~CallingStyles

CallingStyles
.awkward.
Nome: 讽刺女王
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 15 de Janeiro
Idade: 16
Cadastro:

.: A Seleção de William :.


Postado


She wants somebody to love, to hold her.
She wants somebody to love in the right way.
She wants somebody to love, to kiss her.
She wants somebody to love in the right way.


.: Mia Grace Tindall :.

Eu não estou certa de que este é o mundo em que eu pertenço.
Eu não tenho certeza de que eu quero acordar.


Idade —
21 de Junho, 2000 – Canceriana.

Aparência


Os seus reluzentes fios dourados e sedosos são medianos, à altura de seus ombros justos. Emolduram perfeitamente os traços de sua face de pele pálida e macia, ressaltando seu par de olhos esmeraldas, o qual minimiza estrelas a meros pontos luminosos alinhados em um manto azulado, do quão maravilhosamente brilham. Lábios inchados e naturalmente rosados, os quais reprimem a graciosidade de seu sorriso. Contagiante e encantador. Curvas invejavelmente avantajadas; desenvolvidas. Mia possui uma beleza incomum, sem ao menos ter consciência disso.


História —
Pertence à casta 5. Mia desenvolveu-se em meio a constantes perdas. Seus avós se foram em meio aos seus sete anos. A fisionomia de tais embaçou-se em sua memória. O seu pai foi-se ao término de seus quinze devido a um acidente em seu local de trabalho, desde então, a família abalou-se, afundando-se em uma terrível depressão. Após um ano, seu irmão — Christopher Tindall — e a sua mãe — Ester Grace — recuperaram-se aos poucos, no entanto, a dor permanece no dia-a-dia de Mia, por ter tido um pai tão próximo, mas esconde isso através de um largo sorriso que mantem em seus lábios.

Ao complicar da situação, a ideia da Seleção surgiu a mente da mãe de Mia, que dirigiu a filha a uma tentativa de participar. A garota, hesitante, aceitou, e batalhará como todas apenas para desenrolar a vida de seus amados familiares.


Personalidade —
Canceriana. Câncer, signo de água regido pela Lua, o que confere enorme sensibilidade e criatividade, e inclina á vida doméstica. Fiel ao seu signo, Mia, por natureza, caracteriza-se a uma simpática e bem humorada adolescente, mas simultaneamente introvertida, tímida e sonhadora; aparenta estar sempre nas nuvens. Completamente avoada. É extremamente difícil ajuda-la, devido a grande reserva que a garota possui.
Retira-se para dentro de sua casca, prudentemente, toda vez que sente negatividade ou desarmonia pairando no ar. Detesta confusões.
Bastante criativa. Emotiva e protetora. Está constantemente ajudando os outros e envolvendo-se em uma boa causa, o que satisfaz o seu enorme desejo de ser útil. Sente-se atraída por problemas sociais, trabalho voluntário e qualquer atividade em prol dos menos favorecidos.
Aprecia todo o estilo musical, conforme o seu estado de espírito. No entanto, Mia possui um refúgio. Um refúgio musical. O violoncelo.
Intuitiva, maternal e demasiadamente inteligente, dotada de uma ótima memória. Prudente, afetiva, dedicada e idealista.
Em meio a todas essas qualidades, há obscuros defeitos. Mia é crédula, impaciente, irritadiça, obstinada manipuladora e egoísta. Mantém isso reprimido. Dificilmente e raramente manisfesta esse seu radical.
Situada aos assuntos familiares e domésticos, seu lar é o seu castelo. Precisa da segurança do lar e da família, mesmo que não seja durante todo o tempo.
Muito leal às amizades, costuma dar muita importância, especialmente, aos velhos amigos, aos quais costuma ser bastante apegada.
Não é raro escolher as atividades profissionais que possam ser desenvolvidas dentro de casa.
Muito sensível, pode magoar-se com facilidade, e seu estado de espírito pode oscilar.


Filiação —

Mãe.
Ester Grace — 37 anos — Cantora amadora.


Mia e Ester possuem um ótimo relacionamento, apesar de alguns altos e baixos por culpa da pressão que Ester poe sobre Mia em relação a aprimorar as suas habilidades, para que elevasse a franquia da família, juntamente ao valor da mesma. Mia ajuda a sua mãe nas atividades de casa, mantendo assim uma relação harmoniosa, mas não tão próxima como Mia desejava ter.

Irmão.
Christopher Tindall — 18 anos — Fotógrafo.


Mia possui um ótimo relacionamento com o irmão. Os dois adoram passar o tempo junto ao outro. São como verdadeiros amigos, e Mia sabe que pode contar com ele, assim como ele pode contar com ela. São provocativos um com o outro, sempre tratando-se com brincadeiras.

Província —
Whites.

Gostos —

O seu instrumento favorito.


Flores é uma de sua paixões e sempre encanta-se com a beleza das tais.


Andar de skate junto ao seu irmão.


Pasta de amendoim — mesmo que seja alérgica — e sorvete.


Desgostos —

Confusões; lugares agitados.
Mentiras; deslealdade.
Lembrar-se da perda de seu pai.

As imagens em sua mente a atormenta.



Medos —

A perda.
Acrofobia – Medo de altura.
Nictofobia – O medo exagerado do escuro.
Aracnofobia – Medo aos aracnídeos. Aranhas e escorpiões.
Entomofobia – Insetos. Chega a ser divertido quando a garota encontra um e corre cansadamente.


Manias —

As suas caras e bocas enquanto diz algo divertido.


Envergonha-se facilmente a elogios.


Gesticular enquanto fala.


Curiosidades —
Mia é virgem, como deve constar no regulamento da Seleção.
O seu primeiro beijo foi com seu irmão, aos seus seis anos. Havia sido o primeiro beijo do garoto também.


Habilidades —

Habilidade musical.
Lógica.
Escrita.
Carisma.
Leitura.


Relação com o Rei e com a Rainha —
Mia é extremamente gentil e carismática, prevalecendo o seu bom humor e respeito aos dois, o que é altamente demonstrado. Ciente das responsabilidades de ser uma princesa, Mia transparece-se.

Relação com o Príncipe —
Com educação e simpatia, um pouco tímida no início — tanto que vivia escondendo-se para não correr o risco de esbarrar com ele —, mas se der um pouco mais de liberdade ela vai se soltando aos poucos, busca sempre ser gentil. O respeita bastante, apesar de vê-lo apenas como amigo, afinal está ali apenas por ordens impostas por sua mãe.

Relação com os guardas —
Mantem distância pelo fato deles a amedrontar e após um pesadelo o qual um deles estava.

Relação com as criadas —
Nelas, Mia procura conforto. Mia as enxerga como uma segunda-mãe para ela.

O encontro perfeito —
Sob uma cerejeira ou em um jardim, eles estariam. Ele faria perguntas sobre os gostos de Mia, e ela, cansada de responder sobre si mesma, o enche de perguntas, no entanto, de modo moderado, para que não o afobasse. E então, no fim da tarde, eles encontrariam um gosto comum, e após os sorrisos, viria o tão temido por Mia, beijo. As mãos se entrelaçariam, e ao fim do ato carinhoso, se abraçariam, e Mia encontraria paz, conforto. Descobriria-se apaixonada.

Príncipe ou Coroa? —
Príncipe, pois Mia é sonhadora. Não é gananciosa, apesar de estar ali apenas pelo dinheiro — algo vindo de sua mãe. Acredita que pode encontrar o verdadeiro amor, e pressiona-se nisso, e acredita que os encantadores par de olhos do príncipe faria a apaixonar-se.




.: Roupas :.


Dia de chegada —



Mia fora com um simples vestido. A textura de renda acoberta o corpete. A saia é lisa, e mede em suas coxas. A sua coloração é azul, a qual entra em contraste com seus fios dourados.

Dia-a-dia —




Mia opta pelos vestidos confortáveis, e esclarece isso para suas criadas, as quais a oferece o que deseja. Vestidos claros e florais a agradam, apesar de trajar os panos escuros ao anoitecer, a sensualizando.

O Jornal Oficial —




Convidados no Castelo —




Refeições com a Família Real —



Encontros com o Príncipe —





Pijamas —




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...