Ficha - Novamente no Mundo Subterrâneo - Interativa


Postado

Ficha - Novamente no Mundo Subterrâneo - Interativa

"Depois do Jaguadarte..."

Nome Completo: Abigail Abdée Chesire

Apelido: Aby, Gail ou Ches.

Idade: 17 anos

Sexo:

Feminino (x)

É Filho(a) de:

Filho(a) do Gato de Chesire (x)

Personalidade: Aby é doce, gentil e amorosa. Apesar que essa parte dela poucas pessoas conhecem, na verdade apenas três além dela mesma, seu pai, o Chapeleiro e seu filho (ou filha). Ela é muito inteligente, centrada e estranha. Estudiosa, leitora, poeta, musicista, perspicaz. Apesar disso, na maior parte do tempo ela parece uma lesa, é brincalhona, realista, divertida, e adora pregar várias peças no povo. Mas realmente em todo mundo, é o "jeito dela" de te avaliar. Suas pegadinhas são pesadas, e se você não sobreviver a elas, ela te salva no último momento e nunca mais aparece na sua frente. Não é alguém desapegada, apesar de parecer e agir como tal, tem pessoas que ela simplesmente não consegue viver sem, apesar de parece que pode, ela sempre da um jeito de vê-la ou vê-lo, principalmente sem ser descoberta. Vive sorrindo, seu pai diz que até quando era pequena não importa o que as pessoas fizessem com ela ela nunca chorava, e ele mesmo só a viu chorar uma vez, e não parecia choro. Ele sempre narra que as lágrimas caíam mas o sorriso continuava, parecia que ela sempre queria se mostrar forte, e ele mesmo sempre admirou isso nela, mesmo que também tivesse muito medo de onde isso a levaria. Ela adora brincar com os outros e apesar de está muito facilmente sozinha ela gosta de companhia, de uma boa leitura e uma conversa produtiva. Pode parecer violenta ou sádica, mas ela nunca machucaria alguém se não tivesse um bom motivo, afinal é alguém muito preguiçosa também e não faria nada sem um bom motivo. Não é obediente, mal obedece ninguém, obedece apenas o Chapeleiro, seu filho (ou filha) e seu próprio pai, e ainda por cima, só obedece se achar que o que eles lhe pediram é o correto, não só para si, mas que não vai por quem gosta em perigo.

Aparência:

Ches tem cabelo cinza a um palmo abaixo dos ombros, são bonitos e ondulados, e ela não deixa crescer mais do que isso, se não começa a ficar verde as pontas. Seus olhos são azuis acinzentados, ela não é muito pálida, nem mesmo muito magra, nem alta, tem altura mediana e é esguia, mas bonita. Seus olhos estão geralmente destacados por preto, sua boca também, suas unhas estão geralmente em tons escuros de preto, azul e verde-água.

História: Aby não lembra da sua mãe, e seu pai nunca lhe contou nada sobre ela, acho que ela mesma nunca realmente perguntou. Seu pai sempre cuidou bem dela até seus sete anos, quando começou a desaparecer temporariamente e voltar a sua vida de sempre, isso nunca fez dele um pai ruim, pelo menos não na visão dela, apesar dos outros acharem-no um irresponsável, ele sempre aparecia quando ela repetia seu nome treze vezes. Sempre lhe trazia presentes quando aparecia, livros, pinturas, telas, tintas, cadernos. Tudo. Ela passou sua infância desse jeito desordenado, pregando pegadinhas em quem passava pelo caminho, enrolando viajantes, brincando por aí. Até que certo dia ao pegar uma pegadinha em um menino (ou menina, que vai ser a filha ou filho do Chapeleiro), ele se safou sozinho e ela se surpreendeu aí acabou descobrindo de quem ele era filho, e a partir daí foi se apegando a ele e ao seu pai. O Chapeleiro sempre reclamava da irresponsabilidade do pai de Abigail, e ela sempre ria. Sempre viveu com eles, era normal e comum, eles viraram como uma família para ela. Certo dia depois de uma briga besta sobre uma futilidade, com o filho (filha) do Chapeleiro, ela acabou desaparecendo do lugar e apareceu em outro que não conhecia. Lá ela viu uma mulher ruiva que tomava chá com um sorriso do mal. Apesar disso, e quase da mulher decepar sua cabeça ela desapareceu de lá novamente e se encontrou com outra mulher, essa com os cabelos todos brancos, e também tomava chá com um sorriso bondoso. Foi com a segunda mulher que descobriu que sua mãe estava morta, e que não era uma má pessoa, mas uma das poucas que conquistaram o coração do seu pai de verdade. Ela nunca contou sobre essa experiência para ninguém e nunca mais apareceu nesses lugares nem nunca mais viu a mulher ruiva, a branca descobriu depois quem era, mas ainda assim nunca tocou no assunto.

Relação com seus progenitores: Ela sempre se deu muito bem com seu pai, eles sempre pregam peças juntos, ou conversam sobre futilidades, com grande facilidade, e ele está sempre presente para ela. Nunca falou com a sua mãe, mas sente um grande amor pelo pouco que soube dela.

Gostos:
Ler
Musica
Pintura
Poesia
Pregar peças ou pegadinhas
Conversar
Charadas
Coisas difíceis ou complicadas que fazem ela pensar
Dormir de qualquer forma

Desgostos:
Doces, gosta de coisas amargas e azedas
Pessoas fúteis
Pessoas que não sabem lidar bem com ela (não é muito difícil de se achar)
Ignorantes
Sérios de mais
Muito certinhos ( ela irrita só pra brincar )

Medos/Fobias: Claustrofobia, ela tem muito medo de lugares fechados e pequenos, apertados, pode até acabar desmaiando.

Hobbies:
Ler, praticar esportes, bisbilhotar lugares diferentes, passear por lugares novos.

Arma: É uma daquelas "armas de ceifadores", grandes e possuí dois lados que possui furos circulares, e duas joias vermelhas como rubi. Fica geralmente como um colar e ela raramente usa. Possui a frase entalhadas em francês: "Ne tirez pas la vie de l' indigne . Ceux-ci ont emprunté seulement un morceau de l'âme." ("Não tiro a vida de quem não merece. Desses pego emprestado apenas um pedaço da alma.").


Deseja par? Se sim, quem?: Sim, pode escolher fica a seu critério.

Deseja um(a) melhor amigo(a)? Se sim, quem?: Sim, o filho ou a filha do Chapeleiro.

Roupas que costuma usar:






Uma frase que lhe define:"Um sorriso pode ser apenas um sorriso, um abraço um abraço e um adeus, um ate logo." "Sorrio com os lábios, falo com os olhos, e me expresso pelos meus gestos. Isso é muito melhor do que palavras."

Trilha Sonora do(a) personagem:

Wings - Little Mix

Change Your Life - Little Mix

Reflection - Fifth Harmony

Write on me - Fifth Harmony

Sabe que não pode ser escolhido(a)?: Sim

Lidará bem com isso?: Com certeza, no problem's.

Algo mais?: Nop.
Espero que tenha gostado dela!!!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...