Apulso


Postado

Apulso

Impulsos elétricos movem minhas mãos e pés
Pernas me levam ao destino traçado
Piso em minhas pegadas todos os dias
Todos os dias pego o mesmo ônibus
Escuto as mesmas histórias
Saio do meu corpo e me vejo na margem de uma
história que não quero contar
Impulsos elétricos não movem meus sonhos
são tão obscuros e imutáveis que ainda não tive
o vislumbre de conhecê-los
A fé dela me faz expandi
Remotamente eu lembro do acessório de bolsa que perdi
Sem o otimismo tudo fica em uma escala de cinza a preto sépia
Sacal!
Nas segundas sempre sou mais feliz que nas terças
Embora impulsos me façam acreditar que segundas são cinzas
Maria é doce e forte e me faz construir o que destruo involuntariamente
Impulsos me induzem a fazer promessas
E as vezes os domingos me fazem ser aflita
Por que segunda a validade delas caem por terra.
Então ela me faz sonhar que tudo pode ser diferente.
Seus pensamentos me parecem algo onírico, coloridos e
cheios de sentimentos.
E os meus? Há os meus a fazem rir
Minha realidade é alternativa diz Maria
Sigo assim, e os meus impulsos embora apulso
me fazem cair, o reflexo do mesmo me faz levantar.
-Hellen Guimarães.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...