A Seleção


Postado

A Seleção

********************* O Mamute Pequenino *******************

*Nome Completo: Thea Argent.

*Significado do Nome: Thea - Guerreira (eu que inventei) e Argent - Prata (Françês), Guerreira de Prata.

*Apelido: É conhecida pelo nome de Speedy.





*Idade: 18.

*Data de aniversário: 31/12

*Classe Social: veio de uma família smples e trabalhadora, mas que tinha o suficiente para sustentarem uns aos outros.

*Aparência: Sua pele é um pouco pálida, seios pequenos, bumbum e coxas ''trabalhadas'', como foi treinada tem braços malhados, é extremamente magra, seus cabelos são de uma cor castanho mel, ela não é baixa, mas também não é muito alta. Suas sobrancelhas são um pouco finas, e com falhas que ela disfarça, e ela tem um pequeno sinal na bochecha direita.

*Intérprete: Willa Holland.




*Personalidade: Seu jeitinho é único, sarcástico, muito irônico e psicopata. Ela não tem amigos, e evita gostar de alguém pois todas as vezes que ela havia entregado seu coração a alguém... terminou em um completo desastre. Ela é muito orgulhosa, mas quando acha que fez algo insiste em ficar pedindo perdão... Somente quando merecem.
Ela é muito carinhosa e amável, mas não demonstra.
Thea tem um lado que ninguém conhece - seu lado mais obscuro, ela se cansou de tentar atender as expectativas de todas as pessoas que conhecia, então ela desistiu. Ela é muito rancorosa, triste e magoada por fatos passados, todos dizem que ela é ''fria como uma rocha'', mas é porque ninguém conhece quem ela é realmente.
Era muito raro ver Thea sorrir ou rir, normalmente ela fazia isso sendo sarcástica.
É muito revoltada e não gosta dos bailes, porque tem que ''Dividir seu oxigênio com essas pessoas'' ... Sendo assim, ela sempre leva bronca de seu guarda pois sempre se recusava a ir. Ela é muito irritante de vez em quando, e tende a ser insegura consigo mesmo, ri de suas próprias palhaçadas, e ás vezes fica com cara de boba quando não sabe algo.











*História: A família de Thea vivia humildemente. Seus pais trabalhavam numa plantação e seus irmãos nos estábulos. Apesar da família da garota ter uma renda baixa, seus pais não deixavam que ela trabalhasse, pois ela era muito mimada por eles. Ela normalmente ficava em casa fazendo os afazeres domésticos.
No dia 30 de dezembro a família de Thea estava viajando porque iriam em busca de uma pequena flor que Thea mais amava: Lótus (era uma tradição para eles, que no aniversário de 16 anos de seus filhos eles teriam que viajar em busca de algo ''delicado'' para uma filha, e algo ''honroso'' de um homem digno para um filho. Por exemplo, os irmãos de Thea ganharam facas feitas de madeira pelo próprio pai). Infelizmente, na noite do mesmo dia, um mensageiro vinha a bater na porta de sua casa, para lhe dizer a trágica verdade de que sua família havia sido emboscada e não houve sobrevivente algum. Junto com o mensageiro havia uma carreta com 3 corpos. Thea não teve a coragem de olhar, mas o fato de que faltava um corpo sempre a intrigou. No dia seguinte, ela não fez questão nenhuma de comemorar seu aniversário, iria, na verdade, procurar emprego para conseguir manter a casa. Havia recebido uma carta de sua amiga: A lady Laurel, que seus pais ajudaram muito quando ela era somente uma criancinha e estava perdida no campo.
Thea encontrou um emprego, na casa do pai de Laurel, um lorde poderoso. O achava bondoso, e até humilde para ser da Nobreza, mas quando descobriu a injustiça e a desigualdade com que sua esposa tratava certos empregados, ela resolveu falar com o lorde, que, não acreditando em sua palavra, a humilhou e a mandou para a prisão, pois sua esposa também havia incriminado a garota por roubar uma joia. Laurel sabia que era mentira, mas não disse uma palavra e deixou a amiga ser levada.
Thea foi expulsa de sua própria casa, levando consigo apenas lembranças preciosas de sua família, e uma foto velha deles todos juntos, que ela protegia com sua vida.
Passou a odiar imensamente a nobreza, mas como sabia que não podia falar de seu ódio em público, resolveu guardar para si mesma, além de que, prometeu para sua família, que descobriria os seus assassinos e os vingaria.
Em Obsidian, Thea conheceu um garoto, Al. Ele havia sido incriminado por algo que não fez, quando a filha de um homem rico matou sua madrasta e colocou a culpa no garoto. Ambos compartilhavam um grande ódio pela classe alta, e enquanto trabalhavam nas minas faziam planos para fugir dali e fazer justiça.
O dia do plano ser executado chegou, e o início da fuga dos dois foi tranquila. Até um guarda vê-los, e capturar Al. Thea quis voltar, mas ele gritou para que ela fosse em frente. Al foi morto por tentar fugir, e Thea conseguiu correr para longe dali. Ela não sabia onde estava, era Al quem os guiaria pela floresta, mas ele já não estava ali.
Thea acabou vagando sem direção, e ouve um momento em que foi atacada por trás. Ela sentiu muita dor e soltou um grito agonizante, pois sentiu uma faca de caça cortando sua carne na região lombar, e chegando até o osso. Ela desmaiou e acordou numa cama simples, toda enfaixada. Pessoas desconhecidas disseram que ela ficou desacordada por 4 dias, e a pessoa que a havia esfaqueado -uma garota- pediu desculpas, porque tinha achado que Thea era um soldado. Acabou que aquele era o clã de assassinos de Hyrule, e Thea acabou sendo recrutada por eles, aprendendo a lutar e matar.
Depois de um ano, Thea deixou o clã, e voltou a cidade. A garota acabou se tornando a justiceira que tanto queria ser, e um tipo de 'Robin Hood'. Ela roubava os ricos e assassinava políticos corruptos e que escravizavam pessoas, se tornando a inspiração de muitas pessoas. Além disso, ela procurava pelos assassinos de sua família.
Porém, um dia, houve uma emboscada. Thea foi capturada e levada para Obsidian novamente, onde era muito maltratada pelos guardas, e já tentou fugir, recebendo assim muitos castigos. O único modo de fugir de toda aquela desgraça era se inscrever na Seleção. E talvez, apenas para se vingar, matar o príncipe.

*Família:

Pai - Chris Argent


Mãe - Allison Argent

Irmão do meio - Oliver Argent.


Irmão mais velho - Tommy Argent.

*Relação - Eram uma família muito unida, tinham brigas como qualquer uma e ás vezes ficavam sem se falar, mas fariam de tudo um pelo outro.

*Segredos: Quando recebeu a noticia de sua família, ela começou a frequentar certos bares, e vivia arranjando brigas. Havia descoberto nas coisas de sua família, armas como adagas e um arco e flecha, e, como amava a ideia de usar o arco e flecha, e também, jurando vingar sua família, começou a praticar... Ficando muito boa, com uma mira perfeita, ela teve a ideia de ser como ''Robin Hood'', cujo qual sempre amou as histórias, ''Ajudar aos pobres, tirando o esbanjamento desnecessário da Realeza.''

*Manias: Morder o lábio inferior, apertar os punhos quando está brava, bater na parede quando esta triste.

*Talentos: Lê extremamente bem, sabe cavalgar, usa muito bem o arco e flecha, além de adagas...

*Hobbies: Ler livros quando está livre, ficar cantando, e passear na floresta, porque é o lugar que ela mais ama, junto dos animais que gosta também, além de ficar treinando com seu arco.

*Gosta:
- Livros.
- Alguns bailes.
- Vestidos.
- Andar a noite pela floreta (quando pode).
- Ver a lembrança de sua família.
- Dormir com a roupa de seus pais, que ela havia guardado.

*Não Gosta:
- Princesas
- Prícipes
- Reis
- Injustiça
- Odeia quando não acreditam nela.
- Odeia ouvir gritos.
- Comemorar seu aniversário.
- Sorrir.
- Que conheçam seu lado meigo e vulnerável.

*Medos: Escuro (na prisão era muito escuro e haviam barulhos que não a deixavam dormir), e tem Claustrofobia, além de medo de água ... na prisão onde era frio, como maneira de tortura, ''afogavam as pessoas'' em banheiras com muita água e gelo.
Ela tem muitos sonhos de quando estava na prisão, por isso, quando alguém toca em seu braço quando ela está dormindo, ela acha que vai ser atacada, porque sua mente age como se estivesse de volta na prisão, fazendo como se estivesse tendo um ataque de pânico... Ela fica com medo de se mecher, começa a tremer e a chorar.



*Roupas: ... Não sei como explicar como ela poderia ter conseguido vestidos de baile.

** Chegada ao castelo:
Somente com uma capa que era de seu irmão.


** Dia a dia:

[img]http://www.cheappromdresses.us.com/media/catalog/product/cache/1/image/9df78eab3352


** Baile:


** Jornal Oficial:





**Ocasiões Especiais:




**Treinos (Ela já é treinada, mas como possuí um ódio imenso por Princesas e Príncipes...):




**Baile á Fantasia:
(Piratas do Caribe)


**Família Real: São todos iguais, injustos e ridículos, eles não ligam para quem precisa de ajuda.

** Príncipe: Rico e mimado, achando que tudo gira em torno de si, mas preciso fingir que gosto daqui.

**Trairia o príncipe com alguém: Como a personagem está com ''um coração de gelo'' ela nem liga para o príncipe, mas não acredita que será a escolhida.

** Música que representa a personagem: Fight Song (Rachel Platten).

** Música para momentos românticos: Made In USA (Demi Lovato)

---Sim, estou ciente!!!

Nada mais a acrescentar ... só obriigada pela oportunidade.

[img]


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...