~ChelePlushie

ChelePlushie
Nome: Rochele Watterson
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Esteio, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 25 de Fevereiro
Idade: 24
Cadastro:

Pigmentos


Postado

Pigmentos

Recordo-me da última vez em que vi as cores, tão vívidas e distintas entre si. Um imensurável conjunto de matizes, dos tons mais claros aos mais escuros, que se completavam em harmonia na tela branca de cada novo dia.

A única coisa que - por mais que me esforce - não consigo lembrar, é o momento em que perdi a capacidade de admirar essa paleta infinita de cores e vida. Sinto-me perdida em meio a um deserto de areia e sal, onde a única cor que predomina é um bege mórbido e insaturado.
Como cheguei até aqui? Por que tudo mudou tão bruscamente? Por que quando acredito estar próxima de um oásis, são sempre miragens? São tantas perguntas gritando e ecoando dentro desse vazio cinzento. Mas a pior delas é sempre "Qual a razão da minha existência?". É apenas viver nesse deserto enquanto conseguir? Por que estou sozinha aqui, gritando para o vento? Como faço para voltar àquelas telas coloridas e cheias de vida que haviam antes?
Essa é uma daquelas situações em que você está tão desesperado, que começa a ter várias ideias do que fazer, mas ao mesmo tempo está tão desmotivado e frustrado, que simplesmente acaba não fazendo nada. É como se houvessem amarras invisíveis anulando-o de qualquer chance de mudança.

Após alguns dias vagando pelo deserto, percebi que o que me trouxera ali não era apenas uma consequência minha, mas das ações de outras pessoas à minha volta também. E no instante em que constatei isso, entendi que por mais que tentasse superar ou esquecer certas coisas, aquelas pessoas sempre estariam ali para me lembrar do meu fardo e das minhas mágoas. E esse era o motivo, por eu estar começando a me acostumar e me adaptar a esse novo cenário, que variava entre os tons de preto e branco, e sépia.

Anoiteceu. Com os pés descalços sobre a areia fria, caminhei por longas horas tentando recordar qual era a minha cor favorita. Desde os seis anos sempre foi a mesma, e por mais que não me recorde bem sua tonalidade, ainda lembro-me da minha voz ao dizer pela primeira vez:

"Roxo. Essa é a minha cor favorita".

(...)



Assistindo: Uncontrollably Fond

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...