Meu primeiro Jornal é um desabafo.


Postado

Então. Venho por meio deste veículo de comunicação (sim, eu realmente coloquei isso ao invés de simplesmente jornal) para desabafar um pouco.
Não está acontecendo nada de muito grave na minha vida. Pelo contrário, esta está tão linda, maravilhosa e cheirando a arco-iris como deveria estar. É só que, como também nem tudo é um docinho de morango, tive uma decepção hoje. Não uma decepção imensa, do tipo "tal-pessoa-que-eu-amava-fez-algo-muito-errado", mas também não é uma decepção pequena e banal, como a que temos quase sempre: "meu-ídolo-está-namorando-uma-pessoa-que-não-é-a-que-eu-shippo". Não, essa decepção é aquela que quando vemos do ponto de vista de outra pessoa, chegamos a conclusão que não é nada importante, porém, em nossa cabeça, é algo de extrema importância.
Como acredito que não seja necessário para a compreensão do leitor o relato dos acontecimentos que me levaram a decepção e, eventualmente, escrever este jornal, não vou contar o que aconteceu. O que vou contar é com o que eu fiquei decepcionada. Eu fiquei decepcionada comigo mesma. Caso quem esteja lendo se pergunte o porquê, bom, isso aconteceu simplesmente porque eu estava certa de que conseguiria algo e não consegui.
Fiquei desapontada, pois achava que eu era boa em algo, e por ser boa, conseguiria atingir uma meta em questão de pouco tempo. Entretanto, não é assim que a vida funciona e, por tanto, hoje quebrei a cara ao descobrir que algo que eu realmente acreditava conseguir com a maior facilidade do mundo, vai demorar mais tempo do que o esperado. Entrei em crise existencial e acabei correndo para cá, para fazer este (nem tão)pequeno desabafo. Obrigada por ler, se você chegou até aqui :)


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...