~eviliswicked

eviliswicked
Nome: Evil Regal
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha


Postado



Don't try to fix me
I'm not broken


✣ Nome Completo:

Amélya Carter Lee

✣ Apelido:
Amy

✣ Idade:

25

✣ Aparência:

Amy possuí traços delicados: seu nariz é fino, lábios grossos e seu olhos têm uma coloração acinzentada que, dependendo do seu humor, pode vir a ficar azul.
Ela tem um cabelo longo, liso e negro.
Sua expressão angelical pode facilmente tronar-se intimidadora, já que seu olhar é reto e pesado, no entanto o sorriso encantador que está sempre presente em seu rosto contradiz isso.
Seu corpo não é o que a sociedade poderia chamar de "ideal" pois Amy é um pouco acima do peso, o que refletiu levemente em seu físico.







✣ Artista que o representa:

Amy Lee

✣ Sexualidade:

Homossexual

✣ Personalidade:

Ela foi bem educada, mas por ser extremamente sarcástica e ácida as pessoas acabam por vê-la de outro modo. Ela se defende dizendo que esse é apenas um meio de evitar conversas que possam ser idiotas, e de fato é.
Sinceridade não é apenas uma de suas qualidades como também um de seus defeitos, pois por vezes acaba por ser muito direta. Outro defeito seu é ser impulsiva: Amy simplesmente se atira nas situações mais inusitadas sem ao menos parar para raciocinar, o que lhe rende boas enrascadas.
Quando nervosa esses traços se interlaçam, o que não resulta em boa coisa pois Carter passa a falar sem pensar e jogar todo o possível contra o felizardo com quem discute sem a menor piedade.
Ser a pessoa que tem razão é um de seus hobbies: Dificilmente ela dará o braço a torcer sabendo que está certa, e no caso de estar errada o que quase nunca acontece ela admite e até mesmo pede desculpas, mas para isso é preciso provar que ela errou.
Ela é humilde e muito caridosa o que faz com que ela pareça, para aqueles mais ignorantes, a típica boa moça farsante, mas vale ressaltar que ela é assim apenas com as pessoas mais próximas.
Além de ótima ouvinte, Amy também é uma conselheira de se tirar o chapéu mesmo que antes de te aconselhar ela jogue na sua cara todos os erros que está cometendo. No entanto, apesar de saber lidar perfeitamente bem com a vida sentimental dos outros, quando o assunto é sobre os seus sentimentos ela se embaralha toda, sabendo dizer o que sente apenas para seu caderno de canções. Por esse motivo não costuma falar do que sente para os outros, principalmente se o sentimento em questão for amor.
Amy é uma ótima companhia, quando está com seus amigos é a que fica louca e bota todo mundo para cima, nunca deixa que ninguém fique parado.
Ela odeia que lhe imponham limites ou que digam que não é capaz de algo, porém considera divertido provar o contrário, assim tendo constantes atitudes de rebeldia.
Se tem algo que ela não tolera é injustiças, por isso sempre que vê uma, mesmo não tendo nada que se meter, ela vai lá e defende o lado que acredita estar certo.
Amy não hesitaria em entrar em uma briga por alguém que gosta ou até mesmo por motivos fúteis, pois ela é explosiva e muito pavio curto e parte para cima como a mínima provocação feita.
Quem não a conhece pode facilmente dizer que ela é uma pessoa chata e arrogante mas depois de conhecê-la e amolecer seu coração irão descobrir que ela é uma pessoa divertida, animada e irônica.
Devo dizer também que ela é uma pessoa que sente tudo de forma intensa e vive de forma intensa, para ela cada segundo conta e cada emoção é uma oportunidade de experimentar coisas novas.

✣ História:

Amy é filha de mãe, o que na época em que nasceu não era visto com bons olhos. Ela teve uma infância de poucos luxos e as pouquíssimas mordomias que teve foi graças ao esforço de Sophia, sua mãe, que se dobrava trabalhando na velha padaria de sua família.
Já durante sua adolescência, Amy acabou se envolvendo com bebidas e drogas o que gerou o desgosto por parte de sua mãe, a qual mandou a filha para uma espécie de reformatório onde a jovem teve seu primeiro contato com a música.
Carter não descobriu apenas seu amor pela música mas também o amor que havia dentro de si e com apenas alguns poucos anos de vivência já olhava para o mundo de forma diferente.
Quando finalmente voltou para casa quis contar as novas descobertas para sua mãe, a primeira coisa que fez foi se abrir quanto a sua sexualidade. Tamanha foi a decepção de Sophia. Eu não a criei para isso, pensava a mulher.
As duas tiveram uma discussão muito feia, Amy chegou a fugir de casa, mas ao ter sua mãe implorando para que voltasse acabou por ceder. Ela havia voltado, mas a relação entre ela e Sophia nunca retornara a ser a mesma.
Anos depois elas receberam a notícia de que Andrew, pai de Amy, havia morrido. Tal informação foi dada por Dylan, o jovem rapaz que carregava o desgosto do pai ter abandonado uma mulher gravida. Esse jovem é irmão de Amy, e por esse motivo ela, a princípio, odiou o rapaz e por mais que ele tentasse manter contato com sua outra família estava sendo impossível.
Com o tempo isso foi se resolvendo e Dylan passou a ser um membro oficial da família. O rapaz, apaixonado pela voz de Sua irmã, decidiu que deveria fazer algo: Espalhou para todos que conhecia no ramo da música o que não passava de produtores mal sucedidos e donos de rádios que tinha uma irmã prodígio, assim fazendo com que Amy retomasse uma paixão da época de sua adolescência: A música.

✣ Família:



Sophia Lee - Mãe, 51 anos. Trabalha como boleira/confeiteira.

Amy e Sophia já foram como melhores e inseparáveis amigas, hoje em dia pouco se falam. Aliás, elas não trocam muitas palavras desde a briga que tiveram.




Dylan Knowless - Irmão por parte de pai, 21 anos. Atualmente está desempregado.

Ela e Dylan são bem próximos, ele é seu melhor amigo. Apesar do ódio que ela dizia ter por ele no início Amy acabou por se apegar ao garoto e hoje tratam-se como verdadeiros irmãos.



Andrew Knowless - Pai, 50 anos. Falecido.

Amy nunca o conheceu mas o deia até o dias de hoje.


✣ Gostos/Desgostos

-• Gostos:

- Compor
- Cantar
- Comida mexicana
- Jogar videogame
- Dubai - Um lugar que nunca foi mais ama
- Desenhar
- Carros antigos
- Desenhos animados antigos
- Filmes de terror
- Preto e branco - Tantos objetos em preto e branco as cores em si, Amy os ama.
- Música indie e rock
- Beber até esquecer seu nome
- Circo de horrores
- Roupas jeans

-• Desgostos:

- Lugares altos
- Calor
- Pegar muito sol
- Bebidas quentes
- Estar errada
- Pessoas ignorantes
- Comida japonesa
- Quaisquer tipos de injustiças

✣ Manias/fobias/traumas/vícios:

-• Medo: Amy tem medo de altura.

-• Mania: Ela vive a cantarolar e passar a mão em seu cabelo.

-• Vício: Álcool - Se ela não tomar ao menos uma dose de álcool por dia ela pode ficar surtada e muito nervosa.

✣ Talentos:

Amy canta muitíssimo bem e sabe tocar piano, violão, baixo e guitarra. Ela também é uma ótima cozinheira, além de ser ótima no volante não que isso seja um talento
Ela também sabe desenhar e consegue fazer variados tipos de desenhos, desde super realistas até simples cartoons.

✣ Coisas em que se considera um fiasco:

Dança. Com toda a certeza.

✣ Vai querer par ou apenas romances casuais?

Par.

✣ Vai querer cenas hot?

Yaaas se possível

✣ Sua personagem é virgem? ( )SIM (x) NÃO

✣ Qual o "nível" de hot que você quer pra sua personagem?

Acho que misturar um pouco do romantismo com algo mais ardente seria bacana.

✣ Relações:

- Com a família:

Amy não fala muito com sua mãe, e quando o faz é curta e grossa, sempre indo direto ao ponto. Já com Dylan é diferente, ela o trata muitíssimo bem, os dois têm uma relação bem aberta e falam de tudo.

- Com o par:

Ela será a típica trouxa: Fará todo o possível para agradar seu par, sempre tratando-a como uma verdadeira rainha.

- Com amigos:

Bem humorada, ela estará sempre fazendo uma palhaçada e brincando. Não deixará que ninguém fique sério e sóbrio enquanto estiver ao seu lado.

- Com a mídia:

Sabe o lance da primeira impressão de Amy? A sua versão chata e arrogante? Essa será a sua versão para a mídia. Carter odeia perguntas idiotas e óbvias ou que questionem e invadam seu espaço pessoal sem que ela permita, então, basicamente, ela não poupará mal humor e ironia para a mídia.

- Com os fãs:

Com eles ela será ela mesma, a garota divertida de comentários ácidos e muita farra. Sua relação com os fãs será especial e muito íntima: Amy fará o tipo que responde os fãs nas redes social e os segue com bastante facilidade; Dará toda a atenção possível para eles, buscando fazer com que eles se sintam especiais e amados.

✣ Username nas redes sociais:

"Amy_Leeah" para todas as redes sociais.

✣ Roupas

- Casual










- Festa









- Formal







- Show:












- Roupa da banho






- Pijama:






- Fantasia/Halloween:





percebe-se que ela ama jeans e que seu estilo fora e dentro dos palcos é praticamente o mesmo

✣ Uma banda/cantor que a personagem é muito fã/se inspira:

Suas bandas favoritas são:

- Guns 'N Roses
- Red Hot Chili Peppers
- Bon Jovi
- Sex Pistols
- Nirvana
- Anathallo
- Army Of Me
&
- Art Brunt

Sua cantora indie favorita é Lana Del Rey.

✣ Quem é o/a crush famoso/a da sua personagem?

Lana Del Rey



✣ Música que define a personagem/que ele mais gosta:

Uma música que a define com toda certeza seria Don't Let Me Be MisunderstoodLana Del Rey
Mas suas favoritas são:

- Art Deco - Lana Del Rey

- About A Girl - Nirvana

- Patience - Guns 'N Roses

- Blue Velvet - Lana Del Rey


✣ Sabe que a personagem agora é de minha propriedade e eu posso fazer o que quiser com ele?

Sim, sei.

✣ Irá comentar em todos os capítulos?

Claro.

✣ Algo mais?

- Seu violão e sua primeira guitarra:





- Seus materiais de desenho e o caderno onde escreve suas musicas:



- Linus, seu hamster de estimação:



Escutando: hello - evanescence

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...