~MoiSarita

MoiSarita
Antes~CandyZah
Nome: Sarah
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 19 de Março
Idade: 16
Cadastro:

O Labirinto Do Fauno


Postado

O Labirinto Do Fauno

O Labirinto Do Fauno



“Reza a lenda que há muito, muito tempo, no reino subterrâneo onde não existe a mentira nem a dor, vivia uma princesa que sonhava com o mundo dos humanos. Sonhava com o céu azul, a brisa suave e o sol brilhante. Um dia, burlando toda a vigilância, a princesa escapou. Uma vez no exterior, a luz do sol a cegou e apagou de sua memória qualquer indício de seu passado. A princesa esqueceu quem era e de onde veio. Seu corpo sofreu com frio, doenças e dor, e com o passar dos anos, morreu. Entretanto, seu pai, o rei, sabia que a alma da princesa regressaria, talvez em outro corpo, ou outro tempo e lugar, e ele a esperaria até seu último suspiro, até que o mundo deixasse de girar…"

São com essas palavras que este fabuloso filme começa.

O Labirinto do Fauno, é um filme do ano de 2006, do gênero de fantasia e suspense, dirigido por Guillermo del Toro.

Eu me interessei pelo filme quando o vi em uma indicação nos livros da minha antiga escola, guardei seu nome esperando ver um tempo mais tarde. E depois de dois anos, peguei o filme pra assistir.
Quando o vi no livro me parecia nada mais que uma história de fantasia inocente como Nárnia e Cia, mas após ler alguns comentário minha ideia de fantasia fofinha foi por água baixo. Nem mesmo me importei com a classificação etária, fiquei tão fascinada com a ideia do filme que assim que consegui encontrá-lo mergulhei de cabeça na história.


A história é a seguinte:
Na Espanha, no ano de 1944, se passa após a Guerra Civil, mas se concentrando em um grupo de rebeldes que lutam nas montanhas ao norte de Navarra. Ofélia, uma menina de dez anos, e sua mãe, grávida, mudam-se para a região de Navarra. Lá vive o Capitão Vidal, o novo padrasto de Ofélia e um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Ainda no caminho para a nova casa, a menina descobre um labirinto que faz com que o Subterrâneo, ou um mundo de fantasias se abra, criando inúmeros conflitos para as pessoas ao seu redor.



Indo direto ao ponto: Ofélia é a reencarnação da princesa que fugiu do submundo. Ela em meio aos seus passeios ao labirinto ela descobre o Fauno. Ele diz ser um encarregado do Rei, verdadeiro pai de Ofélia, que ajudaria a princesa do Subterrâneo a voltar ao seu reino.

"Tive tantos nomes... nomes antigos que se poderiam ser pronunciados pelo vento e pelas árvores." Ele também cita que é "a montanha, o bosque e a terra", levando-nos a crer que ele seja o próprio Pã¹!




O Fauno diz a Ofélia sua verdadeira história e lhe diz que para que ela volte ao seu reino, ela precisaria cumprir três tarefas.


"-Como sei que o que dizes é verdade?
-Por que um pobre fauno como eu teria de mentir?"



Uma coisa notória no filme são suas apelações para a feitiçaria(pois é, eu percebi isso sozinha). Como o Livro das Encruzilhadas que o Fauno entrega a menina, o feitiço com a Mandrágora que lhe é ensinado, o giz que Ofélia usa pra criar portas no chão e nas paredes e etc.



Como eu citei um pouco acima,antes de ver esse filme, eu li muitos comentários a respeito. Muitos generalizaram por ser muito violento, disseram até que a classificação devia mudar, de 16+ para 18+. Ele chegou a ser censurado na Malásia devido às "excessivas cenas violentas".

Com esses comentários eu só fiquei mais nervosa, só de ver o cara fazendo a barba me dava um frio na espinha.




Pra mim a parte mais agonizante foi quando apareceu o Homem Pálido. É sério! Dá uma agonia do caramba. Só imagino como as pessoas dentro de um cinema ficaram vendo esse filme. Eu quase tive um treco assistindo no período de tarde, com minha avó e vizinha na cozinha e minha irmã no quarto.



Não se enganem com tudo que se parece fantasia, a história é um verdadeiro drama que mistura a magia e a violência. Mas mesmo assim é um belo filme.


"Minha avó dizia que com os faunos, se deve ter muito cuidado."


O Labirinto do Fauno foi estrelado por Ivana Baquero, Dung Jones, Sergi López, Maibel Verdú, Ariadna Gil e Alex Angulo.


Detalhes e curiosidades sobre o filme:

*O Labirinto do Fauno foi vencedor de 3 prêmios Oscar e outros 68 prêmios cinematográficos. Ao todo 71 prêmios!!!

*Esse filme recebeu 22 minutos de aplausos no Festival de Cannes(2006)

*O povoado em ruínas que é visto durante a sequência de abertura do filme é o velho povoado de Belchite (Zaragoza). O povoado foi destruído durante a Guerra Civil Espanhola e nunca se reconstruiu.


*No ano de 2007, O labirinto do Fauno se converteu no primeiro filme de fantasia a ser nomeado na categoria de melhor filme em língua que não era inglês no Oscar.

*Todas as criaturas sobrenaturais de O labirinto do Fauno eram imaginadas por Guillermo del Toro em sua infância – o Fauno ele via atrás do armário da casa de sua avó(eu achei isso muito sinistro).

*O Homem Pálido foi inspirado em um dos quadros de Goya², Saturno devorando a un hijo(Saturno devorando um filho).



¹ - Pã é o deus dos bosques, dos campo e dos rebanhos. É sempre representado com a fisionomia de um fauno: com orelhas, chifres e pernas de bodes. Um grande amante da música, muitas vezes visto com um flauta.

² - Francisco de Goya foi um pintor e gravador espanhol, nasceu em 1746 e faleceu no ano de 1828. "Saturno Devorando Seu Filho" pertence a lista de obras "Pinturas Negras", obras feitas no fim da vida do pintor, por volta de 1820 e 1823.

Escutando: One Ok Rock e The Oral Cigarettes
Assistindo: O Labirinto do Fauno
Bebendo: Suco de Jabuticaba

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...