~ColorfulUnicorn

ColorfulUnicorn
Nome: Unicorn
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

I. Ficha da Fanfic “A coroa de flores”


Postado

I.	Ficha da Fanfic “A coroa de flores”

Palavra-chave: abracadabra


I. Ficha da Fanfic “A coroa de flores”

Nome: Aderyn

Nome completo: Aderyn Teerasen

Significado do nome: Aderyn singnifica 'pequeno pássaro' em galês.

Idade: 18 anos.

Província: Hondurágua.

Casta: 7

Olhos: Avelã.

Cabelo: Castanho.

Altura: 1,71.

Aparência:




Nome da pessoa referente a personagem: Astrid Berges-Frisbey

Descrição física: Aderyn possui a pele clara, e há algumas sardas claras em suas bochechas e ombros. Seu rosto é bem delicado, seus olhos são castanhos-esverdeados, e longos cílios os cobrem. Seus lábios são carnudos e rosados, e suas sobrancelhas são escuras e um pouco grossas. Seus cabelos são longos e e vão se ondulando bem depois da raiz. Seu corpo é magro e esguio, mas também curvilíneo.

Personalidade detalhada: Aderyn é uma garota quieta e observadora, ela está sempre tomando nota das coisas que acontecem ao seu redor e analisando o comportamento dos outros. Ela é extremamente protetora, principalmente com as pessoas com quem se apega, é engraçada está sempre fazendo trocadilhos quando tem chance. Apesar disso, a garota tenta ser alguém impassível por fora, sendo dura e forte, sem deixar que seus sentimentos tomem conta de suas ações e que eles cheguem até os outros, e não baixa sua guarda. Ela odeia que os outros a rebaixem como um indivíduo, mas não se abala quando o assunto é sobre castas, pois ela já se conforma com o fato de ser de uma casta baixa. Em discussões e brigas a garota simplesmente fica quieta, ou começa a rir pois ela realmente adora brigas. As pessoas são engraçadas quando gritam. Mesmo com seu lado brincalhão, Aderyn age como se já não tivesse esperança, e não gosta de tê-la pois tem a a sensação de que vai se decepcionar, mas mesmo assim, por dentro, a garota só passa de uma menina que sente falta de tudo o que vivia quando era uma criança, quando ela não tinha nenhuma preocupação e só podia pensar em se divertir, e bem lá no fundo há uma pitada de esperança de que tudo vai ficar bem. Ela também é um pouco tímida quando se trata de algo que envolva o sexo oposto, e sempre que um garoto a toca ela se retrai e cora um pouco.

Aspectos positivos: Aderyn é uma garota leal, que se coloca depois dos outros, é muito criativa e inteligente, e também é uma boa ouvinte e procura não jugar as pessoas de cara.

Aspectos negativos: Aderyn é um pouco cabeça quente quando percebe que os outros estão agindo errado, mas mantém isso para si mesma por ser uma garota introvertida. Ela pode ser muito curiosa ás vezes, e também pessimista -ou realista-.

Defeito mortal:
Ω Allegiance Ω
É excessivamente fiel a seus amigos e familiares e arrisca sua própria vida por eles em qualquer hipótese. Se torna alguém impulsivo as vezes e muito confiante de sí, o que pode lhe trazes frustrações ao longo da vida. Quebra regras quando é impedido de fazer algo por eles e se põe em risco por tais atitudes ''rebeldes''.

Talentos: Aderyn pode se esgueirar por lugares inimagináveis, e é muito rápida. Além disso, a garota pode costurar e bordar muito bem, e também é ótima com plantas.

Manias: Aderyn fica enrolando seu cabelo em momentos de tédio e batucando seus dedos, e começa a viajar em seus pensamentos. Ela também tem a mania de sempre deixar sobras em seu prato pensando que tem que deixar o máximo que puder para seu irmãozinho, mesmo quando não está em casa. Ela só se toca que não é necessário quando finalmente se dá conta do ambiente.

Hobbies: Aderyn adora observar pássaros, e possui um caderninho com desenhos e anotações de várias espécies. Ela tem uma admiração muito grande pela natureza, e gosta de caminhar a noite para olhar os animais noturnos. A garota também adora ler quando pode.

Roupas:
I. Dia-a-dia




II. Jornal Oficial




III. Momentos especiais



História pessoal: Aderyn nasceu na província de Hondurágua, e sua família pertencia a casta 7. Seu pai era jardineiro, e a ensinou tudo o que ela sabe sobre plantas e também sobre animais silvestres, e ele tinha muito amor pelo que fazia. Ele sempre comprava livros para ela e seu irmão mais novo com o pouco que sobrava do seu salário, pois acreditava que assim seus filhos não teriam apenas sabedoria, mas se tornariam indivíduos, e ambos acabaram se tornando amantes de qualquer tipo de literatura, desde política até as histórias fantasiosas. Mas um dia, quando a garota tinha apenas 12 anos, houve um ataque rebelde dos sulistas. As pessoas das castas mais nobres foram evacuadas para lugares seguros, enquanto os seis, setes e oitos foram deixados á sua própria sorte. O pai de Aderyn foi morto nesse ataque. A garota não teve tempo para o luto, e teve que começar a ajudar sua mãe, que a pedia para ser forte e não chorar, e ela obedeceu. Mas então as coisas começaram a complicar, pois nenhum lugar queria contratar uma garota nova como ela, que se viu sem opções. Ao ver seu irmão e sua mãe passando fome, ela tomou uma decisão ousada. A garota começou a furtar coisas, que antes eram apenas maçãs e frutas velhas, mas isso acabou evoluindo com o tempo, e logo ela estava roubando relógios dos senhores ricos que passavam pela rua e coisas mais valiosas, conseguindo assim um bom dinheiro, mas não tanto. A mãe dela sempre a questionava sobre o dinheiro, e ela nunca respondia. Aderyn nunca roubou das pessoas que tinham necessidades, e sempre procurava ajudá-las, como fazia 'Robin Hood', um de seus personagens favoritos. Enquanto passavam os anos, a garota foi ficando mais 'talentosa', e conseguia se esgueirar e passar despercebida, era um ladra profissional, e nunca foi pega, apesar de sempre ter se preparado para levar algumas chibatadas. Quando finalmente conseguiu um emprego em um jardim de uma casa gigante que pertencia a uma família de pessoas da casta 3, a garota percebeu que haviam livros que começavam a mofar nas estantes. Ela os socava nos sacos de lixo e depois do seu trabalho os pegava da lixeira e levava para casa. Ela fazia tudo isso pensando em seu irmãozinho, imaginando que talvez, se ele tivesse uma boa educação e entendesse sobre política, democracia e qualquer outro assunto, poderia ascender na sociedade. Ela lia e aprendia tudo, para depois ensiná-lo. Aderyn também já teve contato com rebeldes, e um deles era seu melhor amigo de infância. Ele tentava convencê-la a se juntar a causa e dizia que a morte do pai dela era culpa da coroa, mas ela sabia que não. A culpa era da própria desgraça deles, que nasceram naquela situação. Após dizer isso a ele, ela nunca mais o viu.
Um dia, ao chegar em casa com algumas frutas velhas, uma das melhores refeições que sua família tinha acesso, sua mãe a mostrou uma carta. Era sobre a 'Seleção'. A garota ficou aterrorizada, queria fugir e enterrar sua cabeça no asfalto quebrado da rua. Ir para um castelo cheio de guardas? Não. Ela não estava com nem um pouco de vontade de ir. Mas então ela olhou para o seu irmão, com os olhos transbordando de esperança. Ah, ela não aguentava aquilo. Sem mais nem menos, ela preencheu a ficha, com seu irmão ao seu lado dando palpites. Ela disse para ele que ele deveria torcer para que ela não fosse aceita, mas ele negou e com convicção disse que ela seria escolhida. Aderyn acreditava que melhoraria muito a sua condição de vida, mas ela estava com medo de mudar de realidade tão subitamente. Ela sempre foi apenas um figurante na vida, apenas alguém pra preencher o espaço no mundo. Não era como se aquilo fosse mudar. Mas pelo amor que tinha para com sua família, ela decidiu tentar, e ter só um pouquinho de esperança.

Familiares:

Ficha para os familiares
I. Nome completo: Yorick Teerasen (falecido)
II. Ocupação: Era jardineiro.
III. Relação com a selecionada: Aderyn o admirava muito, e sempre procurava se parecer mais com ele em suas ações. Sempre que passa por alguma situação difícil pensa no que ele faria.
IV. Aparência:


Ps: Aderyn usa um colar com uma moeda dos antigos EUA como pingente, a qual seu pai encontrou no lixo. Ela a valoriza muito, pois seu pai sempre disse que era valiosa por causa do seu significado, que era a liberdade.


I. Nome completo: Lysandra Teerasen
II. Ocupação: Lavadeira.
III. Relação com a selecionada: Aderyn a respeita e ama muito, e a considera uma mulher muito forte. Sempre que pode, a garota procura dizer que a ama, só para ver o lindo sorriso que aparece em seu rosto. Elas só se veem a noite no jantar, mas são muito próximas.
IV. Aparência:



I. Nome completo: Louis Teerasen
II. Ocupação: Estudante.
III. Relação com a selecionada: Aderyn realmente ama Louis, e está sempre apertando suas bochechas e dizendo-lhe o quão fofo ele é. Ela sempre o incentiva a continuar curtindo sua infância, e vivê-la ao máximo enquanto há tempo. Mas ela também é muito dura quando se trata de estudos. Ele é um garoto irônico e engraçado, sendo uma réplica de sua irmã.
IV. Aparência:


Como ela costuma tratar as pessoas?
Aderyn procura tratar as pessoas com educação e respeito, mas caso não goste da pessoa dá alguma desculpa para ir embora. Ela é mais de ouvir do que falar, e presta atenção nos outros enquanto eles falam. Ela é muito comunicativa, mas tenta se manter impassível nas frente dos outros. Para os mais próximos ela sempre conta piadinhas.

Se a personagem tivesse a oportunidade de escrever uma carta. Para quem ela escreveria?
Para Louis, seu irmãozinho.

Narração de um encontro especial: Seria num jardim. Aderyn estaria encolhida entre os arbustos fazendo o que faz de melhor. Passar despercebida. Ela estaria desenhando os pássaros em seu caderninho e anotando sobre seus comportamentos, e colocando roupas ou acessórios neles como se representassem as personalidades diferentes das pessoas. A garota estaria encantada com as espécies diferentes que nunca tinha visto antes em Hondurágua. Ela se espreguiçaria, e ao olhar para cima, perceberia confusa, o rosto do príncipe. Sem jeito, ela o convidaria para 'entrar', mas sem a intenção de que ele aceitasse, o que ele faz. Ele a perguntaria o que ela está fazendo ali, e ela, timidamente, contaria sobre os pássaros, mas esconderia o caderninho, o qual o príncipe veria. Após muita resistência, ela o deixaria olhar e ver as anotações que muitas vezes tiravam sarro das pessoas, e os dois começariam a rir juntos e imitar as pessoas 'chatinhas' do castelo. Aderyn soltaria um 'droga' ao perceber o que havia acabado de conversar com o príncipe, e eles ririam novamente. Após esse acontecimento, sempre que uma dessas pessoas estivesse por perto eles trocariam olhares e sufocariam uma gargalhada. Seria algo que os aproximaria.

Música tema da personagem: Arcade Fire - The Suburbs
- Eu escolhi essa música porque eu acho que ela retrata bem a situação da Aderyn. Como pelo fato de ela ter crescido rápido demais e ter se endurecido, criando uma nova pessoa que tenta se convencer de que superou tudo o que já passou e pelos conflitos internos que ela tem. Mas, como diz a música: 'Em meus sonhos ainda estamos gritando e correndo pelo jardim', tem algo dentro dela que ainda floresce, e a faz querer voltar a ser uma menina de novo e a valorizar os momentos bons da vida, e convencer as outras pessoas a fazer o mesmo, como ela faz com seu irmãozinho.

Música para momentos especiais: Imagine Dragons - Destination

Frase marcante: "Mas o paraíso está trancado e enclausurado... Precisamos fazer a jornada ao redor do mundo para ver se uma porta dos fundos talvez esteja aberta". - Heinrich Von Kleist. 'On the puppet theater'.

A sua personagem trairia o príncipe?
Talvez, se caso não estivesse apaixonada por ele.
I. Com quem seria?
Seria da escolha da autora.

Você está ciente que a sua personagem pode não ser a escolhida pelo príncipe?
Estou sim.

Você está ciente que poder ser eliminada?
Estou sim² (;-;)

Como se sentiria em relação a isso?
Um pouco chateada, mas sei que seria da escolha da autora e o curso que a história deveria seguir. E eu continuaria lendo, porque né (:v).

Considerações finais:
Gostei muito da sua escrita, sério moça. Além disso, Grant é um filezinho hein? e.e
Agora só espero. Caso tenha algo que eu deva mudar é só dizer. E me desculpe se a ficha ficou muito grande. :c
Beijos o/


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...