~Ravenheart

Ravenheart
Nome: Alguém
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: Florianopolis, Santa Catarina, Brasil
Aniversário: 20 de Junho
Cadastro:

Zombie War World - Ficha


Postado

PUDIM ♥


Nome:
Joe

Sobrenome:
Blackthorn

Idade:
17

Personalidade:
Joe é um garoto socialmente estranho. Onde quer que vá ele chama atenção com sua aparência levemente fantasmagórica e seu humor negro. Ele tem gosto para coisas estranhas e bizarras, desde fantasmas a aquelas criaturas esquisitas que ninguém se importa em conhecer. Ele ri das coisas mais ridículas e grotescas das quais as pessoas não acham a menor graça. Ele fica fascinado com coisas obscuras que geralmente são ignoradas por outros por não serem importantes ou por serem bizarras demais. É super curioso e coisas como lugares proibidos e segredos macabros simplesmente o deixam fora de si. Ele é extremamente animado e agitado, e não gosta muito de ficar parado. Está sempre puxando assunto com alguém ou fazendo graças para descontrair o momento. No entanto ninguém entende suas piadas e ele acaba sempre rindo sozinho. Parece não se importar nem um pouco com isso e seus amigos até mesmo já estão acostumados, dando risinhos sem graça nessas situações. Joe está sempre tentando explicar alguma coisa estranha que descobriu recentemente, seja uma criatura ou algum acontecimento histórico convenientemente esquecido e não ensinado. Acontece que sua linha de raciocínio é extremamente confusa de forma que ele nunca consegue que os outros entendam o que ele quer dizer. Fica horas falando sobre a mesma coisa e no final vê que não chegou a lugar nenhum. Isso o deixa bastante frustrado, mas os outros até que acham engraçado. Ele é extremamente inteligente só que como dito, pode facilmente ser incompreendido e confundido como apenas mais um louco. Tem uma queda para brincadeiras e pegadinhas, então adora estar entre pessoas iguais a ele. Seu coração é grande e ele é muito leal aos seus amigos, sendo o primeiro a os defender quando necessário. Não é uma pessoa muito paciente, então com aqueles que o irritam e o incomodam ele vai ser bem agressivo e frio, podendo facilmente partir para violência se a coisa for séria demais. Joe não tem medo de morrer, ele sabe que todos estão fadados a esse fim de forma que vive sem preocupar-se com isso. Aceitaria a morte de bom grado, não sem antes lutar é claro. Ele simplesmente procura ver o terrível lugar que o mundo se tornou com bons olhos e aproveitar o máximo que puder disso. Ele tem uma contagem em sua mente de quantos zombies já “matou”. Não liga se eles foram pessoas ou não. A quantidade deles que já se livrou é a prova de que ele está lutando para sobreviver, sendo forte, e isso o mantém seguindo em frente.

História:
Os pais de Joe eram cientistas renomados e conhecidos em suas área. Muitos artigos citados em livros contemporâneos e revistas continham os nomes deles impressos em letras garrafais como referência de credibilidade. Joe cresceu nesse meio e logo adquiriu muita curiosidade e interesse. Ele gostava de fazer suas próprias descobertas e pesquisas, e seus pais sempre o incentivaram muito. Conforme cresceu, seu gosto por seres mais esquecidos e esquisitos ficou claro. Ele sempre teve o objetivo de se tornar biólogo para poder estudar de forma mais aprofundada sobre formas de vida que as pessoas não se importavam em lembrar, por elas serem grotescas ou desagradáveis ao olhar. Ele sabe que no fundo todas elas são muito complexas e que cada uma guarda um segredo, uma peculiaridade muito interessante a respeito da espécie. Isso o fascina e também faz com ele veja os humanos mais ou menos dessa forma também: cada um tem algo a esconder, muitos podem não ser horríveis ao olhar, belos na verdade, mas todos têm no fundo de sua alma algo que nenhuma pessoa gostaria de ver.
Seus pais foram pegos de surpresa nas ruas e morreram, embora Joe ainda não saiba. Ele busca acreditar com afinco que os dois estão lutando para sobreviver assim como ele, mas as vezes é difícil não deixar a dor de uma perda eminente domina-lo.

Família:
Louise Blackthorn – Mãe – Ela era a mais paciente com ele, sempre ouvindo as suas duvidas e perguntas mirabolantes e se esforçando para responde-las. Era doce e divertida e as vezes o tirava dos castigos que o pai impunha sem que esse soubesse, é claro.
Heymond Blackthorn – Pai – Esse era meio bravo, não deixava Joe comer muitos doces e sempre que ele fazia alguma pergunta, o pai procurava direciona-lo para caminho que mais interessava a si mesmo que ao filho. Ele não fazia de maldade, é claro, apenas queria que a criança se tornasse seu sucessor nas pesquisas algum dia.

Imune Ou Não Imune?
Imune

Arma:
Joe tem vários tipos de pistolas e revolveres que recolhe por aí durante o seu tempo de sobrevivente. Procura guardar as que podem usar o mesmo tipo de balas, para não ter que se preocupar tanto com diferenças. Usa também adagas e uma longa katana que comprara uma vez apenas para dizer que tinha. Jamais imaginou que teria que realmente usar.

Estilo De Sobrevivência:
Ele prefere se manter distante dos zombies, procurando correr ou atirar neles para sobreviver. Quando muito necessário usa suas adagas ou a espada, mas procura evitar pois essas necessitam mais proximidade e isso pode ser em perigoso.

Sexo:
Masculino

Preferência Sexual:
Heterossexual

Aparência:
Ele é alto, tem cabelo preto e liso que mantém num corte desregular e bagunçado. Seus olhos são verdes claros e sempre rodeados de olheiras, algumas vezes mais profundas do que outras, uma vez que ele sofre de uma leve insônia. A pele é pálida e os lábios finos. Ele é de fácil sorriso, mas pode facilmente ser confundido com uma pessoa sombria devido a sua aparência.




Photoplayer:
Gerard Way

Habilidades:
Ele tem certo conhecimento de herbologia (plantas) que sua mãe fez com que com ele aprendesse. Coisas como medicinais, comestíveis e venenosas, ele as conhece bem. Sua precisão em tiros aumentou muito desde que começou a usar as armas, sendo essa uma habilidade essencial na sobrevivência. Consegue correr longas distancias sem cansar demais, uma vez que treinava na escola. Não é o cara mais forte do mundo, mas é mais veloz que a maioria. Ele é ótimo para tocar violão e sua voz é doce de se ouvir.

Par:
As autoras podem escolher.
Fará Aliança?
Sim

Qualidades:
Sua lealdade e devoção aos seus amigos e as pessoas que ama.

Defeitos:
Ele não é muito paciente, principalmente se for para defender seus amigos.

Hobbies:
Fazer pesquisas, correr, ler, tocar violão.

Doença?
Nenhuma.

Fobia/Medo/Trauma:
Ele não tem medo de algo específico, apenas do desconhecido, de coisas que ele não possa controlar ou se defender.

Música Tema:
“Ready to die” – Andrew WK

Algo Mais?
Por enquanto, só. ><


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...