~castor

castor
Loser sense 1998
Nome: {bananinha amassadinha (✿ ♥‿♥) } // Faustosa
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Twenty Nine Files - ficha de personagem


Postado

lostfiles.org.us




Nome Completo:
Eva Ross.

Apelido(s):
Dona Marocas...

É zuera, as pessoas a chamam de "Senhora do 15", embora ela seja jovem...

Idade:
30 anos.

Sexualidade:
Heterossexual.

Cidade e país de origem:
Bibury, no interior da Inglaterra.

Profissão:
Professora de inglês.


Aparência:
Eva tem cabelos ruivos médios, pele branca, olhos verdes, lábios finos e rosados, corpo magro, mais ou menos 1,70m e aparenta ter bem mais do que realmente tem, mas isso não é um problema para ela. A pessoa com quem Eva mais se assemelha é a cantora Florence Welch:





Eva também tem um tipo diferente de vaidade, ela ama roupas, tem dos mais variados vestidos e ternos em seu guarda-roupas, com as mais diversas estampas e cores. Tudo tão leve e elegante, alegre e triste ao mesmo tempo.


Personalidade:
Eva é uma mulher muito instigante e misteriosa. Várias pessoas dali do bairro sentem medo ao passar em frente de sua casa, coberta por trepadeiras e algumas flores, devido aos mais variados boatos sobre ela e sua casa. Coisas do tipo "A Bruxa do 15" ou "A fantasma do 15". Pois veja bem, que estúpidos! Mal sabem de sua história e ao invés de perguntarem, ficam inventando bobagens.

Isso poderia irritar várias pessoas, mas não a Eva. Eva é uma pessoa extremamente calma, é difícil vê-la
estressada quando sai de sua casa para fazer alguma caminhada. Isso quando é vista. Isso quando ela sai de casa... Eva é uma pessoa bastante introvertida.

Seu maior defeito é não gostar de se comunicar com as pessoas ao seu redor, levantando suspeitas sobre sua vida. Isso se deve à um terrível trauma que sofrera quando tinha seus 27 anos. Mas falaremos sobre isso depois. Eva é uma pessoa bastante ansiosa, costuma ter crises de ansiedade e ficar bastante transtornada quando isso acontece.

Além dessas crises, o trauma lhe trouxe uma terrível síndrome do pânico, que embora parecida com as crises de ansiedade, são diferentes uma das outras. Resumindo: Eva é bastante medrosa.


História:
Aah, a infância de Eva, não pôde ser mais pura e mágica. Nascida no campo, ela cresceu rodeada de histórias e lendas das mais variadas fantasias. Seu pai, o maior contador de história de sua vila, foi o maior causador por seu gosto por histórias, livros e línguas. E foi com sua mãe que criou gosto por luta e bolos. Sua família era bastante moderna em comparação às demais famílias.

Na adolescência, se apaixonou por Peter, no qual teve seu primeiro beijo, sua primeira transa e sua primeira filha, essa última logo após o casamento dos dois. Foi uma belíssima cerimônia, cheia de flores, champagne, coisas brancas. Foi uma das mais belas cerimônias de sua vila e aos 20 anos, Eva teve o melhor ano de sua vida. Estava prestes a terminar sua faculdade, Peter havia arranjado um ótimo emprego, sua vida estava quase começando.

Porém em meio à tanta felicidade, veio um terrível caos. Um acidente de carro fatal que por pouco não levou a vida de Eva, mas levou algo bem pior que isso: Peter e sua amada e pequena filha, Sophie. (@castor diz: VRÁÁÁÁ PLOT TWIST)

Eva ficou em coma por 3 meses, a descoberta da morte de seus dois grandes amores lhe causara um choque tão grande que uma devasta depressão ocupara sua mente e corpo por um ano e meio. Aos 28 anos, quase 29, Eva decide mudar-se para bem longe, longe de Bibury, longe da Inglaterra, longe de todo aquele sofrimento. Mudou-se para Lakewood, onde pensou que seria um lugar tranquilo e perfeito para recomeçar a vida. Ela só não sabia o quão traumatizada estava.

Ao chegar no Colorado, acovardou-se em sua casa, no porão criou uma espécie de santuário para seu marido e filha, trancafiando ali todas suas lembranças e expectativas num museu particular. Não havia um dia em que ela não visitasse aquele maldito porão, para recordar aquelas malditas lembranças, amaldiçoando dia após dia, cada vez mais, aquele bêbado irresponsável que lhe causara tanto sofrimento.

Eva tinha o sonho de se tornar escritora, deixou esse sonho de lado para se tornar uma professora de inglês do ensino médio da escola da cidade vizinha. Escolheu aquela escola para ter certeza que nenhum vizinho ou até mesmo aluno trombasse consigo na rua. Ela detestaria isso...

Às vezes, ela ouve os vizinhos comentarem sobre os choros de desespero que de vez em quando Eva soltava em uma de suas crises. "Tolos..." era o que ela pensava toda vez que isso acontecia. O que não era corriqueiro!


Gostos:
- Bolos;
- Chá com leite;
- Artes marciais, luta;
- Objetos de decoração pequenos;
- Costurar ou comprar roupas.

Desgostos:
- Carros;
- Tirar fotos;
- Festas;
- Carne;
- Ruas desertas;

Manias:
Arrancar "as pelinhas" soltas do cantinho das pontas dos dedos.

Hobbies:
Ela sabe lutar...

Vícios
Chá.

Medo(s):
Ela não tem nenhum medo, na verdade.

Fobia(s):
Ela tem fobia de carros, prefere outros veículos para se locomover.

Significativo(s):

NOME: Peter Evans.
IDADE: 38 anos.
SEXUALIDADE: Heterossexual.
PROFISSÃO: Cozinheiro, estava iniciando sua carreira na cozinha para enfim abrir seu próprio restaurante.
STATUS DE VIDA: Morto.
RESUMO:
Peter era um homem correto e gentil, carinhoso com a esposa. Sempre fora assim, desde criança. atencioso com todos, fazia o possível para ajudar a vila. Em seu trabalho batia suas metas constantemente. Excelente marido, excelente pai e excelente filho, Peter é aquele que dizem que foi um anjo que caíra do céu e que Deus recolheu para si. Era conhecido também por sua extrema positividade.


NOME: Sophie Evans Ross
IDADE: 7 anos.
SEXUALIDADE: Então...
PROFISSÃO: Estudante.
STATUS DE VIDA: Morta.
RESUMO:
Sophie era uma capetinha em pessoa, sempre vivia aprontando. Nos passeios que fazia com seus pais, Sophie sempre levava uma bronca tanto dos vendedores de rua que tinham suas mercadorias derrubadas pela garota, quanto de sua mãe que envergonhada sempre era a que pedia perdão para os mercadores. Sua relação com seus pais era a mais carinhosa possível; na escola era conhecida por todos como a "menina doida do 2ºD". Era doce, delicada, "espoleta" e amada...



Curiosidade(s):
Ela venceu um campeonato de taekwondo quando tinha 7 anos;
Ela também fez umas aulas de dança contemporânea entre os 10 à 15 anos. Foi assim que conheceu Peter;
Ela mantém contato com os pais.


Quer par?
Acho que sim... Se tiver par...

Se sim, quem?
Qualquer um.

Algo mais?
Por enquanto não.


{ PARA PESSOAS QUE CONHECIAM A SOPHIE }


De onde conhecia a Sophie?
Ela era vizinha da casa da frente de Sophie, só havia trocado com a garota uns "Bom dia" e uns "Boa tarde", mas nada além disso.

Qual era sua relação com ela?
Vizinhas.

Qual foi sua reação ao descobrir a morte da menina?
Uma crise de ansiedade tomou conta de Eva no dia que descobriu a morte de Sophie. Até então ela não sabia o nome da garota, ficou 3 dias sem trabalhar devido a crise.

O que dirá aos policiais?
Que não viu nem ouviu nada suspeito, ela estava dormindo (ou tentando dormir) quando tudo aconteceu.



Escutando: River - Leon Bridges
Lendo: Filhos do Éden
Assistindo: How I Met Your Mother <3
Jogando: The Sims, sempre
Comendo: Vento
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...