~LunaOswald

LunaOswald
Nome: Larissa
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 20 de Maio
Cadastro:

Bangow


Postado





Leia ouvindo: Elephant Gun



•Nome completo•
Calliope Perez de las Heras

•Apelido•
Águia

•Aniversário, idade e signo•
19 de janeiro
25 anos
Capricórnio

•Orientação sexual•
Heterossexual

•Aparência:


•Altura e peso:
1,72 | 52kg

•Trajes (pelo menos quatro):

•História:
Callie nasceu na Espanha, em Gijón. Ela nunca conheceu seu pai verdadeiro, mas também nunca procurou saber mais sobre ele. Sua mãe, Dolores e seu padastro também nunca tocaram no assunto.
A região em que Calliope vivia era escassa. Quando tinha mais que uma jarra de água para a família já era motivo de comemoração. E como comemoravam. Comida em abundancia então, era algo completamente raro!
Callie nunca entendeu porque sua mãe se casara com Tomás, ele não fazia nada, nas raras vezes em que tinha comida ele comia grande parte e deixava o resto para Callie e Dolores, dormia até o meio-dia e ainda batia em sua mãe. Ela simplesmente não entendia o porquê. Os únicos momentos em que ele sumia era pro seu trabalho em um mini-cassino próximo que ele comandava. E, Dolores sabia tanto quanto a filha que seu padrasto não ia somente trabalhar, como também traia Dolores. Isso irritava tanto Callie, porque o cara era um babaca, e sua mãe não largava dele.
A medida que crescia, Calliope foi notando o porquê Dolores casou-se com Tomás. Aos treze finalmente entendera que o único motivo para esse casório ter acontecido foi o puro instinto de sobrevivência e amor pela filha. Notou que, por maisque fosse apenas dois dias por semana, o trabalho no mini-cassino dá mais dinheiro do que o que Dolores ganha a semana toda. Calliope sentiu-se muito culpada, será que se não fosse por ela, sua mãe não teria se casado com esse babaca?
Aos dezesseis anos sua mãe morrera, durante seu trabalho. Dolores ia até um rio lavar as roupas de algumas famílias que tinham condição de ter alguma empregada. Mas nesse momento, aos quinze anos, seu mundo parou. Sua mãe fora lavar atravessando a ponte e nunca mais voltou, disseram a ela que ela caiu da ponte no rio, e isso é o que atormenta Calliope. O fato de que ela nunca vai saber se sua mãe caiu da ponte, ou se jogou por causa da vida que levava na região.
Seu padrasto sumira de casa dois dias após o falecimento de Dolores. Claro que ele não iria ficar. O que ele faria cuidando de uma pirralha de dezesseis anos?
A guarda de Calliope acabou ficando para sua Tia Lourdes. Acontece que se a comida era escassa com Dolores, com Lourdes era horrível. Callie passou a dividir o quarto com suas seis primas, enquanto ao quarto ao lado tinha mais três primos, piorando a situação, Tia Lourdes não gostava muito de Callie. No seu primeiro dia na familia Perez - Que a obrigara a por o sobrenome deles, alegando que só assim ela seria da família - foi uma confusão, ela não estava acostumada ao alvoroço e acabou por ficar sem comer. Dias passando ela foi vendo táticas para chegar antes de todos a cozinha.

•Personalidade:
Pelo lugar escasso em que ela viveu, da muito valor aos alimentos e fica revoltada quando alguém joga algo que ainda poderia ser consumido no lixo.
Tem um sotaque espanhol forte, o que é um dos charmes dela.
Perseverante, ela não desiste das coisas facilmente, na verdade, faz o que pode pelo seu objetivo.

Tem prazer em estar certa, ama e faz de tudo para estar certa. Ela sente um orgulho tão grande de si mesma quando se sobrepõe a alguém, mesmo que não goste de admitir esse lado competitivo dela.
Ela pode ser muito brincalhona ás vezes.


•Qualidades:
Persistente
Decidida
Segura de si
Animada

•Defeitos:
Teimosa
Respondona
Não sabe ouvir as pessoas
Ansiosa
Competitiva

•Vícios/Manias:•
Quando ela está mentindo, olha para a direita.


•Fobias/Medos:

•Quais são as coisas mais importantes para a sua personagem (liste ao menos dois exemplos)?

•Qual o maior sonho dela(e)?
•Pertence a qual grupo: Exóticas, Dançarinas ou Povo?
Exóticas

•Caso seja uma Exótica ou Dançarina, gosta do que faz?•
Não, mas o que ela pode fazer?

•Tatuagem•


Quartos

•Como é o seu quarto pessoal?


•Como é o seu quarto dos prazeres? (só responda se sua personagem for uma Exótica. Você pode usar imagens para responder essa pergunta).


•Possui família? Como é sua relação com eles?
Somente sua filha, Jade. Seus tios e primos foram deixados na Espanha.

•Favoritos:
Cores: Vermelho e branco
Animal: Águia
Comida e bebida (pelo menos dois de cada):
Sabor: Agridoce
Aroma: Livro novo
Tecidos: Cetim e Devorê
Outros:

•Desgostos:
Cores (pelo menos duas):
Rosa bebê e cinza.
Animal:
Comida e bebida (pelo menos dois de cada):
Sabor:
Aroma:
Tecidos (pelo menos dois):
Outros:

•Talento ou habilidade:

•Passatempo ou hobbies:

•Gosta de ler? Qual tipo de leitura?

•Gosta de música? Qual tipo?

•Possui alguma religião? Como lida com isso?

•Já se apaixonou ou teve algum relacionamento?

•A personagem é virgem (caso não seja uma Exótica)?
Se não: com quem teve sua primeira experiência sexual? Como foi?
Se sim: Quais são suas expectativas? Já deu o primeiro beijo?

•Paquera:
Nome:
Apelido dado:
O que a personagem gosta no(a) paquera?
O que não gosta?
Como é a relação entre eles(as)?
Os pontos em comum:
As divergências:
Qual foi a primeira impressão da personagem sobre o(a) paquera?

•Essa é uma fanfic +18, portanto, você está ciente que sua personagem poderá participar de cenas de sexo explícito? Principalmente se for uma Exótica?
•Você está ciente que caso sua personagem seja escolhida estará em minhas mãos e servirá ao enredo e desenvolvimento dessa história?
•É possível que algumas fichas sejam posteriormente selecionadas como personagens secundárias. Caso você não passe na seleção primária, deseja concorrer a secundária?







• Nome completo
Alexander Robbins

• Apelido
Alec
Ele sempre se apresenta por Alec, pois não gosta da maneira como Alexander soa

• Aniversário, idade e Signo •
12 de Outubro
19 anos
Escorpião

• Orientação sexual •
Heterossexual

• Aparência •

Com seus belos olhos azuis e cabelo loiro encaracolado, Alec encanta todos ao seu redor. Desde a puberdade adquiriu ombros largos. A maioria do tempo está com a costumeira barba rala - que atrai muitos olhares femininos - dele.

• Altura e peso•
1,83 | 65kg

• Trajes (pelo menos quatro) •

História
Alec nasceu em pleno oceano, seu pai sendo um pescador muito conhecido — consequentemente muito ocupado — quando precisara fazer uma viagem de cinco meses, levou sua esposa, Amelia, junto. Amy costumava dizer a Alec ainda criança, que os olhos dele são como o céu da manhã sem nuvens em que nascera.

Ele cresceu no mar, viajando com os pais. Por isso, sua conexão com o mar sempre foi intensa. Pular no mar quando o navio atracava, mergulhar e sentir os peixes passando a centímetros de seu corpo, um dia já fora uma dos maiores prazeres de Alec. Ele amava sair com o pai para uma viagem de pescaria, por mais que sua pequena característica impaciente o fazia ficar de bico feito, por levar horas para os peixes serem pegos. O jovem Alec não entendia que para praticar pescaria, precisava de silêncio e paciência.
Alexander tinha apenas doze anos, quando perdera seu brilho costumeiro. Alec só via a beleza nas coisas, só via a beleza no oceano que chamava de casa. Mas naquele fatídico dia, ele descobrira que o oceano podia ser tão perigoso e imprevisível quanto belo. Uma viagem não planejada que seu pai fora fazer, uma pescaria de última hora e uma tempestade inesperada marcou Alexander para sempre.


Alec ficou no cais esperando o pai voltar para eles, finalmente, comemorarem o decimo segundo ano de Alec. Porém Tom nunca mais voltou. Mais tarde, Alec descobriria que o barco fora pego por uma forte tempestade, mais tarde ele choraria litros, mais tarde ele teria que se contentar que o pai jamais voltaria. Mas, por enquanto, ele somente esperava no cais. Esperava o pai que nunca mais voltaria da imensidão azul.
Nos anos seguidos a esse, Alec não reconhecera mais a mãe. Onde estava o brilho que ela exalava? Os doces olhos gentis que o educava com amor? Quando ficara mais maduro, Alec finalmente entendeu que esse brilho ficara no fundo do mar, com o seu pai, e que quando seu pai se perdera na imensidão azul, Amy se perdeu junto.
Dois anos. Vinte e quatro meses cuidando da mãe. Alec tivera que amadurecer cedo para poder levar comida a sua irmã mais nova e a sua mãe, que a dois anos entrara em depressão com a morte de Tom. Desistiu de pequenos prazeres infantis como irritar os vizinhos ou fazer bobeiras com outras crianças.
Alec teve que deixar sua infância precocemente para administrar a casa que seu ai deixara e cuidar de sua mãe que deixara a mente com seu pai. Sua irmã tinha apenas seis anos quando Tom morrera, e, dois anos mais tarde, aos seus oito anos, sua mãe, por falta de cuidado consigo mesma, morrera também.
Dois menores de idade não podiam ficar naquela casa sozinha, logo a casa cheia e memórias foi vendida a outra família e os Robbins remanescentes, expulsados e deixados a própria sorte.
Vivendo por seis exaustivos meses na rua, o mais velho trabalhava fazendo alguns espetáculos nas ruas, e até mesmo cometia pequenos furtos.
Em dois meses, conseguiu encontrar um trabalho que era só descarregar e carregar itens para um restaurante perto do cais. Ele aceitou, claro, mas se sentia levemente incomodado com o mar. Era o melhor emprego que podia encontrar com apenas quatorze anos. O dono do restaurante ofereceu um quarto para ele e sua irmã, mais a sobra de alimentos do dia. Ao passar do tempo, o senhor Jules tornou-se como um tio para eles, passou a realmente fazer parte da família.
A medida que fora crescendo, Alec tornou-se um aprendiz de Jules. O dono do restaurante - e também chefe de cozinha - começara a ensinar Alec a cozinhar, visando que ele ganhasse mais no futuro. Jules se apegou a Lexie e Alexander, por isso queria que eles fossem mais, não passassem vontade alguma e, para isso, Alec precisava aprender a ser mais do que o garoto que carregava as mercadorias.


• Personalidade•
Quando teve que assumir a responsabilidade por sua mãe e sua irmã, ainda muito novo, ele passou a mudar alguns aspectos de sua personalidade. Cuidando de praticamente tudo, ele ficava muitas das vezes estressado facilmente por carregar tanto peso nas costas e se tornou bem sarcástico e irritadiço.
Alexander desde os seus doze anos começou a ficar na defensiva com todos a não ser sua irmã, Lexie. Adquiriu isso pelo pouco tempo que passou nas ruas. Quando você está nas ruas, você não da bobeira para terceiros e não pode, de maneira alguma, ser estupido, senão você será facilmente enganado.
Mas quando você escava bem a personalidade do Robbins, descobre que ele é muito mais que um cara estressado e sério. Alec sabe ser ridiculamente divertido com suas piadas que chegam a ser engraçadas de tão idiotas.
Ele tende a falar as coisas de um jeito que parece rude. Ele diz coisas que para ele sooam normais, mas para quem escuta parece que ele está xingando alguém, ou sendo rude. O que não é o caso. Também tem um senso de humor bem peculiar, suas piadas tendem a soar rude, o que não é intenção de Alec.


Alec definitivamente não gosta de mentiras, e as vezes é sincero de mais, e acaba por ofender algumas pessoas. Se alguém pergunta algo a ele, ele diz a verdade, mesmo que magoe. Só sendo um assunto extremamente sério para ele mentir.
Cavando mais afundo, da para descobrir que o Robbins pode ser até carinhoso. Por mais que por fora ele fique na defensiva, com pessoas que ele ama como sua irmã e Jules, Alec se torna muito protetor e cuidadoso
Alec é um observador, ele tem uma paixão pelas estrelas desde que, quando muito jovem, seu pai lhe ensinou como usa-las pra se achar, e ele até mesmo sabe o nome e identificar muitas constelações como Cassiopeia, Andrômeda, Touro, Cão maior entre outras.



•Qualidades•
Cuidadoso
Sincero
Engraçado

• Defeitos•
Teimoso
Impaciente

•Vícios/Manias•

• Fobias/Medos •
Desde a morte do seu pai, Alec nunca mais nadou, e adquiriu medo do oceano - Tassalafobia - assim fazendo de tudo para se manter bem longe dele.

Quais são as coisas mais importantes para a sua personagem?
Sua irmã, Lexie, e

• Qual o maior sonho dela(e)?

• Pertence a qual grupo: Exóticas, Dançarinas ou Povo?
Povo.

Se for do povo, trabalha? Qual função ou o que exerce?
Sim, Alec trabalha como cozinheiro chefe no restaurante de Jules, após o mesmo ter se tornado apenas dono do lugar.

• Possui família? Como é sua relação com eles?


Willow Shields
Lexie Robbins | Irmã mais nova | 14 anos
Sua única família viva. Desde a morte dos pais, Alec se tornara extrmamente protetor quando se fala sobre Lexie. Ele tem medo de perde-la também, tem medo de ficar totalmente sozinhos, tem medo que ela se machuque, medo que alguém a machuque. Ele faz de tudo por ela, mas não a mima, pois quer que ela seja forte.


Terry o"Quinn
Jules Stevens | Amigo | 46 anos.
Alec sabe muito bem que Jules não é de sua família. Mas após ele acolher ele e Lexie no seu restaurante, ele passou a ser como da familia. Alec e Lexie o consideram como um tio. A ligação de Jules com Lexie sempre foi mais intensa, afinal, quando se conheceram ela tinha apenas sete anos, ter afinidade com alguém se torna mais fácil. A pequena Lexie o considera um pai, diferente de Alec.



• Favoritos:
Cores: Azul e Preto
Animal: Tigre branco
Alec tem paixão por coisas diferenciadas e raras, e o tigre branco é um animal que o fascina por tamanha beleza e tamanho perigo.
Comida e bebida: Frango e Vinho.
Sabor: Doce e ácido.
Aroma: Chuva
Sabe aquele cheirinho de chuva? Ele ama senti-lo.
Tecidos: Gazar e Cetim
Outros:
Barulho de chuva | Animação | Música

• Desgostos:
Cores: Amarelo e laranja.
Ele acha que essas cores não combinam com ele. Pensa que, tendo seu belo cabelo loiro, se usasse algo com essas cores iria parecer uma banana.
Animal: Pombo.
Alec tem uma velha rixa com pombos. O que eles fazem de mais? Só cagam por ai e ficam voando. Ele tem esse pensamento desde que um pombo defecou em sua mão.
Comida e bebida: Goiaba e cerveja.
Por mais que goste de diversas frutas, goiaba simplesmente não desce. Alec é um admirador de bebidas alcóolicas, mas ele não gosta nem do gosto, nem do cheiro de cerveja.
Sabor: Amargo
Aroma: Queimado
Ele odeia sentir cheiro de queimado. Irrita seu nariz totalmente.
Tecidos: Chiffon e Tafetá
Outros:
Mosquitos | Ler | Solidão | Preguiça

•Talento ou habilidade:

• Passatempo ou hobbies:
Cozinhar | Jogar ped

Gosta de ler? Qual tipo de leitura?
Não, Alec é hiperativo demais para isso, o homem não para quieto em nenhum canto, sentar-se e ler seria um milagre para alguém como ele.

• Gosta de música? Qual tipo?
Sim. Ele gosta de músicas animadas, musicas que serve para dançar principalmente. Aquele tipo que se toca em tavernas, sabe? Bem animada e que todo mundo pode dançar e, principalmente, se divertir.

• Possui alguma religião? Como lida com isso?
Não possui.

• Já se apaixonou ou teve algum relacionamento?
Não. Alec sempre achara que ter um relacionamento sério seria um grande empecilho para ele, e seu maior foco deveria ser Lexie e dinheiro.

• A personagem é virgem?
Não.

Priya foi quem teve a primeira noite de Alec. Após o restaurante ter ficado conhecido nas redondezas, houve uma das melhores épocas do restaurante, dinheiro em abundancia. Jules levara todos os principais funcionários do Jull's restaurant para a Casa das Exóticas e fizeram a festa. Alguns apenas assistiram as dançarinas, outros pagaram uma noite com algumas exóticas. Alec, que acabara de se tornar cozinheiro chefe foi junto, aos dezessete anos. Jules fizera questão de pagar uma das melhores exóticas para o garoto que, segundo ele, já estava pronto pra conhecer os "prazeres carnais". Alec nunca bebeu tanto quanto aquele dia, vinho entrara direto por sua garganta e, sem problemas, ele aceitara e então aconteceu. Problema que no outro dia, de tanto que bebeu, se lembrava da noite apenas até o ponto que entrara no quarto dos prazeres de uma tal Lince.

• Paquera:


Nome:
Priya

Apelido dado:
Prim

O que a personagem gosta no(a) paquera?

O que não gosta?

Como é a relação entre eles(as)?
Podemos dizer que Priya é um colírio para a seriedade dele. Ela vê que por trás do homem que foi obrigado a amadurecer cedo existe um homem que faz piadas que de tão ruins chega a ser engraçadas.

Os pontos em comum:

As divergências:

Qual foi a primeira impressão da personagem sobre o(a) paquera?
Ele teve a sensação que já a conhecia de algum lugar, não sabia qual nem quando, mas sentiu de que já a vira em algum lugar, mas ogou essa ideia de lado antes que ficasse louco de tanto tentar lembrar-se dela. Bem, fora essa impressão, ele achou que ela seria alguém completamente passageira em sua vida e que, em breve, mal se lembraria dela.

• Essa é uma fanfic +18, portanto, você está ciente que sua personagem poderá participar de cenas de sexo explícito? Principalmente se for uma Exótica?
Estou ciente

• Você está ciente que caso sua personagem seja escolhida estará em minhas mãos e servirá ao enredo e desenvolvimento dessa história?
Sim

• É possível que algumas fichas sejam posteriormente selecionadas como personagens secundárias. Caso você não passe na seleção primária, deseja concorrer a secundária?
Claro que sim







Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...