~bloodylangdon

bloodylangdon
Nome: Camilla
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha para "A Seleção - Príncipe Dorian"


Postado

Ficha para "A Seleção - Príncipe Dorian"

O mamute pequenino heueheu


Ficha:


♦Nome Completo:

Amelia Edith Tonkins

♦Significado do nome:

⦁ Significado de Amelia: significa “trabalhadora", "mulher diligente”, “ativa".

⦁ Significado de Edith: significa "guerreira rica, guerreira próspera, ou ainda guerreira abençoada".

♦Apelido:

Amy, Lia, Meli, e por aí vai..

♦Idade e data de aniversário:

28 de agosto, 17 anos.

♦Classe social:

média-baixa

♦Aparência:

⦁ Descrição:

Amy possui 1,60 de altura e pesa 52kg. Seu corpo é esbelto e possui curvas aparentes, com seios e bunda medianos. Porém, ele está constantemente escondido debaixo das roupas largas que Amy veste, ou vestia.

Sua pele é clara, levemente bronzeada e seus lábios medianos, naturalmente desenhados. Seu rosto possui um formato quadrado e delicado, enfeitado por seus cabelos castanho-claros e ondulados, que vão até o meio das costas, e seus olhos são verdes, mudando para claro ou escuro conforme a luminosidade do ambiente.





















♦Intérprete:

Danielle Campbell

♦Personalidade:

Apesar de seus traços meigos, Amelia não é exatamente o que podemos chamar de meiga. Na verdade, ela é desleixada, bruta e constantemente sarcástica. Ela até tenta ser delicada, porém quase sempre falha miseravelmente. Às vezes, ela usa de sua aparência para manipular as pessoas e conseguir o que quer. É uma garota extremamente astuta e inteligente, poucas pessoas são capazes de acompanhar seu raciocínio.

Não é lá muito sociável, prefere ficar sozinha na maioria das vezes, lendo um livro, ouvindo música ou simplesmente pensando na vida. Porém, quando quer socializar, conquista facilmente a confiança da maioria das pessoas. Amy é extremamente leal aos seus amigos, não trairia ninguém que depositasse sua confiança nela, a não ser que fosse por um bem maior. Contudo, ela é desconfiada, e mesmo que não dessem nenhum motivo para tal, ela continuaria com o pé atrás.

Amy é uma pessoa um tanto rebelde, detesta que lhe digam o que fazer, e adora contrariar os outros. Ela é orgulhosa, porém sua mania de se importar com os sentimentos dos outros é mais forte que seu orgulho. Acha que está sempre certa em tudo. É preciso muita paciência e argumentos para convencê-la de que errou, e quando se dá conta disso, pede desculpas e faz o que for necessário para reparar seu erro. Dificilmente aceita a ajuda de alguém para fazer algo, ela não suporta ter divídas com alguém. É forte e corajosa, protege e defende as pessoas importantes para si, cuidando para sempre ser um exemplo para elas. Sente ciúmes dessas pessoas, mas nunca demonstra. Ela também é muito teimosa e não desiste fácil das coisas. Quando quer algo, vai até o fim, não adianta. Os obstáculos não a assustam, pelo contrário, só torna tudo mais excitante.

Amelia é a pessoa mais estranha e confusa que alguém pode conhecer. Ela é uma mistura de reações e sentimentos. Racionalidade e impulsividade, frieza e sensibilidade, rebeldia e responsabilidade foram jogados todos juntos em um liquidificador, batidos e assim nasceu Amelia Tonkins. Seu pensamento é tão rápido e complexo, que ela possui dificuldades para explicá-lo a alguém. E definitivamente não sabe explicar seus sentimentos, ela apenas sente e fim. Nunca se sabe exatamente o que Amy pensa, tudo que diz e faz tem muita profundidade.

Ela é um mistério, e gosta de ser um mistério. Pode ser amável e em um minuto depois ser fria como gelo. Estar triste e rir de tudo, atenta e distante, é difícil lidar com ela. Muitas vezes é mal compreendida, sendo tachada como "louca", e pode até ser um pouco, mas é isso que as pessoas gostam nela: sua instabilidade e imprevisibilidade.

Ela é sensual por natureza, seu olhar é penetrante e chama a atenção das pessoas, provocando duas reações: o afastamento ou o aproximamento delas. Se alguém lhe disser algo duvidoso, ela encarará esse alguém nos olhos, invadindo seus pensamentos, em busca de suas verdadeiras intenções por trás do que disse. E faz isso com maestria, ler as pessoas é sua especialidade. Por outro lado, é extremamente difícil lê-la, ela jamais permitiria que alguém descobrisse o que se passa em sua mente turbulenta. Portanto, ninguém nunca conheceu Amy por completo, com exceção de sua família. E ela almeja conhecer alguém com a capacidade de desvendá-la.

♦História:

Amelia é a primogênita de uma família relativamente pobre, no reino de Hyrule. Nasceu de uma gravidez prematura e indesejada. Sua mãe engravidou jovem, com a sua idade, e por causa disso foi expulsa de casa. O pai de Amelia, ao ter conhecimento da notícia, fugiu e nunca mais foi visto, deixando Diana, a mãe da garota, por conta própria.

Diana pensou em abortar, mas foi impedida por seu melhor amigo, Louis Walker, que a levou para morar em sua casa até que ela se estabilizasse. Porém, Diana se apaixonou por Louis, que sempre possuiu sentimentos por ela, e os dois se casaram. Logo após isso, Diana deu a luz à Amelia, que nasceu saudável e cheia de vida.

Diana não queria que sua filha cometesse os mesmos erros que ela, por isso educou-a rigidamente, privando-a de se relacionar com qualquer pessoa fora do ambiente familiar, e alertando-a sobre as dificuldades da vida desde os primeiros passos. Isso desenvolveu um bloqueio social na garota, que amadureceu mais rápido do que deveria.

Amelia teve aulas particulares até os dez anos, dadas por seu padrasto. Após completar essa idade, passou a estudar em uma escola pública e a trabalhar como doméstica para ajudar a família, pois com o nascimento de Ethan, cinco anos antes disso, o salário de Diana e Louis não era mais o suficiente para alimentar e vestir todos.

Foi nesse momento que as coisas começaram a apertar. Amelia, completamente inexperiente na vida, começou a ser explorada e agredida por seu patrão, um homem duro e importante. Não podia contar a ninguém e nem se demitir, pois apenas esse homem aceitava crianças para trabalhar, e pagava bem, sua família dependia daquele dinheiro. Passou dois anos suportando surras e humilhações de um velho louco, e quando tomou coragem para contar a sua família, o homem morreu misteriosamente. Seus pais ficaram chocados com a notícia, e após aquilo, Amelia passou a trabalhar com sua mãe.

Nesses tempos, nasceu Grace, mais uma boca para ser alimentada. Amelia se afeiçoou a menina de uma forma inexplicável, tanto que passou a protegê-la de tudo e de todos. Nesses tempos, a família Tonkins passou por uma extrema crise financeira, e conheceu de verdade o que é passar fome. Ethan, já com sete anos, passou a roubar comida escondido da família, mas foi pego por um comerciante, e por misericórdia, não foi levado para Obsidian. No entanto, foi espancado em praça pública. Amy nunca havia chorado tanto. Assistir seu irmãozinho levando madeiradas pelo corpo pequeno e frágil foi, de longe, a pior coisa que já lhe aconteceu, superando até mesmo os tempos na casa do patrão. Os ferimentos no corpo do menino nunca sararam completamente, ficando cicatrizes feias e permanentes. Então, Amelia prometeu a si mesma que nunca mais deixaria ninguém machucar seus irmãos novamente, era seu dever de irmã mais velha protegê-los.

Depois de cinco anos de calmaria, a família Tonkins finalmente tinha se estabilizado. E foram abertas inscrições para a Seleção do príncipe Dorian. Amelia sequer se importou com isso, jamais se inscreveria em um concurso fútil em que o simples objetivo era ver qual das plebeias conquistaria o coração do príncipe.

Porém, ela não teve muita escolha. Sua mãe possuía um defeito: a ambição. Obrigou Amy a se inscrever e pelo menos tentar ganhar a coroa. A garota ficou furiosa, mas teve que obedecer, inscrevendo-se de má vontade. Mas no fundo Amelia sabia, que por mais que sua mãe estivesse sendo interesseira, ela tinha um pouco de razão. Caso ganhasse, finalmente poderia dar tudo que sua família sempre quis: prosperidade. Seus pais nunca mais teriam que trabalhar tanto, e seus irmãos poderiam ser mimados à vontade. Mesmo que para isso, tivesse que se casar com alguém que não amava. Mas ela nunca ganharia, isso era definitivamente impossível, nem mesmo seria selecionada... Então, o que custa preencher um formulário, não é?

♦Família:

⦁ Mãe:

Diana Marie Tonkins, costureira, 34 anos.

Intérprete: Lena Headey



Relação com a selecionada: Diana e Amelia estão quase sempre discutindo, seja pelo mais bobo motivo. Diana é o tipo de mãe que quer controlar cada passo dos seus filhos, e fazê-los serem do jeito que ela quer que sejam. Ela não larga Amy, sempre querendo mudar algo nela. Isso enfurece a garota, que não é nem um pouco parecida com a mãe, resultando em brigas e mais brigas. Apesar disso, Diana só quer o melhor para sua filha, cuidar dela e vice-versa. As duas se amam, e têm muito medo de perder uma a outra.

⦁ Padrasto:

Louis Walker Tonkins, professor, 37 anos.

Intérprete: Nikolaj Coster-Waldau



Relação com a selecionada: Louis é o pai que Amy nunca teve. Os dois têm uma ótima relação. Ele é paciente com ela, e a defende quando briga com sua mãe. É um homem trabalhador e bondoso, e considera Amy como sua filha de verdade. É protetor e ciumento, porém bem mais liberal que sua esposa, Diana. É o grande confidente de Amelia, quase sempre encobre as confusões que a enteada se mete, e ainda as conserta para ela. Amelia o ama muito, mesmo não sendo seu pai verdadeiro, e daria sua vida por ele sem pensar duas vezes.

⦁ Irmão:

Ethan Walker Tonkins, aspirante a guarda real, 12 anos.

Intérprete: Corey Fogelmanis



Relação com a selecionada: Ethan e Amelia são mais grudados que chiclete. O garoto possui um carisma e simplicidade fora do comum, mesmo com o trauma de infância. É extrovertido e adora tirar sua irmã do sério, pregando peças e zoando a garota sempre que tem a oportunidade. Os dois se amam muito e ele sempre tenta proteger a irmã, mas no fim é sempre ela que o protege, deixando o menino muito frustrado.

⦁ Irmã:

Grace Walker Tonkins, 4 anos.

Intérprete: Mia Talerico



Relação com a selecionada: Grace é apenas uma criança, então ainda é totalmente pura e inocente. Amelia deseja manter essa pureza custe o que custar, por isso protege a irmãzinha com toda a sua vida.

♦Criadas:

⦁ Maisie Turner, 19 anos.

Intérprete: Daniella Pineda



Relação com a selecionada: Maisie é uma jovem doce e ingênua, que acredita em todos e muitas vezes é feita de boba. Isso chama a atenção de Amelia, que passa a ensiná-la a ter pulso firme e não deixar que os outros se aproveitem dela, enquanto Maisie ensina Amelia a ser mais delicada e comportada. Amelia rapidamente desenvolve uma afeição pela garota, e as duas se tornam grandes amigas.

⦁ Amber Young, 22 anos.

Intérprete: Phoebe Tonkin



Relação com a selecionada: Amber é uma pessoa vaidosa e egocêntrica. Ela gosta de implicar com os outros, principalmente Maisie, o que irrita Amelia. As duas não se dão bem de início, mas depois de um tempo passam a se entender. Amber sabe tudo sobre moda, por isso é a responsável pelo design dos vestidos de Amelia.

⦁ Naomi Harris, 25 anos.

Intérprete: Claire Holt



Relação com a selecionada: Naomi é a mais velha das criadas, e consequentemente, a mais rígida e focada. É perfeccionista e não admite erros na produção de sua selecionada. A personalidade de Naomi lembra muito Diana, a mãe de Amelia. A garota vê a criada com uma irmã mais velha, as duas estão sempre se ajudando em tudo. Amy ajuda Naomi a arrumar o quarto e fazer as tarefas domésticas, e Naomi ajuda Amy a se comportar no castelo, dando dicas e contando tudo o que sabe das outras selecionadas e da família real.

♦Segredos:

⦁ O patrão de Amelia não morreu misteriosamente. Certo dia, a menina estava arrumando a casa quando o homem, bêbado, tentou abusar sexualmente dela. Amelia, em legítima defesa, acertou um objeto de vidro em sua cabeça, tão forte, que ele morreu na hora. Ninguém nunca descobriu, e ela pretende levar esse segredo até seu túmulo.

⦁ Amelia sofria bullying no colégio, até que um dia não suportou mais e se vingou de todos que zombavam dela. Sabotou alunos, contou seus segredos, mentiu e alguns até foram enviados para Obsidian por sua causa. Ela se arrepende do que fez, mas sabe que é impossível voltar atrás.

⦁ Amelia possui um caderno especial, onde conta todas as suas experiências em forma de poesias. Ela o esconde muito bem, não saberia o que fazer se alguém o encontrasse.

♦Manias:

⦁ Quando Amelia está com raiva, triste ou frustrada, ela morde seu polegar, para se controlar.

⦁ Quando está muito tensa ou ansiosa, ela balança as pernas incessantemente.

⦁ Quando não consegue dormir, Amelia gosta de sair de madrugada para pensar.

⦁ Amelia possui um isqueiro zippo prateado, e tem a mania de queimar coisas com ele.

⦁ Amelia não consegue controlar o revirar de seus olhos quando não está gostando de algo.

♦Talentos:

⦁ Amelia toca piano muito bem.

⦁ Ela só consegue se expressar decentemente através de suas poesias, elas são ótimas e muito profundas.

⦁ Ela é faixa preta em muay thai.

⦁ Ela é ótima em fotografar qualquer coisa.

♦Hobbies:

⦁ Fotografar.

⦁ Ler e escrever.

⦁ Ouvir música, principalmente rock e indie.

⦁ Praticar muay thai.

⦁ Andar sem rumo.

♦Gostos:

⦁ Amy ama literatura, cria estórias e poesias com facilidade e lê muito também.

⦁ Ela é apaixonada por fotografia, costuma registrar tudo que acha bonito ou interessante, revelar e depois colar em seu mural de fotos.

⦁ Ela é viciada em café.

⦁ Ela ama dias frios e chuvosos, decididamente seu humor melhora muito em dias assim.

⦁ Doce de leite, ela é louca por doce de leite. Comeria todo dia se pudesse.

⦁ Ela adora assistir filmes de terror, são seus favoritos.

⦁ Ela adora aventuras, qualquer coisa que lhe cause sensação de liberdade e adrenalina.

♦Desgostos:

⦁ Amy possui uma forte aversão à álcool, apenas o cheiro já faz seu estômago embrulhar.

⦁ Ela odeia ficar em lugares muito agitados por muito tempo, com muitas pessoas aglomeradas em um só local. Se sente muito desconfortável e tensa.

⦁ Por incrível que pareça, Amelia odeia chocolate. Vomitaria se comesse, mesmo que um pouco.

⦁ Ela não suporta drama ou frescura, e geralmente não tem muita paciência com pessoas assim.

⦁ Amelia detesta completamente a sensação de fraqueza e impotência diante de alguma dificuldade.

⦁ Ela odeia chorar, seja na frente dos outros ou sozinha.

⦁ Pessoas arrogantes e desumildes lhe enojam.

⦁ Não gosta nada que façam-na esperar por muito tempo.

⦁ Odeia acordar cedo, seu cérebro parece que não funciona bem pela manhã.

⦁ Ela detesta fazer aniversário, e não sabe bem o porquê.

⦁ Ela odeia se arrumar e odeia permanecer arrumada. Não suporta vestidos, saltos altos, maquiagem e penteados exuberantes. Ela gosta mesmo é de ficar de pijama, sem maquiagem, descalça e com o cabelo bagunçado(mas obviamente ela não poderá ficar assim durante a Seleção, então terá de se acostumar uehuehe).

♦Medos/traumas/fobias:

⦁ Amy tem medo de decepcionar as pessoas que são importantes para ela.

⦁ Ela tem medo de que as coisas não saiam como o planejado, geralmente fica nervosa e demora um pouco para aprender a lidar com algo que fugiu do seu controle.

⦁ Amelia sofre de hemofobia, que é o medo de sangue extremo, a visão deste lhe provoca desespero e tonturas. Ela desenvolveu essa fobia no dia em que matou seu patrão, ao observar o resultado da sua atitude. A simples lembrança do sangue jorrando da cabeça do homem e manchando o chão da sala de estar lhe causa muito enjoo e pânico.

⦁ Ela tem um grande medo de se apegar as pessoas, seja em amizades ou relacionamentos amorosos. Amy sabe que pode sair machucada, e teme isso, porém nunca diria para ninguém.

♦Roupas:

Chegada no castelo:



Dia-a-dia:











Baile:







Jornal Oficial:











Ocasiões especiais:







Treinos:





Baile à fantasia:





♦O que acha da família real?

Amelia sinceramente não gostava nem um pouco da família real. Quando mais nova, achava-os mesquinhos e corruptos, apenas querendo tirar o dinheiro do povo. Não conseguia entender por que havia tantas desigualdades e tanto sofrimento, principalmente para a população mais pobre. Entretanto, a garota foi crescendo e mudando esse pensamento tão egoísta. Hoje em dia, respeita-os como autoridade acima de tudo. Simpatiza com a rainha, por ser uma mulher elegante, graciosa e ao mesmo tempo forte, e admira o rei por sua valentia e capacidade de comandar um reino tão grande.

♦O que acha do príncipe?

Amelia lembra que quando era criança, tinha um precipício pelo príncipe e sonhava em se casar com ele. Sempre o achou simpático e corajoso, além de muito bonito. Porém, com o passar dos anos, esse sentimento desapareceu, se tornando a mais pura indiferença. Ela particularmente não liga se ele é a Vossa Alteza, o príncipe, o jovem mais desejado de toda Hyrule. Ela o trata como se fosse alguém comum, o que, para ela, ele é.

Porém, ao conhecer Dorian, e não apenas o príncipe de Hyrule, ela passará a admirá-lo e respeitá-lo como pessoa, correndo o grande risco de se afeiçoar a ele, o que lhe é inadmissível. Por isso, de início ela tentará se distanciar do príncipe de todas as formas.

♦Como age com as pessoas?

Amelia trata a todos de acordo com o grau de importância que possuem em sua vida. No entanto, ela jamais será grosseira com alguém que não conhece, é do tipo que observa bastante antes de formular uma opinião sobre uma pessoa. É educada com todos, porém aberta com poucos. Quando gosta de alguém, trata com afeto e atenção. E quando não gosta, a pessoa lhe é completamente invisível e insignificante. Não é do tipo que faz de tudo para infernizar a vida da pessoa que não gosta, ela se contenta em ignorá-la e, de vez em quando, soltar alguns comentários sarcásticos para dar emoção ao dia.

♦Trairia o príncipe com alguém?

Se soubesse que não sente nada por ele, e vice-versa, não tardaria em se relacionar com outra pessoa que lhe interessasse, porém nunca o faria pelas costas. Deixaria as coisas bem claras e pediria permissão para começar um relacionamento com outro alguém, e caso não pudesse... aí sim, o faria às escondidas, depois de uma análise minuciosa para ter certeza de que valeria à pena.

♦Música que representa a selecionada:

Elastic Heart - Sia

Bem, eu tenho uma pele grossa e um coração elástico
Mas sua lâmina pode ser muito afiada
Eu sou como um elástico, até que você puxe com muita força
É, eu posso arrebentar e eu me movo rápido
Mas você não me verá despedaçar
Porque eu tenho um coração elástico...


♦Música para momentos românticos:

The Scientist - Coldplay

Eu só estava analisando números e figuras
Montando o quebra-cabeças
Questões da ciência, ciência e progresso
Não falam tão alto quanto meu coração
Diga-me que me ama, volte e me assombre
Oh, e eu corro para o começo...


♦Você está ciente de que...

⦁ Sua personagem pode não ser aceita?

Sim.

⦁ Sua personagem pode ser eliminada?

Sim.

⦁ Sua personagem pode ser morta?

Sim.

♦Favoritou a fanfic?

Sim, favoritei.

♦Algo mais?

⦁ Se ela for aceita, e se não for muita intromissão, eu gostaria que você fizesse com que ela encontrasse seu verdadeiro pai em algum momento da estória. Mas é só uma sugestão mesmo rsrs.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...