~CarolJSalvatore

CarolJSalvatore
Broken Heart
Nome: .¸¸.*♡ ⓒⓐⓡⓞⓛ ♡*.¸ ¸. Ъεรт dค кคн || Pãozinha da MADU ⇢ .:*♡
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 21 de Julho
Idade: 15
Cadastro:

Second Generation - FICHINHA


Postado


Nome:
Anna Carolina Salvatore Mikaelson
Idade:
Real: 97 anos || Aparente: 19
Data de Nascimento:
21/07 || Canceriana
Personalidade:
Carol é uma criança em corpo adulto. Apesar de parecer madura, ela é infantil e bobinha, com a eterna alma de criança, sempre sorrindo e de bom humor. Para ela não existe clima ruim, é sempre muito otimista e sempre vê um lado positivo nas coisas, mesmo quando tudo está ruim. Não tem juízo, e se já teve, hoje não tem mais. Vive fazendo as mais altas loucuras em busca de diversão e coisas para fugir do tédio.
“Ela é assim, um poço de paz em um oceano de caos”.
Ela nunca deixa as coisas claras, fica tudo subentendido, então você tem que entender os sinais que ela manda, normalmente sendo indiretas nada compreensíveis.
Carol não gosta de ficar falando e se gabando, prefere simplesmente ir e fazer, para ela, gestos falam muito melhor que palavras, sempre foi assim. Apesar de tudo ela não se apega as coisas materiais, para ela as coisas simples são as principais.
Ela é um poço de vaidade, mesmo não admitindo. Ela não sai de casa sem antes passar no mínimo um gloss e tomar um banho de perfume. Adora receber um elogio, mas sempre cora e fica tímida quando isso acontece.
Seu estomago é um buraco negro sem fim aonde entra qualquer coisa. Não importa o que! Sempre entra.
Ela é bem maluquinha (podendo ser comprada com o chapeleiro maluco do filme “Alice no País das Maravilhas”). Sempre fazendo perguntas sem respostas, ou pensando em coisas impossíveis, querendo torna-las possíveis.
Ela é bem...nerd, assim por dizer. Adora os números: matemática, física, química, ela tira tudo de letra. Redação e português? Moleza. Geografia e História? A coisa mais fácil do mundo. Grande parte disso se deve ao tempo que ela passa estudando em seu quarto.
Ela ama andar de patins. Costumam dizer que ela tem rodas nos pés, pois sempre está de patins. Ama tanto que arrumou um emprego aonde ela tem que usar patins. Isso por que é muito elétrica devido a quantidade de café e energético que ela ingere, e precisa gastar.
Apesar de toda a maluquice, é bastante responsável e confiável, e sabe ser serias nos momentos devidos.
É bem educada, sabendo bastante sobre regras de etiqueta, e bons modos em mas com amigos próximos, esqueça. Ela é uma maluca MESMO.
Em momentos de raiva, saia de perto, pois a “pisco-Carol” vai estar à solta. Ela fica maluca, xingando a todos, quebrando tudo o que vê pela frente e sendo muito agressiva. Mas precisa chegar ao limite para isso acontecer, quase como se tivesse desligado a humanidade.
Em momentos tristes, ela não demonstra a ninguém. Abre seu melhor sorriso e finge que a vida está melhor do que nunca, mas suas amigas a conhecem, porém ela insiste nisso, e sempre procura um lugar aonde ela possa ficar sozinha e chorar até não ter mais liquido em seu corpo.
É bastante vaidosa, tem todo tipo de produtos para a pele, maquiagens, pinceis, perfumes, apliques para o cabelo e etc...
Adora ler. Quando não está estudando ou com algum amigo, pode apostar que ela está lendo. Prefere os romances (a culpa é das estrelas, o reino das vozes que não se calam...) ou livros fictícios (Academia de vampiros, Jogos vorazes).
Ela adora as variações de vampiros que fazem na televisão, como crepúsculo e drácula, ela sempre se diverte com esse tipo de coisa.
Ela nunca conseguiria machucar a alguém, então, assim como seu pai fazia, ela se alimenta apenas de animais, e raramente de bolsas de sangue, pois ela sempre fica pensando na pessoa que teve o sangue retirado e como deve ter doido, porém, quando mexem com alguém querido, cabeças saem rolando.
Apesar de amar romances, se diz azarada no amor, e isso graças a Rebekah. Ela mantem um coração fechado com medo de se machucar assim como aconteceu com sua mãe, ao mesmo tempo, teme ficar sozinha e ser abandonada.
Ela tem o legitimo charme Mikaelson, herdado de Rebekah, e um amor pelas artes vindo do tio, Klaus, pois é a melhor forma de expressão para ela. Talvez esse seja um dos muitos motivos para eles se darem bem.
Também ama gravar todos os momentos, então sempre carrega com sigo uma câmera Polaroid e sai fotografando tudo.
Sempre esperando o bem das pessoas, mas nunca se decepciona quando não atingem suas perspectivas. “Não se dá para agradar a todos”.
Apaixonada e sonhadora, acredita que um dia irá encontrar a pessoa por quem se apaixonar, mas tem paciência. É alguém legal de se conversar, sempre tem um assunto diferente e consegue conversar sobre qualquer coisa.

Gostos e desgostos:
❥ Gostos:
Andar de patins | Tirar fotos em sua polaroid | Desenhos animados | Vilões de filmes (os heróis são clichês) | chocolate | ler | café | energético | assistir TV e seriados | cantar | mar | tempestade | raios | chuva | neve | internet | música | pizza | Coca-Cola | desenhar | cozinhar | dançar | ouvir histórias | pessoas inteligentes | preto| morango | qualquer coisa que envolva chocolate | conversar | dar concelhos| Suco de morango/maracujá/limão | pessoas bem-humoradas | adrenalina | Star Wars | Unicornios | Representações dos seres sobrenaturais | romances | filmes de romance | Coisas de outro mundo | Pintar
❥ Desgostos:
Pessoas mandonas | Ser contrariada | estar errada | esquecer das coisas | ficar com fome | ficar entediada | maltrato a crianças/animais | Bulling | insultem sua inteligência | que falem que papai noel/unicórnios/fadas/vampiros ou outras coisas do tipo não existem | insensibilidade | chorar | ficar deprimida | não poder patinar | que joguem as coisas em sua cara | bagunça
Hobbies e passatempos:
Pintar | Fotografar com a polaroid | Andar de patins | Cozinhar talento herdado do Salvatore | ler | Fazer cooper
Manias:
Morder o lábio inferior quando pensando | Enrolar a ponta do cabelo quando mentindo | Bater as unhas sobre superfícies planas | Corrigir as pessoas | “Desenhar” pontos transparentes
Medos e fobias:
Medo de desligar a humanidade | Claustrofobia em níveis extremos | Clourofobia | Medo da solidão Bônus vindo de Rebekah
História:
Nascida da complicada relação de Stefan e Rebekah, a jovem Carol cresceu muito rápido, tanto física quanto mentalmente. Ela amadureceu muito rápido, mas ao mesmo tempo nunca deixou de ser uma eterna criança.
Stefan e Rebekah sempre quiseram dar a ela a vida mais humana possível, pois sabiam que um dia ela não poderia mais ter esse luxo, então tudo o que puderam fazer para evitar a transformação da garota, eles fizeram.
Mas tanto esforço só durou por sete anos, até Klaus se intrometer e passar a ensinar a garota a como usar seus poderes. Se os pais não ensinam, eu ensino, era o que o hibrido costumava dizer.
A primeira vez provando o sangue humano, quando tinha quinze anos, foi tão letal quanto a de Stefan. Vilas foram destruídas pela sua fome inacabável, até que Rebekah, com dor no coração, empalou a filha e a deixou em um caixão por dois meses, tempo o suficiente para afastar um pouco as duas, e aproximar Carol de Stefan, que foi o responsável por sua libertação. Apesar disso, ela não guarda rancor de Rebekah. Pelo contrário, agradece a mãe por ter a controlado.
Desde então ela tem vivido de sangue animal e de vez em quando algumas bolsas de sangue. Tenta usar ao mínimo seus poderes, pois sabe o risco e prefere não arriscar.[/color]
Pais:
Stefan e Rebekah Precious OTP

Relação com os mesmos:
Carol e Stefan são completamente ligados. Ela o vê como uma inspiração e um exemplo a seguir, de alguém que venceu uma batalha interna e se tornou o exemplo de pessoa que é. Sempre que quer um conselho aleatório corre até ele e até mesmo quando precisa de colo. Adora cozinhar com ele e os dois normalmente saem para caçar juntos. Raramente brigam e ele sempre a consola quando ela está para baixo. Ele a conhece melhor até mesmo que Rebekah que se sente um pouco excluída nessa relação, o que os aproxima mais.
Mas Rebekah continua sendo a mãe de Carol e a garota sente um IMENSO carinho e amor pela mãe. Apesar de contar a maioria das coisas para Stefan, quando se trata de seu frágil coração, Carol sempre corre para os braços de Rebekah, seja para chorar, seja para perguntar algo ou pedir algum conselho. Rebekah também é a melhor companhia quando a garota se sente completamente para baixo e precisa apenas de uma conversa cheia de bobagens e um carinho que Stefan não conseguiria dar nem que tentasse. As duas tem uma certa ligação de mãe e filha incompreensível.

Tios favoritos:
Klaus e Caroline. Especialmente Klaus.

Caroline é a melhor tia do mundo, pelo menos para Carol. As duas tem uma alegria enorme guardada no coração e uma determinação para fazer as coisas sem igual, então quando juntas, ninguém consegue para-las, além de ser um melhor exemplo.
Klaus é o tio liberal que a entende quando se trata de arte, aquele tio super protetor que a ensinou a usar os poderes já que Stefan e Rebekah queriam dar a ela a vida humana. É um tio que ela sempre corre atrás quando cansa de tudo e só quer extravasar um pouco.

Opção sexual:
Bissexual | Sem preferencias
Vai querer par?
Sim por favor!
Aparência:
❥ Lauren Jauregui











Tem pele clara como porcelana, característica natural de onde nasceu. Cabelos castanhos escuros quase negros que formam cachos naturais que vão até metade das costas, mas as vezes ela opta por alisa-los. Tem sobrancelhas bem feitas, olhos verdes claros que parecem esmeraldas, bem marcados. Nariz fino levemente arrebitado, lábios grossos naturalmente rosados, queixo angulado. Mede 1,63 de altura, e pesa 53,8 kg. Tem ombros médios, seios fartos, cintura fina, quadris médios, pernas torneadas, bumbum mediano.
Roupas:
❥Casual:





❥Formal:





❥Pijama:



Ciente que se parar de comentar o personagem morre?
Sei sim anjo!


Escutando: Night Change - One Direction

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...