~ColorfulUnicorn

ColorfulUnicorn
Nome: Unicorn
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha - Fanfic Murder


Postado

Ficha - Fanfic Murder

•••• FICHA ••••

♦ Nome completo ♦
♟June Fox Wing♟
♟Ela tem esse nome porque nasceu no dia do solstício de junho, e seus pais diziam que essa data significava um novo começo. Onde em alguns lugares a neve chegava para cobrir as raízes gastas que a primavera deixara, e em outros o sol derretia toda a frieza que restara, e as primeiras flores cresciam♟

♦ Apelido ♦
♟A garota é chamada de June por todos♟

♦ Idade ♦
♟18 anos | 21/06♟

♦ Sexualidade♦
♟Heterossexual♟

♦ Aparência ♦
♟June possui uma pele delicada e branca, quase pálida. Seu rosto é magro e também delicado, e suas bochechas são levemente coradas. Os olhos da garota são avelã (castanhos esverdeados) e longos cílios os cobrem, logo abaixo de longas e grossas sobrancelhas. Seus cabelos são longos levemente ondulados e castanhos claro, e há algumas mechas loiras neles. O corpo da garota é curvilíneo e suas pernas são longas. Sua estatura é média alta, de 1,65m♟








♦ Personalidade ♦
♟June é uma garota espontânea, seu rosto é cheio de expressões, o que acaba denunciando os sentimentos da garota. Ela cora com muita facilidade, e até mesmo a situação mais simples a deixa de bochechas vermelhas. Apesar disso, June é uma pessoa introvertida e retraída, e tenta esconder seus sentimentos das outras pessoas, algo em que ela falha quase sempre, o que a deixa muito irritada. Mesmo ficando irritada, June não consegue guardar rancor de uma pessoa quando esta lhe pede desculpas, e a garota sabe quando é sincero, pois não é ingênua (mesmo que pareça). Ela é quieta e é uma boa ouvinte, por ser mais de ouvir do que falar. June também é inteligente e observadora, aprende rápido e está sempre atenta ao que está acontecendo ao seu redor e ao comportamento das pessoas, e por ser alguém desconfiada dos outros procura manter-se alerta aos que ela considera uma 'ameaça'. Além disso, a garota é muito criativa, e adora criar coisas em desenhos e escrever poemas e pequenas histórias, e também é muito engraçada e irônica, algo que surpreende os outros pelo fato dela ser 'quietinha'. Ou seja, June adora piadas e trocadilhos, e possui um livro cheio destes, o qual ela lê quando está triste. Ás vezes a garota pode ser muito insegura, e acaba duvidando de si mesma, algo que ela está tentando mudar, juntamente com sua ansiedade e medos. Ela também é muito indecisa, e odeia ter que fazer uma decisão, assim como pode ser orgulhosa e impulsiva, não querendo ouvir aos outros♟

♦ História ♦
♟June nasceu em Manhattan, numa cidade grande e agitada. Seu pai, Andrew Fox, era um advogado muito rico e bem sucedido. Sua mãe, Marie Wing, era sócia de um grande empreendimento. Por causa da sua vida boa a garota era muito 'cortejada' pelos grupinhos populares da escola, a ela estava aterrorizada com isso. Chamava muita atenção. Ela só queria se camuflar na multidão e ser uma figurante. Por maior parte do tempo June ficava em casa, e aí nasceu seu amor pela arte e fotografia. A garota começou a desenhar e pintar, e mal precisava de aulas para aumentar suas habilidades, as aprendia com tutoriais online. Foi o mesmo com o processo de aprender a utilizar a câmera e tirar boas fotografias. Ela apenas saia para ir a escola e para fotografar. Quando a garota tinha 14 anos, seus pais constantemente começavam a brigar. Um dia, June ouviu sua mãe gritar algo como: "E o que você vai fazer? Me matar e daí me enterrar no meio do mato?". O seu pai ficou repetindo várias vezes "cale a boca", de um modo melancólico. Era um pouco chocante vê-los brigar, eles estavam sempre de bom humor e fazendo piadinhas, um lado que a própria June herdou deles. A partir desse dia, a garota começou a ter pesadelos horríveis, e problemas para dormir. Ela sonhava que estavam a enterrando, e ela gritava enquanto terra entrava na sua boca. Nesse tempo, a garota também passou pela situação de 'paralisia do sono', o que não aconteceu de novo mas a deixou traumatizada. Foram esses problemas que seguraram o relacionamento de seus pais. Mas, quando a garota tinha 16 anos, sua mãe disse que não aguentava mais. Seus pais se separaram, e sua mãe decidiu dar um tempo de tudo e passar uns meses no exterior. June foi deixada com o seu pai, e no meio de tanta correria ele disse que não conseguia mais fazer tudo aquilo, e estava prestes a perder seu emprego. Foi aí que surgiu uma oferta de trabalho a ele. Da cidade em que ele vivera há anos. Ele estava hesitante, mas June o estimulou a ir, para descansar um pouco e reencontrar velhos amigos. Então, eles decidiram que iriam morar naquela cidade tranquila e distante, e encontraram uma boa casa para os dois. June finalmente conseguiu se misturar no meio das pessoas e novamente se tornar apenas uma figurante naquela nova escola♟

♦ Pais ♦
♟Andrew Fox♟


♟Marie Wing♟


♦ Par
♟Sim. É da escolha do autor(a)♟



♦ Relação com os amigos ♦
♟June 'desabrocha' quando está com eles. Ela se diverte,brinca, conta milhares de piadas e faz muitos trocadilhos perto deles. Mesmo assim, ela ainda não se abre totalmente, e continua a tentar esconder seus sentimentos. De qualquer maneira, ela só se aproxima de quem ela realmente gosta, e valoriza muito a amizade destes. Ela procura pedir conselhos ás amigas sobre garotos quando tem interesse em alguém, mesmo que ache que isso é uma humilhação♟

♦ Relação com o par ♦
♟June tem mais liberdade com ele do que com os amigos. Ela demonstra mais do que normalmente se permitiria, mas tem muito cuidado com isso. Ela também conta várias piadas para ele, que obrigatoriamente deveria ter bom humor. A garota normalmente se retrai ao toque deste e do resto das pessoas, e ele é um dos únicos a ver seus projetos e fotografias. Ela tem muita dificuldade para dizer 'eu te amo', pois fica extremamente vermelha e enrola sua fala. June apenas namoraria um cara que fosse o seu melhor amigo, alguém em quem ela possa confiar♟

♦ Relação com a família ♦
♟June tem facilidade para se relacionar com seus pais, e os pede muitos conselhos. Ela sente um pouco chateada com sua mãe, que a deixou pra trás, pois ela sempre a ajudava muito. E com a pai, ela tenta tranquilizá-lo, pois desde que chegara na cidade ele parece agitado, mas melhor do que estava antes. Todos os sábados á noite ela e seu pai fazem a 'sessão pipoca', para compensar o fato de que ele trabalha muito nos dias de semana♟


♦ Relação com Anne ♦
♟June sempre soube que devia ficar longe dela, e invisível aos seus olhos. Mesmo assim, sentia pena dela, que era sempre o centro das atenções. Mas Anne certamente era o tipo de pessoa que conseguiria manipular qualquer um, até mesmo a própria June. É melhor não comprar uma briga que não se pode vencer♟


♦ Gosta ♦
♟Chocolate. Muito chocolate♟
♟Doces e frutas♟
♟Arte e fotografias♟
♟Biologia, química e literatura♟
♟Romances policiais e programas de criminosos♟
♟Animais e natureza♟
♟Estrelas♟
♟Música Indie e clássica♟
♟Livros♟
♟Piadas♟
♟Bom humor♟

♦ Não Gosta ♦
♟Coisas muito salgadas♟
♟Mau humor♟
♟Clima muito quente♟
♟Barulho e agitação♟
♟Pessoas dando palpites♟
♟Drama♟
♟Estupidez♟
♟Chamar muita atenção♟
♟Contato físico muito íntimo♟

♦ Medos ♦
♟Medo de ser enterrada viva♟
♟Medo de perder seu pai♟
♟Medo de dormir♟

♦ Fobias ♦
♟Nictofobia (medo irracional do escuro)♟
♟Anatidaefobia (medo irracional de ser observado por patos). Sim. Sempre que há um pato por perto a garota sente um mal estar e uma sensação horrível, muito irracional. Ela ri disso, mas só de pensar tem arrepios♟

♦ Seu maior segredo ♦
♟June precisa tomar remédios para dormir desde que teve aqueles sonhos e a paralisia do sono. A garota também visita um terapeuta todo mês, que faz uma análise psicológica nela. Os sonhos a trouxeram muitos medos, e a garota tem uma grande cicatriz no antebraço. Ela havia se cortado, porque se tivesse a paralisia do sono novamente, a dor poderia acordá-la. Ela parou com isso após concluir que era estúpido♟

♦ O que sabe sobre Christopher Brandon ♦
♟June ouviu dizer que ele desapareceu. Alguns diziam que ele havia sido morto, e que de alguma forma voltou a vida. Ela não sabia se deveria acreditar, então decidiu perguntar para o seu pai, que nunca a respondeu e sempre mudava de assunto♟


♦ Está ciente que...♦
• Seu personagem pode não ser aceito?
♟Sim, estou♟

• Seu personagem pode morrer a qualquer momento?
♟Sim, estou². Se for o caso, faça uma morte digna, sem que ela perca a piada, por favor♟

• Seu personagem agora pertence a mim e eu posso mudar qualquer coisa nele?
♟Sim, estou³♟

• Seu personagem pode ser o assassino?
♟Claramente que sim, estou⁴. ( ͡° ͜ʖ ͡°)♟

Algo a mais?
♟Sim. June tem um sapo de estimação. O nome dele é Rupert. Após se mudar, June o encontrou em seu quintal enquanto ele estava enroscado em algumas redes que seu pai havia tirado da garagem. A garota o manteve num grande aquário vazio em seu quarto, mas então decidiu soltá-lo. Ele voltou, e ela decidiu adotá-lo. O sapo fica livre pelo quintal e pela casa, mesmo o pai da garota tentando se livrar ele♟


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...