~Beautiful_ninja

Beautiful_ninja
Stalker-chan
Nome: Sue; Chappy; Chappy_Masaki; Bunny
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 17 de Agosto
Idade: 21
Cadastro:

A thousand tries


Postado

A thousand tries

Ela:
Me sinto hipnotizada toda vez que te encontro, e quando conversamos é como se o resto do mundo não existisse. Toda vez que você sorri meu coração dispara, minhas mãos tremem e meu rosto fica vermelho.

Milhares de borboletas voam em meu estômago, e eu gaguejo toda vez que você está por perto. Sinto como se fosse cair a qualquer instante... Mas, se me sinto assim, o certo não seria me afastar de você?

O problema é que... Toda vez que eu me afasto, o meu peito dói, e eu me sinto triste, como se faltasse algo. Fico pensando nas linhas que compõem o seu rosto, e em como já as conheço de cor. Parece que toda vez que me afasto, os dias ficam mais tristes e sem graça.
- Quer uma?
- S-sim.
Gosto de ouvir sua voz, gosto do timbre que tem, e em como você sempre fala sorrindo. Gosto de ouvir seus conselhos, e da maneira como se importa e sempre me faz cafuné quando estou triste. Gosto quando me ouve, mesmo que seja algo bobo, você nunca diz que é idiotice ou coisa de criança, pelo contrário, você não me julga, não me ignora e não me trata mal. E eu gosto disto também, da pessoa que você é perto de mim.

O Haru tem a Shizuku, a Yuu-chan tem o seu namorado, o Sasayan tem seus amigos... E eu só queria poder ter você.
Queria ser aquela a te fazer sorrir. Aquela que cuidaria de você. Aquela que quando tivesse problemas, você viesse atrás...

Uma parte de mim sabe que é impossível ficarmos juntos... Mas, a outra parte não acredita nisso, e não se rende ou desisti... E eu gosto dessa parte.
Na verdade, eu gosto de você. De todas as formas possíveis. Exatamente do jeito que você é.


Ele:
Quando ela chega meu peito se enche de felicidade. Eu tenho tentado com todas as forças resistir a este seu feitiço. Ando tentando evitar certos sentimentos e pensamentos.

Tento te esquecer, conhecer, conversar, sair com outra pessoa, e por mais que o encontro termine em minha cama, eu não consigo parar de pensar nesse seu sorriso. Nesse teu jeito.
Eu queria ser capaz de ignorar o que sinto, queria ser capaz de te dizer “não”... Mas a verdade é que quero dizer sim.

Como pode em toda esta vida eu não ter encontrado ninguém como você? Como você consegue ser melhor do que qualquer outra que já encontrei? O que você fez pra me deixar assim?
Devia existir uma vodka ou um whisky que me fizesse te apagar dos meus pensamentos, e eu ia me embriagar em todas elas, até você desaparecer da minha mente... Do meu coração.

Queria que me esquecesse, que seguisse em frente, que me deixasse, pois sei que um dia vou acabar te machucando... Porém, toda vez que você não vem, o Batting Center fica mais quieto, mais calmo, mais chato. E quando entra por aquela porta é como se colorisse o meu mundo, que até então estava em preto e branco.

E quanto mais eu tento te esquecer, te deixar, não precisar de você... Mais eu me apaixono.
Tenho me segurado todos estes dias. Todas estas noites.
Segurado a vontade de ter em meus braços.
- Quer uma?
- S-sim. – Ela sorriu
E como eu adoro seu sorriso, talvez seja por isso que sempre faço de tudo para que sorria. Talvez, esta seja a razão de eu sempre querer te ajudar.

Pois mesmo sabendo que é errado e que não posso te chamar de minha... Ao menos, os sorrisos que me dá... Eles, eu posso dizer que são meus.

Esse seu jeito menininha, a maneira como fala tudo que lhe vem à cabeça... As vezes sinto que sou capaz de te abraçar e não soltar mais.

Deus sabe que se eu pudesse, te protegeria de tudo, seria seu príncipe encantado, dormiria todos os dias com você ao meu lado, deixaria usar minhas camisas. Deixaria você entrar na minha vida e fazer o que bem entendesse... Mas não posso.

E isso me corta ao meio, saber que um dia alguém vai aparecer na sua vida e te fazer feliz, como eu queria fazer... Saber que um dia você pode olhar diferente para aquele seu amigo e ver nele o que não viu em mim.
E levantar todo dia com a cabeça fixa em te esquecer, me machuca... Mas eu continuo tentando... Em vão... Não me apaixonar por você.
Em vão, pois cada vez que tento, mas apaixonado fico.

_______________________________________________________________________
Já imaginou como seria o mundo se as pessoas não tivessem medo? Como seria se cada casal que se gostasse ficasse realmente junto no final? Eu acho que as pessoas seriam mais felizes... Haveria menos casos de depressão, o mundo seria um lugar mais alegre.

Mas acontece que a vida não é igual nos contos de fadas... O príncipe não diz o que realmente sente para a princesa... E a princesa não se sente capaz de deixar o medo de lado para se declarar pro príncipe. E assim a vida de ambos segue.

Ele pode conhecer outras e se aventurar com elas. Assim como ela, pode conhecer outros caras e ter uma noite agradável com eles.

E ainda sim, ele vai pensar nela. E ela vai se lembrar dele.

Eu não sei se as pessoas só se apaixonam uma vez na vida... Mas o que eles sentiam o tempo não é capaz de apagar.

Talvez anos mais tarde ambos se perguntem o que teria acontecido se tivessem arriscado. E os dois vão ensaiar discursos na frente do espelho, pensando em talvez fazer uma visita. Perguntar como anda a vida. Mas no final, nenhum deles vai dizer o que realmente sente, e toda aquela lorota ensaiada, fica entalada na garganta, ainda com medo de sair.

Ela vai tocar a vida. Ele vai continuar a dele.

Talvez ela pare de ir visitá-lo.
Talvez ele pare de esperar ela vir.

Ela pode se mudar. E ele continuar com seu negócio.

Um dia, talvez, conheça um cara legal, que a levará numa viagem ao exterior.
E ele continue se aventurando com outras.

No meio da viagem o moço a pede em casamento. A oferta é boa. É um bom homem. Gentil, atencioso, engraçado. Mas tudo que ela diz é: “Não posso... Ainda há alguém em meu coração.”

Talvez, uma mulher chame a atenção dele, e eles podem sair com mais frequência. E um dia, ela diz que quer algo mais sério. Ela é bonita, independente, confiante. Mas as palavras que saem de sua boca são: “Acho melhor não... Tem alguém em quem ainda penso todas as noites antes de dormir, e ao acordar.”

Os anos vão passar, talvez se vejam no natal. Telefonem no ano novo. Mandem cartões junto de um presente no aniversário.

Várias pessoas vão entrar em suas vidas, algumas lhe farão bem... Outras não.

Mas o fato é que ela vai continuar negando seus sentimentos. E ele vai continuar escondendo os dele.

E assim, dia após dia, mesmo tentando com todas as forças. Ela ainda vai pensar na voz dele, em como se sentia em sua companhia. E vai sorrir quando as lembranças invadirem sua mente.

E ele vai lembrar-se do seu jeito alegre, em como seu coração batia quando ela sorria. E vai ficar feliz recordando os momentos que tiveram juntos.

Ela sempre vai estar no pensamento dele.
Ele sempre estará no coração dela.

Escutando: A Thousand Years/ Trying Not To Love You

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...