~Larvademosca

Larvademosca
¹favela
Nome: 愛してる❥
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Pills


Postado

Pills

The Pills Numb The Insane Souls




Nome completo:

Jon Ramsay Schlagwein

Idade:

28

Aparência:



Cabelo curto negros com belos grandes olhos azuis, 1,88 de altura e corpo normal com músculos, mas nada exagerado, rosto um pouco redondo, grandes bochechas, Caucasiano.

Phil Lester


Nacionalidade:

Inglês/Britânico

Personalidade:

É malcriado, agressivo, dissimulado, grosseiro. O garoto não só demonstra cinismo e antipatia, mas uma crueldade infindável. costuma ser egocêntrico, desonesto e indigno de confiança. Com freqüência adota comportamentos irresponsáveis sem razão aparente, exceto pelo fato de se divertir com o sofrimento alheio. Nos relacionamentos amorosos são insensíveis e detestam compromisso. Sempre têm desculpas para seus descuidos, em geral culpando outras pessoas. Raramente aprendem com seus erros ou conseguem frear impulsos. domina muito bem a realidade e tem controle excessivo dela. sabe que é diferente, pois se sente superior aos outros. convive com um grande vazio interior. Por ser incapaz de sentir emoções, busca prazer no sofrimento do outro. Para ele não existe certo ou errado. Extremamente inteligente, ele consegue tirar vantagem em quase todas as ocasiões, entrando em cena para localizar alvos interessantes para manipular e servir aos seus propósitos, relacionados com poder, controle ou mesmo sexo. É extremamente educado quando lhe convém. Quando precisa, costuma fazer-se de vítima contando a história de sua vida e de como tudo sempre o fez mal. Consegue dominar qualquer conversa e em seu discurso aparece um número grande de vezes as palavras como ‘eu’, ‘meu’ e ‘para mim’. Gosta de comandar. Revela publicamente e sem constrangimento fatos íntimos que outras pessoas lhe confidenciaram. Bastante desconfiado. Grande ator, então sempre vive em um personagem, aparentando ser uma pessoa melhor do que ele é, bom, alegre e ingênuo, além de ter tentar se fazer de vitima, a maioria dos seus surtos são forjados para que seu personagem ganhe mais vivacidade. Aprendeu a manipular as pessoas e quando elas não querem ser manipuladas, demonstra desistir, até o momento certo que essa pessoa estará fraca e precisará de alguém. Sempre utilizando um choque de realidade, facilidade para criar história sobre sua falsa vida, seu falso eu e seu mundo de fingimento, até conseguir o que precisa para seu pingo de divertimento. Sempre quer mais e mais, nunca vai desistir até conquistar tudo, aparenta ser completamente são, garoto puro e sorridente, finge chorar e finge amar, talvez não tão bem quanto as pessoas que sentem isso, mas bom o suficiente para enganar. Com seus discursos figurados para conquistar as pessoas, e sua rebeldia que cresce de repente quando percebe que não pode lutar contra algum remédio, vira um líder mais competente, dissimulado e convincente, irretorquível.

História:

Jon cresce com diversas manifestações de crueldade, desprovido de qualquer empatia. Demonstra ser uma criança cada vez mais irônica, sádica e irritante. Evitando a família o tempo todo, esquivando-se das tentativas que seus pais construíam para interagir com ele ou provocando-os com respostas negativas e sarcásticas. Não há uma demonstração de afeto entre eles, apenas a violência recíproca e a falta de sentimentos positivos. Sempre a destruir a casa, quebrando coisas. Com a cara fechada e calado quando quer, sempre olhando diretamente para pessoa, sem medo.

Sua Mãe, não teve medo da criança ao perceber que ele era um demônio, o enfrentou e foi rude o quanto pode, o Pai não conseguia acreditar em algo daquele tipo. Sua mãe costumava a dizer para ele todos os dias, que vai sentir o orgulho quando o abandonar, que se livrar dele vai ser a melhor coisa que fez.

Foi largado num orfanato, aos 8 anos de idade, seus pais biológicos afirmaram não ter condições de cuidar dele, o que era uma mentira, não era um problema, mesmo que não tivesse condições eles pediriam ajuda ao familiares, mas o problema, era o garoto que foi adotado rapidamente por sua beleza, já que quando pequeno tinha cabelos loiros puxados para o castanho e olhos azuis. Viveu com a família em harmonia, por uma bom tempo, até que em seu aniversário de quatorze, incendiou sem querer seu bolo e achou lindo o modo como as chamas se mexiam, enquanto ardiam e destruíam tudo. E assim começou sua jornada por queimar coisas, qualquer coisas, mas ele apenas deixa para queimar grandes coisas em épocas especiais. Como aniversários, natal e etc.

No ensino médio, nada foi muito complicado para ele, era bonito, gentil e popular, além de conquistador. Sempre com alguma garota ou garoto diferente, mas nenhum namorado ou namorada. Além de seu problema com Discalculia gráfica, nunca pode aprender matemática no colégio então sempre teve o professor particular, que criou outros símbolos para o ajudar a se citar na matéria. O que ajudou bastante, mesmo que ninguém nunca entenda suas contas, equações e resultados, sempre está correto no final, mas não pode ir muito adiante com aquilo, pois não é a certa grafia.

Ele já acabou psicologicamente com muitas pessoas, mas nenhuma teve coragem de contar, algumas até se mataram. Ele fazia isso por diversão, pois ás vezes as chamas não alimentavam sua sede de destruição. Matou sua mãe adotiva, mas fez como se tudo aparentasse ser um suicídio, matou seu pai por intoxicação por Combinação de Remédios. E sempre aparentou ser a pessoa menos ligada a todos esses crimes, já que sua família não tinha nenhuma grande herança ou coisa do tipo.

A Universidade foi quase um inferno, entre 15 horas com um enorme número de pessoas desconhecidas, além de ter de se concentrar nas aulas, evitando qualquer matéria com matemática. Conviver com um colega de quarto, na maior mentira e enganação. Enquanto no colégio, era popular e amigável. Na faculdade, era desconhecido e demonstrava passividade.

Nenhum dos assassinatos que já tenha feito foram descobertos, nem seus 17 incêndios de prédios industriais e empresariais. Mas depois de ter terminado o ensino médio, a faculdade, a vida de alguns amigos e desconhecidos e de seus próprios familiares, se sentiu sozinho, então partiu em viagens em busca do seu doente prazer, em torturar, destruir e matar as pessoas. Mas aquilo ficou tão monótono para ele, queria diversão, queria um desafio, algo grande e diferente. Ao achar Munlock House, percebeu que era perfeito, lá era algo completamente Yin-yang. O desafio era se controlar no meio das pilulas e regras, dos loucos e normais, e no fim fazer o que faz de melhor.

Aprendeu tudo o que precisava sobre o local, sobre remédios e pilulas, arte da psicologia, psiquiatria e psiquiatria forense. Algumas coisas como Neurociência. Passou cerca de um ano fazendo isso, Apenas entre trabalho e seu estudo, e quando podia queimava algumas coisas para relaxar, sexo e assassinatos ainda estavam presentes em sua vida, mas não com tanta força quanto antigamente.

Quando chegou dia, ele sabia que estava preparado.


Problemas: Piromania, Incendiou cerca de 17 prédios industrias e empresariais, Psicopatia, Discalculia Gráfica e Lexical.


Motivo de ter ido para a Munlock House:

Pediu para ficar lá por um tempo, alegando ter Síndrome do Pânico.

Gostos/Desgostos:

+ A encantadora arte da mentira e a vantagem de saber quando estão usando essa arte
+ Observar
+ Silencio
+ Músicas Clássicas
+ Tapetes de Veludo
+ Sua capacidade de adaptar as pessoas, lugares e personagens
+ Decorar o nome das pilulas enquanto não tem o que fazer com o seu tempo
- Números
- Cleptomaníacos
- Livros de Terror Clássicos
- Pessoas que falam demais
- Pessoas que se importam demais
- Intrometidos
- Velhos
- Travesseiros de Pena (Horacio Quiroga - O Travesseiro de Penas)


Medos/Fobias:

Brontofobia

Vício(s):

Fogo

Relação com familiares:

Todos os seus familiares adotivos estão mortos, mas seria uma boa que a Mãe biológica viesse o visitar, pelo menos uma vez.

Par:

Talvez

Música(s) tema(s):

When You're Evil - Voltaire
Emperor's New Clothes - Panic! At The Disco
Unstoppable - Sia
Fake Your Death - My Chemical Romance


Algo a mais?:

Ele muda constantemente de ambiente e de parceiro amoroso, a não ser que manter um lhe seja vantajoso de alguma forma..








Nome completo:

Philip Von Grimshaw
------------or-------------
Faith Von Grimshaw


Idade:

25

Aparência (imagem+descrição+artista):



Ruivo, com sardas, grandes lábios e olhos claros, corpo magro sem músculos, 1,78 de altura, testa grande. Como mulher usa cabelos curtos avermelhado, com batom vermelho de marca registrada.

Eddie Redmayne

Nacionalidade:

Escocês

Personalidade:

Phil é indiferente aos sentimentos alheios, pode ter comportamento cruel, não obedece as normas e obrigações, tem baixa tolerância à frustração e comete facilmente atos violentos. Viola os direitos das outras pessoas e não sente remorso pelo que faz. Muito centrado em si. necessidade de satisfação pessoal imediata que possuem, pode leva-los a reagirem de forma impulsiva e muitas vezes violenta às situações que não vão ao encontro do que desejam. E assim, sem atenderem às possíveis consequências negativas dos seus atos, podem mesmo pôr a sua vida em risco, bem como a dos outros.


Faith costuma negar sentimentos de raiva, ficar emburrado e se retirar da argumentação. Concorda verbalmente com o cumprimento de um pedido, mas comportamentalmente atrasa a sua conclusão. É mestre na arte de procrastinar. Quando a procrastinação não for uma opção, a estratégia passivo-agressiva mais sofisticada é a realização da tarefa em tempo hábil, mas inaceitável.(Exemplo: Um marido que prepara um bife para sua esposa, embora sabendo que ela não goste de bife.). O elogio camuflado o meio socialmente aceitável que a pessoa passivo-agressiva utiliza para insultar alguém. (Exemplo: “Não se preocupe, você fica bem de biquíni, mesmo na sua idade”, ou, “Há um monte de homens que gostam de mulheres gordas”). o sarcasmo é uma ferramenta comum da Faith. é um mestre em manter a calma e fingir surpresa quando alguém, já desgastado pela sua hostilidade indireta, explode de raiva. Na verdade, ele tem prazer de instigar até que você perca o controle e, em seguida, questionar as suas “reações exageradas”.

História:

Com duas identidades diferentes, esse sempre foi Philip(ou Faith), criado por sua mãe como uma garota por ter nascido intersexual, mas desenvolvido órgãos masculinos, seu pai sempre comprará os hormônios necessário para que ele fosse garoto normal, mas sua mãe nunca suportará a ideia dele ser um garoto, então sempre o vestiu como uma menina.

Tendo uma vida difícil, o garoto que fora registrado como do sexo masculino, sofrerá no colégio, além de que iria desenvolver "dupla personalidade" na adolescência graças ao Estresse intenso, Falta de compreensão ao enfrentar situações limites na infância e Falta de proteção frente a situações limites, também na infância.

Tem um irmão 7 anos mais novo, chamado Herschel, garoto de grandes olhos verdes. Sempre foram amigos, seu irmão se acostumou com a duas personalidades do irmão e aprendeu a conviver com elas, além de ser amigo delas.

Phil sempre se metia em encrencas, sua personalidade era como fogo e estava sempre queimando, ele sempre fora mais esperto e estava sempre agindo.
Faith já era o tipo de pessoa que se esconde, através de falsos elogios e amizades, enganando as pessoas e as ferindo da pior maneira possível como uma passiva-agressiva.

Sua vida era uma grande confusão, com duas fortes identidades tentando assumir o controle e o garoto nunca soubera como controlar e depois dos anos, desistira do trabalho.

Aos 19 anos se casou com uma garota bonita de um país distante, adotaram uma criança, já que Phil não era capaz de reproduzir. Ele se escondia dela toda vez que a Faith vinha ao controle, ele não amava ela realmente, apenas se aproveitara de tudo que ela pudera dar a ele. Dinheiro na maior parte.

Ele quando era Faith, saia para se divertir, beija homens e mulheres, bebia e gargalhava, sempre no fim do dia fingia que ia ser deitar com alguém, mesmo tendo vergonha do seu corpo, pois seus órgão genital nunca chegará no terceiro estagio para ter a aparência de um pênis propriamente dito. Sempre fingia a Assexualidade pra fugir dessa vergonha que ele tinha.

Até que em uma das suas escapadas como Faith, ela descobriu seu segredo e ficou chocada, nesse momento a única coisa que passou em sua mente, foi mata-lá. E fizera isso. Além de matar seu filho e a empregada da casa. A grande casa tinha cômodos sujos de sangue, como a Faith/Phil estava naquele momento, era como se as duas personalidades se fundissem para lutar pelo seu segredo.

Phil sabia que não iria aguentar tanto tempo com a Anne, mas tentou máximo que pode, ele era inteligente, fez faculdade de medicina na área de cirurgião, mas nunca pode atuar na área, por causa das coisas que fez na adolescência graças ao seu transtorno de personalidade anti-social.

Ele apenas não contava com uma coisa, que seu irmão mais novo iria o visitar naquele dia. Quando seu irmão viu aquela cena, do seu irmão mais velho se livrando do corpo de sua mulher, empregada e o filho de 6 anos. O garoto ligou para policia e Phil/Faith não tentou fugir ou coisa do tipo, apenas se sentou e espero a policia chegar.

Foi mandado para Munlock House, após as descobertas de suas doenças e além de seu crime terrivel. O garoto continuará o mesmo, aproveitando qualquer coisa, sem se importar com nada realmente.



Motivo de ter ido para a Munlock House:

Transtorno de personalidade anti-social, Transtorno dissociativo de identidade, Passivo-Agressivo, Triplo Homicídio

Gostos/Desgostos:

+ Alcool
+ Ficar Sozinho
+ Suas personalidades
+ Pai
+ Mundo
- Mãe
- Ficar preso em um relacionamento
- Médicos
- Sentir dor


Medos/Fobias:

Agliofobia & Automatonofobia

Vício(s):

Bebidas Alcoólicas & Doces Amargos.

Relação com familiares(incluindo se quer que alguém o visite e quem):

Mãe: Eles apenas se falam quando é a Faith, pois caso ao contrário, ela será bastante maltratada pela personalidade explosiva de Philip. Costumam conversar sobre coisas superficiais na maior parte do tempo, quando se trata de algo sério mudam rapidamente de assunto ou fica aquele silencio constrangedor.

Pai: Eles conversam bastante e são amigos, ele costumava a ir visitar toda vez que podia, mas após a descoberta do câncer de pulmão, ele não pode mais visitar, apenas algumas curtas cartas de letra borrada mandar.

Irmão: Ele vem visitar em alguns momentos quando precisa de ajuda, ou quer conversar com alguém que entenda o papai e mamãe. Sempre se divertem na maior parte do tempo, mas alguma vez o clima fica tenso quando Phil/Faith fala sobre ele ter o denunciado para a policia e largado em um hospício.


Par:

Não

Música(s) tema(s):

Savages - Marina & The Diamonds
Thank You For The Venom - My Chemical Romance


Algo a mais?:

Não

Escutando: Rixton - Hotel Ceiling (Lyric Video)

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...