua prima alegou que bruxos não falam com mortos ou veem a aura de pessoas.

Ele não sabia como reagir a tudo aquilo, pensava se renegaria esse lado assim como fazia com o lado bruxo.
Isso na cabeça de uma criança não era nada fácil, ele começou seriamente a pensar em fugir, mas percebeu que onde quer que ele fosse de um modo ou de outro seu pai iria saber onde ele estava.
Mas aquilo não era o que ele queria ele ainda Sentia-se muito magoado, por que justo agora seu pai resolveu se manifestar em querer que Yong fosse morar com ele? Não estava forçando muito a barra não? Nunca se preocupou em entrar em contato com ele, e agora do nada queria que o garoto fosse mora com ele
.
A tia do garoto insistiu para que ele desse uma chance e fosse ver o seu pai pela primeira vez. Ela achava que aquilo poderia acabar com aquele ressentimento que ele tinha, ela queria que ele apagasse isso, para poder ter uma boa vida junto com eles. A contra gosto Yong foi para o submundo. Ao chegar na casa do seu pai ele se sentiu no inferno, literalmente, aquele lugar era quente e sufocante a aparência externa também não era agradável. Fora aquelas milhares de almas gritando. A única coisa boa que poderia ser considerada naquele lugar era a sua madrasta, ela era alguém de bom coração, apesar de não ser muito fiel, mas não era como se o pai dele não merecesse também.
Mas no final ele não encontrou com seu pai, seu ódio e ressentimento por ele foi maior do que sua força de vontade. Ódio por ele nunca o ter o contatado, e ressentimento por ele o ter abandonado aos cuidados da mãe bruxa dele. Então ele fugiu do submundo, mas não teve coragem de voltar para a casa de sua tia, como ele avia prometido que tentaria resolver seus problemas com o pai.
Naquela época ele ainda tinha 12 anos e não podia se sustentar nem se virar sozinho, foi por sorte ou talvez o destino, ele conheceu um homem muito bondoso que o ajudou ao ter o encontrado na rua, o deu comida e abrigo. Havia algo nesse homem que o fazia se sentir seguro, então ele começou o ver como um pai, afinal ele dava esse sentimento ao garoto...
Quando ele finalmente voltou para a casa de sua tia em Seul, já tinha seus quinze anos completos. Ele foi recebido com muito carinho, mas foi muito repreendido por ter fugido e só ter aparecido lá depois de três anos. Mas a pior coisa que poderia acontecer foi uma presença que o desagradava muito. Sua mãe agora arrependida voltou e queria se reconciliar com ele. Mas não foi fácil para ele a perdoar ainda mais quando ele tinha uma cicatriz que o lembrava a todo instante o que ela avia feito, mesmo assim ele resolveu não a perdoar assim como fez com seu pai. Talvez a única coisa boa daquela visita foi seu irmãozinho que o chamava de Usagi.

O que ele mais estranhou/sentiu falta quando voltou foi sua prima não estar mais na casa do seus tios. Sua tia havia contado que chegou a hora dela ir para o lugar seguro que eles tanto falaram antes, o lugar para aonde ele iria também quando completasse dezesseis anos.
As coisas estavam ficando difíceis para ele, ainda não avia completados seus dezesseis anos, mas os monstros já começaram a aparecer.
Eram fracos e ele conseguiu os derrotar com facilidade, mas estava ficando cada vez mais difícil para ele a convivência ali.

Era perigoso para os seus tios, apesar de não serem os alvos ainda corriam perigo de morrerem.
Era hora dele começar a se preparar para o pior e melhorar suas habilidades, então ele resolveu ir ao submundo e aprender algumas coisas, não com seu pai, mas com alguém muito próxima a ele, e também melhor que ele, como ela sabia algumas coisas seria capaz de o ajudar.

Yong ia pelo menos uma duas vezes por semana pro submundo, antes ele ia com mais frequência, mas por causa do aumento de monstros vindo atrás dele ele teve de diminuir, mesmo que ele estivesse no submundo não era tão fácil para ele escapar dos monstros. Suas aulas com Perséfone tiveram um bom resultado.
Um dia quando ele saia do submundo em seu caminho de volta para a casa dos seus tios ele se deparou com dois monstros que ele conhecia como quimeras, um era uma quimera hibrida de leão com uma cabeça de cabra, já o outro não fugia muita dessa aparência, apenas no lugar de sua calda era uma serpente.

Naquele momento ele pareceu ter entrado em choque, de todos os monstros que avia enfrentado estes eram mais feios, mais fortes e saltavam fogo pela boca. Se não tivesse se jogado a tempo no asfalto ele estaria torrado agora... Seus extintos finalmente começaram a funcionar assim que ele se lembrou do presente que ganhou de Perséfone antes de se retirar do submundo.
Com muita dificuldade ele conseguiu alcançar a mochila dele que ficou caído no chão a mais ou menos um metro de distancia.
Mas não era de tão grande ajuda assim... Como se uma pequena adaga de ferro fosse o salvar de duas grandes quimeras...
Ao segurar aquela pequena adaga, ele não ficou mais forte, mas ficou mais confiante depois de ter acertado alguns golpes na Quimera. Mas ainda sim foi muito difícil de ataca-las, não eram tão fáceis de lidar como os outros monstros com quem ele já lutou... Quando estava prestes a cravar a adaga na garganta da quimera, tomando o máximo de cuidado possível, para não ser acertado pela cabeça de bode, depois de ter cortado a cauda cobra, ele foi pego de surpresa pela segunda quimera que com uma grande força o lançou a quatro metros longes com sua cabeçada de bode.
Naquele momento ele sentiu uma dor tremenda ao se chocar com o chão, talvez aquele barulho de ossos quebrados tenha sido seu braço, ou sua perna. Não sabia definir de onde as dores vinham na hora a única coisa que se passava em sua cabeça era que não conseguiria fugir, e sua triste vida iria chegar ao fim...

As quimeras estavam prontas para dar seu golpe final quando de repente dois garotos apareceram do nada, um deles segurava no ombro do outro, enquanto esse segurava algum tipo de arma que brilhava muito, um brilho muito semelhante a raios...
Depois de aquela arma disparar algum tipo de raio, as quimeras fugiram para algum lugar. Enquanto os garotos sorriam vitoriosos
“Graças ao filho de Zeus.” Disse de um jeito brincalhão o garoto maior, de cabelos coloridos, para o menor de cabelos prateado.

“Olha ela finalmente chegou...” Disse o garoto de cabelos prateados apontando para uma garota muito familiar pro Yong, que agora estava sentado so observando o que estava acontecendo ali.
A garota se aproximou de Yong e o abraçou apertado, o que o provocou muita dor.
Yong apesar de sentir dor estava muito feliz. Feliz por estar vivo e por ver sua prima novamente. Depois daquilo tudo, ele foi para casa com ela e seus dois amigos, lá ela o ajudou fazendo alguns curativos. Depois disso ela o ajudou com as coisas para ele ir morar em Chosen.

Agora começa sua verdadeira jornada, apesar dele já saber o que é ainda procura por essas suas respostas, procura descobri mais sobre ele e espera que agora ele possa descobrir....
Chosen agora era sua nova casa..

Família (nome, idade, trabalho e relação (caso seja um deus não precisa dizer o trabalho e a idade, e caso seja um vampiro não precisa dizer a idade)):

Seu pai é Hades

Ele nunca o conheceu pessoalmente, até chegou a ter uma oportunidade, mas não o fez. Por nutrir certo ódio pelo pai, e também pelo mesmo o ter abandonado e não o ter procurado antes...
Também ele não sabia que o seu pai o havia salvado se sua mãe. Por ele não saber dessa informação ele tenta não se envolver com o pai.

Sua mãe é Park Na Ri. Não se sabe sua idade ao certo, nem no que trabalha. A relação entre eles nem da pra se dizer que é uma relação. Apesar de ser a mãe dele eles nunca tiveram contato, e ele não deseja ter, a viu apenas algumas vezes e não se lembra como seu rosto se parece nem no que ela trabalha, muito menos sabe a idade dela.
E ele prefere assim, não gosta de ter lembranças de uma mulher que não merece ser chamada como mãe.

Seu irmão mais novo é Park MinHo, tem 6 anos. Eles não são muito proximos por causa do ódio e rancor que Yong tem pela sua mãe, mas ele adora o seu irmão que o chama de Usagi, que seria coelho.

Amigos (nome, idade, trabalho e relação):


[centro]Kim Won Jin, tem 17 não trabalha por enquanto.. Os dois são meio irmão, mas no começo não sabiam. Até tinham certa rivalidade, mas depois de muita conversa descobriram algumas coisa em comum e assim ficaram mais amigos, mas as vezes ainda se estranham.


Suzy Bae, tem 19 anos, não trabalha.
A relação entre eles é muito boa, os dois cresceram juntos então conhecem um ao outro muito bem. Yong a vê como uma irmã mais velha por isso ele a chama de Suzy noona.


Thunder/ Taeyong, tem 20 anos. Se tornaram amigos por causa de Suzy, ela avia pedido a ajuda dele para achar seu primo, e Thunder a ajudou quando encontrou Yong ele e seu outro amigo Night o salvaram de duas Quimeras.



Night/ Suga/Min Yoongi, tem 22 anos. Eles se tornaram amigos por causa de Suzy. Os dois estão sempre planejando alguma coisa, como invadir o escritório do diretor Edward e pregar algumas peças, por causa do poder de teletranporte de night eles quase nunca são pegos.


Inimigos (pelo menos alguém com quem tenha uma possível rixa. Nome, idade, trabalho e relação):

JeonGhan, tem 19. não trabalha. Desde o dia em que Yong começou a andar mais com Suzy, Jeonghan começou a nutrir um certo ódio por Yong, ele não sabe que os dois são primos e Jeon gosta de Suzi...


Hyuna, tem 20 anos. Trabalha na loja de armas. Hyuna e Yong nunca tiveram uma boa relação, os dois são praticamente inimigos numero um.. Hyuna não gosta da altura, da pele, dos olhos, do sorriso, de tudo em Yong. E o Sentimento é reciproco, Yong a detesta e não gosta de nada na garota.


V/ Kim Taehyung, tem 18 anos. Trabalha na cafeteria.
Os dois antigamente eram amigos, até que V começou a se afastar, no começo Yong não sabia o porque, só mais tarde ele descobriu que V estava saindo com a garota de quem Yong gostava naquela época. E por V não ter contado que ja estava namorando com a garota sua amizade decaiu até o ponto deles brigarem de verdade com direito a soco e a poderes...

Gosta e desgosta:
Gosta:
Mexer no celular o dia todo, Ler livros de terror, cantar musicas trocando algumas palavras e significado,
batatas fritas, doces, refrigerante, praticar esportes, principalmente natação... Lutar, criar musicas, tocar guitarra. Dormir, sair de noite, conversar com sua prima sobre varias coisa. Gosta muito de receber cafuné na cabeça, sempre que Suzy faz cafuné nele ele acaba dormindo. Jogar video game, pode até ficar o dia todo jogando se não for por sua prima o tirar do quarto.

Desgosta:
Acordar cedo, lugares muito cheios, areia, legumes, estudar o dia todo. Sua prima o incomodando par ele estudar. O seu professor de astrologia. Pessoas que gritam, invasão de privacidade, ser enganado, que escondam algo dele.

Favoritos ( cor, número, filme, livro, programa, artista, música, comida, cidade, jogos, objeto, animal, série de TV, acessório e personagem):
Cor: Azul e preto.
Numero: 31
Filme: Werewolf boy, por achar a protagonista muito bonita.
Livro: Nosferatu (Joe Hill)
Artista:Jessica Alba.
Música: Fly (Got7)
Comida: Tudo que tiver batata frita, e refrigerante.
Cidade: Tóquio e New York.
Jogos: Call of Dut, Warcraft, devil may cry..
Objeto: Adaga de ferro e prata que ganhou de Perséfone. E um colar que ganhou do Homem que o ajudou quando ele era mais novo.
Animal: Gosta muito de gatos e cobras.
Serie de tv: Two and a half Man
Acessórios: pulseiras, cintos, bonés e toucas. E seu único colar.
Personagem: Dean Winchester

Hobbies:
escrever musicas.
Desenhar enquanto esta de cabeça pra baixo. Tocar guitarra. Cantar musicas aleatórias enquanto troca a letra e o sentido das palavras. Ouvir musicas enquanto esta deitado.
Aprender coreografia de musicas de Kpop.

Manias/costumes/hábitos:
Tem o habito de olhar pra um lugar e ficar olhando sem prestar atenção em volta.
Tem mania de largar as chaves de casa em qualquer lugar.
Tem o costume de coçar atrás do pescoço quando esta entediado.
Também tem o pessimo costume de dar de ombros...
Tem mania com os dedos, fica sempre estalando eles varias vezes.
Costuma fazer sons irritantes com a boca.

Medo/fobias/traumas:
Medo: Tem um grande medo de não conseguir controlar seu lado mau e acabar por machucar as pessoa em sua volta.
Tem Acrofobia: fobia com altura. Toda vez que é posto em lugares altos, começa a suar frio e ficar tonto, não demonstra isso por que não quer parecer fraco

Qualidades e defeitos:
Qualidades: Sua voz, é uma de suas grandes qualidades. seu sorriso, sua honestidade. sua lealdade com seus amigo.(fará de tudo por seus amigos).
Defeitos: Seu ciúmes, sua frieza em relação ao sentimento dos outros, sua grande teimosia por não aceitar estar errado, sua infantilidade, seu orgulho, as vezes é mais alto que á razão. E sua incapacidade de ser sensível.




Aparência

Ulzzang primária: JinYoung
Fotos:






Ulzzang secundária: Jaehyun
Fotos:






Estilo (descreva-o e mande fotos de como se veste em festas, encontros, treinos, pijama, biquíni, e aulas):
Possui modificações corporais (tatuagens ou marca de nascença)? Se sim, como é (foto da tatuagem ou marca):

Mesmo tentando, ele não consegue se desviar muito do estilo
Casual:



Em festas:




Em encontros:




Em treinos:




Em pijama:





Em roupa de banho:




Em aulas:





Tatuagem:




Campus

Você é? (sua especie): Semideus
Qual seu poder? (de acordo com sua espécie, pode ter no máximo 3 poderes):
Recuperação Obscura: pode recuperar machucados quando é local escuro ou à noite, amplifica sua capacidade de cura, fazendo com que regenere-se mais rápido. Como ele ainda não tem muito controle sobre seus poderes, recupera apenas ferimentos leves.
Com aperfeiçoamento ele pode curar ferimentos profundos e a energia, quando esta noite ou em locais escuros.
Fogo Infernal: Pode controlar e manipular o fogo negro livremente, também podendo o usar em e ramas ou como proteção, porem como ele preferia evitar seu poderes de filho de Hades não sabe controlar muito bem.

Levitação Obscura: É a capacidade que um filho de Hades tem de fazer qualquer coisa levitar, ganhar vida ou atacar quem ele quiser.:
Ele só foi descobrir esse poder quando entrou pra Chosen, antes disso ele não sabia que tinha. Por esse motivo ele não sabe controlar muito bem, o máximo que consegue por enquanto é levitar coisas.

Mora ou irá morar no campus?: Mora no campus, já faz pelo menos 2 semanas, desde que sua prima o salvou e o levou para lá...
Como foi ou irá para o campus? (seja criativo, e lembre-se da dica que deixei nas regras):

Quando atingiu seus 16 anos ele foi atacado por alguns monstros, mas conseguiu se livrar deles muito fácil, apesar de não saber usar seus poderes muito bem na época.
Ele foi avisado por algumas pessoas próximas que isso iria acontece já que a proteção só durava até os dezesseis ano, dando tempo suficiente para poderem saber como se virar sozinhos, até encontrar Chosen.
Sua prima Suzy, foi para Chosen antes dele, por ser mais velha. Enquanto ele não queria ir para lá, então optou por treinar seus poderes com a única mulher que podia saber truques de como usa-los, por ela ser a mulher da raiz dos poderes dele.

Quando voltava de seu treino com Perséfone, no caminho para a casa de seus tios ele foi atacado por duas Quimeras, uma era apenas híbrido de leão com cabra a outra era híbrido de leão, cabra e cobra.
Aquela era a primeira vez que ele avia visto uma quimera em sua vida, já tinha lido em historias, mas era sua primeira vez enfrentando tal monstro.
E as coisas só pioravam, assim que aquele monstro enorme começou a saltar fogo pela boca, Yong percebeu que suas chances de vitória erram quase nulas. As aulas que Perséfone havia lhe dado de repente não faziam sentido nenhum, também não era de se esperar muito , ela era apenas a esposa de seu pai, não tinha como saber muito sobre lutar ou controlar um poder que ela não tinha.
Depois de ter se jogado no chão para fugir do fogo ele consegui ver sua mochila, que acabou deixando cair quando corria do segundo Quimera.
lembrou de algo útil que Perséfone avia lhe dado, correu até sua mochila e o mais rápido possível procurou pela adaga de ferro e prata, assim que a alcançou, a empunhou contra uma das quimeras que pensou duas vezes antes de pular em cima dele.

Aquela adaga não o fazia mais forte, mas o deu coragem para lutar.
Sua luta era claramente desvantajosa, mas ele conseguia se virar, conseguiu pelo menos degolar a cobra deixando apenas as cabeças de leão e de cabra.
Alguns de seus corte eram um pouco mais profundo do que outros, principalmente aquele em sua barriga, devido a chifrada que levou a alguns minutos. Sua camisa branca estava em um tom de vermelho vivo.

Quando finalmente estava ficando sobre o controle da situação, as coisas desandaram novamente uma das quimeras conseguiu se soltar e correu par ao atacar, bem na hora quando ele estava perto de finalizar com uma delas.
ele voou a mais de dois metros de altura e uns 4 ou 5 metros de distancia do monstro.
O impacto obtido naquela altura prejudicou mais ainda seu corpo...

Foi ai então que sua salvação chegou. Dois rapazes e uma garota. Que foi a ultima a chegar...
depois de ser salvo por eles Yong e A garota foram para a casa deles fazer alguns curativos. Apenas os curativos maiores foram preciso de um cuidado maior, ele usou seu poder de regeneração obscura para fechar o restante dos machucados...

Como descobriu seu poder? E qual foi sua reação? (para mutantes):
Como descobriu sua origem? (para os demais):
Ele tinha algumas desconfianças que seu pai poderia ser um deus, quando começou a pesquisar em um livro de bruxas antigo que estava escondido no porão da casa de sua tia. Naquele livro ele viu sobre uma magia que poderia trazer a imortalidade, assim que ele viu do que se precisava ele associou sua historia de vida e sabia que seu pai pelo menos era um deus, mas não fazia ideia de qual.
À descoberta do livro só fez sua relação com a mãe cair ainda mais, o pouco de esperança que ele tinha havia acabado..
A curiosidade começou o instigar a procurar pelo seu pai. Fazia perguntas para sua tia aleatórias, mas com um objetivo... Mas não adiantou muito, então a solução seria os livros.
ele até pensou que Ares seria seu pai, por ter algumas características do deus, mas o que tudo dava indicio era o deus Hades, avia muitas das característica que um herdeiro de Hades teria, em Yong.

Porém ele só descobriu de quem era filho assim que Hades mandou um de seus subalternos procurar pelo garoto.
Ele ficou realmente decepcionado que seu pai nem ao menos tentou fazer algum contado com ele. Além daquele subalterno.

Quer evoluir seu poder ou será um evoluído?: Quer evoluir seu poder. Por que agora ele quer aprender mais sobre como eles funcionam.
Utiliza seus poderes com os amigos e inimigos? Se sim, como os usa?
Não gostava muito de utilizar seu poderes, mas com o tempo que passou em Chosen ele viu que seria idiotice não usa-los. Junto com seus amigos ele usa para pregar peças e fazer brincadeiras. Ele utiliza bastante o poder de levitação obscura. Para se entreter e entreter seus amigos.
Com os inimigos ele usa para incomoda-los, já que são irritantes e ele os odeia. O poder do fogo é um dos mais usados quando é com seus inimigos.

Quais matérias gostaria que tivesse no campus? Controle dos poderes, Esportes, luta com armas, evoluções de poderes. Aulas de meditação.
Em quais irá se dedicar mais? E em quais terá mais dificuldade? Porque?: Em controles de poder, luta com armas , evolução de poderes e meditação.
Meditação principalmente para poder ter mais autocontrole.
As que tem mais dificuldade é sobre história, e aulas de esportes. Por apenas gostar de nadar, ele não vê tanta necessidade de ser tão bom nas outras, mesmo assim se dedica bastante a elas. Com relação em historia é por causa de sua dislexia que o atrapalha para ler..

Como é sua relação com os professores?: é imparcial com a maioria, mas tem uma rixa com um dos professores de Historia. Mas com os outros é considerado um aluno normal.
Como é sua relação com os diretores? Tem grande dificuldade de se comunicar com eles, principalmente a ruiva entre eles. Ela parece ter algum tipo de ódio em direção a ele. Com Annabeth ele não tem muito contato, apesar de serem da mesma espécie. Ela prefere não ser muito próxima a ele por ter certo medo, algo bem pequeno, mas tem. Já com os três diretores ele já é mais próximo, sente-se mais a vontade conversando com eles, principalmente Harry, talvez por ser metade bruxo eles tenham essa ligação.
É uma boa aluna? Suas notas são boas?
É m bom aluno, sua notas são boas, mas nem sempre. Ele procura até estudar e tenta se esforçar, mas as vezes o sono vence a batalha e sua prima faz questão de o incomodar com isso, não o deixando dormir.


Couple
Couple primário: Im Yoon Ah/ Yoona.


De qual espécie ela é? É mutante.
Vocês são?
Eram amigos e depois começaram a namorar escondidos..
Como se conheceram?
Quando Yong entrou em Chosen ele ainda era novato e não sabia como andar pelo campus, então ficou perdido. Foi ai que ele viu Yoona colando algum tipo de aviso em um quadro gigante. Ele se aproximou dele e pediu ajuda. Ela sorriu pra ele e o ajudou com a achar o lugar que ele procurava, e como ela gostou dele o ajudou a conhecer o restante de Chosen.
Historia de vocês (caso forem namorar coloque como quer que seja o pedido, e se terminaram e vão voltar o motivo do termino e como pretende ser a reconciliação):
Depois de Yoona apresentar Chosen para Yong, eles começaram a se encontrar mais vezes. Mas não propositalmente, as vezes se esbarravam no refeitório, ou na biblioteca. Com estes acontecimentos seguidos eles resolveram se tornar amigos.
Assim marcavam de se encontrar em cafeteria e ficavam conversando horas sobre assuntos variados. Yong começou a chamar Yoona de noona.
As coisas entre os dois começaram a ficar difícil de ser negada. Algo estava acontecendo ali, mas nenhum dos dois ainda sabia o que era só sabiam que precisavam ficar um com o outro por mais tempo.
Demorou, mas finalmente Yong decidiu se confessar para Yoona, e ela o aceitou, mas eles preferiram esconder seu relacionamento.
As coisas começaram a esfriar durante um tempo, Yoona começou a ver que Yong estava um pouco mais distante e ficava, mas tempo com seus amigos do que com ela.
E chegou a um ponto onde eles terminaram por causa de uma briga boba. Yoona acabou se estourando e o chamou de infantil, e criança, dizia que estava arrependida de ter se interessado por alguém mais novo que ela e que sabia que isso ia acontecer mais cedo ou mais tarde.
O final do relacionamento não foi fácil para ambos, ainda estavam apegados, mas no fundo Yong sabia que eles não dariam certo. Ele não a amava, mas tinha se apaixonado por ela, e isso também é muito difícil de se lidar. Talvez as palavras “eu te amo” tenham acrescentado no termino do relacionamento, por nenhum dos dois dizer aquela palavra um pro outro.
Mas eles as vezes tem algumas recaídas durante a história.

Couple secundário: Momo (Twice)

De qual espécie ela é?: Não se sabe qual espécie ela, por que nem a mesma sabe. (Pode escolher este ?)
Vocês são?:
Amigos, meio inimigos, mas com o passar do tempo se tornaram namorados..
Como se conheceram?: Foi graças ao meio irmão dele WonZii, que já conheceu Momo por ela ser da banda onde sua mãe era manager. Ela estava no parque do campus conversando com DaHyun. WonZii puxou ele para ir junto até as garotas e começarem a conversar. Depois disso eles começaram a se ver mais pelo campus, mas não trocavam muitas palavras além de bom dia, ou boa noite, as vezes um boa tarde tudo bem?

Historia de vocês:
Apesar de terem sido apresentado eles, não conversaram muito. Momo estava um pouco tímida e não falou muito, enquanto Yonb, não era de falar muito naturalmente.
Mas o destino dos dois não ia acabar em uma meia conversa sem graça. Eles se encontraram mais vezes, mesmo que o campus seja enorme, parecia pequeno por que sempre estavam se esbarrando por ai.
No final de semana alguns alunos gostavam de dar festas, e nessa festa que acontecia ele juntamente com seu irmão, sua prima e os seus amigos iriam à festa.
Quando chegaram lá estava com bastante gente, o que fazia Yonb se arrepender, ele realmente não era fã de lugares pequenos com muita gente ali.
então ele subiu para o telhado onde ele viu duas pessoas, conversando uma garota e um garoto.
Yong se escondeu nas sombras, um lugar perfeito que os filhos de Hades adoram.
Enquanto ele forçava sua audição para escutar aquela conversa, de repente um estalo bem alto foi ouvido. Ele viu o garoto segurar a bochecha que estava com uma baita marca de mão,
provavelmente da garota. Yonb não devia se intrometer na briga de casal. Mas quando viu que o garoto ia devolver a tapa para garota, em questões de segundo ele estava no meio dos dois.
Com seu sorriso travesso no rosto, ele fez não, não com o dedo indicador para o rapaz que ficou furioso, mas não tentou nada e foi embora.

Quando Yong se virou para ver a garota ela estava com a cabeça baixa.
“Você tá bem?” Perguntou ele.
“Não, seu Baka!!!” ela o xingou e depois chutou a canela dele.
Ele imediatamente foi colocar a mão onde estava doendo, foi quando se abaixou que ele viu que ela estava chorando.
Ela quando viu que ele tinha percebido que ela estava chorando o empurrou o fazendo cai de bunda no chão.
“Momo...Chan?” Ele perguntou recém a reconhecendo.
Depois daquilo ela foi embora sem responder ele. E toda as vezes que eles se encontram alguém sai machucado. Principalmente ele.
Mas com o passar do tempo eles vão se acertando, e começam a se aproximas... tem pessoas que não gostam dessa aproximação e que ainda vão fazer coisas para atrapalhar a evolução do casal.
Ele começam a sair, mas ainda não revelam estar namorando, porque nenhum dos dois pediu, apesar deles já terem começado a perceber seus sentimentos, Yonb percebe que com Momo ele estava feliz e se sentia completo, algo em seu coração dizia isso. Ela era a garota certa que fazia seu coração derreter, despertava o melhor dos sentimentos nele, o fazia querer ser melhor.
Mas ao mesmo tempo Yong ainda esta enrolado com sua Noona e Momo ainda tem que se livrar de um novo pretendente.
Que graças a esse pretendente Yong resolve revelar seus sentimentos, para Momo, mas ela não deu uma resposta pra ele na hora. Os dois ficam meio separados, Yong ficou um pouco arrependido de ter meio que estragado a relação deles...
Porem Momo só esta indecisa, ela gosta dele, mas não quer gostar, por ter escutado de sua sunbae que ele ainda era dela e que não seria tão fácil o tirar dela (Yoona)...
O resto é com você. (Se eles vão assumir o namoro, se Yoona vai deixar ela ficar com ele, ou se ele realmente esqueceu de Yoona)


Como agem em frente aos amigos e inimigos:
Nos dois casos eles não se assumiram diretamente, então agem natural, conversam, fazem algumas brincadeiras, mas não passa disso..
Como agem em frente aos professores e diretores:
Na frente dos diretores ele agem normalmente, ainda escondendo seu relacionamento.
Como agem quando estão sozinhos:
Não são exatamente muito amorosos. Mas estão perto disso. As vezes quando estão deitados juntos ela fica brincando com os dedos da mão dele, e por vezes fica tocando a tatuagem que ele tem no braço, que esconde sua cicatriz.
Os dois ficam também brincando e provocando um ao outro. Até mesmo competição de quem tem a melhor bunda eles fazem.
Como chamam um ao outro:
Ele chama a Yoona de Noona, para provoca-la. E com a Momo ele a chama de Míni-Mo, mesmo que ela não é muito baixinha, ele ainda é mais alto que ela.
YonB as duas o chamam assim.
Tem ciúmes dela com alguma garoto? Se sim, quem e como reage:
tem ciúmes dela com qualquer garoto, odeia que eles se aproximem dela. Mas seu ciúme chega a um grau muito mais elevado quando é com o V, seu antigo amigo e novo rival pela segunda vez.
Ele vai a pegar e levar para algum outro lugar se ela estiver conversando com V.
Mas com outros garotos ele vai se intrometer na conversa, vai tentar chamar a atenção dela pra ele, ou vai se escorar nela enquanto encara que estiver conversando com ela tentando o intimidar. Também vai tentar mostrar que ela é dele, de algum modo.


Final
Quer acrescentar algo? Sim<3
Na primeira vez (sabe aquela primeira vez) de Yoona e YonB, ele não tinha camisinha [então ele pegou um saquinho e usou no lugar.(kkkk mentira viu)] e mesmo assim fizeram. Foi no quarto dela, era mais ou menos umas 3 horas da manha. Ele tinha ido lá para tentarem fazer as pazes e funcionou muito bem<3
Já Momo e o YonB eles ainda não fizeram, por ainda estarem se conhecendo, apesar de que vontade não falta. Mas Yonb sabe esperar até ela estiver pronta.
Também o colar que YonB ganhou do homem que o ajudou, é uma espada, que foi forjada por Hefesto. Esta espada também é um colar, ela vai virar uma miniatura quando á não é mais precisa. Porém ela só pode ser usada assim que YonB conseguir melhoras seus poderes da cura, por que ela exige bastante força física, para ser usada.
O homem misterioso é Hades em sua forma humana, ele protegeu Yonb sem que o garoto descobrisse sua identidade.

A adaga que Perséfone deu para Yonb:


O colar que o Homem misterioso deu para Yonb:


A espada que o colar se transforma:


O gatinho que Yong achou pelo campus e o adotou:


Gostaria de ver alguma cena na historia (qualquer cena que ache relevante):
Queria ver o termino do relacionamento de Yonb e Yoona, e o começo do relacionamento dele com Momo.
Uma briga entre V e ele para tentar impressionar Momo, que no final vai bater nos dois e ir embora...
Que ele descubra mais irmão e que tenha uma boa relação com eles.

Quer ser próxima de qual diretor(a)? (não precisa ser da mesma espécie que a sua)
Do diretor Jacob, por achar sua transformação instigante.

Sugestões para a fic?
Queria sugerir que estivesse uma aula que ensinasse a manejar as armas, e que desse para escolher elas na loja de armas onde Hyuna trabalha.

É isso espero que goste dessa ficha<3


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...