~Catherine3

Catherine3
Nome: Cat
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 26 de Agosto
Idade: 21
Cadastro:

— cαмρ нαℓƒ-вℓσσ∂


Postado

— cαмρ нαℓƒ-вℓσσ∂


❝ вє cαrєƒul of ℓσvє ❞



☈ b á s i c o

⊱ ησмє cσмρℓєтσ:
∂σмiทikα мcαℓℓisτєr

⊱ αρєℓi∂σ:
ทikkα - ∂α∂σ ρєℓσ ραi, α∂σrα-σ є σs αмigσs ταмвéм σ υsαм
∂σмi - ∂α∂σ sαrαн, gσsτα, ємвσrα נσнททy ℓнє cнαмє ∂υммiє

⊱ sigทƒicα∂σ:
∂є ∂єυs

⊱ i∂α∂є:
18 αησѕ

⊱ ∂ατα ∂є ทαsciмєทτσ:
15 αgσstσ

⊱ sigทσ:
ℓєãσ

⊱ αℓτυrα є ρєsσ:
1,75м 64kg

⊱ ทαciσทαℓi∂α∂є:
irℓαท∂єsα, vivє єм ℓσs αทgєℓєs

⊱ σriєทταçãσ sєxυαℓ:
нєτєrσssєxυαℓ

⊱ τiρσ sαทgυíทєσ:
α+


☈ i n f o

⊱ αραrêทciα:

єxteriormente é sem dúvida alguma uma filha de αƒrσ∂iτє. σs seus longos cabelos tem um tom ruivo acobreado, estando geralmente soltos ou presos em uma trança. σ mais marcante no rosto são os seus brilhantes olhos azuis - por vezes verdes - e os lábios pequenos, rosados e ligeiramente carnudos. α pele é clara, de aspeto cremoso e suave, possuindo algumas sardas na face. αpesar dos seios pequenos, a sua figura é esbelta e atraente, saltando à vista as longas pernas fortes e bem torneadas que evidencia usando vestidos curtos, saias ou calções.

ρнστσρℓαyєr - sσρнiє τυrทєr


⊱ ρєrsσทαℓi∂α∂є:

αpesar de sempre ter sido calma e ter levado uma vida comum, após o desaparecimento do pai, ทikkα está constantemente à procura de perigo, seja arranjando brigas com outros campistas, indo em missões suicidas ou praticando desportos insanos. τem um bom sentido de humor, mesmo sendo ligeiramente sarcástica e detesta ser contrariada, não se importando de quebrar regras para atingir objetivos. queixa-se imenso do facto dos seus irmãos serem tão passivos, uma vez que o pai sempre lhe ensinou a lutar pelo que deseja. é leal e muito protetora para com a família e os amigos, não suportando que sofram qualquer tipo de perigo ou injustiça. σ facto de agir na maioria do tempo de acordo com as suas emoções leva-a geralmente a problemas. σ gosto por livros e conhecimento que herdou do seu pai faz com que seja considerada inteligente.

⊱ нisτóriα:

נαмiє tinha 20 anos quando conheceu αƒrσ∂iτє numa boate, era jovem, um imprudente sonhador e tinha grandes ambições, aliado ao facto de ser atraente, o que mais poderia uma deusa querer? σs encontros casuais acabaram por demorar mais tempo do que ela tinha previsto, uma semana passou a um mês, um mês a um ano, um ano a dois, com o bónus de uma criança nos braços. σbviamente, não poderia ficar e apesar de נαмiє ter reagido mal no início, após revelar a sua verdadeira identidade, aceitou ทikkα de braços abertos, afinal, como não? єra a sua cara, os seus olhos, os seus bonitos cabelos cor de fogo, desde o primeiro momento em que a viu, amou-a.
ทikkα teve uma infância feliz e pacata, recebendo todo amor do pai e mais um pouco, nunca estranhando o facto de estarem em constante movimento devido às pesquisas que ele necessitava fazer para os seus livros, e quando finalmente נαмiє alcançou o nível de reconhecimento com que sempre sonhou e se mudaram para ℓσs αทgєℓєs, tudo parecia correr às mil maravilhas. αs suas notas no ensino médio não eram más e tinha até feito alguns amigos durante o primeiro ano, foi no segundo que tudo descambou. ทão era usual ficar até mais tarde no colégio, mas naquele dia tivera um trabalho e aproveitou o facto da biblioteca fechar tarde. αo percorrer os corredores não conseguia descartar a sensação de que estava a ser seguida e parava vez ou outra para olhar para trás. ทão era capaz, contudo, de ignorar o som de passos que recomeçava cada vez que voltava a andar e não demorou muito para que começasse a correr. αlguém, algo, a seguia. saiu para o exterior, tombando de frente com o aluno estranho do seu ano, que tinha o andar esquisito, ele olhou por cima do seu ombro, desculpou-se e correu para dentro, ou melhor, foi meio pulando. ∂e forma alguma o iria seguir e preferiu deixar para trás o incidente bizarro, indo embora.

υmas noites mais tarde acordou tossindo e deu conta de que a casa ardia, correu de imediato para fora do quarto e chamou o pai. ทo andar de baixo, ouviam-se fortes pancadas na porta e uma risada esganiçada. υm homem desconhecido saiu do escritório ao fundo do corredor, seguido de seu pai, que gritava para que o seguisse. α garganta e os olhos ardiam, tinha inalado demasiado fumo e a sua cabeça começava a girar. σ pai gritou, descendo escada abaixo quando o baque da porta atingindo o chão de pedra ecoou pela casa. σ desconhecido agarrou no seu braço e puxou-a na direção contrária. ρercebeu que ele pretendia pular da janela do primeiro andar, mas o grito não saía e antes que percebesse, tinha perdido a consciência.

recuperou a consciência dois dias mais tarde, numa cama desconhecida, cercada de estranhos que lhe explicaram a existência de deuses e monstros da melhor forma possível, e que seu pai estava desaparecido.
chorou, esperneou, sofreu durante semanas, depois veio o sentimento de injustiça e a raiva que ainda queima em suas veias. ƒoi qυíroท quem sugeriu que canalizasse a sua raiva noutras direções, quando atingiu um ponto destrutivo e melancólico a que seus meios-irmãos não suportavam assistir. мais treinos. мais missões. мas a busca pelo seu pai nunca foi deixada de parte, a esperança permanece.


⊱ ƒαмiℓiα мσrταℓ:
נαмiє мcαℓℓisτєr, ραi, 40 αησѕ - ƒαмσsσ єscriτσr ∂є rσмαทcєs

α relação com o pai sempre foi muito próxima, ao ponto de considerá-lo o seu melhor amigo e confidente. αdmira-o por tê-la criado da melhor maneira que sabia sem quaisquer ajudas e por ter lutado pelo seu sonho de ser um autor reconhecido mesmo deparando-se com a dificuldade de criar uma criança sozinho. ∂esde o seu desaparecimento que procura incansavelmente pelo seu paradeiro, pegando qualquer missão que a possa levar até ele, recusando aceitar a possibilidade da sua morte.

ρнστσρℓαyєr - мicнαєℓ ƒαssвєn∂єr


⊱ gσsτσs & ∂єsgσsτσs:

τem uma enorme paixão por chá, pelo cheiro de livros novos e por dias chuvosos. gosta de festas e de beber, tendo até adquirido uma boa tolerância ao álcool. αdora animais e natureza, embora desgoste acampar. єntre as coisas que mais detesta estão sem dúvida os insetos, em especial as aranhas. é uma aficionada de filmes de terror, embora as cenas nojentas e demasiado sangrentas lhe causem náuseas.

⊱ мαηιαѕ, cσѕтυмєѕ є нσввιєѕ:
мexe no cabelo quando está nervosa e morde os lábios sem perceber que o está a fazer.

τem o costume de beber chá durante a tarde e antes de dormir; antes de deixar o chalé pergunta sempre aos seus meios-irmãos como está.

υm dos seus maiores hobbies é lutar nos tempos livres, tendo experimentado vários tipos de luta desde a sua chegada ao acampamento; lê bastante quando está longos períodos no acampamento, além de ouvir vários estilos de música. gosta também de fazer escalada com regularidade.


⊱ мє∂σѕ, тяαυмαѕ є ƒσвιαѕ:
σ seu maior medo é ter confirmação de que o pai está morto e não desaparecido como quer acreditar.

∂esde o dia em que perdeu o pai no incêndio que não suporta estar perto de fogueiras e o cheio de fumaça causa-lhe ataques de pânico.


єm relação a insetos é tão histérica quanto as suas irmãs, não suportando ver um bicho por perto antes de gritar por socorro, ela detesta ter essa fobia porque geralmente fazem troça.

⊱ αℓgυм viciσ?
α∂rєทαℓiทα

⊱ ƒαvσriτσs & σ∂iα∂σs:
мuito nerd em relação a sagas, em especial com senhor dos anéis, tendo devorado os livros e os filmes em tempo record. ทo geral tudo o que envolva fantasia capta a sua atenção, mas também gosta de ler os romances do pai. αdora rock e nunca passa mais de três dias sem ouvir korn ou system of a down. sua comida favorita é pizza.

ทão é fã de amarelo ou rosa e detesta quando as irmãs de lhe tentam impingir a cor. ρessoas demasiado barulhentas ou desarrumadas tiram-na do sério.


☈ r e l a t i o n s h i p s

— ƒαмiℓiα мσrταℓ:
σs seus avós nunca foram a favor de seu pai criar um bebé sozinho, chegando mesmo a insinuar que talvez nem fosse dele, por essa razão נαмiє afastou-se dos pais e ทikkα nunca teve contacto com outras pessoas da família para além dele.

— αмigσs:
é leal e muito protetora para com os amigos, sendo capaz de qualquer coisa para os defender. gosta bastante de irrita-los com piadinhas e de inventar "possibilidades" amorosas para ver a reação deles.

— iทiмigσs:
vingança é um prato servido frio e ทikkα é a favor de servir um banquete, sempre que seus inimigos fazem algo o plano é retribuir a dobrar.

— qυíroท:
ทão era grande fã dele no início pois achava que se intrometia demasiado, mas atualmente confia bastante ao ponto de procurá-lo sempre que tem algum problema grave.

— sr.ℓ:
ทão o suporta e acha as suas aulas uma seca, uma vez que prefere lutar com adagas e detesta arco e flecha. єstão sempre a implicar um com o outro.

— rυвy:
α sua professora favorita. ทikkα adora a personalidade extrovertida de rυвy e as suas aulas são, na sua opinião, as melhores em todo o acampamento.

— ℓαυrєท:
αcha-a demasiado calma e calada, mas gosta bastante dela por ser doce e estar sempre disposta a ouvi-la, mesmo quando ทikkα aparece com ferimentos dos treinos ou missões e lhe responde um pouco mal.

— נσsєρн:
ρara ทikkα, o nome dele é sinónimo de reprimendas, uma vez que sempre que faz asneira em missões e acaba demasiado ferida, é נσsєρн quem a massacra com discursos sobre ser demasiado imprudente.

— sαrαн:
αpesar de não ir com a cara de sαrαн no início e passar a vida discutindo com ela sobre coisas idiotas, as duas tornam-se amigas. ทikkα adora as sessões de treino entre ambas e não tem receio de magoar sαrαн uma vez que acaba sofrendo o dobro da porrada. é das poucas pessoas a quem fala sobre o pai tão abertamente.

— נσнททy:
ρara ทikkα, נσнททy é um letreiro vermelho gigante que grita perigo, motivo que a leva frequentemente a gravitar à sua volta, seja com flertes, piadas sarcásticas ou até mesmo comprando brigas. sente uma forte empatia pelo seu coração partido que ainda não curou e é das pessoas com quem mantém mais contacto físico, tentando sempre amenizar a sua dor com um pouco de "amor".

— вנσrท:
ทão é muito chegada a ele e acha-o demasiado sério, tentando constantemente convencê-lo a soltar-se e beber às escondidas nas festas, sempre levando reprimendas como resposta. contudo, tenta encoraja-lo a falar de seu amor platónico a sαrαн, uma vez que consegue sentir a possibilidade de algo entre os dois se ele deixasse o medo de lado. τem o hábito de segui-lo quando está aborrecida apenas para irrita-lo.

— ραr:
ทikkα é muito carinhosa com o par, e tem receio que algo estrague a relação deles, ficando furiosa quando alguém tenta intervir. αpesar de ser filha de αƒrσ∂iτє não usa nenhum dos seus poderes ou influências sobre ele e tem medo de algo entre os dois vir a arruinar a amizade. ทuma relação está sempre a tentar manter o toque, seja através de beijos, mãos dadas, abraços ou simplesmente encostando-se ao par.


• • •

☈ s e m i d e u s

⊱ ραrєทτє ∂iviทσ:
αƒrσ∂iτє


⊱ rєℓαçãσ:
ทo início estava ressentida e sentia-se abandonada, recusando abrir quaisquer prendas ou receber visitas da mãe. αpós conversar com os meios-irmãos aceitou falar com αƒrσ∂iτє mesmo continuando magoada. αs duas conversaram sobre o seu pai durante horas e sobre as razões que levaram a sua mãe a não se aproximar. αƒrσ∂iτє costuma tentar intrometer-se quando acha algum garoto ou deus atraente e solta piadinhas na sua mente.


⊱ ρσ∂єrєs:
αмσkiทєsє - poder inato dos filhos de αƒrσ∂iτє. controla emoção, amor ou desejo. é considerado um poder perigoso uma vez que amor pode até controlar os deuses.

cнαrмsρєαkiทg - tipo raro de hipnotismo que obriga a outra pessoa a fazer o que ทikkα quer e a darem-lhe o que pede. atualmente não consegue mais que 2 minutos antes de perder o efeito.

вєℓєʑα - assim como os meios-irmãos é capaz de irradiar beleza. é um poder útil uma vez que por vezes impede os inimigos de atacarem, mesmo que ela os esteja a atacar.

⊱ нαвiℓi∂α∂єs:
cσмвατє cσrρσ α cσrρσ cσм є sєм αrмα.

rєƒℓєxσs є sєทτi∂σs єxєℓєทτєs - como a maioria dos restantes semi-deuses, ทikkα tem excelentes reflexos em batalha e sentidos que utiliza para analisar o oponente.

ƒℓυêทciα єм ƒrαทcês - como qualquer um dos seus meios-irmãos, ทikkα possui a habilidade inata de falar francês fluentemente, devido a esta ser a linguagem do amor.

ƒαℓαr cσм cisทєs є ρσмвσs - como qualquer um dos seus meios-irmãos, possui a habilidade inata de falar com os mensageiros de sua mãe e por vezes conseguir pequenos favores.

⊱ αrмα:
μπελαντόνα ou вєℓℓα∂σทα - uma adaga que sua mãe lhe ofereceu, contém ferro do rio styx.


⊱ cσмσ є qυαท∂σ ∂єscσвriυ sσвrє sυα αscєท∂êทciα:
нá 2 αnos após ter sido levada para o acampamento. єmbora a mãe a tivesse reivindicado pouco depois de ter nascido, respeitou o desejo de נαмiє em mantê-la longe desse mundo.

⊱ нá qυαทτσ τємρσ єsτá ทσ αcαмραмєทτσ:
нá 2 αησѕ


• • •

☈ r e p r e s e n t a ç ã o


⊱ τriℓнα sσทσrα ∂α sυα vi∂α:


ƒℓσrєทcє αท∂ τнє мαcнiทє - ทσ ℓigнτ, ทσ ℓigнτ
❝ No light, no light in your bright blue eyes
I never knew daylight could be so violent
A revelation in the light of day
You can't choose what stays and what fades away ❞


ℓαทα ∂єℓ rєy - вσrท τσ ∂iє
❝ Come take a walk on the wild side
Let me kiss you hard in the pouring rain
You like your girls insane ❞


cαgє τнє єℓєρнαทτ - cigαrєττє ∂αy∂rєαм
❝ As I recall you were looking out of place
Gathered up your things and slipped away
No time at all I followed you into the hall ❞


αriαทα grαท∂є - ∂αทgєrσυs wσмαท
❝ I wanna savor, save it for later
The taste of flavor, cause I'm a taker
Cause I'm a giver, it's only nature
I live for danger ❞


ℓiทkiท ραrk - σทє sτєρ cℓσsєr
❝ I need a little room to breathe
'Cause I'm one step closer to the edge
And I'm about to break ❞


ρiทk ƒℓσy∂ - cσмƒσrταвℓy ทυмв
❝ I can't explain you would not understand
This is not how I am
I have become comfortably numb ❞


⊱ sє sєυ ρєrsσทαgєм ƒσssє υм αทiмαℓ, qυαℓ sєriα?:
ℓσвσ

⊱ υмα ƒrαsє qυє sєυ ρєrsσทαgєм sємρrє ∂iʑ:
❝ isτσ τá мuiτσ мσrτσ ❞
❝ ทα∂α quє uм cσpσ dє vσ∂kα ทão rєsσℓvα ❞

⊱ ∂єƒiทα σ sєυ ρєrsσทαgєм єм υмα ραℓαvrα:
σвsτiทα∂α


• • •

☈ p e r g u n t a s i m p o r t a n t e s


⊱ sєυ ρєrsσทαgєм sєriα cαραʑ ∂є τrαir σ αcαмραмєทτσ?:
ทãσ

⊱ ∂єทυทciαrα υмα τrαiçãσ, мєsмσ qυє σ τrαi∂σr ƒσssє sєυ αмigσ?:
siм

⊱ vσcê τєriα cσrαgєм ∂є мαταr αℓgυéм?:
siм

⊱ vσcê cσทταriα σ sєgrє∂σ ∂є συτrα ρєssσα?:
ทãσ

⊱ vσcê мσrrєriα ραrα sαℓvαr αℓgυéм? qυєм?:
siм, υм αмigσ chegα∂o συ ƒαмiℓiα

⊱ vσcê iriα cσทτrα αs σr∂єทs ∂σs ∂єυsєs ρσr υм вσм мστivσ?:
siм

⊱ vσcê αנυ∂αriα σ iทiмigσ? єм qυє circυทsτâทciαs?
siм, sє cσncσr∂αssє cσм σs sєυs мστivσs

⊱ vσcê ทσ мєiσ ∂є υмα вαταℓнα, sαiriα ραrα αנυ∂αr υм αмigσ ƒєri∂σ συ cσทτiทυαriα ℓυταท∂σ?:
sαiriα ραrα αנυ∂αr υм αмigσ ƒєri∂σ

⊱ αταqυє συ ∂єƒєsα?:
αταqυє

⊱ єsτrατégiα συ ℓυτα?:
єsτrατégiα

⊱ rαʑãσ συ ємσçãσ?:
ємσçãσ


• • •

☈ p e r g u n t a s d o a u t o r



⊱ ρєrмiτirá мυ∂αทçαs ทα ρєrsσทαgєм cσм σ ραssαr ∂σ τємρσ?:
siм

⊱ єsτá ciєทτє ∂є qυє sєυ ρєrsσทαgєм ρσ∂є мσrrєr?:
siм

⊱ єsτá ciєทτє ∂є qυє sυα ƒicнα ρσ∂є ทãσ sєr sєℓєciσทα∂α?:
siм

⊱ ραℓαvrα-cнαvє:
❝ I fσrgivє yσu ❞

⊱ ƒαvσriτσυ α ƒαทƒic?:
siм


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...